Bosch produz em Aveiro o mais avançado esquentador do mundo


Destaques PPLWARE

35 Respostas

  1. Bruno says:

    É sempre bom ver o que de bom cá se faz 🙂
    Sim até pode ser caro, mas qualidade paga-se e generalidade da mão-de-obra em portugal é de qualidade. Já não podemos dizer o mesmo dos nossos políticos.

  2. Sujeito says:

    Com que então docas. Um pouco de atenção nesse português calhava bem.

  3. tugatento says:

    Só a Merkel e o nazi do Schauble nao acreditam em Portugal.

  4. Alvega says:

    “Bosch produz em Aveiro o mais avançado esquentador do mundo”, julgo nao estar enganado se corrigir:
    DESENVOLVEU e Produz, tudo em Aveiro e com Eng. Portuguesa.
    Uma vez mais,custa ver os outros levarem os louros e o “guito”, do nosso trabalho e esforço.
    Somos BONS em muita coisa, nao é só no futebol. Por incrível que possa parecer até temos uns, poucos, gestores BONS (exp. Carlos Tavares), mas esses trabalham no Estrangeiro, infelizmente, fica por cá a…..

    • Sujeito says:

      O mundo inteiro está repleto de mentes brilhantes, Alvega. China, israel, suecia e por ai fora. As circunstâncias atuais (os outros ficarem com os louros) deve se às circunstâncias históricas dos vencedores e vencidos. É o que é.

      Dito isto, não anula a insatisfação que sentes.

  5. aeonflux says:

    Faltou algumas informações, como por exemplo se é a gás ou eléctrico 😉

  6. Berrio says:

    Também somos bons em Políticos e não me importava de os exportar a todos para a Alemanha…

    • Rui says:

      Temos um muito bom que diz que resolve tudo, esse era o primeiro a exportar, chama-se Costa, o Mundo que esteja de olhos nele, é muito bom, segundo o que ele diz…

  7. Osvaldo Fernandes says:

    100% de eficiência…LOL
    *Deve ser uma entidade reguladora tão eficiente como o Banco de Portugal…

    • Couto says:

      Tens alguma coisa o lugar onde trabalho? So criticas infundadas e caloniosas de gente sem formação

      • Osvaldo Fernandes says:

        Contra a Bosch não…mas tenho contra ignorantes que não sabem o suficiente sequer para pensar sobre um assunto e como tal, ter um comentário inteligente sobre o mesmo.
        Recomendo que estude um pouco mais (há livros grátis na net) para que depois então possa entender a minha indignação ao ler algo como 100% de eficiência bla bla bla que até fica mal ser partilhado pelo pplware.

        • Vítor M. says:

          Osvaldo, essas palavras denotam ignorância sobre o assunto, depois dispersa-se em banalidades sem sentido… pura corrente de ar.

          • Osvaldo Fernandes says:

            Elucide-me então com que leis da física trabalha a Bosch para chegar a tão espetaculares resultados…pelos vistos terei de descartar o que aprendi na Universidade de Coimbra e remeter-me ao silêncio para consolo geral.

          • Alexandre Pereira says:

            Vitor, pelo que acima escreveu, parece que as continhas nao sao o seu forte, mas va la, faca um esforcozinho… olhe, isto foi o mais simpes que consegui encontrar na net… https://en.wikipedia.org/wiki/Second_law_of_thermodynamics

          • Vítor M. says:

            Já o seu ponto que não é forte é a leitura, o que deita por terra qualquer diálogo, contudo faço um esforço e digo-lhe o mesmo que ao Osvaldo, esta informação acompanha o produto e é produzida pela empresa, gostava de ver tanto empenho na pesquisa de números no confrontar a empresa em causa, assim passava de falar a toque de ouvido para falar com dados técnicos fornecidos pela empresa.

          • Vítor M. says:

            Claro que sim e teve lugar na Bosch não? São eles que têm de provar e eles estão no mercado com o produto, certamente a “sua universidade” tinha mais que um aluno 😉 digo eu.

            Mas faça a interpelação à empresa e mostre a sua sabedoria para confrontar os responsáveis… gostava de ver 😀

          • Osvaldo Fernandes says:

            Já contactei a Bosch a denunciar a vossa notícia, pedindo para que o rigor científico seja reposto a bem da comunidade. Fica-vos mal partilhar informação com erros graves, ainda para mais atribuindo à Bosch informação que não consta em lado algum, quer no site da marca quer no feed de notícias relativo à sua presença no CES 2017.
            Quanto às suas intervenções, recomendo que de futuro apenas comente matérias que domina, para evitar cair em embaraços desnecessários.

  8. Luis says:

    “Com uma potência equivalente a um veículo utilitário (80CV)”
    Podem explicar melhor isto?

  9. José Luis Gonçalves says:

    Eu acho que se chamam cais de carga e descarga, mas provavelmente poderemos dizer docas

  10. Joaquim says:

    E isso vende-se onde? No google nao aparece nada

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.