PplWare Mobile

Carros novos mais caros? A culpa é do novo protocolo de emissões WLTP


Autor: Pedro Pinto


  1. DEUS says:

    Podiam ter dado dois ou três exemplos com os respectivos aumentos no valor dos veiculos.

    Exemplo:

    Renault Megane – preço NEDC – preço WLTP
    Audi A5 – preço NEDC – preço WLTP
    BMW S7 – preço NEDC – preço WLTP
    Porsche 911 Turbo S – preço NEDC – preço WLTP
    Ferrari 812 Superfast – preço NEDC – preço WLTP

  2. Fernando says:

    Não sei se já repararam mas tudo é justificação para aumentar o preço de tudo.

    • int3 says:

      Não sei se já reparou mas isto é global.

      • Enfim... says:

        Nao deixa de ser justificaçao para subir na mesma..
        Mas preparem-se que o governo portugues, como bom a criar taxas que é, deve inventar um WLTP PT que mete mais umas coroas valentes no bolso da geringonça…

      • Enfim... says:

        Mas nao deixa de ser desculpa para se aumentar tudo…
        A juntar a isso ainda devera vir um WLTP PT para meter mais umas coroas no bolso da geringonça… Alias, ca somos muito bons a criar taxas sobre taxas, e depois essas duas taxa ainda adicinamos o IVA… so falta meter IVA sobre o proprio IVA…

      • Enfim... says:

        Mas nao deixa de ser desculpa para se aumentar tudo…
        A juntar a isso ainda devera vir um WLTP PT para meter mais umas coroas no bolso da geringonça… Alias, ca somos muito bons a criar taxas sobre taxas, e depois essas duas taxa ainda adicinamos o IVA… so falta meter IVA sobre o proprio IVA…

        PS: E é a 3a vez que posto porque este site esta top hoje…

      • Enfim... says:

        Mas nao deixa de ser desculpa para se aumentar tudo…
        A juntar a isso ainda devera vir um WLTP PT para meter mais umas coroas no bolso da geringonça… Alias, ca somos muito bons a criar taxas sobre taxas, e depois essas duas taxa ainda adicinamos o IVA… so falta meter IVA sobre o proprio IVA…

        PS: 5a vez.. vamos ver se e desta que entra…

      • MMario says:

        Mas também podia ser uma desculpa para aumentar também os ordenados

  3. Fernando Jorge says:

    A culpa, parece que não é da nova norma… a UE parece que deu indicações aos governos para reajustar o imposto, para que os preços não sofressem grande alteração.

    Claro que o governo, que diz que anda tudo a correr bem no país, não liga nenhuma (pelo menos no início) e ganha uns cobres extra. Tal como andam a fazer com os combustíveis, quando a matéria prima estava barata subiram o(s) imposto(s), com o compromisso de ir revendo os mesmo(s) imposto(s) à medida que a matéria prima subisse…. hoje estamos a ver que tal foi mesmo assim.

    Por isso, com os carros, devem-se esquecer dos reajustes…. 😛

  4. BRUNO says:

    Tudo serve para ir ao bolso das pessoas, estes políticos com as leis pensarem que mandam no mundo

    • Rui says:

      Depois de eu ver a taxa do carbono…… estou à espera que chegue o dia da taxa do oxigénio que nós consumimos!!!!!! Os desportistas estão lixados!!!!!! E se acrescentarem a taxa de CO2!!!!!!

  5. informado says:

    Comprem um carro eléctrico como eu fiz e não há problemas 🙂

    • EacHTimE says:

      Infelizmente não tenho garagem para poder ter um electrico 🙁

    • Rui says:

      Nem toda a gente tem condições de ter um eléctrico, nem possibilidades! Além de que os tugas gostam de impressionar os vizinhos e….. tirando o Tesla, os restantes mais parecem papa-reformas (estética e performance)!!!!!!

