PplWare Mobile

CGD vai cobrar 88,4 cêntimos nas transferências via MB WAY


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. rui says:

    O último aumento de comissões foi há 6 meses… outra vez arroz… infelizmente estou agarrado aos bancos e não posso fazer nada. E como eu estão muito mais. Por isso fazem o que fazem!

    • blablabla says:

      Largá-los não custa muito. É fechar os créditos e deixar apenas o ordenado domiciliado.
      Qualquer ferramenta de investimentos agora tem lucros irrisórios pelo que não vale a pena.

      • Redin says:

        Vê-se logo que não tens habitação própria agarrada a um banco senão percebias a preocupação anterior.

        • Woot! says:

          Não é preocupação nenhuma. Basta mudares o crédito de banco. Eu fiz e não podia estar mais satisfeito. Só está preso quem quer.

          • GM says:

            No meu caso pessoal, se que conseguires encontrar um crédito à habitação com SPREAD 0,4, avisa que eu mudo. E outros créditos, nomeadamente na CGD com SPREAD 0,25, diz-me se é de mudar e se não é preocupação nenhuma. Actualmente, e pelo menos durante os próximos 5 anos, a julgar por declarações do BCE, a EURIBOR vai-se manter baixinha ou nula, mas por acaso se alterar e começar a subir, vê onde vão parar as taxas de juro, SPREAD + EURIBOR. Aí vai começar a preocupar muita gente.

        • Rodrigo says:

          So estás agarrado ao banco porque queres.

      • GM says:

        Aleluia. Haja alguém que consiga pagar o crédito à habitação, assim, duma assentada, apenas para largar os bancos. Pergunta do dia: se tinhas capacidade financeira para pagar a casa, porquê contraíste o crédito, ou outro crédito, mais ainda quando os juros pagos aos depósitos / aplicações financeiras andam pela hora da morte de tão baixos serem (mas não no pedido de empréstimos / créditos)??

        • LFC says:

          Se venderes a casa e começares a ter casa alugada 😉
          Com a venda da casa fechas o crédito 😉
          Brincadeiras à parte, e eu sei que vai haver pessoas que pensam o contrário, eu prefiro como estou, numa casa alugada.
          Se tiver de sair, tenho apenas que deixar como quando entrei.
          Algum estrago causado por uso normal ou defeito de construção (exemplo: casa de banho não tem janela para arejar e, mesmo com um ventilador, cria fungos (ou lá como chamam) no teto e nas paredes), arranjar e manter não é da minha responsabilidade mas sim do senhorio.
          Nem pago IMI, nem Seguros extra, nem condomínios nem arranjos no prédio…
          E se quiser mudar-me para o algarve ou para depois do por do sol, apenas tenho de dar 90dias à casa 😀

          • GM says:

            Sim, pagas IMI, condomínio, eventualmente alguma manutenção / reparação / beneficiação no edifício. Está incluído na renda, caso o senhorio tenha tido cabeça para pensar nessas despesas. Pois caso contrário estava a ser teu pai, tu apenas contribuías com parte das despesas que tem, quanto mais o lucro. E não te esqueças que, à cabeça, 28% da renda é imposto de rendimentos prediais. Não está em causa o valor que tens de renda. Imagina que são 1000€/mês, dos quais 280€ são logo de imposto. Fora todas as outras despesas, certas e incertas (reparações / beneficiações, no prédio e no apartamento). Essas despesas só não te são imputadas directamente a ti.

          • anon says:

            Não pagas IMI’s nem nada mas pagas o dobro por mês paga viver lá.

          • jorge says:

            imagina então, hoje chega o teu senhorio à porta e diz-te que tens 2 meses para procurar outra casa, porque vai arrendar para turistas. Acrescenta isso, filhos, convivência com vizinhos…etc..

          • fc says:

            Milhares de pessoas no Porto e em Lisboa sentem essas vantagens… fora o detalhe de há 10 anos pagarem de renda 500€ pela casa que hoje estão a pedir 1500€ o que os fez mudarem-se 3 vezes nesses 10 anos e agora viverem nos arredores dos arredores.

          • Luís Silva says:

            Pois pois, eu digo o contrário que bem queria casa própria……mudar de casa não custa para quem não tem mobília e electrodomésticos próprios, eu mudanças de casa já estou cheio pelos cabelos……
            Ando a pensar juntar nem que seja para uma casa razoável e barata…..o resto logo se vê

          • JJ says:

            Pagar 500€~700€ de renda, numa casa nos arredores de Lisboa…
            OU
            Pagar 200€~300€ de credito ao banco, seguros e afins…
            Qual é a melhor opção?

            Claro que quando não se consegue credito para comprar casa, resta arrendar, mas se for possível comprar compensa.

