Quantcast
PplWare Mobile

António Costa faz comunicação ao país! Conheça as novas medidas

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Orbi says:

    Fixe … A aberração de ter que usar máscara em espaço exterior continua NAO OBRIGATÓRIO.

    • Peter says:

      Alguma dose de bom senso para aqueles lados… Nunca percebi a panca das máscaras na rua. (salvo em alguns casos, é useless)

    • Alberto says:

      Só é aberração para os egocentricos dos ocidentais (eu incluido).
      Na cultura oriental já havia a decencia de usar mascara caso se estivesse doente ( e.g.: Constipados na rua usam mascara)

      Se há alguma coisa que se deveria tirar disto tudo é isso, ganhar o hábito que não somo unicos no mundo e se estamos doentes com algo contagioso (gripe/constipação) usar uma mascara em publico para não contaminar os outros.

      Venham lá os egocentricos responder a insultar-me 😉

      • AqueleAmigo says:

        +1
        Concordo!

      • Sujeito says:

        Portanto és tu quem define o que é ou não decência. Boa.
        Declarar como indecente alguém que não vive como tu tem nome, e não é simpático.

        Quem tem medo compra um cão.

        • Chalupa pela verdade says:

          Que comentário mais egoísta e narcisista. É bastante lógico e óbvio para uma pessoa com dois dedos de testa que quem usa máscara quando está com uma doença contagiosa para não afectar outros tem uma atitude decente independem ente de se concordar ou não..

          Só maluquinhos e negacionistas é que conseguem dizer que não.

      • Antonio Duarte says:

        Insultar não, mas levas com ciência meu amigo

        Japão usa mascaras nos últimos 10 anos na rua e transportes públicos. A incidência de vírus respiratório é literalmente idêntica aos países europeus.

        Até Março de 2020 a ciência era coerente neste assunto ……….Mascaras de pano e cirugicas não impedem a infecção ou transmissão de virus respiratorio. Ve os documentos da OMS antes de Março de 2020 !!!!!!!! Só as N95 é que funcionam, tudo o resto é treta dos MEDIA !!!!!!!

        • Chalupa pela verdade says:

          Então não percebo como é que não fui infetado pelo vírus estando isolado na mesma casa e só usando máscara cirúrgica.. devo ter tido muita sorte durante dez dias não ter apanhado covid mesmo estando a conviver com a pessoa contaminada.

          • (˵ ͡° ͜ʖ ͡°) says:

            Também não percebo como a minha esposa estava infetada no dia
            6 de Dezembro com fortes sintomas nos primeiros 3 dias e esteve em isolamento ate ao dia 16 de Dezembro, coabitamos sempre os mesmos espaços sem mascara nesse período e nenhum de nós é vacinado. Fiz teste no dia 11 de Dezembro de manha, Negativo, e depois ambos no dia 17 também Negativo.
            Vai se lá perceber este vírus.

    • Donodacarne says:

      As medidas não servem para nada…O vírus vai seguir o seu caminho sem saber o que o sr Costa decidiu..A única medida útil era tirarem aos políticos a capacidade de se meterem onde não percebem…O certificado de vacinação é uma inutilidade…a segregação dos não vacinados , ou sem a terceira dose uma estupidez própria dos ignorantes como sr Costa…Se alguém me conseguir explicar por exemplo para que é que serve ter o certificado para entrar num restaurante ? O sr Costa , que disto nada percebe , gosta de mostrar que manda….e a carneirada precisa dum pastor que tome conta dela….como eu falo e ando sobre duas pernas sinto- me indiferente às medidas

  2. Theboice says:

    Continuo se perceber o que é que a obrigatoriedade do certificado de vacinação dos cidadãos contribui para a minga felicidade e sossego,

    • Joao Ptt says:

      É para forçar a vacinação.
      A teoria é que se a mesma funcionar, as pessoas têm sintomas menos graves e por isso não vão para o hospital, deixando assim espaço para quem tem acidentes, etc.
      Que se pare um país porque o sistema de saúde não funciona é que não faz sentido… imagine parar a guerra porque os hospitais não conseguem tratar mais alguém… essa queria eu ver… nem aqui nem em lado nenhum, mas o bom senso já desapareceu há uns quantos milhares de anos, não é de agora.

