PplWare Mobile

E se uma bateria de um carro elétrico precisar só de 10 minutos para recarregar?


Imagem: Pplware

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. iDroid says:

    Vê-se notícias de avanços na tecnologia das baterias quase todos os dias, mas aplicação prática é 0.

    Se esta inovação for para a frente, acredito que irá dar um grande boom às vendas dos eléctricos…mas é ver para crer.

  2. polo says:

    Quantos km carrega um tesla em 10min em supercharge??

    • Paulo Santos says:

      Se carrega cerca de 400km em 30 minutos, em 10 carrega 133

    • Louro says:

      Na pratica carrega a volta de 160milhas(260km/hora)

      Considerando isso, sao 26km por cada 10 minutos de carga.

      Poderás conseguir carregar mais rapido, ou mais lento, dependendo de quantos carros estao no mesmo charging point, da carga actual da bateria ou mesmo da temperatura ambiente.

      Eu tenho um Supercharger a 10 minutos a pé de casa e outro no meu local de trabalho, por norma deixo lá o carro de manha quando vou trabalhar, passado uma horita vou tomar um café e tiro o carro de lá.

      Em viagens grandes, tens o trip planner, que te diz onde deveras parar para carregar e o tempo estimado que lá deverás ficar.

      https://www.tesla.com/trips

      Seleccionas a versao que queres/tens e dá para teres uma ideia do percurso e tempo que vais demorar a chegar ao destino.

  3. José Carlos da Silva says:

    Os Tesla têm esse processo de aquecimento da bateria antes da carga, e arrefecimento quando já está a um nível de carga próximo do máximo, ou no definido. Faltam esses carregamentos a levarem tanto tempo quando encher um depósito de GPL.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Isto é que era !! Não sendo um entendido na matéria imagino o tempo que se poupava à espera de carregar a bateria de qualquer carro eléctrico.Força aí,o progresso não pode parar. 🙂

  5. Rasta says:

    Se agora com os combustíveis normais 3 min já parece uma eternidade, com filas e filas de carros, imaginem 10 min por carro. Se tiver 3 carros à frente é só meia hora de espera. Lindo. Eu passo. Continuo com o meu carro normal. Prefiro ser retrógrada e que digam que é por causa de pessoas como eu que o mundo não avança e outros clichês deliciosos que a malta adora usar.

    • mlopes says:

      o teu raciocínio parte do princípio que todo o mundo carrega os veículos elétricos em postos públicos o que é uma assunção completamente errada.
      os caregamentos em casa ou nas empresas são talvez os mais frequentes e serão cada vez mais uma vez que muitos prédios construídos recentemente estão já a instalar postos de carregamento nos espaços comuns. muitas empresas estão a fazer o mesmo e alguns centros comerciais (os portugueses adoram sentros comerciais) também estão a começar a enveredar por disponibilizar carregamentos para veículos elétricos

  6. João M says:

    Autonomia das baterias é coisa que a tecnologia vai resolvendo. O meu maior problema é que não tenho onde carregar o carro quando estou em casa… Casa sem garagem, no meio da cidade.. nao posso simplesmente esticar um cabo pela janela. Ainda existe um problema de infraestrutura nas cidades para tornar “apetecível” investir num electrifico (para não falar de apartamentos..porque uma wallbox não se pode colocar em qq lado..).
    Acho que este tipo de carro só é util para quem tem as condições de o carregar comodamente em casa.. Podemos dizer o que se quiser mas o conforto é um ponto essencial nestas decisões e eu prefiro o conforto e eficiencia do que ter de estacionar o carro longe de casa, ficar por lá quase 1 hora (mínimo) para o carro carregar qualquer coisa, para depois o trazer para casa à espera de ser usado. Claro que com um carro tradicional não o “carrego” em casa mas ele também dura mais quanto a autonomia; e preciso apenas de 5min para abastecer, pagar e andar.

    É uma ideia muito boa mas ainda, a meu ver, pouco madura e não acessivel a todos (não apenas na carteira).

    • Louro says:

      Quantos mais elétricos existirem nas ruas, mais carregadores irão existir.

      Em alguns países, tens parques de estacionamento onde podes estacionar e carregar ao mesmo tempo

    • mlopes says:

      cada vezs mais condomínios estão a instalar pontos de carregamento.
      mesmo condomínios sem espaços comuns fechados (garagens) podem instalar pontos de carregamento em espaços comuns a céu aberto. haja imaginação e vontade.
      conheço um caso de um prédio com garagem subterrânea em que o condomínio não quis instalar um posto de carregamento mas o locatário de uma loja com lugar de garagem queria. como a certificação da instalação da garagem não permitia ultrapassar os 6,9kva e por isso não haver interesse em instalar uma wallbox, o locatário com autorização do condomínio, instalou uma derivação do quadro da garagem para uma caixa de carregamento por tomada schuko e contagem individualizada através de um contador parcial.
      é óbvio que o carregamento por este meio é muito demorado mas é mais um complemento a todas as outras alternativas de carregamento de que dispõe (públicas e privadas). sempre que o carro pára na garagem, liga à tomada. o custo da coisa resumiu-se a uma queixa, fechada, um contador parcial digital, um disjuntor diferêncial e um disjuntor interruptor

    • João M says:

      Louro, mlopes, são pontos válidos mas que não invalidam que, ter um eletrico hoje em dia, não é propriamente o mais prático. Eu vivo numa casa de cidade, nem garagem, numa zona histórica.. não posso colocar wallboxes nem esticar cabos e o sitio mais proximo para carregar (publico) fica num shopping.. não é prático.

      Só irei pensar em comprar um eletrico quando meu a gasolina tiver de ser trocado e só será eletrico se a infraestrutura assim o permitir.. Até lá não passa de “pressão ideológica” apenas para se ter um…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.