PplWare Mobile

Sondagem: 56% não está convencido em relação aos smartphones dobráveis

Outras sondagens já realizadas


Marisa Pinto

Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Hugo Nabais says:

    “56% não está convencido em relação aos smartphones dobráveis”
    Parece-me que na realidade falta somar aos 56%, 32%, pois quem respondeu nada de especial como eu, significa que não estão convencidas também….
    Parece-me mais que 88% não estão convencidas!!!!

  2. Daniel says:

    Acho o Dex da Samsung muito mais interessante que smartphone dobrável.

  3. Fulano says:

    Como sempre e à imagem dos smart watches, a primeira geração tem falhas e as suas fraquezas, mas com o evoluir e refinar da tecnologia será dentro de pouco tempo uma realidade com provas dadas. É sempre bom lembrar que com ecrãs dobráveis é possível ter designs que há bem pouco tempo não passavam de imaginação.

  4. Blue Beast says:

    É natural.Esta nova tecnologia(direi eu),dos smartphones dobráveis pode vir a vingar como não.Eu espero que sim e anseio por isso.Só que,de momento,é impossível comprar um deles.Ao preço que eles estão !! Para cima de 2000 euros,Deus me livre !! Só daqui a uns anos,e mesmo assim… 🙂

  5. Eduardo says:

    Na minha opinião o ser dobrável só vai ser apelativo quando a diferença de preço não ultrapassar os 20/30€ em relação a um com as mesmas características mas ecrã rijo. Eu seria capaz de pagar mais 30€ para que o meu de 6′ desse para dobrar em 3′ para estar no bolso. Ou poder passar de 5′ para 10′ para quando em viagem poder ler ou ver um filme, mas a diferença de preço não pode ser tão grande, senão muitos como eu vão preferir ter na mochila um tablet e um telemóvel mais pequeno e usar os dois que fica mais barato.

  6. Paulo says:

    Para mim e outros que gosta de usar capas e protecções do ecrã, estes equipamentos levantam muitas questões do quanto serão resistentes a acidentes e como seria possível os proteger, por isso mesmo e para já estão fora das minhas opções.

  7. manito says:

    Qual telemóveis dobráveis… O consumidor quer é um telemóvel que se adapte às curvas do pulso , deixando as mãos livre para outras tarefas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.