      • Zed says:

        É precisamente por não se poder parar a guerra, que foi preciso converter os hospitais para poderem atender todos os feridos urgentes dessa guerra, atrasando o tratamento de doentes não urgentes. É claro que se tivéssemos um SNS em condições, isto não seria preciso (em tal escala), mas perante o que temos, foi a única solução.

        • Capitão Asas no ar says:

          Sim, mas a TAP é mais importante porque invés de metermos o dinheiro no SNS vamos meter na TAP

        • Alberto says:

          Zed, és daqueles que se queixa de pagar muitos impostos e que coisas que são pagas pelos teus impostos deviam ser melhores, e daí obrigar a pagar ainda mais impostos?

          O serviço nacional de saude está dimensionado para o que é possivel ter com os impostos pagos em faça às necessidades existentes.é insuficiente em muitos casos? sim, para o tornar melhor iria custar absurdos de dinheiro e levar a desperdicio em situações normais, sim.
          Solução? não há mundos perfeitos . . .

          • Zed says:

            Sou daqueles que se queixa de pagar impostos para ver o dinheiro a ser desperdiçado em ver de ser investido onde devia, porque se assim fosse, teríamos um SNS muito melhor. Não estou a falar da situação atual, de excepção, mas de um SNS cronicamente subfinanciado e subdimensionado. Solução? Olha para o orçamento (proposto) para o SNS e para a TAP e o Novo Banco (apenas 2 exemplos entre tantos).

          • Sujeito says:

            O problema é não se entender que os impostos são impostos e que, pela sua natureza de imposição, são aplicados a belo prazer de quem os impõe.

            Se foste roubado, não podes agora ficar indignado com os propósitos dos ladrões. E, surpresa, os ladrões mentem, como mostram as suas atitudes, vezes sem conta, demasiadas para se enumerar aqui. Todos sabem.

            A indignação não pode ser com “obrigaram-me a ser roubado, prometeram-me que era para meu bem – para não armar alarido – e agora estão a empregar mal o que roubaram”

            Isso é nonsense completo, qualquer pessoa compreende isso. O difícil é só perceber que estão mesmo a ser roubados e que eles não querem saber do povo, a quem roubaram, para nada. Visível, todos os dias, em escândalos constantes, em todas as conversas/notícias do dia a dia.

            A única indignação possível é de ter sido roubado. Para isso é preciso admitir que se foi enganado. A partir daí não há lugar para indignação. O ladrão foge e faz o que tem a fazer. A cultura de vitimização está tão extensa que até se culpa os ladrões por não serem honestos. Como se fosse uma surpresa. E a seguir exige-se aos ladrões *não que parem de roubar*, mas que usem o roubo para algo que agrade a quem roubaram.

            Nonsense total.

            Já dizia o Goebbels, “Quanto mais vos mentimos, mais vocês acreditam”.

          • Chalupa pela verdade says:

            Embora concorde, o que eu gosto de perguntar aos iluminados é? Se tivesses hipóteses de fugir aos impostos fugias? E a maior parte deles responde “Sim!”. E depois criticam o governo por fazer o mesmo. É tão bom ver esta hipocrisia.

        • Sujeito says:

          Exceto que esses ditos hospitais não só estavam às moscas, como os que foram construídos para o propósito foram demolidos.

          Dinheiro para gastar em ilusionismo não falta, mas reforçar o sistema de saúde – que sempre foi uma prioridade – está quieto.

      • Theboice says:

        Meu caro, isso entendo eu, o que não entendo é a utilidade para quem vai por exemplo a um restaurante, essa parte é que gostava de ver explicada o que 2 anos depois ninguém sabe explicar a utilidade do meu vizinho de mesa estar ou não vacinado, o que me interessa a mim, aos empregados, ao dono do restaurante e cidadão em geral é que esteja positivo e isso o certificado não “certifica”, certo?

