PplWare Mobile

Maioria não confia nos serviços bancários com selo de garantia Google


Autor: Marisa Pinto

Destaques PPLWARE

  1. rjSampaio says:

    O titulo devia ser, “Maioria não confiaria em serviços bancários com selo de garantia Google, mesmo sem qualquer informação de como seria.”

  2. Spoky says:

    Óbvio que não, a resposta da questão já próprio o indica, já têm tantos dados a cerca de nós, este seria mais um para juntar a coleção.

    Hoje em dia, informação é dinheiro. Especialmente em marketing, não é ao acaso que o adsense aparece anúncios que recentemente visitamos algum site, pesquisa etc.

    A mesma coisa acontece nas redes sociais, como por exemplo Facebook.

    Óbvio o que se pode evitar, evitasse e isto é só mais um.

    É praticamente “impossível” escapar às empresas gigantes para ter privacidade, mas sempre é possível reduzir ou minimizar a nossa informação entre outras.

    Embora acredite que mesmo assim já têm.

    Só um iludido se deixa enganar ao ponto de aceitar que a sua informação ande em mãos de outros, depois começam a aparecer publicidade, spam no correio eletrónico e não sabem como.

    Realmente o marketing é algo muito poderoso. Estudar os gostos das pessoas, cliques e preferências.

    Só mesmo um Zé da Franga, é que gosta e aceita ser um a vassalo destas empresas.

    • Luis Lopes says:

      Só rir, o seu comentário.
      Pior são os dados que o Estado tem de cada individuo, que foram recolhidos sem autorização do individuo e que são fornecidos a empresas amigas do regime.

      Mas os bocas abertas gostam mais assim de Estados que nos tiram à força do que empresas que nos dão opção de escolha.

      • Spoky says:

        O Estado? Uii nem compares, a Google, Microsoft, Facebook sabe mais do que o Estado sabe de ti, garantidamente.

        Os teus gostos, as tuas preferências, os teus horários, o que não gostas, o que gostas, o que clicas, o que vês e não vês, os amigos que falas, o que fazes, o que compras, o que não compras, o teu humor, as tuas finanças.

        Como? Perguntas tu? Fácil, Cookies… Aplicações das redes sociais que recolhem dados sobre ti, e sobre a forma como tu utilizas o telemovel, as apps que tens instaladas, se tiveres uma App bancaria, já é só +1 dado para a coleção entre outros.

        E o meu comentário é que é para rir? Ai ai ai, se o Estado soubesse mais que estas grandes empresas, nunca pediria informação legal para procurar alguem na Internet ou saber quem é.

        Não é ao acaso: Facebook, Instagram (controla o que metes na storie no dia a dia, o que fazes, apenas um exemplo porque há muitos mais), Snapchat uii é preciso mais?

        Para reclamar muitos em vez de se dirigirem a uma loja, vão para o Facebook. Postam fotos de familia, carros, motas até com matriculas, placards com NIF. Ainda acreditas que eles não sabem mais que tu?

        Ridículo não é de certeza 😉

        Não te iludas mais, és livre de acreditar e pensar naquilo que queres. Mas digo-te já. As redes sociais e as grandes empresas sabem mais do que o próprio estado.

      • Mico says:

        Tretas.
        o estado somos nós. Não me rala minimamente se sabe o que ganho é o património que tenho porque não fujo a impostos.
        Uma empresa sanguessuga Privada é outra Coisa . Há empresas e empresas. A cuscoid não inspira confiança a ninguém. Podes ficar todinha com ela

  3. Vitor says:

    Até me podem intitular como “retrógrado,dinossauro,etc” mas eu NUNCA confiaria em serviços bancários que sejam ou venham a ser “controlados” por empresas como a Google,Apple ou Facebook! Basta tudo o que eles já conhecem da minha vida…mesmo que não utilize os serviços que disponibilizam!

    • Luis Lopes says:

      Mais um para rir, pelo banco de Portugal é que deve ser. Só rir, mas pronto o que se há de fazer.

      • Vitor says:

        Se o que queres saber é se tenho mais confiança no Banco de Portugal do que nas empresas que referi…sem dúvida alguma que tenho!E não são os teus comentários irônicos de “pseudo especialista” que alteram a minha opinião…

  4. Luis Lopes says:

    O problema é não se o individuo dá ou não a sua informação, o problema é se o individuo é obrigado a dar ou não.
    E no que toca ao Google ou a outra qualquer empresa, o individuo sempre tem a liberdade de não dar os seus dados, já com o Estado a coisa já não é bem assim.

    Para os anti empresas americanas, o Google e a IBM são as empresas que mais investigação fazem na medicina com os dados dos seus utilizadores e com a AI, os grandes descobertas das próximas curas podem agradecer a estas empresas.

    Já em relação aos nossos famosos bancos, só o que posso agradecer são buracos de prejuízos pagos pelos contribuintes Portugueses.

    Mas temos um povo obcecado em ficar no fim da Europa, o que se há de fazer.

    • Vitor says:

      Tanta ignorância num texto tão curto…explica ao pessoal em que campos da medicina a Google fez ou desenvolveu alguma coisa determinante para a felicidade da humanidade!

    • cm says:

      Não percebo como podem confiar mais em bancos do que na google!!!

      Os bancos cobram tudo e mais alguma coisa quando já la temos dinheiro, o dinheiro que lá metemos é usado para o banco gerar mais dinheiro mas mesmo assim temos de pagar por coisas que vão inventando… Os bancos fazem porcaria, mas vem de lá o estado (povo) pra os salvar, e o que é que o povo recebe em troca por os salvar? nada….

      A Alfabet “dá” nos imensas coisas que hoje em dia seria impensavel viver sem elas a troco de publicidade, entre as quais a Google, Google maps, Google mail, chrome, android, etc etc. Está a frente do desenvolvimento de computação quantica, e desenvolvimento médico, entre outros.

      Ninguem é obrigado a ser “controlado” pela google, nao querem desactivem as opções, nao querem publicicade metam adbloquers, mas depois nao se queixem que quando andam a fazer uma pesquisa nao encontram o que querem ou gostam, ou que deixam de receber alertas que o transito pra casa está caotico e que existe um acidente no percurso que costumam fazer.

      Se por exemplo toda a gente deixar de dar informação da sua localização o maps e o waze passam a ter informação desactualizada e voltamos ao GPS de a 10 anos, em que ficamos?

      O grande problema da google é estar constantemente a matar/destruir produtos e é aqui que muitos deixam de confiar na empresa.

  5. poiou says:

    “A maioria não confia nos serviços bancários da Google”, Porque?
    Por causa da recolha de informação?
    Porque a google não tem capital para fazer um banco?
    Pode até recolher informação, mas no mundo deve haver poucos bancos mais estáveis que oeventual banco da google.

  6. Zé Duarte says:

    A maioria não confia na Google. Ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.