Quantcast
PplWare Mobile

Apagão na CGD: Banco do estado está completamente “offline”

                                    
                                

Autor: Carla Sofia


  1. dmtg says:

    Nem permite levantar dinheiro em caixas MB

      • Paulo Gabriel says:

        Ontem tive necessidade de fazer transferencia interna paraoutraconta CGD e depois de ir a 3 balcões nao foi possivel, tão pouco caixa direta atendendo ao valor.
        Parabens Balcão da Quinta do Conde , que mesmo fora de horas me ajudou e resolveu.
        Só não concordo com o valor pago, poisaculpa não foi minha.

        • k says:

          Agora é moda seres cobrado por situações de apoio técnico que não são culpa tua. A vodafone fez-me o mesmo. A vbox deles fartou-se de avariar e sempre que eu ligo para lá, eles cobram-me a chamada e nem por isso é barato. Lá pro inicio do ano, se pedisses o reembolso da chamada, eles faziam. Agora não fazem. Fartei me de reclamar e a posição deles foi, “mantemos a nossa posição” aka “não queremos saber, paga”.

          Mais, nenhum dos otários que lá trabalha e me atendeu (e foram muitos) parece saber que “ligar da app não tem custos” só se aplica se fores da vodafone móvel e todos pareceram admirados e me disseram que não sabiam mais do que isso. A única coisa que a app faz é marcar o numero de apoio pelo dialer do telemovel. Não é uma chamada de dados, voip, interna deles, etc. É uma chamada convencional, como se fosses tu a marcar o número e telefonar para eles e os custos aplicam-se como tal.

          Já agora, se ligares do teu telefone vodafone fixo pagas como se tivesses a ligar de fora because reasons.

          Agora mando pedidos de assistência técnica por email pelo formulário deles no site. Respondem com prai uma semana de atraso mas pelo menos respondem e não pago.

          Alguém deve ter acabado com alguma lei que obrigava as empresas a restituir dinheiro. Provavelmente mais um a meter uns trocos ao bolso…

      • Eduardo says:

        EHEHEHE
        +1 +1 +1 +1

      • Dmtg says:

        O. Que me roubaste

    • Eu mesmo says:

      Para levantares dinheiro precisas de ter dinheiro na conta

    • Francescoli says:

      Levantei ainda há coisa de 2 horas!

    • Shrrom says:

      tenho estado a pagar com o mbway sem stress

  2. Hugo Nabais says:

    É uma vergonha, nos tempos que correm, não terem a redundância necessária para evitar estas situações!
    Era caso para rolarem cabeças, mas por cá reina a impunidade e o compadrio.

    • Manuel da Costa says:

      Olhe para a Inglaterra… o Barclays gasta 3600 milhões anualmente com o sistema informático, já ultrapassaram os 4 dias de inactividade, só este ano. A maioria das situações é devido a actualizações que correram mal e voltar a reiniciar o sistema, não é como o hard reset ao seu telemóvel…

      • David says:

        É porque gastam mal o dinheiro.

      • Hugo Nabais says:

        Caro Manuel, eu trabalho na área, percebo um bocado disto. Actualizações que possam ter este impacto não se fazem a estas horas. Para além de que existem vários métodos que permitam rollbacks rápidos.
        Este tipo de sistemas nada tem a ver com os equipamentos que menciona, telemóveis ou afins.

        • José Fonseca Amadeu says:

          Pelos vistos não percebes, muitos rollbacks podem levar horas ou mesmo dias, não sabes o que é trabalhar com PB de informação.

          • Joao Moreira says:

            OLOLOL

            Finalmente alguem que percebe do que está a falar. Quem refere “rollbacks rápidos” devem estar a falar de empresas com 10 computadores.

            Isto é a CGD aqui não existem rollbacks rápidos. Alguma coisa correu mal e se ainda não está a funcionar é porque no minímo é critico.

            Já estará em tratamento mas como o José referiu PB não é MB para quem perceba. Ou seja isto não são rollbacks de 15min são “horas ou mesmo dias”.

          • pp says:

            rollbacks que levam dias? meu deus, estamos em 1980?
            isto nao foi nenhuma atualizacao que correu mal, nem é nenhum rollback que esta a levar “dias” xD
            cgd got hacked, e nao foi o rui pinto

          • Avelino Alves says:

            Rollbacks, estão a brincar? Mas não existem vários ambientes de desenvolvimento, interareas, qualificação, pós-produção? só falhou em produção?! Brincar com o dinheiro dos outros não foi tão fácil, isso sim!

          • Infetado says:

            O que seria de nós sem os treinadores de bancada !

          • José Fonseca Amadeu says:

            Avelino, quantas vezes, deves pensar que consegues ter em DEV, QLT e PRE-PROD ambientes com todas as integrações de um sistema produtivo, basta os testes terem sido todos realizados e ter dado tudo bem e em PROD haver um webservice xpto que ainda não tinha sido integrado nos outro ambientes, ou até algo tão simples quanto os business owners não terem realizado correctamente a validação noutros ambientes.
            Já passei pelos bancos todos, em Portugal e lá fora, calha a todos, uns com mais impacto, outros com menos, mas acontece sempre, por isso tens SOPs de rollback.