        • Chalupa pela verdade says:

          vá ver uns estudos de como se propagam doenças contagiosas pelo ar e talvez depois deixes de fazer comentários tão ignorantes. Se certificados com vacinação tem uma probabilidade enorme de propagarem menos certamente que ajuda.

      • Chalupa pela verdade says:

        ahahah que comentário sem o bom senso que tanto apregoa.

        Comparar guerras vs pandemia. Que maravilha ver tanta estupidez junta.

  3. what?! says:

    Porque raio é que quem toma a 3ª dose já não precisa de fazer testes, quando a vacina não impede transmissão nem infecção? Porque insistimos no certificado de vacinação? Isso prova que a pessoa está imune? Não. Prova que a pessoa está negativa? Também não. Como é que insiste nisto?!

    • Peter says:

      Isso é para obrigar as pessoas a tomar a 3ª dose.
      Completamente injusto para quem não teve oportunidade ou não apanhou covid… Enfim.

    • Paulo Andrade says:

      Calma, na C0VlD pouca coisa tem lógica. Isto foi apenas um teste para separar as águas. Quem é a favor, quem é contra, quem é obediente, quem se revolta, … O pior ainda está para vir. Até lá, há que vacinar o máximo possível.

      • Há cada gajo says:

        Sim, os que não se vacinaram vão pagar mais impostos e vão deixar de receber qualquer subsidio para além de deixarem de poder respirar o ar que os outros respiram.

        • what?! says:

          Podes gozar, mas há países em que já não recebes o salário até te decidires vacinar. De forma voluntária, claro.

          • Luís Costa says:

            @eu2 Itália, penso que a Austrália também e algumas empresas já o fazem

          • Chalupa pela verdade says:

            Se eu tenho uma empresa privada posso fazer o que bem me apetecer desde que o motivo não seja racial, entre outros desse género. Se eu não quiser ter maluquinhos que não acreditam na ciência a trabalhar para mim porque é que hei-de ter? Ainda gostava que alguém me explicasse isto.

    • diogo says:

      De facto não tem muita lógica, como se sabe quem tem a vacinação completa apanha na mesma e espalha.

      Ainda a pouco o Secretário de Estado Lacerda Sales tentou fazer todos de parvo dizendo que quem estava internado 90% não tinha vacina, mas o tiro saiu pela culatra, já que o pessoal não come gelados e começou a pressionar para saber em que dados oficiais se baseava e afinal já se pediu desculpas e diz que são conversas de corredor 🙁

      É lógico que quem está no Hospital e até morre na maioria tem a vacinação completa isto porque 90% da população está vacinada e a de risco diria que está perto dos 100%.

      A vacina funciona, mas não é preciso atirar areia a cara do pessoal!

      • Miguel says:

        Ele depois corrigiu, acrescentando ao que disseste, que nesse grupo há os que não têm o esquema vacinal completo. Ora, neste momento, quem levou a 2a dose há mais de 6 meses é considerado ter o esquema vacinal incompleto. Portanto fica nesse grupo. E há muita gente que tomou a 2a dose até final de Junho !

    • Há cada gajo says:

      Quem toma a 3ª dose tem menos probabilidade de entupir o sistema nacional de saúde. Percebes ? Tens de ver a coisa ao contrário. Não é por ti, é por causa de um sistema de saúde que todos nós pagamos, que continua e continuará deficitário em todos os aspectos e que pese embora as suas debilidades, é preciso manter, pois não há só COVID. Se conseguirmos eliminar as consequências da infeção, o SNS funcionará muito melhor, ou pelo menos, ficará como antes.