      • sm says:

        Performance ?!?!?
        …nunca deve ter experimentado nenhum, com certeza.
        Tenha cuidado nos semáforos, quando apanhar um “papa-reformas” desses!

        • Rui says:

          SM? Eu não moro numa grande cidade, e…… qualquer carro que não ultrapasse dos 200 só consegue ver-me nos primeiros segundos!
          Em estradas do interior, razoáveis, com km e km em linha recta, a que velocidade acha que os condutores passam? Nem as ambulâncias do INEM conseguem acompanhar-me!!!!!!

          • sm says:

            Éhh láaaa… isso é para impressionar os vizinhos, não ??
            😀

          • Joaquim Cardoso says:

            E é assim que eu me divirto a fazer abrandar tamanhas personalidades. És um herói por andar a mais de 200 ? E então a tua opinião de, à e tal nem todos têm condições. Existe pessoas como tu que têm o cérebro limitado que secalhar podem ter um eléctrico mas não querem porque não passa dos 200 ? Se feliz e não tenhas acidentes.

          • Rui says:

            Joaquim? Eu não disse isso. Confirmo que de vez em quando acelero para lá dos 200.
            Mas já agora, o Joaquim só anda a 50 nas localidades, 90 das estradas fora das localidades e 120 nas AE?
            É que se nunca passou esses limites, ok, senão não passa de um mero hipócrita!

      • kekes says:

        A única alternativa viável nos dias de hoje são os híbridos. O resto ainda é um mercado de nicho ou para que não faz viagens a serio.

        • Pedro Coelho Silva says:

          Se tiveres dinheiro para um Tesla nao deves ter problemas para qualquer tipo de viagem.

          • Enfim... says:

            Exacto.. Nem em fazer a viagem directa por dentro de norte a sul e ainda voltares… Por mais que seja, como nao te falta dinheiro, chamas o reboque a teu custo

      • Fernado Garcia says:

        As pessoas esquecem.se de muita coisa quando falam de carros electricos , os carros electricos vão ser o futuro , mas daqui a 20 ou trinta anos, esquecem-se que as autonomias são medidas a 90km estabilizados , nada de acelarações . já fiz um teste com um tesla S , cedido pela Tesla a empresa onde trabalho , o modelo em causa tem uma autononia de cerca de 500km , mas aos tais 90 km estabilizados , mundo real faz 300km se formos s 120km na autoestada , se brincar-mos bocadinho faz 200km, fica-se agarrado à autoestrada , porque nas estradas nacionais não há carregadores , e cada carga são 45 minutos, sem tem muito torque, vai dos 0 aos 100 em 6 segundos , é giro! mas vaza a bateria quase no mesmo tempo! nem falo em outros casos porque quase todos os outros têm autonomias declaradas muito mais baixas a rondar os 250km , no muito real fazem 150km

    • Miguel says:

      Comprar um eléctrico é assobiar para o lado

      Eu trabalho numa central termoelétrica (produção de energia elétrica a partir da biomassa)

      Para si é muito limpo e ecológico ligar o carro à ficha. Não suja as mãos e é “muito ecológico”

      Até chegar à sua tomada elétrica e pegando no exemplo do sitio onde eu trabalho, são libertadas diariamente TONELADAS de cinza para a atmosfera, NOX, CO2, etc etc etc para a produção da energia que gasta.

      Ter carros eléctricos é muito limpo, muito ecológico, etc e tal…

      Alguém já sujou as mãos antes por si…

      🙂

      • Ricardo Gomes says:

        Isso acontece na mesma… com ou sem eléctricos… se queres 100% ecológico produzes a tua própria energia e armazenas os excedentes 😉 nem vou falar da poluição na extração do petróleo inclusive refinação transporte etc…

      • Nuno says:

        Qual é a eficiência da central termoeléctrica e qual é a eficiência de um motor de combustão interna? Quais as emissões de co2 por wh em ambos os casos?