            E ironia das ironias, quantas vezes o SOP de rollback não foi testado e não funciona, seja por procedimento incorrecto ou simplesmente por bug de um fabricante qualquer.
            Isto não é linear, não é rocket science mas tem muito que se lhe diga, mais importante é ter paciência e compreensão QB.

            BTW, a informação que disponho é que não se trata de nenhum update, rollback ou wtv, é mesmo uma falha de serviço e o SOP de DR não funcionou.

          • José Fonseca Amadeu says:

            update: falha no serviço de DNS

          • Margarida says:

            Eu não tenho pressa nenhuma esperar pelo cartão multibanco

        • Louro says:

          Depende do que classificares rápido.

        • Marco says:

          Caro Hugo, nos tempos que correm já nao se fazem sequer rollbacks… isso é tecnica dos anos 90 LOL

          • Hugo Nabais says:

            Marco, “rollback” não é algo especifico que ainda se faça ou não se faça!
            É um conceito, que se usa para, dependendo do sistema em questão, voltar atrás durante algum procedimento que corra mal.
            Nós, somos uma empresa auditada pela norma ISO 9001 e ISO 27001 e somos obrigados a ter procedimentos de rollback para operações em diversos sistemas.
            A exigência da existência de plano de rollback não é só requerida por auditores, mas também pelos nossos clientes.
            Aplicam-se desde a atualizações de software, updates de firmware, bases de dados etc.

        • Woot! says:

          Esses métodos custam €€. Podem nem sequer os ter implementados.
          O rápido é relativo.

        • ximpa says:

          só leio barbaridades

        • DrFrank says:

          Se trablhas na area sabes que provavelmente tem vários vendors que fornecem tanto infra como apps… e que muito provavelmente não têm ninguém que coordena a resolução dos major incidents mas pronto, tudo se resolve com um simples rollback ya

          • Hugo Nabais says:

            Caro Drfrank, Eu nunca poderia dizer que se resolveria com um simples rollback, pois nem sei do que estamos a falar.
            Qualquer intervenção num sistema crítico destes teria que ter um plano de rollback.
            Nunca seria algo simples. “ya”

        • Marco says:

          Está a misturar conceitos. Nenhuma das formas obriga aos chamados “rollbacks”. A Amazon faz mais de 2000 deployments diários, por acaso lembra-se da ultima vez em que a Amazon não esteve offline? Novas arquitecturas e formas de desenvolvimento tais como continuos integrations e contínuos delivery, fazem com que nao sejá necessários sistemas de rollback porque há sempre a garantia que os sistemas estarão funcionais,

          • Kabindas says:

            Não fazes mesmo a minima ideia de como funciona um banco, deves pensar que tem tudo na cloud com containers …

          • Marco says:

            Por acaso ate faco, posso é nao fazer a ideia de como é que as coisas funcionam ai no rectangulo, somos sempre os chicos espertos na cauda da Europa.

          • PML says:

            Pois realmente nos outros países o home banking e muito melhor… Poderão haver alguns países, mas dos que conheço, o nosso é dos melhores. Tanto mais que por exemplo temos bancos que exportam as suas plataformas para outros bancos internacionais como o Saxo Bank. Nem tanto ao mar nem tanto à terra…

      • Nuno Almeida says:

        Se foi actualização deviam ter avisado os clientes que poderia haver indisponibilidade de serviço. As falhas tornaram-se comuns desde que a CGD foi reestruturada, não me recordo é de uma a esta escala.

        • Danny02 says:

          as actualizaçoes sao feitas a noite, nunca de dia

        • Manuel says:

          Avisado os clientes?
          Estes Srs sabem lá quem são os clientes, para eles os clientes só para pagarem.
          Se se questionar esta situação, a resposta vai ser muito ao lado da pergunta, sem nada a ver…

        • Woot! says:

          LOL então iam avisar os clientes todas as sextas? Todas as semanas? Tens noção de quantas vezes os sitemas são atualizados?

          Passado 2 meses de avisar os clientes mais ninguém ia ligar às mensagens da CGD. Tem juizo.

          • joanita says:

            Eu ia responder raramente. Se está a funcionar não mexas. Alguém me contradiz?

          • Woot! says:

            Não, não é raramente. Trabalho na área (IT Banca) e posso-te dizer que fazemos deploys uma sexta-feira por mês. Ultimamente tem sido 3 e 4 vezes por mês. Há sempre alterações a fazer, novas funcionalidades, novos projetos, novos sistemas, novas integrações.

          • Nuno Almeida says:

            Podes perceber muito de IT, mas não percebes nada dos prejuízos que isto causa noutras áreas e aos clientes empresariais. E não é verdade que os bancos não avisem os clientes. Se trabalhas na área devias saber disso. E sim, tenho noção de quantas vezes os sistemas são actualizados, os bancos não são os únicos a ter que actualizar sistemas.