      • what?! says:

        Não vais eliminar coisa nenhuma com esta vacina. Ou de repente deixou de haver internados e mortos com a vacinação? É claro que pessoas como o Lacerda Sales dizem que 90% dos internados são vacinados, e quando questionado com dados reais admitiu que foi uma estimativa com base em conversa de corredor, e que podia ir de 58-90%… *inserir gif gelado com a testa*

        Se a vacina impedisse transmissão e/ou infecção – 200% de acordo com isto! agora assim, fica difícil perceber ou apoiar.

        • Paulo Andrade says:

          Se formos analisar os dados da DGS, vemos que:
          1. em finais de Setembro tinhamos 100% de vacinados a cima de 65 anos
          2. de então até agora a esmagadora maioria de mortes por covid são a cima dessas idades
          3. Ora se está 100% vacinada, como é que a maioria que morre é não vacinada?

          Essas histórias de “os hospitais estão cheios de crianças”, depois é ” estão cheios de não vacinados”, depois é outra coisa qualquer e a narrativa vai sempre de encontro com a população que querem vacinar. Esta é sempre a que está pior…

          enfim…

          • eu2 says:

            Se vires o número absoluto de vacinados acima de 65 anos continua a aumentar, então parece ser um arredondamento (ou será as pessoas a fazerem anos?).

          • Paulo Andrade says:

            Mesmo que seja arrendondamentos, o nº que realmente faltaria é tão residual que a questão mantém-se.

          • Sujeito says:

            Não há nenhuma questão. Eles contam com não vacinados os que não levaram 3a dose. E quando houver a 4a, os com 3 doses são considerados não vacinados.

            Dito por eles.

          • Miguel says:

            Excelente raciocínio. Declarações incompatíveis

          • diogo says:

            Mas eles contam com os que não levaram a 3 dose? Por exemplo eu tenho 2 doses e tenho a vacinação completa só em Março posso apanhar a terceira dose.
            Quer dizer que eu não tenho vacinação completa?

            Os números não mentem, maioria está vacinada e nos idosos então nem se discute, e são eles ainda na maioria que morrem que fazem subir numero de camas em uci.

          • Chalupa pela verdade says:

            Muito fácil. Compara-se o número de infetados de agora e mortes e internamentos com vacinação vs sem vacinação. E deixam de fazer comentários idiotas quando percebem que a % de mortes e internamentos desceu e comprova que a vacinação funciona. Não sejam manipuladores e queiram comparar números absolutos.

          • Paulo Andrade says:

            Ok, comparas então os nºs absolutos e temos menos mortes, logo a vacina funciona. Vamos então dizer a todas as farmaceuticas, CDC, Infarmed, … que não precisamos de grupos de controle, nem de placebos. Vamos dar a vacina a todos e se baixar a mortalidade é sinal que funciona, se manter a mortalidade é sinal que não funciona e se aumentar a mortalidade é sinal que não funciona e faz pior.

            Não sei como nunca ninguém tinha pensado nisso… Parabéns “Chalupa pela verdade”, e o burro sou eu! ahahahahah

          • Vítor M. says:

            Repara que o tempo de confinamento está a diminuir. Porque as vacinam funcionam.

            Há também uma aprendizagem, pois o nosso SNS estaca muito mal preparado. Claro, fruto de uma realidade nacional livre de doenças que foram combatidas/erradicadas pelo plano nacional de vacinação.

          • Paulo Andrade says:

            @Vitor M., o plano nacional de vacinação tem algumas vacinas que realmente funcionam, não questiono isso, mas existe muito lobby em outras e isso é um facto!

            Outra coisa que não entendo (diga-se muitos cientistas, médicos, …) é o facto de tratar toda a gente como imunodeprimidos, pois “vencer” o vírus, bactéria, … real dá-nos melhor imunidade que a imunidade induzida por vacinas que usam por exemplo parte do virus, adenovirus, …

            Porquê tratar todos como imunodeprimidos? (esta pergunta não é minha)

          • Vítor M. says:

            Eu sobre o lobby não vou falar, até porque o meu foco não é nessa área e não, com isso, te dou nem tiro razão. Contudo, o que é importante nesta altura é a batalha contra a doença. Nesse sentido a vacinação é, até ao momento, o fármaco que funciona e mais ajuda. Sobre isto não há dúvidas, os resultados em Portugal falam por si.