            Eu andei com casa arrendada durante 8 anos, até conseguir uma casa de um banco e dessa forma ser mais fácil ter credito.
            Durante esses 8 anos, em números redondos, paguei um total de renda de 40000€. Com este valor, pagava quase metade da casa…

    • Carlos Oliveira says:

      É como eu… Se não fosse o crédito habitação… Irei ficar preso ao meu banco durante mais 20 anos…

      • Woot! says:

        Respondo-te o mesmo que disse acima:
        Basta mudares o crédito de banco. Eu fiz e não podia estar mais satisfeito. Só está preso quem quer.

        • GM says:

          E eu respondo-te como te respondi noutro comentário. Com SPREAD’s baixinhos, encolhes as unhas da tua vontade, deixas-te estar quieto, a ver nem ninguém nota que estás aí.

          • Woot! says:

            Então estás-me a dar razão. Não mudas porque não queres. Obviamente que é porque tens vantagens com isso mas não altera o que eu disse. Hoje em dia é muito simples mudares o crédito de banco mas é claro que não consegues spreads de 0.4, mas no meu caso estou com 1% que com a Euribor negativa na realidade é 0.8 e não é mau. Obvio que se não fosse nada era melhor mas estou satisfeito com a minha mudança.

        • GM says:

          Aliás, um comentário inteligente seria: aproveita a conjuntura favorável, enquanto esta durar (até mais 2 anos), e tenta ao máximo amortizar a tua dívida com o banco, para ficares o menos exposto possível. Prescinde de férias, Iphone, carro novo, etc, etc, e investe na amortização da tua dívida. É o que estou a fazer dentro das minhas possibilidades, não só nas prestações mensais (pago 220€, dos quais 5€ são juros e o restante amortização de capital) como em amortizações parciais extraordinárias.

        • JJ says:

          Mudar o crédito de banco… não te estas a livrar da banca. Simplesmente estar a mudar de banco.

  2. PedroC says:

    A app da Caixa (que não tem taxa) faz transferências instantâneas como o MB Way? É que se não faz, não é alternativa. Para isso tinhamos as transferências que já temos há anos.

  3. Redin says:

    Eu já aderi ao Revolut e parece-me que vou começar a usar esta alternativa para as transferências.

    • Beatriz Gosta says:

      Já comentei noutros comentários, mas vê o “moey!”. É portguês! Dá para coisas que o revolut nao faz: Acesso ao mbway, pagamentos por entidade/referência, carregamentos de telemóvel e compatibilidade com todos os restaurantes/máquinas TPA

  4. Pedro Ferreira says:

    A CGD é um banco que só precisa de não dar prejuízo. Estes aumentos desfasados da realidade e esta incapacidade de gestão levam-me a querer que há interesses ocultos, nomeadamente, o de querer que os clientes passem a ser clientes de instituições totalmente privadas. No programa eleitoral dos partidos que agora detêm a maioria, estava claramente definido que iam tomar posição em relação às comissões da banca por serviços não prestados. Espero bem que entre legislação e depressa. Estamos fartos de pagar a banca. Quem tem que pagar é quem pede emprestado, não quem deposita.

  5. Redin says:

    Por este andar, se eu tivesse conta em 20 bancos teria de ter instalado 20 apps quando apenas uma a fazer a ligação como o Mbway seria o suficiente.
    Isto é que ė eficiência tanto de serviços como energética.
    Ainda vou poder assistir ao fim dessa corja de bancos tradicionais.

  6. Einstein says:

    Eu desloco-me ao Multibanco e faço as transferências…

    Farto de ser chulado!

    • Rrrrrr says:

      eu uso revolut

      • Beatriz Gosta says:

        Eu diria melhor. Usa o “moey!”

        Com o moey! consegues coisas que não consegues com o revolut:
        – Acesso ao mbway integrado
        – Pagamentos por entidade/referência
        – Pagamentos ao estado
        – 40 transferências instantâneas/mês
        – Compatibilidade com todos os restaurantes/máquinas TPA

    • GM says:

      +1. App instalada mas não activada. Só faço transferências online entre contas próprias (no mesmo banco) e outras contas do mesmo banco (Millennium BCP).

  7. Rodolfo says:

    E assim vemos o início da censura financeira. Uma questão de tempo até os grande bancos conseguirem fechar os Revoluts, N26,… Que mundo infeliz este que nos dá esperança de um futuro risonho mas ao mesmo tempo nos corta as pernas

  8. CLIENTE CGD says:

    Who cares, são parvos, perdem toda a gente para o Revolut e restantes cópias do mesmo…
    Mas que pequenino pensam estas pessoas destas instituições, estão a anos de luz do que se passa no mundo.
    Meus vão ver 0 euros destas comissões, e cada vez menos dinheiro irei ter na minha conta porque irá tudo para o Revolut! Já tenho investimentos lá, seguros, etc… assim que lançarem serviços de crédito é o fim desta banca tradicional.

  9. António says:

    Boas, esta coisa das transferências, não é o mesmo que pagar pelo MB WAY certo? E criar cartões virtuais MBNET, não pagam nada certo? Ou estou errado? Obrigado a quem puder esclarecer.

