Quantcast
PplWare Mobile

Guerra: Drones de fabrico iraniano atacam na Ucrânia

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. David Guerreiro says:

    Mas o Irão interessa para alguma coisa? Aquele regime teocrático, pior do que qualquer ditadura comunista.

  2. rSP says:

    Peçam ajuda a Israel facilmente esses drones vão pelo ar e ainda fogem e vão a tremer da Ucrânia.
    Israel tem um dos melhores sistemas anti-misseis e rockets, num instante vão afungentar.

    Eu sou a favor das armas químicas pela Ucrânia contra o invasor. Não quero saber, se viola ou não os direitos humanos. Foram invadidos, lutam com as armas que podem.

    Quem deve ser condenado é a Rússia, não a Ucrânia. Sim a favor das armas químicas.
    Em ultimo caso usava bioweapons e ai a Russia fugia que nem porcos da Ucrânia.

    Só não vê quem não quer, e os aos pro-russos que estejam pelo Pplware, venho perguntar a Rússia comete mais crimes, um deles é os mercenários por tanto por aqui só são anulados de cima a baixo!

    Rumo a vitória. Oxala que os pro-russos sejam destruídos até não aguentarem mais. Por mim era misseis nas 4 cidades do referendo sem parar, uma chuva intensa e agressiva até se ouvir o grito “parem, não aguentamos mais!”

    Era assim que devia ser, chuva de misseis ucranianos nessas cidades de forma intensa e sem olhar a quem la esta, principalmente pro-russo (a grande maioria é)

    Viva a Ucrânia.

    #MarioMachado

    • Profeta says:

      Devemos preservar a vida e nao a morte. Mas em todo o caso esta guerra e combinada, isso esta mais que visto. Infelizmente inocentes morrem pelo meio. Sao sempre os mesmos obviamente a pagar o preço.

    • AlexS says:

      Israel está a fornecer sistemas anti drone à Ucrania e informação.

    • MCakaZim says:

      Israel tem mais onde se preocupar e onde meter o seu sistema anti-aereo. Apesar e a guerra na Ucrania ser a mais falada, Israel mantem a sua guerra com a Palestina.
      Se a Ucrania lançar as ditas arma quimicas ou biologicas que falas, aí era um ataque suicida da parte deles e Europa, visto que com o armamento que a Russia tem, a europa passava a ser o cinzeiro deles se eles respondem com a mesma moeda, não esquecendo que a Russia em área, é maior que todo resto da Europa junta.
      De resto, com o teu comentário vê-se que és um bom politico. mandavas fazer tudo e mais alguma coisa, mas sempre atras da cortina, que ir para a linha da frente, nem dar uma mix ias se fosse com Portugal

      Viva os especialistas em guerra

    • Grunho says:

      Já cá tivemos em Portugal um ucra enraivecido que matou um GNR em Canal Caveira. E se não fossem os colegas a executá-lo, ainda hoje estava aí a fazer despesa aos contribuintes portugueses. Por acaso não serás o irmão gémeo? Ucras aqui fazem tanta falta como esse que foi para os anjinhos.

  3. rSP says:

    Devemos preservar a vida dos invasores? Nunca.
    Se acontecer em Portugal tu abres-lhes as portas da tua casa?

    Há que ser coerente nas horas certas.

    Inocentes? Os pro-russos não têm de estar a viver na Ucrânia se são russos e pro-russos porque não foram viver para a Rússia? Ali não há inocentes.

    Todos os pro-russos devem ser bombardeados, bem como todos aqueles que estejam do lado do inimigo.

    • Antonio Rodrigues says:

      Conhece a situação da nossa Olivença? Olivença é uma região pequena que é portuguesa mas sua população apenas lida com Espanha. Por sua vez, Espanha resolve os seus problemas como se espanhol fosse. Imagine o governo português pôr autoridades a gerir Olivença contra a vontade dos populares, será que o governo espanhol não atuava no sentido de defender a população que lhe é afeta?