            Sobre o resto, não vamos misturar, sem que com isso queira tirar importância seja ao que for.

    • Joao Ptt says:

      Os testes, se funcionassem, é que faz sentido.

      A questão é que até há quem coloque em causa os testes, porque dizem que não foi criado e não pode ser usado para esse fim, simplesmente porque o método não se aplica/ não é o adequado. Alegam que o que se obtém desses testes é uma espécie de inferimento indirecto, meramente indicativo.

      • Zed says:

        “há quem coloque em causa os testes”… tal como há quem coloque em causa que a Terra é “redonda”.

      • Joaquim Sobreiro says:

        Alegam, provam e estão disponíveis para o debate público e científico. Outra realidade, receber grandes subsídios para que não haja mais que a verdade única, absoluta e ditatorial.

      • Chalupa pela verdade says:

        A minha namorada teve covid, testou e deu positivo.
        Voltou a testar quando ficou sem sintomas deu negativo.
        Eu tive zero sintomas, fiz teste duas vezes deu negativo.
        Deve alguma coisa estar mal.

    • Zed says:

      Porque a transmissão e a infecção não são nenhum problema. O problema são as formas graves da doença, preveníveis com a vacina.

      • what?! says:

        Ah claro, porque os mortos e internados diários são todos não vacinados, certo?

        • RPG says:

          Vai comparar o número de internados/mortes por esta altura em 2021, depois pensa um bocadinho…. depois fala.

          • what?! says:

            E isso é tudo é obra da vacina? Ninguém nesta thread é capaz de equacionar as pessoas contabilizadas como infectadas (que se testaram) e ganharam defesas, e tantas outras que já tiveram contacto e ficaram assintomáticas e também ganharam defesas? Ninguém fala do pico de casos mundial de casos, devido à omicron ser muito mais contagiosa, mas mais leve? Então, é apenas vacina a ter em conta?

        • Zed says:

          Porque é uma facto que a vacina reduz as formas graves da doença. Queres argumentar contra factos?

          • Sujeito says:

            Tu é que estás a afirmar a positiva. Fica o desafio de provares tu isso.

          • Memória says:

            Quando vejo sobretudo nos últimos tempos constantemente entre 20 e 25 mortos por dia chego à conclusão que a lenga-lenga de “evitar mortos e formas graves da doença” está prestes a entrar no lixo da História.

            E é preciso saber pelo menos mais 2 coisas:

            1 – não são as eleições que contam. mas quem faz as contas
            (isto quer dizer: como são contalizados os mortos)

            2 – evidentemente que devido à experiência com a doença e novos tratamentos, muitíssimo mais doentes sobrevivem do que no princípio da pandema (quando foram feitos erros crassos) e quando não teriam qualquer hipótese de sobreviver

        • Há cada gajo says:

          Quantos morrem agora com vacina e quantos morriam no ano passado sem vacina ?? És capaz de fazer o exercício ? Quão pressionado estava o SNS no ano passado e quanto está hoje ? Caramba, bates sempre na mesma tecla…

    • AqueleAmigo says:

      De facto os testes, na minha opinião são a principal arma contra o covid. A vacina penso que é mais para ajudar a aliviar os sintomas, e alivar a pressão hospitalar.

      Atenção, eu tomei e recomendo a todos que tomem a vacina.. mas vamos ser honestos, isto dos certificados é uma cagada autêntica. Não te obrigam a tomar a vacina mas depois fazem chantagem.. não acho correto. As pessoas têm que ter o bom senso de as tomar pela própria segurança, apenas e somente.

      • Zed says:

        Errado. As pessoas têm de a tomar pela segurança de todos, para “aliviar a pressão hospitalar”. Os restantes doentes não têm de pagar a fatura daqueles que têm medo da vacina.