  6. informado says:

    comprem um carro eléctrico como eu fiz e não há problemas :)))

    • krasct says:

      um i3 ou um tesla? mais vale ter um A5

    • pedro says:

      claro, já tenho encomendado o novo Jaguar I‑PACE 100% eléctrico !!!

      • Rui says:

        Obviamente que o Jaguar está ao alcance de todos os bolsos!!!!!

      • Nonnus says:

        Mania das grandezas. Até parece que só existe carros eléctricos de Alta gama!

        O teu carro a combustão é um Ferrari? Então porque razão é que foste buscar o exemplo de um carro que custa 80000€?

        Um ZOE, Leaf, etc não são exemplos, ou são baratos demais para mostrar que existe alternativas?

    • Hugo says:

      Ou seja, acreditas que daqui a 20 anos, supondo que a maioria dos habitantes terão carros eléctricos, não existirão novos impostos que totalizem tanto ou mais quanto os que pagamos actualmente? É isso?

    • Miguel says:

      Comprar um eléctrico é assobiar para o lado

      Eu trabalho numa central termoelétrica (produção de energia elétrica a partir da biomassa)

      Para si é muito limpo e ecológico ligar o carro à ficha. Não suja as mãos e é “muito ecológico”

      Até chegar à sua tomada elétrica e pegando no exemplo do sitio onde eu trabalho, são libertadas diariamente TONELADAS de cinza para a atmosfera, NOX, CO2, etc etc etc para a produção da energia que gasta.

      Ter carros eléctricos é muito limpo, muito ecológico, etc e tal…

      Alguém já sujou as mãos antes por si…

      🙂

      • sm says:

        Meu caro Miguel, toda a gente já sabe que isso é mito, ainda por cima cá em Portugal.
        Mesmo que a electricidade fosse 100% de origem térmica a poupança do ambiente era muito superior, se tudo andasse de veículo elétrico.
        …sabe, por exemplo, que houve meses recentes que não conseguimos sequer consumir a electricidade renovável toda ?

        • Miguel says:

          O que é um mito em Portugal? As centrais termoeléctricas / produção de energia a partir da biomassa? Eu trabalho numa que existe em Portugal há 16 anos… há mais como esta em Portugal há vários anos e estão em construção neste momento mais algumas.

          Sim, sei que estivemos bastante tempo a exportar energia não consumida em PT, muita dela produzida em barragens, graças ao excesso de chuva

  7. Informático Amador says:

    Um Leaf II, ou um Renault Zoe 4.0 são a solução. Tesla, está fora do alcance da maioria dos bolsos, a não ser o model 3, que só estará disponível na Europa para o 1º semestre do ano que vem. E há-de ter uma lista de espera que mete medo ao susto …

    • Marco says:

      +30.000€ por um carro? Achas mesmo que se eu tivesse isso para enfiar num carro estava preocupado com o preço do combustível? Quanto é o ordenado mínimo em Portugal mesmo?
      A crise nunca chegou a todos, é um facto…

      • John Doe says:

        Quem pode, pode. Quem não pode, compra um em 5ª mão, e depois gasta o resto do dinheiro na oficina …

        • Marco says:

          …ou compra um por metade disso a gasolina novo se necessário!

          • John Doe says:

            Deve ser cá um carrão, novo por esse preço … Mas pronto: deve durar, pelo menos até lhe proibirem a entrada nas cidades…

          • Marco says:

            John Doe, não sei onde queres chegar com isso, mas sim consegues comprar um novo por esse preço, Renault, Opel, Peugeot, etc todos têm veículos nesses valores…o que entendes por carrão? e como já foi mencionado por aqui consegues um bom usado por esse preço, não tem de ser novo…
            Na cidade onde vivo são fechadas ruas, os unicos veículos que la passam são bicicletas, os que foram proíbidos são os pesados, excepto municipais de recolha de lixo e afins

        • Hugo says:

          John Doe, carros usados não é para quem pode, é para quem sabe.
          15.000€ não compras um bom carro usado ou semi-novo? Aprende a negociar. Andas a ser enganado.

