PplWare Mobile

Drives SSD estão mais baratas! Preço ronda os 0,10 dólares por GB


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Francisco says:

    o fim do disco rígido! e dos problemas de fragmentação!
    e daquele ratinho sempre a falar dentro dos portáteis ahah

    • Pedro Pinto says:

      eh eh eh. Também acredito que um dia deixarão de existir discos rígidos…mas ainda falta uns anos 😀

      • Mateus says:

        Em portáteis estão quase extintos, a maioria usa um HDD como segundo suporte de armazenamento e somente para guardar dados grandes (música, vídeos). Isso ou em NAS.

        • David Guerreiro says:

          Fazes ideia do que dizes? A maioria dos portáteis que se vendem ainda trazem apenas, e só HDD.

          • celso says:

            Ele disse que muita gente usa apenas um HDD como backup. Não disse que tinham um SSD e HDD no mesmo portátil.
            Muita gente substitui o HDD pelo SSD num portátil.
            A escrever, normalmente pode-se dar a entender algo que não se pretende e acho que foi o caso.

          • Mateus says:

            David Guerreiro, tal como o celso explicou, os HDD são maioritariamente usados atualmente para backup (usb ou NAS) ou como 2º elemento.

            Relativamente a “a maioria dos portáteis que se vendem ainda trazem apenas e só HDD”, talvez os que se vendem nas grandes superficies em Portugal, modelos antiquados, ainda com HDD e CPU antigos. Mas isso não espelha a realidade mundial, onde os SKU trazem apenas eMMC ou SSD mesmo em modelos baratos. Se te referes a Portugal ou grecia, talvez tenhas razão, mas a nível mundial já quase não encontras nenhum hdd

          • censo says:

            Já tens muitos modelos de portáteis com SSD com o HDD como diz o Mateus.

    • Hugo Nabais says:

      Para grande armazenamento e backups durante vários anos vão existir HDDs…

      • Andy says:

        No dia que conseguirem que o SSD (ou similar) faça armazenamento duradouro e com larga capacidade, não vejo o motivo de continuar existir os HDD.
        A propósito, as disquetes ainda são utilizadas?

        • Hugo Nabais says:

          ANDY Não mas ainda usamos tapes.
          E eu não disse que não Vão acabar os hdd. Eu disse que não vão acabar tão cedo. Daqui a 5 ou 6 como foi aqui dito é com certeza que não.

    • Asdrubal says:

      Para meados dos anos 20 os HDD estarão obsoletos.

      • Hugo Nabais says:

        Não acredito.
        Vai existir sempre a necessidade de armazenamento lento como arquivos digitais e backups.
        Como dizes daqui a 5 ou 6 anos poderá haver discos ssd de 1 e 2 TB muito baratos mas haverá pelo mesmo preço discos de 10 e 20 TB HDD. E as empresas ou pessoas com essas necessidades vão comprar os HDD.

      • Mario says:

        Sabes que os HDD tem os seus casos de uso por isso tão cedo não irão ficar obsoletos. Tal como as “Tape” que estão supostamente obsoletas mas ainda se usam.

  2. Rui Filipe Dos Santos Martins says:

    Engraçado, esta semana o preço das memórias flash subiu no mercado asiático… Para quem trabalha com isto todos os dias, não é bem como diz o artigo.

    • Pedro Pinto says:

      E sabes a razão por ter subido no mercado asiático? O artigo nao se refere a esse mercado.

      • Rui Filipe Dos Santos Martins says:

        A razão prende-se com a cotação do silício. Neste momento há procura e falta de resposta na produção pelos fabricantes de memórias flash(SSDs, cartões de memória e pen drives). Os ssds não é só o custo da Nand mas também do controlador. O que se tem notado são controladores chineses mais baratos mas com menos fiabilidade a entrarem no mercado. O artigo o que fala é sobre SSDs sobre por isso o meu comentário.

  3. Rui Filipe Dos Santos Martins says:

    A razão prende-se com a cotação do silício. Neste momento há procura e falta de resposta na produção pelos fabricantes de memórias flash(SSDs, cartões de memória e pen drives). Os ssds não é só o custo da Nand mas também do controlador. O que se tem notado são controladores chineses mais baratos mas com menos fiabilidade a entrarem no mercado. O artigo o que fala é sobre SSDs sobre por isso o meu comentário.

  4. Nacho Vidal says:

    O segundo gráfico do artigo faz-me lembrar o Bitcoin x)

  5. Lucas says:

    Não vale a pena. Meu primo comprou um desses SSDs de 1 TB. Moral da história: Ele morreu, não deu aviso (como um HDD daria e agora não tem como ter os dados de volta).
    É sempre bom, instalar o “sistema”, por exemplo, no caso do Linux, o /boot ou /boot/efi e / no SSD e /home no HDD.
    Ou seja, é muito melhor usar HDD + SSD do que apenas SSD ou apenas HDD.