          • Woot! says:

            O único aviso é o aviso de que está indisponível de momento. Não há nenhum aviso “oficial” pro-ativo por parte do banco de que os sistema vai ficar indisponível. Não há onde eu trabalho e nunca houve em nenhum dos mais de 5 bancos dos quais já fui cliente, portanto se te avisam por favor diz-me qual é o banco que estou muito interessado.

            E quem te disse a ti que não sei os prejuízos que causa? Claro que sei que causa prejuízo, mas há deploys que precisam sempre de alguma indisponibilidade.

            A sério que os bancos não são os únicos a atualizar? Epá desculpa, não sabia.

          • Nuno Almeida says:

            “Estimado(a) Cliente,

            Informamos que no próximo dia 20 de setembro, o banco vai proceder a uma intervenção técnica dos seus sistemas informáticos, o que implicará a indisponibilidade temporária de todos os serviços de internet banking, das aplicações mobile e tablet e dos serviços de banca telefónica.

            Esta intervenção, que nos vai permitir garantir uma maior qualidade nos serviços que prestamos, decorrerá:

            Dia 20 de setembro das 06h00 às 09h00”

            Este é do Novo Banco. Precisas de mais algum?

          • Nuno Almeida says:

            Notícia TVI 24:

            “BPI alerta para falhas nos cartões e serviço de homebanking

            O BPI alertou esta quarta-feira para algumas falhas nos cartões de pagamento e nos serviços de homebanking que podem ocorrer no próximo sábado.”

            De acordo com a instituição financeira, «irá proceder no dia 10 de Novembro, a uma intervenção na sua infra-estrutura informática» e esta «afectará, temporariamente, estes serviços», revela no seu site.”

    • Luis Oliveira says:

      Vão rolar cabeças claro que vão.
      Mas nunca será as cabeças certas….

      • Avelino Alves says:

        Essas cabeças já rolaram todas, antes dos problemas acontecerem… parece que agora têm que as ir buscar, pagar 2 e 3x mais, para que os problemas deixem de surgir ahahahha lindo!

    • rjSampaio says:

      Acho que estas a falar sem saber…

      Esta situação só é noticia porque os sistemas de backup falharam, quando funcionam ninguem nota.

      É o problema do IT, se tudo trabalhar para que servem?, se nada trabalha, para que servem?

      • Vitolas says:

        É noticia porque é um serviço essencial que é pago e bem pago e que tem de estar sempre em pleno funcionamento seja este ou outro qualquer.

        Se tiveres ligado a uma maquina em um hospital faltar a luz e os geradores não funcionarem gostava de ver se serias tão leviano com o pessoal da manutenção.

    • Carlos says:

      A banca está obrigada pelo regulador a garantir níveis de continuidade de serviço muito elevados e a Caixa não é excepção , mas os problemas acontecem e neste caso deverão ser graves e de resolução demorada.
      Tal como todos os bancos a operar em Portugal a Caixa tem sites alternativos localizados em diferentes geografias.
      A ignorância extrema de muitos faz com que outros tantos fiquem com a ideia que um banco se orienta com um servidor e uma ligação à Internet e uns especialistas em fazer reboot ‘s

    • Helder Marques says:

      Ontem também demorei 1 hora para conseguir fazer o download de um documento. E o login falhava várias vezes, por isso o problema não começou hoje…

      • Rui Ferreira says:

        Também me parece que o problema não vem de hoje.
        Ontem, por volta das 20:15, emiti um cartão MBNet mas, ao usá-lo, o pagamento não foi realizado.

    • Stefan says:

      Existe redundância, gastaram milhões num disaster recovery no Porto para nada. Foi só para andar alimentar os abutres da CGD

  3. Abílio Portas says:

    Resta saber o o motivo…

    • José Fonseca Amadeu says:

      Facil, 90% dos recursos de IT da CGD são outsourcing, os que são internos não sabem fazer nada para além de olhar para os dashboards criados pelo pessoal de outsourcing, com a pandemia fizeram o mesmo que em diversas de outras empresas, correram com grande parte do outsourcing e ficaram com meia duzia de gatos pingados e com o pessoal interno que não sabe distinguir um shutdown de um power off. Era apenas uma questão de tempo, tal como acontecerá em maior escala na TAP, na NOS, na MEO, na Vodafone, na Fidelidade, na Tranquilidade. Tudo empresas gigantes que usam outsourcing como modus operandi.

      • Nuno Almeida says:

        As falhas técnicas surgiram muito antes da pandemia. Antes da reestruturação no banco nem sequer me lembro de haver falhas. Ultimamente sucedem-se. É pena, porque destroem a credibilidade do banco…

      • Sou eu says:

        Agora é que puseste o dedo na ferida… Isto que está a acontecer é só uma amostra do que podemos esperar. Tens sistemas pendurados por arames, com o Knowhow todo entregue a outsourcing. Infelizmente é transversál a todoas as grandes em empresas.

