Quantcast
PplWare Mobile

Empresa portuguesa lança um sistema inovador de esterilização

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Joao says:

    Tomem vitamina C e vivam a vida.
    A loucura do Covid veio para ficar, numeros e mais numeros………enfim

  2. Ricardo R. says:

    Muito interessante. Será que para material de desporto vestuário, calçado e acessórios também funciona?

  3. ProT says:

    Mas alguém de bom senso ainda passa cartão ao dito cujo bicho? Eu já o mandei bugiar. A ele e quem vive dele.

      • ProT says:

        Pense novamente se quiser e tiver essa capacidade. O “convites-19 já existe em Espanha desde Março 2019. Aliás, segundo vários cientistas esse “convites-19” poderá já existir desde 2013 no Canadá. Aliás, o inventor do teste RT-PCR e que ganhou até um Nobel afirmou que o seu teste nunca servirá para descobrir qual o “vírus”, quando muito carga viral. Por isso desde o início andam a enfiar-nos uma aldrabice. E como se isto não chegasse para arrebentar com esse pandemónio, agora vários virólogos (independentes) de vários países afirmam que os vírus nem sequer existem. Pense novamente se conseguir. Um dos virólogos pretende levar o governo alemão a tribunal por fomentar o medo de algo que nem existe e ele exige provas científicas do dito bicho. Ele lá deve saber do que afirma, ainda há uns anos ganhou em tribunal a confirmação, vírus do sarampo não existe. Pense novamente se conseguir. Cada vez mais médicos que autopsiam os cadáveres ditos infectados, não encontraram nenhum “convite-19” nos cadáveres. Pense novamente antes de escrever, primeiro informe-se muito bem junto de cientistas independentes e depois opine. É a vida e eu só gosto de verdades.
        Fica um cheirinho, se quiser, para desmistificar a aldrabice pegada que nos andam a contar desde 2019. Se não quiser ser comido por parvo, pesquise junto das fontes e não da máquina propagandística do medo e da falsifidade.
        https://off-guardian.org/2020/06/27/covid19-pcr-tests-are-scientifically-meaningless/

        • ProT says:

          falsidade em vez de falsifidade.
          A maior risota sobre os testes RT-PCR da Roche que já lucrou centenas de milhões de euros à custa dos parolos habituais, foi hilariantes quando alguns se lembraram de testar cabras, mamões e papaias, tigres, leões, gatos e outra bicharada, tudo infectado com o “convites-19”. O pandemónio da palhaçada em ação.

      • ProT says:

        Pense novamente, O dito cujo já existe em Espanha desde Março 2019. Pense novamente se conseguir, segundo cientistas o dito cujo já poderá existir no Canadá desde 2013.

        • saldoso says:

          Testes positivos não significa que era o mesmo virus, com a mesma capacidade de infecção e mortalidade.
          O facto puro e simples é que nunca se viu tanta mortalidade em lares de idosos como agora!

          • saldoso says:

            sim! nunca.
            Caso o virus de hoje já circulasse na Europa há mais de um ano, já teria havido milhares de mortos no ano passado nos lares de idosos em Portugal, coisa que não se observou.
            Quanto ao teste, é verdade que o teste PCR não é uma prova inequívoca da identificação dum virus específico numa pessoa em particular.
            É uma prova circunstancial, baseada num conjunto de pressupostos e probabilidades com base no conhecimento actual, tendo sido escolhidos um conjunto de marcadores genéticos que serão únicos a este virus, isto segundo nas bases de dados existentes de virus.
            O virus em si já foi isolado e sequenciado em milhares de pessoas com sintomatologia severa, como tal sabemos que existe uma pandemia, mesmo que possa haver incerteza quanto ao número de pessoas infectadas.

          • ProT says:

            Qual vírus? Tem provas científicas da sua existência? Se tem leve-as urgentemente ao governo alemão e seu Drosten, ele necessita dessas provas em tribunal, um virólogo acusa-o de não haver provas sobre o dito cujo. Força nisso.

          • ProT says:

            Qual virusada? Tem provas científicas da sua existência? Se tem leve-as urgentemente ao governo alemão e seu Drosten, ele necessita dessas provas em tribunal, um virólogo acusa-o de não haver provas sobre o dito cujo. Força nisso.

          • ProT says:

            Tem provas científicas da sua existência? Se tem leve-as urgentemente ao governo alemão e seu Drosten, ele necessita dessas provas em tribunal, um virólogo acusa-o de não haver provas sobre o dito cujo. Força nisso.

          • saldoso says:

            ProT, o Virus já foi isolado em vários laboratórios, não é assim tão complicado de o conseguir. Em Portugal já foi isolado e sequenciado de diferentes pessoas.

      • ProT says:

        A maior risota sobre os testes RT-PCR da Roche que já lucrou centenas de milhões de euros à custa dos parolos habituais, foi hilariante quando alguns se lembraram de testar cabras, mamões e papaias, tigres, leões, gatos e outra bicharada, tudo infectado com o “convites-”. O pandemónio da palhaçada em ação.

    • ProT says:

      O dito cujo já existe em Espanha desde Março 2019. Segundo cientistas o dito cujo já poderá existir no Canadá desde 2013. E agora para quem souber o teste RT-PCR é apenas para…

  4. Daniel Silva says:

    Mais um produto novo de um português:
    https://smartseparations.com/gino-pt/

  5. nao says:

    pplware para que é que serve a moderação do vosso site se deixam pessoas como o ProT andar a espalhar mentiras?
    é que se só fosse uma mentira, agora é um churilho tão grande que vocês não deviam permitir isso. ou pelo menos colocar um * no comentário dele como o twitter fez ao Trump.

    • Vítor M. says:

      São crenças que, ao momento, ninguém pode dizer que são ou não mentiras. Aliás, já se ouve falar em tanta coisa, altos cargos políticos a suportar tanta versão, que o dele, por mais rocambolesco que seja, não se sabe dizer com toda a certeza que é uma mentira. O mundo anda estranho, nisso tens razão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.