PplWare Mobile

Altice vendeu 49,99% da rede de fibra ótica da MEO


Autor: Pedro Pinto


  1. Jaime Lopes says:

    Só não vendem o ar dos seus edifícios porque talvez não haja quem compre.

    “Altice. A vender Portugal desde 2015.”

  2. gonsa says:

    Nunca percebi a sigla do Fiber To The Home. Nunca se diz nem escreve The home. Seria mais simplificado FTH.

  3. Asdrubal says:

    Estão aflitos com dívidas, e andam a tentar transmitir com “orgulho” venda de parte de sua propriedade, que era património da antiga maior empresa de comunicações do país.

  4. David Melo says:

    Deixa ver se percebi…
    A Altice Portugal FTTH compra os serviços de “construção, ligação, e manutenção da rede de fibra óptica” à MEO que depois vende às outras operadoras e eles (Altice Portugal FTTH) é que “irá criar uma “empresa única de referência na área da fibra” com alcance europeu.” lolol
    Mais uma grande empresa que não cria nada… limita-se a contratar serviços externos e a depois vender com o seu logótipo. Isso vai ser tipo os smartphones da Nokia ou as cameras da Polaroid e cameras da Kodak… Rebrand do chinês! 🙂

    • dgfgfdg says:

      Com o controlo de mercado, ou seja, a Altice passa a controlar o preço dos serviços em todos os operadores, é assim que vai ser salvaguardado o “interesse publico”, o preços de todos os operadores vai subir e os accionistas ficam felizes e contentes com a distribuição dos lucros que na verdade corresponde à subida e concertação de preços.

  5. s_junior says:

    Se os governantes tivessem visão toda rede seria estatal e seria alugada aos operadores de telecomunicações….

  6. Rui says:

    Os tombos que deu a outrora gigante e toda poderosa PT!!!!!

    Esta empresa comprou em tempos a VIVO no Brasil, e transformou a empresa na mais avançada do Brasil (foram pioneiros na introdução do telemóvel pré-pago). Como a Vivo era muito maior que a PT, quase levou a PT à falência, pelas necessidades constantes de investimento e necessidades de cobrir os prejuízos.

    Por esse motivo a PT convidou a Telefónica para parceira na VIVO (50% para cada uma).

    Em 2007, Belmiro de Azevedo lança uma OPA contra a PT, por cerca de 12 mil milhões de euros!!!!!!
    Este foi o momento chave para o declínio da PT.

    Para se defender da OPA, prometeu aos accionistas fortunas, como a distribuição de mais de 6 mil milhões de euros de dividendos!!!!!! Foi nessa altura que coroaram o Zeinal Bava como o melhor CEO do planeta das Telecomunicações!!!! Pudera…..

    Com a enorme descapitalização da PT, esta viu-se forçada a vender a sua galinha dos ovos de ouro, a VIVO, por 7,5 mil milhões de euros à Telefónica!

    Depois volta a fazer mais um disparate ao comprar a mais que falida OI (22% do capital), por 3,8 mil milhões de euros!!!!!!!

    Todas as empresas portuguesas que se envolvem com empresas brasileiras, muito maiores e muito mal geridas dá nisto! Deixo só a nota de algumas:

    PT
    TAP
    CIMPOR
    Jerónimo Martins/Brasil

    • Sujeito says:

      Daí que podemos concluir:

      A) Ou são todos muito estúpidos (que levanta a questão de como é que sequer chegaram todos a tal patamar sem qualquer capacidade de análise e acabarem todos com os mesmos erros – que implica não olharem ao mercado e aos consequentes erros dos outros, o que invalida a capacidade de concorrer no mercado de forma tão ágil até ao descalabro)

      C) Ou são todos uns sortudos (por conseguirem elevar empresas a tal nível sendo todos incompetentes)

      B) Ou é propositado (seja, foram subjugados a poderes maiores ou têm eles proprios outra jogada na manga)

      Visto que a situação é recorrente no mundo todo, há uma que faz mais sentido, embora todas certamente coexistem a determinada altura.

      Se forem

  7. André Correia says:

    A que ponto chegamos enquanto país e sociedade…deixamos cair uma infraestrutura essencial a um país moderno a alguém que provavelmente nem sabe onde fica Portugal com intenção provável de a retalhar e vender a chineses para lavar dinheiro…muito obrigado Governantes partidos e PR enfiem mais milhares de milhões em bancos privados falidos com gestão danosa e donos e administradores com vencimentos chorudos

  8. Mario Cunah says:

    Na noticia do Publico sobre a venda da rede de fibra diz: “A Altice Portugal FTTH irá vender serviços grossistas a todos os operadores em condições financeiras iguais.”

    Quererá isto dizer que os outro operadores (Vodafone e NOS) vão ter acesso à rede de fibra da MEO?

  9. Fyh says:

    Quanto do investimento na rede de fibra do Meo foi feito pelo estado português? Os portugueses continuam a pagar os lucros dos privados ao mesmo tempo que vão perdendo soberania, triste gente, são tratados como ignorantes e nem se apercebem disso.

  10. José says:

    4 milhões de casas com fibra?
    Quantos milhões tem a Vodafone e NOS?
    Se somos 10 milhões a ver por aqui devem haver 10 milhões de casas (1 casa para cada 1) e temos todos fibra.
    Grande aldrabice……

  11. Gandino says:

    Está é uma estrela moribunda que vai ser retalha e extinta. O que estes senhores estão a fazer pode-se ver retratado no filme wall street de 1987 (de Oliver Stone), só que estes dão a cara e trabalham muito a fotografia. Vai ser tudo tudo partido, retalhado, vendido ás “peças”. Talvez sobre a marca MEO, mas os serviços técnicos, as infraestruturas, a qualidade, mais cedo ou mais tarde vai esfumar-se. ACABOU. É ir aproveitando enquanto ainda durar. Esta é gente que se especializou, não em fazer bons negócios, mas em combate de guerrilha. Vencem pelo desgaste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.