        • João Luz says:

          Parece que o outsourcing é razão de todos os males. 😀 Até porque no outsourcing são bichos e não técnicos qualificados. Muitas vezes mais treinados que a maioria dos colaboradores das organizações onde prestam serviço. Não vejam o outsourcing entidade de segunda classe.

          • José Fonseca Amadeu says:

            Problema não é o outsourcing, problema é o outsourcing como operação, contratos de outsourcing com pessoas há 10 e 20 anos, quem nem legal é, só vão rodando as empresas as pessoas são as mesmas.
            No meio da pandemia para redução de custos operacionais reduziram o outsourcing em mais de metade, na TAP então foi tudo para o olho da rua.

          • Sou eu says:

            O problema não é o outsourcing (eu trabalho em regime de outsourcing). O problema é a descapitalização das empresas com o outsourcing. Na empresa onde estou cerca de 90% dos recursos são outsourcing. Quando chega a altura das discussões dos orçamentos despacham uma quantidade substancial de recursos, para depois, muitas vezes ao fim de umas semanas, os voltarem a ir buscar. Sabendo nós que tens pessoas extremamente qualificadas em outsourcing, com o knowhow do negócio que achas que acontecem quando fazem estas brincadeiras ? Sou da opinião, por experiência própria, que as empresas deviam encontrar um equilibrio entre o outsourcing e colaboradores internos.

  4. Manuel da Costa says:

    O problema é mesmo no servidor da CGD. A página inicial está no error por falha de servidor. Tanto pode ter sido uma actualização que deitou tudo abaixo como um ataque coordenado aos servidores.

  5. Raul Sacramento says:

    Pois a coisa está “preta”

  6. JOAO LUCIO says:

    Já hoje fiz compras depois das 10h00 com cartão da CGD e correu normal.

  7. Nuno Almeida says:

    É a segunda vez que acontece em menos de um mês. E explicações zero…

  8. Infetado says:

    Bom artigo para os treinadores de bancada.

    • Sputnik says:

      Que só dizem disparates.
      É o jogo do adivinha, onde todos pensam que têm razão.

      • Jimbras says:

        E até tu vens tentar ter razão com a pseudo-critica… Todos vem tentar ter o seu lugar ao sol, é natural… Que tal fazerem assim: eu não trabalho lá, não percebo nada disto, portanto não vou dar palpites e vou deixar a resolução para os profissionais?

      • Jimbras says:

        Eu trabalho numa área técnica, mas que em grande parte não envolve as tecnologias da informação numa forma tão vincada e, na minha modesta opinião, os diagnósticos por vezes são pura e simplesmente inexplicáveis a quem não tenha realmente o mínimo de conhecimento na área. Resta-nos resolver a questão e “levar as bocas”… Faz parte da profissão!

  9. DB says:

    Não é só de agora, nao tem uma semana em que eu tentei levantar dinheiro e recebia um aviso que o banco recusava a operação, passei uma vergonha.
    Reclamei ao banco e disseram me que o problema era da rede de multibancos.
    Agora não tenho acesso á caixa ….

    • ok says:

      “Estamos a verificar problemas técnicos na gestão do sistema de internet que afeta alguns serviços da Caixa, incluindo Caixadirecta e Contact Center.
      Estamos a trabalhar com todas as equipas para a rápida resolução do problema.
      Lamentamos os incómodos causados.”

      Tanto no facebook como no instagram da CGD foi esta a informação que colocaram.

  10. DB says:

    cheira me a ramsomware

  11. João Silva says:

    Com os cortes e reduções suicidários que o senhor Paulo Macedo tem feito nos serviços e funcionários da CGD, não é de admirar a quebra geral da qualidade dos serviços. Vale tudo para o senhor Paulo Macedo e companhia, incluindo o senhor António Costa que o pôs lá, para garantir os astronómicos prémios de desempenho.

    • José Fonseca Amadeu says:

      Se os funcionários da CGD trabalhassem em vez de passar a vida no ginasio e na sala de chuto na Joao XXI não existiriam cortes nos serviços e não existiria a dependencia de outsourcing, que devido à pandemia foi reduzido, daí os problemas..

      • Infetado says:

        Eh pá as coisas que tu sabes. Conta lá mais.

        • José Fonseca Amadeu says:

          Eu e toda a gente que trabalha ou trabalhou no edificio da joao XXI sabe bem o que se passa, campo de futebol, campo de basket, ginasio, aulas de yoga, spinning e várias artes marciais, sala de snooker, centro comercial, além da comum cantina ainda têm um restaurante, isto para referir apenas algumas das benesses destes senhores, tudo pago com dinheiro dos contribuintes.
          Já corri meio mundo a trabalho e nunca vi tanta relagia junta numa só empresa, nem mesmo numa BP ou Exxon, só mesmo no google campus vi mais regalias que na CGD, mas se fosse a CGD privada eu nem dizia nada, estando nós todos a pagar para na CGD ninguém trabalhar e os internos dependerem 100% do pessoal de outsorucing que vê os contratos de outsourcing mudarem de empresa e as pessoas serem as mesmas passados 20 anos é vergonhoso e devia ser denunciado.
          Fala-se em precariadade no estado e não se falam destas vergonhas.