    • David Guerreiro says:

      Já vi tanto disco morrer sem aviso prévio… E já vi SSD a emitir alerta de SMART e o pessoal a usar na boa. Ainda só vi 2 SSD mortos, e já tinham alguns anos, um deles ainda eram de 9mm.

  6. Falcão Azul says:

    Espero que desçam é ainda mais que é para ver se para o mês de Julho do próximo ano consigo comprar um SSD de 500 GB a um bom preço. 🙂

  7. Nuno José Almeida says:

    À custa dos 3bits por célula.

  8. Luis Gil says:

    Comprei um SSD de 60GB há 5 anos para ter apenas o SO, swapfile e ficheiro hibernação.
    Deixou de funcionar este verão.
    Comprei um Samsung 860 Evo 250GB para o mesmo fim, com 150 TBW que espero dure mais de 5 anos
    Neste momento o disco está quase a metade do preço

  9. Filipe says:

    Há um senão com estes discos a estes preços: todos eles vão morrer no espaço de 1 ano, mais mês, menos mês. Tudo devido a memórias nand de muito fraca qualidade.

    • Hugo Nabais says:

      Xii só 1 ano. Não és nada exagerado!

    • celso says:

      Estranho, praticamente só uso SSD’s nos meus 3 pc’s, e exceto um da OCZ que morreu e que foi um dos primeiros que saíram, nunca mais tive problemas. Mesmo os da A-DATA que custaram pouco mais de 50€ há alguns anos, ainda estão para as curvas!
      Acho estranho dizeres isso, pois com a massificação do fabrico, a tendência é a longevidade, mais armazenamento e preço mais baixo. Senão, como tu dizes, o mesmo podia-se dizer das rams e processadores.

  10. Realista says:

    E onde posso arranjar um SSD de 128Gb a €0.1 o Gb?

    • Hugo Nabais says:

      128GB a 0.1€ isso daria 12,8 euros. Era bom era 🙂
      O eventual preço de 0.1$ por GB é para discos grandes, 2 TB, nunca para 128 GB.
      E mesmo assim só em grandes promoções.

  11. Pedrinhooo says:

    Preços tao baratos nos SSD, e as marcas ainda lançam portateis e PCs com disco rigido…

    • Mateus says:

      As marcas não lançam PCs com HDD, os que vês são antigos e os poucos novos que os têm, é para escoar material. Se os tugas pagam o mesmo que um francês mas em vez dum ssd tem um hdd e não se queixam, então para quê meter um ssd?

      Enquanto lá fora ninguém quer um hdd, em Portugal ainda há muita gente que prefere um pc com um hdd de 1TB em vez de um ssd de 128gb e nem pensa dar mais 20/30€ para um upgrade para 256GB.

  12. Fernando says:

    Até os servidores já estão há vir equipados com SSD

  13. Boneco dos bots says:

    Servidores da minha empresa estão todos com ssd em raid + clones de backup + ssds de backup em outros sítios

  14. Bruce says:

    O que vai ficar obsoleto em breve é o SATA!
    NVME/M.2 é o futuro. O meu ssd é M.2 já. Sata só uso no HDD de backups.

  15. Crow- says:

    A Samsung acabou de anunciar o Samsung 860 QVO SSD de 4TB com um PVP esperado de $149.99.

  16. Renato Nismo says:

    e a nova geração de consolas a aproximar e acho que haverá a obrigatoriedade de ter pelo menos 1TB de armazenamento interno, pois os jogos estão cada vez maiores, 1 centena de gb para o halo 5, red dead redemption 2, gears of war 4 e mais uns quantos com texturas 4k e os loadings são cada vez mais duradouros, devem começar a implementar SSD, desde que consigam um baixo custo de fabrico para equilibrar o preço das consolas no lançamento.

  17. António Nunes says:

    Caro Pedro Pinto,

    Desculpe-me mas a informação parece-me contraditória. Segundo a Blackbaze, e se recorrermos à mesma fonte de onde retiraram o slide com o custo médio por capacidade (https://www.backblaze.com/blog/hard-drive-cost-per-gigabyte/) o custo médio de HDD por GB em 2017 foi de $0,03 USD (+/- 30 a 40 dólares por TB).

    Ora se a Wikibon indica que o preço médio do TB de HDD no mesmo ano, foi de $100,00 USD, este gráfico e nomeadamente a curvatura do HDD, não está correta.

    Assim como o preço médio do HDD nunca igualou o preço médio da cassete, não vejo porque tal tenha de suceder entre o preço médio do SSD e do HDD. As linhas gráficas do preço médio deverão permanecer paralelas ao longo do tempo, até que a última tecnologia seja completamente substituída por outra nova.

    • Hugo Nabais says:

      100 usd por tb não faz sentido. Há aí qualquer coisa errada. Acompanho os preços dos discos para o consumo e isso queria dizer que em média discos de 3tb custariam 300usd de 5 tb 500usd facilmente se percebe que não foi a verdade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.