Quantcast
PplWare Mobile

Tem um destes smartphones Samsung de 2017? Vai deixar de receber atualizações de segurança

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Carlos Faria says:

    Que miserável. Como é que isto é permitido na união europeia?

    As pessoas são deixadas ao abandono com equipamentos perfeitamente funcionais.

  2. ThornC says:

    E a Samsung é das melhores… 3/4 anos de atualizações de segurança. Melhor só a Nokia/HMD, Google e Apple…
    O problema são todos os outros que às vezes nem 1 ano de atualizações têm.

    O meu A3 2017 está a pedir reforma mas onde arranjo um substituto com ecrã 4.7/5″ , 135/140mm altura e que custe 200Euros… Com suporte por outros 4 anos…

  3. alex says:

    Já na Apple, iPhone 6s de 2015 ainda tem updates.
    Média de 6 anos de updates. Pode ser mais caro mas só esta parte vale dinheiro.
    Digam o que quiserem mas a Apple nos updates é do melhor.

    • O bastardo says:

      Em updates de segurança sim, funções menos. Mas apple ganha.

      Aqui em casa o S8 ainda em Janeiro recebeu update de segurança (4 anos depois) e tem muitas funções e DeX como o S20 e S21. Funciona 5 estrelas.

  4. Joao Ptt says:

    Sejam sinceros, se daqui a 1 ano começasse a vender smartphones Android com boa qualidade de construção, dentro dos preços médios de mercado, mas com 5 anos de garantia de actualizações de segurança… quantos iam preferir esse a outro de uma qualquer marca com características similares mas um nadinha mais barato?

    • O bastardo says:

      Todas as marcas têm modelos de gama baixa e alta com alta qualidade. Não pode é querer qualidade de BMW num Renault. A classe média atual está muito boa, não podes é ter um S21 a 400 euros

      • iDroid says:

        A classe média atual está muito boa? A classe média em Portugal ganha pouco mais que os que ganham o salário mínimo nacional!

        • O bastardo says:

          Classe média dos telemóveis.

          Se a classe “média” de salariados em Portugal não chega a 1000 euros é porque os patrões ganham demasiado ou o país não tem condições atractivas para as empresas.

          Mas acho que aqui o problema é tu achares que quem ganha menos de 1500€/ mês é classe média lolol a classe média NÃO é a média das pessoas. A classe média é feita com medir salários de pessoal qualificado (professores, médicos, engenheiros, juízes, arquitectos, etc) e esses garanto te que não ganham o salário mínimo ou perto; o é hoje todos acharem que são “classe média” porque foram à escola ou podem pedir créditos para iPhones e BMW.

  5. B@rão Vermelho says:

    Num tlf de baixa e media gama até entendo, agora nos topos de gama uma atitude desta é uma afronta
    Retiram os carregadores por questões ambientais, se realmente estão preocupados com o ambiente que tal alargar os anos de update e lançar menos modelos por ano?

    • João says:

      Discordo de haver distinção entre gamas relativamente aos updates. Não faz absolutamente sentido nenhum abandonar os clientes que têm menos dinheiro, até porque é muito provável que representem o grosso dos lucros de empresas como a Samsung

  6. lumia says:

    Nokia é uma das melhores em termos de atualizações de segurança longa duração..

  7. Olho Vivo says:

    Chama-se esperteza saloia, por parte da empresa. Acabam os updates e o zé vai investir. O problema é que eles se esquecem que se pode investir noutros que não essa marca. VERGONHOSO. Se fosse muito mais antigos, isso seria normal. Enfim. Chamam PAROLOS ao zé, claro aqueles que vão comprar um mais recente da marca. Não abram os olhos.

  8. lumia says:

    A solução para esses “Samsung” que vão deixar de receber atualizações de segurança deve é instalar um antivirus e este continue protegido…,por exemplo o “Bitdefender Antivirus Free”

  9. Seguimos rindo says:

    o meu iPhone 6 de 2014 manda cumprimentos.

    • B@rão Vermelho says:

      @ Seguimos rindo, em tom de brincadeira, ser pobre é lixado 🙂

    • Galo says:

      @ Seguimos rindo,

      o meu smartphone de 2016, o meu de 2018 e o meu de 2020, também mandam cumprimentos aí ao legacy technology 😉

      Ah e as cervejas e tremoços que bebi com o € que restou da compras dos 3 equipamentos, ao invés de ter comprado o iPhone 6 de 2014, também mandam cumprimentos 😉

      ps: esta história é ficticia e serve apenas para demonstrar que o “melhor” negócio nem sempre é aquele que achamos. Há sempre várias perspetivas 😀

  10. NN says:

    Em tempos considerava a Samsung como uma aposta mais conservadora e funcional nos Androids.. mas de há 2 anos para cá, têm sido literalmente uma sanguessuga de dinheiro. Tenho A5 2017, e literalmente os últimos updates e “publicidades” no sistema Samsung tornaram o telemovel completamente diferente de quando foi adquirido, está muito mais lento. ou seja, “Updates” forçados para tornar o telemóvel desactualizado.

  11. Nitroglycérine says:

    Nã!
    O meu é de 2020…

  12. AJ says:

    Se a Samsung vai deixar de suportar o A7 então podem mandar a versão Amdroid da Samsung e instalar o Lineage OS…

  13. AJ says:

    “podem mandar a versão do Android da Samsung à fava e instalar o Lineage OS”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.