          • Stefan says:

            Grande verdade e já agora também os contratos milionários que a IBM tem com a CGD sem fazerem nenhuma. E quando fazem alguma coisa da sempre merda

          • Infetado says:

            Agora não percebi: se trabalhas ou trabalhaste lá. No primeiro caso, não gostas das regalias que tens ? No segundo caso, vieste embora porque não gostaste de ter tanta regalia ? A cantina e restaurante …são de borla ? Não percebo isso.

  12. Francescoli says:

    Eu bem que tentei aceder à caixa directa, mas pelos vistos já nem no MB um gajo se consegue safar.
    Não criem sistemas redundantes não, que não vale a pena.
    PS : no tempo do papel, era chato sim senhor, mas pelo menos as coisas funcionavam … será que se for a um balcão, consigo levantar dinheiro?

  13. Bruno Nogueira says:

    Cheira-me a problema no badjouras do modem…

  14. RT says:

    Além da CGD a CGA está em baixo também e não se consegue tratar nada…

  15. Sebastião Melo says:

    Há quem diga que o problema pode ter sido o Solr do ElasticSearch que tinha uma query com uma virgula a mais e provocou uma exceção no Ruby que interrompeu a execução do Java.

  16. eduzito says:

    pronto, o site apanhou covid… ehehhe

  17. Sardinha Enlatada says:

    Estas coisas nunca acontecem inocentemente. Provavelmente alguma forma de apagar dados ilicitos no sistema e depois dizem que e apagao geral. Vao-me dizer que o pessoal informatico competente a frente do banco deu-lhe uma branca e cometeu um erro grotesco destes por descuido ?

  18. Não sei nada says:

    DDOS devem se seguir outros..

  19. Sergio says:

    Agora é esperar que quando o sistema ficar online, o saldo esteja igual (ou superior 🙂 )

    Imaginem um hacker a esvaziar as contas todas … Saldo: 0.00€

  20. Costa says:

    Continuemos a achar que está tudo bem. Pobre de quem precisa de utilizar e fica na mão.

  21. Pedro Evangelista says:

    tanto dinheiro xulados nas comissões de contas e manutenções de conta para nada !!!! só serve para alimentar os mamões

  22. Nuno Lopes says:

    Sera que a CGD também vai passar a ser um banco mau?jà é péssimo o atendimento,o serviço,agora nem o site se aproveita:(
    Inedita não diria,pois durante este ano tem sido vários os apagoes do sistema
    E depois vem dizer que foi so durante 1 hora e depois dura 6 ou 7 horas para reporem o serviço

  23. Joaquim says:

    Devia de estár apagada para sempre.

  24. Tiago Ferreira says:

    Ainda dizem que a CGD está a mudar e que está a ficar mais inovadora

  25. Sergio says:

    Fácil, assinem pelo Millennium 🙂

  26. Santos says:

    Ontem ao fim do dia tentei levantar dinheiro no MB e não consegui, tinha a msg que que de momento não era possível realizar a operação, tentei 2x com a mesma msg. A pessoa a seguir levantou dinheiro com cartão de outro banco. Paguei compra com MB e tudo ok. O erro com sistema da CGD já deve vir de ontem!

  27. Carlos says:

    Normalmente, na banca esse “outsourcing” é prestado pela IBM e por outros parceiros do mesmo calibre que aos olhos dos comentadores de bancada deste mundo virtual, não percebem nada disto.

  28. Rui Silva says:

    Adoro estes “técnicos de informática” de bacada. Alguns tentam consultar o saldo da conta no Facebook. Enfim…

  29. Marmelo says:

    Foi a mulher das limpesas que desligou o servidor da corrente para ligar o aspirador. Tenham calma.

  30. FEDC says:

    Para ter o sistema informático a funcionar direito, vão ter que pagar muito mais do que o que pagavam aos funcionários que despediram, e pelos balcões que fecharam. Os giagantes das tecnologias são muito mais caros.

  31. Luís Miguel says:

    Estava a almoçar num restaurante ao lado de um Administrador da CGD e ouvi-lo dizer que foi o Rui Pinto. Será?

  32. Euéquesei says:

    Bom, isto faz me lembrar um certo famoso apagão que aconteceu há uns anos..
    No final, quando a luz voltar, muita coisa entretanto passou clandestinamente.
    Tuga ao melhor nível…

  33. Luís Silva says:

    Vai se há era e foi um ataque informático ló
    Acho melhor nem brincar se não…..

  34. xtremis says:

    *música do Curb Your Enthusiasm*
    Ainda bem que não tenho um tostão nesse buraco negro de dinheiro dos contribuintes…

  35. xtremis says:

    Já sei o que foi, já sei o que foi!