  4. Alejandro says:

    Embora seja um achismo meu, receio que a guerra possa terminar juntamente com a sociedade que conhecemos hoje. Acho que já estivemos mais longe de um novo conflito armado à escala mundial. O inédito agora, é que um regime totalitário invadiu um país que tem valores democráticos como pedra basilar.
    Mas sim, com estes cortes de relações diplomáticas entre os vários países, regressam obscuras recordações do que foi a primeira metade do séc. XX. Eu tenho medo do futuro que se avizinha, não acho boa ideia subestimar os invasores, pois até dizia-se que não invadiriam a Ucrânia.
    Embora ténue, ainda tenho a esperança que não vamos ver luzes brilhantes nem nuvens em forma de cogumelo, mas o futuro o dirá.

    Um forte abraço a todos.

    • Secadegas says:

      A Ucrânia tem valores democráticos? Quais? Terem nazis que cometeram atrocidades e mataram milhares como “heróis”? Ou referes-te á práctica de genocídio contra a própria população? Fiquei confuso com tanta imbecilidade…

      • Ogoid says:

        Propagandista Secadegas, apresentas provas do que dizes. As provas de ouvi/li que alguém disse/leu não contam. Ah porque o batalhão xpto é nazi, não conta, já que a propria russia, que invadiu a ucrania para eliminar esses individuos, agora, liberta-os… ups… Se eram assim não nazis, porque não os retiveram… ups… propaganda, certo!

        Até agora, os factos são: Militares russos matam discriminadamente civis, já nem falo das torturas e afins.

        Prova lá o que dizes…

        • Profeta says:

          E na comunicacao social tambem nao e propaganda ? A verdade e que a ser verdade so “Eles” e que sabem, a nos so nos bombardeiam com mentiras o tempo todo.. Esta na cara que isto tem outros interesses por tras, e se e propositado entao eu afirmo sim que esta guerra continua a ser combinada, apesar de se verem mortes por todo o lado, mas acham mesmo que os senhores do mundo querem saber disso para alguma coisa ? O que lhes interessa e o objectivo deles, se alguem morre pelo meio como e que eles falam mesmo ? Sao danos colaterais, infelizmente.

          • Ogoid says:

            Propagandista Profeta, achas que a Russia não tem interesses por detrás? Uma prova é a libertação/troca de prisioneiros do batalhão nazi.
            A diferença entre a informação de um lado e do outro é a qualidade da mesma. os Propagandista de Pudim da Russia é sempre a mesma, os nazis!!! E vejam lá se permitem que entidades estrangeiras, parceiras da Russia, entrem na zonas de conflito para mostrarem ao mundo as tais realizadas que tanto falam?
            Abram os olhos. Se o ocidente vos fecha os olhos… então não sei o que dizer sobre o Pudim!

        • joaomatos says:

          É uma verdade absoluta, pelo menos desde 2014 que a situação na Ucrânia é um caos.
          Em 2020 o Zelinsky já tinha na prisão todos os seus opositores políticos, e todas as estações de televisão fechadas, menos uma que é a TV do oligarca que financia o Zelinsky e os nazis..

        • Ogoid says:

          Engraçado. ainda bem que temos jornalismo de investigação… pena é que é só no ocidente, onde é “permitido” que haja investigação. pena que estes ocidentais não vão fazer este jornalismo de investigação na Rússia…
          O documentário mostra bem o que aconteceu. A russia alimentou durante anos a discórdia dentro da ucrania, o que levou a que os ucranianos na zona do leste se revoltassem. Tudo o resto é resultado da “brincadeira” de Pudim querer aquele território por questões económicas ou/e de simples poder!
          Hoje, estes documentários, permitem que a Rússia use como propaganda.

          Um facto é que não vejo-vos, propagandistas de pudim, a apresentarem documentários sobre a russia.
          Eu acompanho russos que ainda vão partilhando os seus dias a dias e é triste… São obrigados a dizerem determinadas palavras/frases (dito pelos proprios), bem como, em directo, levar uma chapada porque está na rua a falar ingles!!

          O mundo não é perfeito mas apoiar esta matança em modo bigbrother e dizer que a russia é que está certa?!

  5. JL says:

    A falar sobre tecnologia, esses drones iranianos também não são grande coisa, metade estão cheios de problemas ou não funcionam. Algo como os misseis russos de alta precisão que acertam em zonas residenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.