          • Nonnus says:

            Com 15.000€ também compras um bom carro eléctrico. Como tu dizes Isto é mesmo para quem sabe.

          • Hugo says:

            Não descontextualizes o que digo “aqui” e “ali”.
            O que tem isso a ver com o seguimento deste comentário?
            Aliás, eu nem referi se o carro usado ou semi-novo era ou não eléctrico. Se é para ser picuinhas convém não deixar pontas soltas.

    • kekes says:

      Só funcionam em países pequenos. Conheço muita gente que faz 600km 2 ou 3 vezes por mês para visitar a família e assim tem de parar 4 ou 5 vezes para carregar o carro. Pois a autonomia teórica é diferente da real a grandes velocidades com o carro cheio. Alem que vais num carro minúsculo sem metade da segurança de outros. A única alternativa atual são os híbridos.

    • Fernado Garcia says:

      Acho que se estão a esquecer que a maioria dos portugueses só tem um carro , e que compra carros até 25000€ , vivem em apartementos sem garagem e portanto sem uma possiblidade de carregar o carro , esquecem-se que fora de Lisboa há meia duzia de carregadores por cidade , quando há, porque a maior parte não tem nenhum , nas estradas nacionais não existem carregadores , nem sequer existem intenções de os montar , e nas auto-estradas há em media dois carregadores por area de serviço , tendo em conta que o Nissan Leaf II tem uma automia real de cerca de 150km, sem abusar muito. querem um conselho testem um carro electrico , e conduzam-no exactamente como conduzem um carro a gasolina ou diesel, e depois digam qualquer coisa sobre a autonomia…, é que não tem nada a ver com o que aparece dos catalogos das marcas, eu como era só para brincar optei por testar um Tesla S , os meus colegas que testaram o Leaf , hcegaram à empresa em cima de um reboque …actualmente os carros electricos não são praticos , só dá mesmo para quem tenha mais que um carro , e usa o electrico só para pequenos trajectos.

  8. Napoleon Bonaparte says:

    É o que faço com o meu Seat, habituado a enganar o sistema desde novinho?!
    Vai ser para abater?

  9. Nonnus says:

    Mania das grandezas. Até parece que só existe carros eléctricos de Alta gama!

    O teu carro a combustão é um Ferrari? Então porque razão é que foste buscar o exemplo de um carro que custa 80000€?

    Um ZOE, Leaf, etc não são exemplos, ou são baratos demais para mostrar que existe alternativas?

  10. Ricardo Gomes says:

    Ranault Zoe, Hyundai Kona Electric, Tesla Model 3, Model X, Model S, Jaguar I-Pace, fora ainda muitos outros que saem no final do ano… e ainda mais até 2020 como por exemplo o Byton Electric, O Porche Mission-E, o Fisker e-motion etc… mas já existem hoje electricos para todas as carteiras e o Hyundai Kona Electric é um excelente carro a partir de 35mil euros novo…as baterias carregas em todo o lado de borla 😉

    • Napoléon Bonaparte says:

      De borla?!
      Ah! Ah! Ah!
      Essa mama, se ainda existe, está a acabar…!

      • Ricardo Gomes says:

        Obviamente que vai acabar um dia, até lá usufruam da “mama” e mesmo depois dessa acabar e caso não tenhas um Tesla com superchargers gratuitos durante todo o período de vida do veículo, os carregamentos para 500km ficam por 15.60 euros em Portugal 😉 isto baseado nos custos máximos da energia em Portugal (0.26 cêntimos por kWh)

      • sm says:

        Já se “mama” há 7 anos, imagine o que se poupa em 7 anos!

        • Hugo says:

          Poupar é relativo. Supondo por exemplo 150€ de combustivel por mês x 12 meses x 7 anos = 12600€
          Tirando pessoas que façam muitos km’s por dia duvido que exista muita gente que já tenha recuperado o investimento.