    Com a pandemia, passou a ser possível ativar o homebanking sem ter de ir ao balcão… Tipo de um dia para o outro, estão a ver? Passou a não ser preciso ir ao balcão dar duas de treta ao gestor da conta, ou à menina que nos fosse atender. Que radical!

    Ora cá para mim o excesso de clientes em homebanking estoirou os sistemas altamente sofisticados e bem mantidos da CGD xD

    Eu sabia que a CGD nunca se devia ter metido nisso do homebanking, vai ser o fim dos bancos :O

  36. Ricardo says:

    Boas qual é a empresa de outsourcing da CGD?
    Por exemplo todo o apoio a nível informático do Millenium BCP é feito pela IBM.

  37. Ja foste says:

    Acho que já desapareceu algum dinheiro escondido ahaha

    welcome to Portugal

  38. LúcioFer says:

    É só a mim que faz azia ver o copyright de 2019 no rodapé ??

  39. Miguel says:

    é uma das medidas do novo orçamento de estado que se esqueceram de referir. Antes pedir desculpa do que por favor.

  40. Maria says:

    Com o problema informático, os funcionários desapareceram das dependências. Mas a CGD cobrará as comissões habituais, sem qualquer desconto por os clientes terem perda de serviços. Até cobram comissões em contas a zero! A CGD está irreconhecível. Por muito que se queira proteger a banca nacional, é preciso fazer contas.

  41. Ze carlos says:

    Pessoal, porque é que quando eu carro em “Regressar à homepage” diz-me que “ESTA PÁGINA NÃO EXISTE” ?

  42. Miguel says:

    Eu sou informático e acho que o Centeno abriu o banco online e ao ver o saldo fez overflow, causando DDOS

  43. Redin says:

    Por acaso já se aperceberam que em caso de crise grave este acontecimento pode ser provocado de forma intencional?
    Comecem a fazer um pé de meia em Bitcoin como se fosse ouro. Aí não vai poder haver quem quer que seja em todo o planeta que possa mexer nas vossas poupanças. Nem governos, nem inimigos.
    (Atenção, não estou a sugerir fazer negociação (trading) e nem recomendo.)
    Criem uma carteira, guardem as chaves de acesso e transfiram para lá alguns €s “a marinar”. Decerto muito(issimo) mais rentável do que os colocar a render num banco onde pode ser manipulado ou bloqueado.

    • Asdrúbal says:

      Essa história dos bitcoins vai funcionando porque não é mainstream, no dia em que estiver massificado (ou a caminho de) não há governo no mundo que não vá tratar de “regular” a coisa, pois a cobrança de impostos é mais certa que a morte
      Aproveita enquanto dá, que cheira-me que já não vai faltar muito…

      • Redin says:

        Se percebesses uma estrutura blockchain não estarias dizer asneiras dessa natureza. O que torna um serviço descentralizado mais seguro é exactamente o uso massivo. Apenas com o ataque de 51% é teoricamente possível deitar abaixo uma blockchain mas quanto mais massiva for a sua utilização, mais difícil se torna também porque se tornará mais prejudicial do que o retorno de um eventual sucesso.

  44. CDG_IT says:

    Alguém percebe de Cobol?

  45. JL says:

    Certamente terá sido DDoS.
    Por segurança, a CGD desligou tudo e fez muito bem!

  46. Carlos Toy says:

    A culpa é claramente da Altran

  47. Mira Ferreira says:

    Depois destas explicações só me resta uma coisa. Já por diversas vezes (zona da Póvoa de Varzim/Vila do Conde) há avarias constantes que não se percebe porquê. Não seria altura de a CGD resolver o problema definitivamente? Senão lá teremos de recorrer a outros bancos.

  48. Azeitona says:

    O Monteiro adora CAVALOS

  49. Joaquim Oliveira says:

    Foi no Brasil, na Inglaterra, foi no Canada, agora em Portugal, está acontecer por todo mundo! Nos bancos principiais! Operação Storn, muita coisa vai mudar!!

  50. Miguel says:

    É o AI do sistema da CGD implementado a pouco tempo, está a protestar porque soube ontem que vai ter que dar dinheiro ao Novo Banco através do fundo de resolução.
    Revolução digital 😀

  51. André Flores says:

    o famoso PNC

  52. Senhor Batista says:

    É esperar !
    Que está tudo sobre controle …

  53. João Pereira says:

    Pois é, quando se trata de cobrar as manutenções de conta nunca há problemas técnicos! É sempre a horas!
    Vergonha! Dinheiro dos contribuintes esbanjando à descarada!

  54. Matarruano de Vizeu says:

    Daqui Vizeu. Eu sei o que se paza. O compadre aqui da terra está infetado com o conoravirus e foi meter umas notas no multibanco. Acontece que ele infetou as notas e o vruz apoderouze da máquina. Eu vi tudo. Até chamei o IMEN para rezuscitar a máquina,. Tenho de desligar pois estou a xegar à GRN para ser ouvido pelo comandante do posto.