        • donodacarne says:

          hahaha…e os fumadores que depois têm cancro do pulmão , também deviam ser castigados ? e os obesos , que é um fator de risco , também deviam ser castigados ? e tantos outros ….deviam ser todos castigados …depois essa cena da pressão hospitalar , tem tanto que se lhe diga …a terceira dose , ou dose de reforço , tem efeito nos idosos, pessoas com problemas no sistema imunitário .. de uma forma geral nos grupos de risco , esses devem vacinar-se , para os outros …..nem vou dizer senão cortam …..Ainda ontem ouvi um “especialista ” que faz parte do grupo de aconselhamento sobre vacinação a interpretar mal os dados ….a ignorância desta gente , e os políticos formados em direito , mas que de repente parece que são grandes especialistas é que estão a dar cabo disto tudo….para se poder chamar especialista neste assuntos é preciso ter formação em imunologia , virologia , vacinologia , biologia molecular , biofisica , bioestatística , tudo em conjunto …há alguém por cá assim ? Nenhum…..por cá basta ser ignorante em quase todas estas especialidades para se chamar especialista…

          • Chalupa pela verdade says:

            os obesos podem passar a doença para alguém? Os fumadores só levas com o fumo se quiseres.. portanto estás a comparar coisas diferentes. Estás a misturar liberdades individuais com coletivas.

          • Donodacarne says:

            Que grande confusão nessa cabeça …julga que por estar vacinado deixa de poder transmitir ? Se julga está enganado….aliás há estudos que o comprovam

  4. jorgeg says:

    As medidas era pegar nos vax-covideiros-sociio-comunas e enviar-los para a china!
    La e que estao bem….

  5. Donodacarne says:

    Mais um chorrilho de disparates….nem sei por onde começar….alguém que lhe diga que os bares nunca fecharam…ainda ontem estive num ..legalmente aberto..simples , tirou licença de restauração….a única medida que fazia sentido era tirarem os políticos e os fanáticos da vacinação das decisões…..ainda deve haver alguém com bom senso em Portugal….

  6. Shout says:

    Para ver se não preciso de fazer testes….posso tomar a terceira dose se não tiver tomado a primeira e a segunda? 😉

  7. Rui Costa says:

    Só quero informar que não há sistem para emitir senhas digitais…

    https://covid19.min-saude.pt/senha-digital/

  8. JP says:

    Ginásio
    Para quem ainda não está no período de vacinação, pela idade, tem que fazer testes PCR para o frequentar?
    Obrigado.

  9. JF says:

    Coragem cidadãos Portugueses, faça-se mais um esforço, a próxima parcela do empréstimo financeiro que foi concedido à República de Portugal (RP) por Bruxelas, chega depois das Eleições Legislativas de 30 de Janeiro de 2022.

    Até lá é preciso mais um esforço, e dia 30 de Janeiro de 2022, a Maioria Silenciosa dos cidadãos Portugueses representados pela abstenção deve ir votar para elegermos o cidadão Rui Rio como Primeiro-Ministro da República de Portugal (RP), pois já chega forrobodó.

  10. Memória says:

    Certificado Digital
    Obrigatório para acesso a:

    Restaurantes
    Estabelecimentos turiísticos e alojamento local
    . . .

    Se isto significa que sem certificado digital não posso ficar alojado em hotéis ou AirBnB então significa também
    que não posso sequer visitar Portugal, excepto se comprar/alugar uma “Motor-Home” ou ficar alojado num parque de campismo – ou ficar a dormir debaixo da ponte. 🙂

    Estas medidas todas sabem a mostarda depois da refeição

  11. Memória says:

    Pplware: vocês são uns desmancha-prazeres
    😉

  12. Joaquim Sobreiro says:

    Um mistério é como consegui a humanidade chegar até á descoberta das milagrosas vacinas, sem se extinguir. E agora abundam as doenças raras, autoimunes e mais recentemente a repentinitis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.