          • Nonnus says:

            Não estou a perceber o teu raciocínio!

            Compras um carro a combustão de 25€ (Megane) quando é recuperas esses 12600€? Nunca, porque vai sempre precisar de combustível.

            Compras um eléctrico do mesmo valor e passados 7 anos poupaste 12600€. Faz sentido?

            O investimento tanto há quando compras um carro a combustão como eléctrico. A diferença esta que na compra de um eléctrico passas a poupar mais.

            Olha para o nosso parque automóvel desde o inicio do ano.

            Qasqhais, Meganes, 5008, etc e tal, qualquer um destes modelos é mais caro que certos eléctricos e sendo que muitos destes modelos fazem 50km / 100km por dia o que fazendo as contas é um desperdício de dinheiro para ir casa/trabalho – trabalho/casa.

            Eu no meu caso, gastava 250€ em gasóleo por mês em 8 anos (24000€) tenho o carro quase pago com o que deixei de gastar.

            Portanto como o outro disse, é fazer as contas.

          • Hugo says:

            EU referi “Tirando pessoas que façam muitos km’s por dia”, mas sim, faltou-me referir que não compro carros novos.
            Comprar um carro novo é só o pior negócio que alguém pode fazer, a menos que seja empresa e passados 4 anos despacha-o.
            Nos últimos 7 anos não gastei 10.000€ em automóveis + manutenção. 10000€ + 12600€ (exemplo) = 22600€
            Duvido que alguém tenha eléctrico há 7 anos e tenha gasto menos que isto.

          • sm says:

            Eu tenho um Nissan Leaf há 7 anos.
            O carro, com quase 190.000 kms já recuperou, há muito, a eventual diferença de preço para um equivalente a combustão.
            E eu tinha uma despesa de cerca de 300 Euros / mês em gasóleo…
            Passei a gastar menos de 30 Euros / mês.
            Como diz o outro, é só fazer as contas.

          • Hugo says:

            Arre…Vou repetir pela 3ª vez:
            “Tirando pessoas que façam muitos km’s por dia duvido que exista muita gente que já tenha recuperado o investimento.”

            Não é “só” fazer as contas. É perceber Português, analisar a situação e depois fazer as contas.
            Por essa ordem de ideias eu poderia dizer que nos últimos 7 anos nem 12.000€ gastei em carro + combustivel + IUC, logo, vocês estão todos errados.

  11. DS says:

    E porque não resolverem o problema na construção dos Veículos, porque não se obriga os mesmos a serem produzidos sem defeito (emissões acima do normal)na fábrica………..para não andar sempre o Zé a pagar tudo e mais alguma coisa…………. é tudo uma cambada de espertalhões
    Havia de haver alguma coisa que obrigasse a UE a definir essas regras era nos construtores….. isso sim era um trabalho inteligente

  12. falcaobranco says:

    É com cada um a falar do mundo automovel…é só rir…

  13. Ricardo says:

    Esquecem-se que depois andam a carregar os carros á borla na ficha do vizinho…até um dia 🙂

  14. Qwerty says:

    Hoje já nem se justifica ter um carro novo a meu ver…
    Uso carro velho por opção, não quero outra coisa tanta lei tanta porcaria por aí, tanto conforto, tanta segurança, tanta fiabilidade, mas quando se vai a ver são os carros novos que estão encostados nas valetas das autoestradas, não são os Mercedes 180, nem os volvo v40, nem os Renault 19/21, nem os mini dos anos 70…
    conduzo um carro com 21 anos, em 3 dias meti-lhe mil Km… Vi muito carro encostado na valeta da autoestrada, adivinhem la: tudo carro com metade da idade do meu ou mais novo…
    Com o meu, motor 1800, 58cavalos, vou a todo o lado. Aqui a algumas semanas vi um carro exatamente igual ao meu, mesmo ano, estacionado no Leiria Shopping, matricula francesa. 306 é carro do aço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.