Quantcast
PplWare Mobile

Intelligent Parking Chair – A cadeira Nissan que estaciona sozinha

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Fernando Telmo Silva Santos says:

    Sempre em cima do acontecimento,espectáculo!

  2. Bruno Ribeiro says:

    Eu faria diferente… é questão de guardar a posição percorrida ou seja (x,y) e depois percorrer isso regressivamente. Claro que nesse caso não se desviaria de objetos e se o utilizador desse algumas voltas a cadeira iria repetir isso regressivamente. Mas é uma ideia certo? 🙂

  3. Zé Montanelas says:

    Problemas de 1º mundo…

  4. mythic says:

    a ideia é boa, mas dispendiosa

  5. RF says:

    Ahhh…. e que tal todos sermos civilizados e arrumarmos a cadeira!? Mais barato, menos desperdício de energia e de recursos!

    • fasd says:

      Exactamente.
      Concordo com algumas tecnologias, mas algumas é mesmo aquela expressão “olha me este, inventa coisas destas porque não tem mais nada para fazer”.

      Custa muito, pegar na cadeira e coloca-la no sitio? é um trabalho tão difícil? Parece que a Nissan pensa que sim, ao ponto de se dar ao trabalho de inventar esta porcaria…

      • Reinaldo says:

        Então para que usas comando TV se podes levantar-te e mudar de canal

      • Man says:

        Por essa ordem de ideias, não se teria inventado:
        – o telefone (custa muito ir ter com a outra pessoa?)
        – o telefone móvel (para quê, se há tantas cabines públicas?)
        – o automóvel (então as carroças não serviam?)
        – o ábaco (e os dedos, servem para quê?)
        – a máquina de lavar roupa (então o raio da mulher serve para quê?!)
        – a máquina de lavar loiça (idem)
        – o comando à distância (ai a preguiça…)
        – o aspirador (para quê, se há vassouras?)
        – a caixa de velocidades automática (não tem mãozinhas, não?)
        – o elevador (e as perninhas são para quê?!)
        – a distribuição de correio ao domicílio (então as pessoas não podiam ir à estação de correios?)

        Fora de brincadeiras, todas as invenções são boas. Trazem sempre algo de novo para o dia a dia das pessoas, mesmo que à primeira vista possa não parecer. É certo que umas são mais úteis do que outras, mas não é por isso que se deve desprezar a criatividade do ser humano da maneira que o faz no seu comentário. Invoca o sermos civilizados, pois as civilizações evoluem graças a invenções, a novas maneiras de resolver problemas. Mesmo que possam não ser problemas para algumas pessoas.

        • fasd says:

          Muitas não faz sentido.. enfim

          Telefone/Temóvel -> Se a pessoa for de frança e estiveres em portugal, vais a pé? Não, por isso inventasse este aparelho…

          Automóvel -> Antigamente, utilizava-se animais para circular (puxar a carroça), mas não achas que isso é pedir demasiado ao animal? Afinal eles também são ser vivos e depois, imagina que uma pessoa precisa de tratamentos na hora? Ias quê, de carroça? chegavas ao hospital e já estava morta… enfim, por isso inventa-se algo mais rápido para chegar a um sítio…

          ábaco, isso até concordo a um certo ponto, mas era bom para decorar números, para as pessoas não esquecer…

          máquina de lavar? ACÉRIO? Tens cabeça para pensar? Então não dá jeito estares a trabalhar e chegares a casa com a roupa lavada? mulher? e os homens também não podem? Vai trabalhar miúdo, deixa-te de merdices… está não vou comentar muito, porque quando referes “mulher”, perdes toda a credibilidade…

          lavar loiça, novamente até um ponto…

          comando, já viste se ao mudar de volume.. canal… menu…pesquisa…comando de voz…, te para isto tudo teres de levantar… morria abafado… mais uma sem sentido

          aspirador, vá lá que não vá, muitas vezes ainda varro, o aspirador é melhor porque não levanta pó e não tens muitas das preocupações…

          caixas automáticas, isso é muito para (desculpem o termo) “paneleirices”, enfim…

          elevador, acério? um prédio com 100 andares, teres de fazer aquilo tudo dia e noite morrias ao segundo dia… mais outra merd**

          correios? eu morro numa aldeia, ter de ir à cidade em 2 em 2 dias é mais que complicado, agora imagina uma senhora de idade…

          Após isto tudo, começaram com merdices para comparar coisas que realmente são úteis no nosso dia a dia com uma PORCARIA QUE É.. LEVANTAR E POR UMA CADEIRA NO SÍTIO… por favor, aqui vai um conselho, pensei antes de falar, por favor… poupam trabalho às pessoas…

        • Asdrubal says:

          É necessário inventar algo de forma a fazer filhos de forma automática em casa. :O

    • EC says:

      Isso faz lembrar a história dos norte-americanos que no início da exploração espacial depararam que as canetas esferográficas de tinta não escreviam devido a falta de gravidade e de pressão atmosférica. A Nasa teria investido milhares de dólares para criar uma caneta especial que escrevesse no espaço . No mesmo período, a Russia (ex União Soviética) teve uma solução mais simples e incrivelmente mais barata: Usou lápis para escrever no espaço!