  55. Lopes says:

    mandem mais uns milhoes pro Novo Banco, que o dinheiro dos comtribuintes e mais bem empregue naque buraco negro que a investir no que devia de ser nosso.

  56. je says:

    Existindo ou não rollback poderiam fazer rollback do dinheiro que debitei este ano…

  57. Sem noção says:

    Água, tudo água, bebam vinho talvez acertem algum comentário.

  58. Almaister says:

    Nem quero imaginar como será para todas aquelas pessoas que precisam de fazer pagamentos no dia de hoje e se as empresas aceitam esta história da CGD como desculpa para essas transações não serem efectuadas…

  59. R says:

    Estes comentários todos apenas justificados por uma destas duas razões:1. É o fim do mundo, estamos todos tramados ou 2. só gente maluca sem nada para fazer.O tuga é demais,

  60. GJ says:

    Há que ver isto do ponto de vista POSITIVO ! A malta fica simplesmente SEM DÍVIDAS À CAIXA ! LOL

  61. Miguel says:

    Engraçado, na CGD isto é noticia? No BPI então nem vale a pena, desde que foi para os lados de Espanha é quase todos os dias… então o NetEmpresas nem se fala… quanto mais se paga pior serviço prestam.
    Era mandar alcatroar o 284 da rua tenente valadim que sempre dava mais jeito para estacionar…

  62. Franguinho says:

    Acho que o problem foi devido ao Corona, os Marroquinos desertaram e os franguinhos fugiram a cavalo.

  63. Atento says:

    Basta ver o que aqui se escreve tanta teoria…algumas da conspiração…tanto talento aqui perdido que diz umas “coisitas” de curioso que aprendeu no google e no youtube.

  64. LA says:

    Cheira-me a ataque por ransonware.

  65. Batuque says:

    Mais um perdão para os do costume.

  66. jáagora says:

    Não me apaguem o saldo da conta. Mas podem apagar os empréstimos. Estão à vontade.

  67. Cidadão Português says:

    Não pagaram ao ISP…

  68. Miguel Teixeira says:

    O Bruno Nogueira é que percebia disto. Deve ser um problema no pop, ou no petara..cgd na vanguarda da tecnologia a lixar o tuga. É só fazer um reboot que fica logo a funcionar.

  69. Carriço, Carlos says:

    Este serviço está cada vez PIOR. Eu a pensar que era só comigo.

  70. Davi says:

    Com o nivel dos ataques e ainda querem uma sociedade cashless.
    Os ladrões, nem os vêem.
    Os chicos espertos falam mal dos bancos tradicionais mas gostam de lá ter o dinheirinho guardado.

  71. Santos says:

    Ao menos o site voltou a existir

  72. Bruno Galvão says:

    Não sabem nada do que falam. Foi a senhora da Limpeza.

  73. Zeca says:

    Repuseram a informação web institucional. Acesso à Caixa Direta não funciona…

  74. Problema resolvido says:

    Neste momento já está a funcionar, foram quase 8 horas de apagão total!

  75. Joao says:

    A pagina inical já está disponivel…já o restante nem por isso

  76. JCR says:

    O site deles, experimentei agora, e já está a funcionar, mas do pior banco Português que eu considero que a CGD é, só se pode esperar isto e muito mais!

    São miseráveis, para não dizer pior…

    • Há cada gajo says:

      E isso tudo é porquê ? Podes nos elucidar ?

      • JCR says:

        Explica-nos tu, dado achares que a CGD é o melhor banco da praça, para mim, simplesmente, não é, e já sofri indirectamente com problemas que eles criaram, e vê-se a olhos vistos o mau funcionamento que existe naquele banco, mas se calhar, deves ser o presidente da CGD, e como tal, não podes pensar assim, compreendo…

        • Há cada gajo says:

          Ok, já percebi, jogas no campeonato da maledicência sem fundamento. Esperava eu que vinha daí alguma coisa interessante.

          • JCR says:

            Mas se queres mais detalhes, experimenta ser cliente da CGD, coisa que vejo que não és, e não, eu não digo mal só por dizer, digo mal, baseado em factos concretos, mas não me parece lógico nem habitual, estar aqui a dizer quais são esses factos, dado estarem relacionados como familiares meus, mas é só o que tenho a dizer, para mim, a CGD é o pior banco nacional, mas os outrps também não são melhores, infelizmente para nós todos…

          • Há cada gajo says:

            Pois, já disseste tudo. Agora são factos concretos de outros que não teus. Dizes mal por dizer. Não tens nada para nos contar. Lá terei de experimentar ser cliente para ver se recebo o vencimento por lá.

