Quantcast
PplWare Mobile

Cabos submarinos com impacto até 500 milhões euros para Portugal

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Marcos Correia says:

    A noticia não explica como é que os cabos em questão podem trazer 500 milhões de euros a mais por ano no PIB…..como mesmo?

    • Oscar says:

      Segundo dados oficiais o valor é 496 milhões e 2 centimos, tudo em postos de trabalhos diretos. Vão ser necessários muitos portugueses a segurar o cabo.

    • Tadeu says:

      é apenas uma estimativa para ganhos indirectos como infra-estrutura, isto é, o quanto é que empresas Portuguesas podem aproveitar para aumentar as suas trocas comerciais, produtividade, empregos, etc. Está sempre dependente das empresas saberem aproveitar.
      Mas seria sem dúvida interessante ter acesso à fonte do estudo.

  2. Abílio Portas says:

    Gostava de ver mais informações desse estudo onde se comprovam esses números.

  3. Joao Ptt says:

    Estes cabos não vão facilitar o furto de dados e cifrar os dados nos servidores e computadores em Portugal? Os 500 milhões de euros são capazes é de voar de Portugal e talvez sejam bem mais de 500 milhões de euros.

  4. PML says:

    Não é difícil de explicar. Vejam o crescimento nos datacenters, principalmente em Lisboa desde que se soube que o cabo vem para Portugal. Possivelmente muitos não conhecem este negócio, mas um dos principais de Lisboa duplicou de tamanho, um outro vai ser contruído e isto ainda sem contar com o de Sines. Foram criadas novas ligações em fibra para o resto da Europa devido a este cabo (ou achavam que só chegaria a Portugal e já estava).
    Quem não está dentro do negócio das telecomunicações possivelmente duvida, mas o mercado já começou a mudar desde há cerca de um ano e meio.
    Além disso estes cabos têm um efeito agregador. Quando um vem, outros querem chegar e partilhar a infraestrutura. Porque acham que um dos grandes negócios de Bilbao é este e em Marselha?

  5. Rui says:

    Seria engraçado que no projeto do novo anel fibra (CAM ring) entre o continente, os Açores e a Madeira fosse comtemplada uma ligação à américa norte e centro, possivelmente através de uma ligação entre os Açores e as Bermudas.

    Típicos trabalhadores públicos a escrever as ordens de trabalho.. desculpem-me os competentes, que sempre vão sobrevivendo, mas quase sempre não têm visão para o país.
    Podíamos ser o país nº 2 a ligar a europa à américa mas não, bom bom é o investimento privado tratar disso e deixar uns trocos enquanto o dinheiro que deveria ser destinado a este tipo de coisas é desviado para as offshores de uns e doutros.

    Isto já para não falar que o contrato foi oferecido à IP Telecom sem concurso público, paga contribuinte.
    E dos média que poderia falar disto também.

    • PML says:

      Sem dúvida Rui. Muita falta de visão. Tanto se fala em sair da crise e em tornar Portugal uma “potência” tecnológica e depois até nas coisas em que a nossa geografia nos favorece, pouco ou nada é feito.

  6. Estefâneo Empregos says:

    Encontramo-nos numa era “wireless”, parece que o cabo não saiu de moda. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.