Quantcast
PplWare Mobile

Portugal valoriza os profissionais em Tecnologia?

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Portugal valoriza os profissionais em Tecnologia?

    Raramente. (61%)
    Quase sempre. (21%)
    Nunca. (15%)
    Sim, sempre. (3%)
    Total Votos: 332 A esta hora,13h17m.Eu achei surpreendente o “raramente”,a falar a sério.Eu votei no “quase sempre”.

    • Zé Fonseca A. says:

      Em 2022 a minha resposta é quase sempre.
      Trabalho no ramo há mais de 20 anos e nem sempre foi assim mas em 2022 posso dizer que sou valorizado e bem reconhecido monetariamente pelas funções que presto.
      Dificilmente alguém em IT numa area especializada dirá o oposto, talvez pessoal de suporte mas alguém que passados 5 anos de começar a trabalhar em IT não quis fazer a subida especializando-se com certificações ou de outras formas vai passar o resto da vida numa posição de suporte.

      • lopes says:

        Infelizmente as áreas técnicas não só IT, existe muitas outras e digo-te já que é raro ser valorizado, falo por experiencia própria, tem vindo a ser cada vez pior em Portugal em muitas áreas técnicas, por isso é que a malta se quer ser valorizada vai para fora, lá é outra história.

        • Zé Fonseca A. says:

          Acho precisamente o oposto, como os recursos existentes cada vez são menores cada vez são mais valorizados.
          Importam-se profissionais de IT aos magotes de outros lados do mundo para trabalhar em PT por 2000 líquidos porque os tugas não estão dispostos já a sair de onde estão por menos de 3000€ líquidos, qualquer recrutadora te diz isso e te diz que se tornaram em autênticos polos de ajuda à imigração pra colmatar estás lacunas de falta de mal de obra.

          • Valium33 says:

            Concordo inteiramente com o Lopes!
            Em Portugal conheço pessoas a desempenhar trabalho de engenharia sem o serem e ainda por cima a serem pagos a 750€/mês.
            Conheço diversos casos infelizmente

          • Zé Fonseca A. says:

            Porque querem. Mudasti

  2. David Guerreiro says:

    Para muitas pessoas, o trabalho do informático é algo “simples” e que é chegar ali “e carregar num botão ou tecla” e está feito, e trabalho esse que deve custar tuta meia. Por isso há muita dificuldade em que as pessoas estejam dispostas a pagar um valor justo por um serviço de informática, ao contrário do que sucede com reparações de automóveis, onde a mão de obra é uma verdadeira fortuna e toda a gente paga e não reclama.

    • Lanterna Vermelha says:

      Canalizadores, electricistas, pedreiros também recebem mais que a maioria de TI e não precisaram de estudar 1/5

    • Zé Fonseca A. says:

      Tendo em conta que não há profissionais de IT com mais de 10 anos de experiência a receber menos que 2000€ líquidos mensais, não sei o que pode ser qualificado como “justo”.

      • Luís Costa says:

        Com 10 anos de experiência não tens ninguém em Portugal a trabalhar para o mercado internacional a menos de 5000 líquidos mensais.. dá para perceber a diferença?

        • Zé Fonseca A. says:

          Não anda nos 5000 líquidos que são quase 10 mil brutos, mas anda la perto.
          Mas lógico que teria de ser assim, estamos a falar de empresas que balizam a sua fasquia de áreas especializadas pelos 100k ano, em países com um custo de vida muito superior ao nosso, não é possível existir que o mercado nacional se regre por esses valores quando são valores fora da realidade tuga.

          • Luís Costa says:

            Sim eu só estou a dizer que conheço pessoal que está nesse patamar, até conheço pessoal com menos de 5 anos de xp a ganhar 3 líquidos para os Us

        • Emanuel says:

          Por conheceres pessoas a ganharem esses valores, não significa que seja essa a regra.
          Problema é que neste post discute-se salários de TI, mas a área é demasiado abrangente, demasiados factores que influenciam os salários:
          Role: É Técnico Informático? IT Administrator? backend developer? frontend developer? mobile developer? fullstack developer? dba? support?devops?qa? qa automation? Tem alguma responsabililidade de gestão?
          Categoria: Júnior? Middle? Senior? Principal?
          Salário: Inclui pagamentos por fora como as consultoras tipicamente fazem?
          Contrato: Tipo de contrato? Recibos verdes?
          Tecnologias: É tecnologia mais de nicho? Tem muitos profissionais especializados?