          • Almaister says:

            Eu falo por mim que sou cliente CGD desde os meus 16 anos (tenho agora 52) e tirando o facto de que há dias tive a necessidade de depositar uns €€€ e tirar uma duvida (podia ter depositado o valor nas máquinas da CGD mas precisava de esclarecer uma duvida no balcão) estive sensivelmente 40 minutos à espera para ser atendido. De resto nunca tive problemas com a Caixa Geral de Depósitos (pelo menos que me lembre) mas claro nem toda a gente terá a mesma opinião que eu…

          • JCR says:

            Obrigado por teres me chamado de mentiroso, agradeço mesmo imenso teres feito isso, mas como não consegues perceber o que “indirectamente afectado” quer dizer, logo, vai para a escola que bem precisas…pelo menos, sempre ganharias alguma educação! Mas não deves ter tempo para isso, deves ter que comprar acções do teu banco CGD, e nós a pagarmos os desvarios da administração do ex-mnistro da saúde, que tanto mal fez à saúde, e evidentemente, continua a fazer mal ao banco, nada de novo…

          • Há cada gajo says:

            Pois, realmente não consigo entender o que é isso do “indirectamente afectado” por problemas que te criaram…eu só queria perceber que risco corria…mas pronto. Desculpa o incómodo. Fica-te pela má lingua.

  77. Horácio Ferreira says:

    A imcompetencia dos imcompetentes estão lá. No banco , no sistema. VAMOS TODOS OFERECER-LHE UM ESPELHO PARA FINALMENTE SE AUTO RECONHECEREM. Puta,,,, merda.,,de silhuetas disformes.

  78. Ricardo Salgado says:

    Já vos roubei a todos! Agora vou para as Maurícias!

  79. Oscar says:

    Há pessoas que ainda têm problemas, quem quiser testar se dá para fazer transferências posso dar o meu NIB.

    • Augusto says:

      Uma coisa é certa…com as migalhas de todos eles fazem o pao e enchem o bucho…por essas e outras é que o meu banco..homebanking..outsouces..breakdowns..outlets..less lets…rollbreakdownscitizens…naa…e essas palavras giras todas…o meu so tem de fazer refresh..e é quando lhe mudo os lencois…

  80. Stefan says:

    Core switch da NOS que arrebentou mais uma vez

    • JCR says:

      NOS e CGD = 2 boas empresas de porcaria, havendo outras iguais também!

      Há alguma empresa Tuga de jeito, com qualidade? Infelizmente, todos os dias, a gente vê que não existe, principalmente, afectando isso nós todos…

      • Tuga says:

        Espero que nunca tenhas de abrir uma empresa tua. O que os outros vão dizer, se forem iguais a ti.

        • Almaister says:

          Hahaha boa resposta…

        • JCR says:

          Não me conguistes é dar 1 empresa Tuga de jeito…fico à espera, e está descansado que eu não vou abrir nenhuma empresa, mas que a grande maioria delas, principalmente as maiores nacionais, são boas porcarias, lá disso não há dúvida nenhuma!

          • Tuga says:

            Tenho uma boa solução para ti : muda de nacionalidade e de nome, não vá alguém desconfiar. Assim já podes criar uma excelente empresa Tuga, pois serás o patrão estrangeiro. Gosto de pessoas como tu: tem sempre muitas certezas, mas poucos fundamentos…

  81. Tony says:

    Ainda bem que nao sou o CTO…

  82. Insider says:

    Voces falam complicado e confesso q esses termos me sao desconhecidos, mas uma coisa sei: pagamos uma pipa de massa pelos servicos dos bancos. O minimo q se espera é que funcionem.
    Se eu deixar de pagar alguma coisa à CGD num dia e pagar no dia seguinte tenho logo uma taxa de atrso porque eu nao posso dizer simplesmente desculpem la qualquer coisinha que eu nao consegui hoje e so consigo amanhã

  83. Pedro Augusto says:

    Mais do que uma vez preciso de fazer pagamentos ,levantamentos ou transferências depois das 24:00 nunca consigo diz sempre de momento não é possível.
    Trabalho com outros dois bancos e nunca tive esse problema.
    Só me leva a acreditar que só acontece porque é banco do estado, para quem sabe e entende o porquê.
    Portugal no seu melhor.

  84. PhotoShot says:

    Mas já andavam com problemas… Na segunda passada, Corri Coimbra toda e só uma das ATM deles é que tinha a opção de depositar dinheiro disponível e estava lento.

  85. Bruno Nogueira says:

    Ouvi dizer no café da esquina da João XXI que dispensaram tanto pessoal que agora era o próprio Paulo Macedo o sysadmin da CGD… Contaram-me que ele foi visto com umas Diskettes de 5” 1/4 momentos antes do problema acontecer. Será verdade?

  86. António says:

    São as novas taxas que pagamos, entupiram o sistema!

  87. Bruno says:

    Foi um vírus! Chamado outsourcing! Querem ter tecnologia sem terem técnicos! Depois acontecem estas coisas!

  88. Coiso says:

    Parece-me que isto foi um cabo cortado nas obras do que abriram buraco na linha do Metro.

  89. JOSÉ PIMPÃO says:

    Uma instituição financeira com um problema que já dura há horas, é falta de absoluta competência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.