76% dos leitores considera que os carros autónomos são o futuro


Destaques PPLWARE

28 Respostas

  1. Ilhas Noroestes says:

    já há muitos carros com partes autónomas, por exemplo aqueles que estacionam sozinhos

  2. Argen says:

    Para mim são o futuro sem sombra de dúvida mas penso que um carro 100% autónomo não é fiável por muitas razões, sou a favor de carros autónomos mas que ao mesmo tempo deiam a possibilidade de o condutor assumir o comando se achar por vem o fazer…

  3. nuno luz says:

    24% dos leitores pensam que o sol gira á volta da terra.

  4. Marcos says:

    Como sempre a tecnologia avança mais depressa que a legislação. Ainda estou para ver como será a legislação em relação por exemplo a acidentes provocados por viatura autónoma. Quem é o culpado, o proprietário da viatura, o fabricante da viatura o engenheiro responsável pelo sistema de navegação ou um outro qualquer, como quem diz; ninguém.

    • José Henriques says:

      A ideia é nunca haver um acidente provocado por uma viatura autónoma. Se fores a ver o historial e os milhões de km percorridos, verás que é mesmo assim.

  5. Asdrubal says:

    Eu não me metia num desses carros autónomos a andar por aí. O carro ainda se atirava dum precipício tal como a orientação dos GPS.
    Nem pensar!

  6. Manuel says:

    Nesta matéria para mim quanto mais manual melhor.
    Até hoje nem as caixas automáticas me convencem…

  7. Bruh says:

    Acho muito bem que o carro tenha possibilidade de ser autónomo, e que se conduza sozinho em caso de a pessoa adormecer, ou ter um ataque do coração, nem que seja para se encostar á berma da estrada em segurança.

    Agora, entrar no carro e o carro começar a conduzir-se sozinho para nos levar ao nosso destino, desculpem lá, mas nessa não me meto eu. Já se viu com o exemplo da Tesla que isso acaba por dar sarilho.

    • José Henriques says:

      Acho que o exemplo que se viu com a Tesla foi precisamente o oposto. Se me dessem um para mãos, usaria de bom grado a funcionalidade.

    • APereira says:

      Tendo em consideracao que os carros conduzidos por humanos o índice de acidente é zero…yah tens toda a razao…

      Confesso que também tinha essa ideia, ou pelo menos uma similar…até comecar a conduzir precisamente um Tesla.

  8. Brucetuga says:

    Tendo em conta as inúmeras formas de hacking a sistemas operativos, carro que seja meu não terá ligação à internet. Com os Tesla, que eu saiba, a ligação é permanente o que leva a que o carro possa ser “hackado” e, mesmo sem a condução autónoma, é perigoso. Logo não é coisa que me cative, pelo menos para já!

  9. José Rodrigues says:

    A falha tanto existe tecnologia como humana, isto é um ponto acente. Agora sabemos que isso de ser muito autónomo é forçar a compra para novas viaturas e entre outras coisas mais. Mas chegar ao ponto de começar a iniciar a tirar o prazer de condução para mim é para esquecer.

  10. Olly says:

    Mais que ser a favor, dava um jeitão que já houvesse à venda. Um familiar meu perdeu a visão quase total de um olho o que fez com que conduzir se tornasse bastante difícil para ele, um carro desses seria uma mais valia, tendo em conta que vive numa aldeia e precisa do carro diariamente para tudo e mais alguma coisa.

  11. N. Filipe says:

    Vai ser uma realidade, inquestionavel, mas espero que mantenham as opções de condução manual porque caso contrário, seria privar do prazer da condução

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.