        • Emanuel says:

          Então significa que para ti as pessoas progridem todas da mesma forma? E que x anos de experiência correspondem directamente a uma categoria, independentemente da capacidade da pessoa?

      • Não digo says:

        Não há? Conheço muitos

      • David Guerreiro says:

        Olhe que há. Seria bom se assim fosse.

      • danyyelmendes says:

        Trabalho na área, vai fazer 10 anos em Novembro. E nem metade disso recebo

      • danny199202 says:

        eu tnho 5 anos e recebo 2300 limpos mais carro e mais benefícios

      • Deixa-me rir says:

        Onde é que inventou esse número?
        Trabalho há 20 anos como profissional e nem tão pouco anda lá perto desse valor! A mania da malta mandar números ao ar sem factos…
        Se calhar fale por si antes de falar dos outros.
        Quanto à questão no pplware, raramente, muito raramente o nosso trabalho é valorizado.

        • Zé Fonseca A. says:

          Em suporte? Ou estagnado numa empresa há 10 anos? Mexam-se, as oportunidades não faltam, todos os anos or ordenados de IT sobem entre 10 a 20% no mercado, só fica na cepa torta quem quer

      • Valium33 says:

        ahahahah
        Tão falso!!!! Digo-te umas quantas empresas com funcionários com mais de 10 anos que não levam 1000€ sequer

  3. Emanuel says:

    Não é Portugal que valoriza os profissionais de TI, o mercado que tem recursos limitados é que valoriza os profissionais de TI

  4. jovinena says:

    Os profissionais de ti são prejudicados pelos curiosos que são muitos. Estou com várias instituições em mãos onde o suporte é dado por curiosos. Até ao dia em que as coisas correm mal…

    • David Guerreiro says:

      E porquê? Porque fazem baratinho…

    • lopes says:

      Amigo, os profissionais são prejudicados porque querem, pensam que estão num pedestal e só eles é que sabem e ainda pedem mundos e fundos, mas a realidade é que hoje em dia muitos tem acesso à mesma informação, existe formações online e não é necessário para executar muitos procedimentos um profissional para ir lá premir um botão ou executar um comando, uma pessoa com poucos conhecimentos faz o mesmo trabalho, resolve a situação rapidamente e poupa nos custos, que é o que se pretende.

      Correr mal pode correr aos melhores ninguém é perfeito.

  5. Lanterna Vermelha says:

    Mas em Portugal valorizam-se que profissionais? Políticos, juízes, banqueiros e os amigos e famílias deles? O resto são meros números de contribuinte…

  6. Não digo says:

    Eu tive que trabalhar pra fora para ser valorizado, o salto é enorme.
    Lá fora chamam o nosso país uma mina de ouro por ter mão de obra qualificada e muito mal paga.

  7. Bruno Galvão says:

    Então é melhor nem falar nos Informáticos que estão na Função Pública, com dezenas de anos de experiencia em várias áreas e muitos com as mais variadas certificações.

    • lopes says:

      Sendo o estado o que nós sabemos, porque é que esses ditos IT com carradas de experiencia acumulada não foram à procura de melhor no setor privado??? pois é, acomodaram-se e deixaram-se estar, nada de novo até aqui. Depois queixam-se.

      • Zé Fonseca A. says:

        Porque a experiência acumulada traduz-se em nada, não passam de profissionais do “ver passar” vêem passar outsourcing que faz o trabalho deles e vêem passar consultores que trabalhando para as gigantes fazem todos os projectos que exigem massa cinzenta, o pessoal da FP só vê passar experiência à frente deles mas não retêm nenhuma.

