PplWare Mobile

Altice Portugal responde à ANACOM no caso dos preços na TDT


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

19 Respostas

  1. Ricardo says:

    Uma idea,
    Se estão tao preocupados com a qualidade do serviço (não, não é com o dinheiro que enchem os bolsos), porque não rescindem o contrato?
    Será que os operadores da televisão digital espanhola não estariam interessados em concorrer em um novo concurso?
    E se calhar muito mais barato com muito mais conteudo?

    Eu até nem me importo de começar a ver o telejornal ou os desenhos animados em espanhol 🙂

  2. CMatomic says:

    As licenças da rede TDT deveriam ser atribuídas as estações nacionais RTP,SIC,TVI , cada uma com a sua própria rede TDT , seguindo a mesma analogia de rede na era analógica onde as licenças das estações de televisão era atribuídas devido a ocupação do espaço radio elétrico ” canal radio elétrico equivalente a MUX na era digital” , a TDT como esta ate diria é ilegal pois um operador de telecomunicações pode cortar o sinal das estações nacionais se assim entender , tal como já aconteceu em varias zonas do país onde sinal da TDT era cortado em terminados momentos de interesse televisivo , e no dia seguinte o comerciais da meo batiam a porta nas zonas afetadas pelo corte.
    A TDT não deve ser um espelho das plataformas proprietárias de tv das operadoras telecomunicações , a TDT deve assegurar que todos tenham acesso a informação independentemente da sua condição financeira .

    • in corruptus says:

      Pois amigo, estamos em PT.
      Devia de ser uma coisa, mas é só business as usual.
      Já se perguntou o pq de libertar o espectro radio-eléctrico.
      Já se perguntou o pq de ser mpeg-4 e não o mais acessivel mpeg-2.
      Já no tempo do monopólio oficial com a linha de cobre, paga por todos, foi a mesma treta.

    • JMCXL says:

      Portanto a juntar às antenas de GSM dos 3 operadores teríamos mais (pelo menos) o triplo de antenas de TDT que temos hoje. A acrescentar a isso teríamos mais antenas ainda nas casas de quem não tem TV por cabo.
      Isso para já não contar com todas as restantes antenas dos outros serviços .
      Que fantástico ninho de ratos

  3. ze tuga says:

    tudo que mexa com muita massa em Portugal cheira logo a muita roubalheira para os mesmo de sempre…PT no seu melhor

  4. Miguel says:

    Mais areia…

  5. Fak says:

    anda aqui o zé a pagar tarifa audiovisual para ligar a TV e ver a Cristina Ferreira a arreganhar os dentes até já mete dó, ver sempre os mesmos totós lá nos concursos… só de pensar que sou obrigado a pagar CAV para isto, apetece-me vomitar, é que são 36€ por ano, são 2 contas da luz que eu podia pagar com esses 36€!

    para mim nem devia haver contribuição audio-visual atualmente, no tempo em que havia Levanta-te e ri, Malucos do Riso, Batanetes, etc, até pagava 5€ de CAV, agora pagar 3 para ir ver sempre a mesma porcaria todos os dias? “Ligue, Ligue vai sair a sorte grande”… já tou farto… ou são concursos ou são Novelas… é que já nem imaginação para novelas têm, vou ver a novela da 1, 3 ou 4 é tudo a mesma treta, só mudam as pessoas!

    fartei-me, já não ligo a TV à meses…

    • Rui Pedro says:

      FAK A taxa audiovisual nada tem a haver com a TDT nem com Cristinas Ferreiras.
      A taxa audiovisual é toda para o grupo RTP.
      A TDT é paga pelas operadoras de televisão (RTP, SIC, TVI, Estado na AR-TV).

  6. Rafael Encarnação Cardoso says:

    Devia era ser pior, só os protegem. A meo quer ter o monopólio das redes e a anacom ainda a ajuda

  7. Jose Lapao says:

    As redes de distribuição de telecomunicações (TDT, telefone fixo, telefone movel, internet) Luz, e agua deveriam ser estatais, e os operadores privados deveriam usar essas mesmas redes e pagar pela utilização, assim todos tinham a mesma cobertura com as mesmas condições, onde os operadores teriam de lutar pelos clientes com serviços de qualidade e bons preços, e o estado ganhava com o aluguer das respectivas redes de distribuição, como estamos hoje cada um tem a sua rede enchendo as casas de cabos nas pardes, brigando-se por causa de acesso a postes, pois os municípios não deixam colocar mais postes, e prejudicando os cidadãos que este operador tem o preço que pode pagar mas não chegq a sua casa e o que chega, e porque é o único faz o preço que quer.

  8. Jls says:

    Há um aspeto engraçado nisto, o TDT complementar, serviço de satélite onde a cobetura TDT não chega, um serviço subsidiado pelo estado e garantido pelo MEO.

    Quando fui pedir, os funcionários da MEO teimavam que eu tinha de subscrever a um serviço MEO para poder aderir ao serviço TDT, FRAUDE!

    Comeram com uma reclamação por escrito.

    Mais, como vingança, não enviaram os papeis para a a TDT Portugal para eu poder receber o reembolso. Acabei por ter que pagar todos os custos.

  9. Pedro says:

    Por mim, desde que acabassem com a contribuição do audio-visual, até podiam fechar a TDT. É que só dá m**da, quando não estão a enganar as pessoas com os concursos da treta, de ligue para gastar mais de 1€, só porque sim…. completo lixo.

    • Jls says:

      Eu dou muito valor ao serviço informativo independente que o telejornal da RTP nos garante, à programação cultural de qualidade da RTP2, entre outras coisas que ocasionalmente passa nos generalistas.

      Obviamente que esse lixo populista e sensacionalista prolifera por ali para pagar aquilo tudo, mas pelo menos ainda sinto que posso ligar uma televisão e ter contreúdos mínimos sem ter que ter um contrato que me foi abusivamente imposto a 60-80 €/mês.

      • Hugo Nabais says:

        60-80 euros para ter conteúdos mínimos de TV não é bem assim.
        Até acho a TV “por cabo” barata.
        Por exemplo, pago 56€/mês para ter +- 200 canais TV + Internet 200 Mbps + telefone fixo ilimitado + 1 cartão móvel com chamadas ilimitadas e com 4GB de Internet.
        Se formos aquilo que pago pelos 200 canais no meio do meu serviço todo de 56€ é algo muito baixo.

      • in corruptus says:

        A RTP é subsidio dependente é obrigada a fazer o denominado serviço público.
        A questão aqui é poder ou não escolher.
        Se o TDT só serve para a parca miséria de canais existentes é muita caro.

  10. Porconta says:

    A Altice é a dona da Meo não é? aquela empresa que gosa com os clientes, impõe regras abusivas e quem não estiver bem que se ponha, é a mesma empresa que afirma aqui que quer defender os utilizadores do TDT, a hipocrisia dessa empresa raia o ridículo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.