Quantcast
PplWare Mobile

Casa ecológica feita por impressora 3D custa apenas 900€

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Abreu says:

    Enganaram se num zero deve de ser 9000 EUR ou mais, só a porta de alumínio deve ser 1000 EUR ou mais, o betão que leva no chão, canalização etc.. e melhor a Pplware falar de outras coisas pk se construção não pesca nada!

    • ZarkBit says:

      It took 100 hours for the realization of the 3D printed casing, for a total of 30 square meters of wall whose thickness is 40 cm and the total cost of the materials used for the wall is € 900.

      900 euros pelos materiais usados na impressão da estrutura. Mas sim, fica a faltar o o resto, portas, janelas, canalização, e claro, mão-de-obra.

      • Filipe Rocha says:

        Ou seja, falta basicamente tudo.

        Trabalho em orçamentação, acreditem que 10 dias de aluguer dessa maquina, incluindo técnico para acompanhamento do procedimento dispara o preço para 5 vezes mais, no mínimo.

        E claro, como referes falta tudo o resto. Este tipo de construção nunca será sustentavel, temos casas pré-fabricadas em madeira já há centenas de anos, muito mais eficientes que esta palhaçada.

    • The boy says:

      Se fosse só de construção, nem era mau, mas é extensivel a muitos assuntos.

    • Diogo says:

      Excelente mesmo era voltares a ler o artigo 😉

    • Rodrigo says:

      Lê bem a notícia antes de dizeres disparates. Eles podem não percebem de construção, mas tu parece que não sabes ler.

  2. Ricardo Marques says:

    Os €900 são só para a palha, ou incluem mais alguma coisa? Lol

  3. Justino, o Justo says:

    O pavimento, o teto e as vigas são de madeira ? Quão ecológico é isso ?

    • GM says:

      Renovável! Se a madeira utilizada na construção for proveniente de florestas sustentáveis, as árvores serão repostas para daqui uns anos poderem ser utilizadas de novo, para este ou outros fins.

  4. Fak says:

    A casa sempre precisará de alguma estrutura para lhe dar rigidez e suporte, como por exemplo uma base em cimento pelo menos onde fixar a casa.

    No entanto, tendo vigas de madeira ou não, sempre será mais ecológico que vigas em cimento e tijolo.

  5. simples says:

    Considerar que uma casa são apenas paredes é muita parvo

  6. Gonçalo Loureiro says:

    Mais fundos europeus para fazer casas em palha e barro.
    …. Encher o bolso a custa das alterações climáticas e sustentabilidade.

  7. Sergio says:

    É uma boa alternativa para quem anda a investir no turismo rural, pode fazer sentido nalguns casos.. como é obvio o custo total é bem longe dos 900€.. ainda assim parece uma boa iniciativa

  8. ze says:

    Cuidado pessoal, esta casa é igual à casa do primeiro porquinho…

  9. Joao Ptt says:

    Chamar a isto de casa é um pouco, como dizer? Ridículo. Isto é basicamente uma divisão com telhado.
    Eu chamo-lhe de: abrigo, provavelmente é uma descrição mais correcta para isto. Claro que o abrigo pode ser o que quiserem, um quarto, um escritório, uma divisão para as crianças brincarem, uma arrecadação, etc.

  10. Pedro Ferreira says:

    Imaginem uma Xiaomi de casas, bom e barato. É realmente o que precisamos para resolver esta crise imobiliária, pra cortar de vez com os parasitas e sanguessugas que não olham a meios (nem a justificações) para aumentarem preços. Tanta crítica de tanta malta que comprou caro e que para justificar tenta denegrir grandes avanços como este. Que venham mais e melhores impressoras do genero, com precisão ao milimetro e com menos de metade do custo por m2. Quanto à caixilharia e isolamento, acho que é ignorância. Então os carros feitos nas Giga Factories da Tesla têm mau isolamento? É tudo praticamente automatizado na produção. Mão de obra? Um robo é mais barato, muito mais preciso, trabalha sem parar. Para a nossa segurança, é muito melhor quando não temos que contar com o ‘erro humano’, principalmente em questões estruturais (as famosas rachadelas nas paredes são prova viva desse ‘perfeccionismo’ laboral. A comichão está na malta que tem 40 anos para justificar o investimento ou os que tem que começar a repensar a área de trabalho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.