      • kekes says:

        Só que essa história não passa de uma fábula. Na realidade usaram as duas lápis e mudaram quase simultaneamente para canetas depois de uma empresa as ter desenvolvido. Cada caneta espacial creio que custava 3$.

    • NCA says:

      Tens carro? Porque não usadas as pernas para andar? Mais barato, menos desperdicio de saúde e mais saúde!

      Tens cadeira? Porque não ficas de pé? Mais barato, estragas menos.. e para a saúde é bem melhor.
      Tens comando da TV? Não te preocupes, não o uses vai directamente a TV e passa de canal.. são só uns 100 canais.. não é la muito.. isto é se tiveres 200 canais ainda é bem pouco.

      • fasd says:

        Oh miúdo(a), parei de ler quando dizes “ficar de pé é bem melhor para a saúde”… não sei se riu ao se choro, mas tu pensas que no trabalho vou ficar 5 horas a pé? MAS SERÁ QUE NINGUÉM sabe comparar uma coisa..

        Estamos a falar de algo que é levantar e por a porcaria da cadeira no sítio, e já vão buscar meio mundo de estupidez, isto está perdido -.-

        Será que para a próxima tenho de explicar mais devagarinho para toda a gente entender???

  6. Marco says:

    Gostei da parte “WiFI” acho que muita gente vai ser mandada pelas escadas abaixo lololll

  7. Rui LUX says:

    sim.. muito bom produto.. w?!t?!f!! ..porque as pessoas têm bracinhos mas quando se levantam da cadeira não podem arruma-la.. dá muuito trabalho.. cada vez mais estamos a tornar-nos numa sociedade de sei lá o quê.. a cadeira tb vai dar papinha à boca das pessoas que estão sentadas? .. é que assim era mais uma tarefa complicada que ficava eliminada.. enfim..

  8. Joao says:

    E o que acontece se alguém se lembra e bate palmas no escritório enquanto está toda a gente sentada?

    Vai tudo contra as mesas?

  9. anonymous says:

    E se estiver-mos sentados e alguém bater palmas?

  10. Renato says:

    Só bota-abaixos!

  11. Asdrubal says:

    Muito interessante, mas… sozinho num espaço com cadeiras a mexerem-se sozinhas, mete medo. 😐

  12. Helder Correia says:

    Muito interessante. Parabéns pelo artigo.

  13. Catarino says:

    Ainda se fosse ao frigorífico buscar a bejeca, isso é que era 😀

  14. Luis Gil says:

    o conceito é giro, mas não aplicável a cadeiras 🙂
    apenas é giro de ver
    e que tal um robo que ao fim do dia arruma as cadeiras uma a uma, arruma os papeis em cima da secretária (se ainda se usar papeis), deita fora o lixo, e deixa tudo limpinho para o dia seguinte voltar a ficar tudo sujo e desarumado

  15. VA says:

    Brilhante, simplesmente brilhante. Japoneses sempre á frente em juntar as tecnologias de ponta às necessidades do dia-a-dia. Já trabalhei numa empresa que alugava salas de aulas/coloquios em que entre o termino de um evento/aula e a seguinte tinha-se que mandar funcionários arrumar ente 50 a 150 cadeiras. A quantidade de horas de trabalho que se desperdiçava nesta simples tarefa era enorme. Esta solução, apesar de ser um investimento elevado vai compensar muito a longo prazo; isto se a manutenção das ditas cadeiras estiver incluída… é claro.

  16. Alex says:

    Acho que deviam de perder tempo a arranjar os problemas que os carros NISSAN tem, em vez de deixar o cliente pendurado com desculpas do mau funcionamento.
    Vemos carros com medições da chaparia mal feitas, frinchas onde cabe um dedo e do lado oposto nem uma unha cabe.
    Capô que parece que vai sair quando atinges uma certa velocidade.
    Problemas nos travões eléctricos, com avisos constantes, e onde se regista o carro a travar mal…
    Travões com problemas no sistema de pastilhas..
    Ruído interior em demasia
    Problemas de torção
    Direcção desalinhada sem hipótese de correcção onde o pneu fica mais gasto e faz metade dos km que o pretendido
    Ruídos no motor
    Sistema de aviso de veiculo em ultrapassagem com mau funcionamento com chuva, materiais refletores ou com a iluminação da cidade
    Censores de estacionamento não funciona com a humidade e activam-se constantemente sem qualquer obstáculo a frente
    Auto-radio/computador de bordo com má recepção FM, com péssima qualidade sonora, e passa a vida a bloquear e a fazer reset…
    ….
    Isto para os carros Qashqai, só acho que a NISSAN deveria de olhar mais para estes problemas em vez de andar a inventar coisas que já é automático a pessoa que se levanta arranjar de imediato a cadeira que esteve sentado.
    Deviam de cuidar mais do seu cliente, e isso não acontece!!

    Já não vou falar do grupo CONFIAUTO porque enfim… digamos que deixou de ser de confiança

  17. Jorge says:

    Como eu gostava de ter este sistema nas notas de 500,00€… é uma dor de cabeça arruma-las na carteira!!!!!!

  18. Andre L says:

    Lindo acho que ia passear batendo palmas 😀 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.