        • Bruno Galvão says:

          Só se for os casos que conhecem, onde estou, estamos lá uns quantos especialistas de informática, SysAdmin, que já receberam convites para o privado, mas não sairam, o motivo ao certo desconheço, mas sabem muito e outra coisa não podia ser, até porque estão numa equipa que gere os serviços mais críticos do país.

          • Luís Costa says:

            Deve ser verdade.. quem.esta no estado é emprego para o resto da vida, o ir para o privado a razão de não irem é simples.. têm de apresentar resultados

  8. Miguel says:

    Vai ser aqui que se irá saber! Lol

  9. ZeTo says:

    Não, e por isso saí de uma empresa onde estava há 15 anos para trabalhar remotamente para uma empresa estrangeira.
    Mais ordenado, menos stress, mais regalias, mais tempo para a família/casa.
    Nem vale a pena pensar duas vezes.

  10. says:

    Não sou profissional de TI, tenho formação, mas estou a exercer outras funções. Mas como a minha entidade patronal é forreta e mentecapta, sai-me sempre na rifa tratar das coisas quando não querem pagar aos técnicos “a sério”. E ainda assim, ou perco demasiado tempo com as coisas, ou peço recursos a mais. Até para comprar uma tomada de rede às vezes é difícil. É absolutamente horripilante ver as asneiras que quem não sabe faz e pior, comer as asneiradas que os “técnicos” fazem e nem questionam. E nem posso dizer nada que depois eu é que sou maluco. Temos em muitos casos entidades patronais mentecaptas e atrasados 50 anos no tempo. E isto independentemente da idade! E pior é que são por vezes verdadeiros Estalinistas que acham que sabem tudo e mais alguma coisa e só fazer cagada. E ainda tentam descartar para cima dos outros.
    Acham que se “monta” uma sala que não tem infraestruturas em umas horitas. Sem gastar dinheiro em equipamento… Ainda vejo projectos onde cada posto de trabalho só tem uma tomada de rede. E querem ligar um PC e um telefone analógico… Visionários. Sabem mais todos juntos que o único tipo que tem alguma formação na coisa. Por isso se os profissionais de TI são valorizados? Raramente. E ainda assim só se derem “lucro” à empresa. Mas como não estão colher batatas da terra, as chefias não “vêm” nada a ser produzido e acham que passam o dia todo a ver vídeos de gajas.

  11. Paulo says:

    Em Portugal não se valoriza quase profissão nenhuma… Daí a maioria dos salários serem salários de miséria.

    • David Guerreiro says:

      Não tem a ver com isso, mas com a fraca produtividade da maioria dos empregos. Em Portugal reinam micro e pequenas empresas, com pouca produtividade, logo baixos salários. Onde há melhores salários, são nas empresas mais produtivas.

  12. Narciso Miranda says:

    Estive praticamente 5 anos a desempenhar funcoes de Local Support Specialist, a ganhar 800e base, todos os anos diziam que ganhava bem para o que fazia. Fartei-me, fui procurar trabalho, posso dizer que ao fim desses mesmos 5 anos noutra empresa, entretanto a desempenhar outras funcoes, recebo como base pouco mais do dobro.

  13. Sergio says:

    Quase sempre, acho que o publico em geral aprecia mais o valor e importância dos profissionais em questão, do que há uns anos.
    Simplesmente porque começaram a precisar cada vez mais deles para resolver grandes e pequenos problemas.
    Chefias têm melhorado, embora ainda haja um caminho a percorrer.. mas o que não falta por aí é cada vez mais iniciativas the team building e afins

  14. IT Newbie says:

    Muito abrangente esta pergunta….Não dá para responder assim….
    Hoje em dia um profissional em tecnologia pode ocupar vários cargos. Do que tenho visto, desenvolvimento de software e cargos de gestão são os mais valorizados e cargos se suporte os menos…

    • Zé Fonseca A. says:

      Cargos de gestão são mais valorizados em qualquer area, isso é logico.
      Depois, devs não são valorizados por aí além, os que mais são valorizados neste momento é pessoal de cybersecurity e pessoal de networking, o resto ganha bem mas não é considerado elemento critico.
      Devs hoje em dia valoriza-se e paga-se bem a web3 devs, mas tipicamente isso é freelancing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.