  10. Beatriz Gosta says:

    Estamos a precisar de um novo artigo a relembrar o “revolut português”, o “Moey!”

    Recomendo a todos a dar uma olhada! https://moey.pt

    Em vez de rejeitar o mbway, eles abraçam-no e fazem dele parte da solução!

  11. Pedro says:

    Criam um método mais simples para facilitar a vida as pessoas e logo a seguir complicam. Enfim, já devia estar habituado a que nos cobrem por tudo e mais alguma coisa.

  12. Renato Batista says:

    Tenho reparado o Millenium, o Santander, que já cobram as comissões do MBway, tem nas aplicações deves a opção Enviar Dinheiro por MBWay e ai não se paga as comissões… E está a funcionar da mesma forma. Agora se vai continuar assim é que já não se sabe.

  13. Buckethead, o meu coração só tem uma cor, azul e branco. says:

    Boas, ao fim de quase 30 anos como cliente BCP, fechei a conta que lá detinha.
    Fechei porque começaram a cobrar 5 euros e tal por comissões de manutenção.
    Então, durante 30 anos estive livre disso e de um momento para o outro pimba toma lá que não és mais que os outros.
    Enganaram-se, sou mais que os outros, sou mais chato e irrito me facilmente com chico espertos.
    Fechei a conta. E olhem que tinha lá uma grande quantia…
    Mudei para o activo. Até agora, 10 estrelas. Tudo gratuito, incluindo cartões MB para mim e para a maria, sem comissões de manutenção, etc.
    Se estes ficarem iguais, salto fora tb.
    Mas eu não tenho créditos. Pago tudo a pronto, sempre.
    Se não tenho dinheiro suficiente, não compro.
    Se todos na mesma situação que a minha fizessem isso, isto mudava.
    Compreendo que quem tem créditos está um pouco limitado para reagir.
    Eu não compreendo como alguém pode ser cliente da CGD.
    Aquilo é uma lástima. É mesmo uma banqueta dos reformados e para reformados.

    • SANDOKAN 1513 says:

      “É mesmo uma banqueta dos reformados e para reformados.” Você não deve estar bom da cabeça !! O maior banco português e com maior carteira e diversidade de clientes e você diz uma destas ?? Sinceramente… 😐

      • Luís Martins says:

        O maior banco do Estado especialista em dar tachos aos políticos e a fazer o mesmo que os bancos privados, emprestam fortunas aos grandes ladrões deste país para depois roubarem com comissões e juros altos o povo teso e as pequenas empresas. Há 24 anos atrás um dia precisei de uns míseros 300 contos para comprar um carro novo a pronto pagamento e a CGD recusou o empréstimo porque era de baixo valor e tinha lá o empréstimo da casa com mais de metade paga e um salário que bastava 2 meses para poupar esses 300 contos, a minha resposta ao gestor de conta do banco foi cara a cara que se fosse eu o Administrador do banco era despedido por justa causa porque acabou de perder um bom cliente para toda a vida , em menos de 24 horas abri conta no bpi e tive direito a esse empréstimo , poucos anos depois comprei casa nova , um escritório para a empresa vários carros etc mas só com financiamento do BPI , nunca mais me falem de bancos geridos por gentes imbecis , por políticos e atrasados mentais, é claro que hoje tenho o escritório e carros pagos , e continuo no Bpi tanto a nível pessoal como da empresa

      • Buckethead, o meu coração só tem uma cor, azul e branco says:

        Digo, repito e confirmo.
        E vc sabe muito bem que é verdade, não quer é ver…

  14. jorjão says:

    Não conhecia a App Caixa Easy. Acabei de instalar e tem total integração/compatibilidade com MB Way, tornando desnecessário ter esta última instalada. E sendo de utilização grátis não sei o porquê de tanto stress com esta decisão.

  15. paulo says:

    tudo na vida com a ajuda da tecnologia evolui menos os bancos temos um sistema financeiro com a velocidade de ha 20 anoo atras!
    estas opcoes que vao aparecendo vao sendo anuladas pelos bancos porque nos nao temos alternativas ainda aos bancos!
    o bitcoin dentro de anos vai dar uma ajudinha!

  16. Rafael Pereira says:

    A app CaixaEasy e CaixaDireta são basicamente a mesma, certo?

  17. LSousa says:

    Isto é os bancos a querer cobrar por aquilo que eles não foram capazes de criar….. Eles já levam pouco dinheiro… Deixem é as tecnologias evoluirem….

  18. LSousa says:

    Isto é os bancos a querer cobrar por aquilo que eles não foram capazes de criar….. Eles já levam pouco dinheiro… Deixem é as tecnologias evoluirem….

  19. José says:

    A CGD é um banco do estado, certo? Ou seja, é um banco controlado pelo governo. Porque será que esta notícia não saiu a semana passada antes das eleições???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.