Quantcast
PplWare Mobile

Intel goza com a Apple e mostra o que os utilizadores não podem fazer no Mac M1

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Jorge says:

    Não compreendo a “acusação” de que com o M1 não permite a utilização de um monitor externo. Desde o dia que foi lançado em Portugal, trabalho sempre com um monitor externo ligado ao MacBook Air 2021. Se existe algum problema, nunca se manifestou na minha máquina

  2. jorge says:

    E eu que pensava que gozar com apple era só para a microsoft…

  3. #Fernando says:

    Que gozo não gozo. Bem que podem chorar, estão a levar com a AMD e agora perdem um dos maiores clientes, e fazem gozo desses mesmos clientes. Só mostra que a Intel não se importa com os seus clientes e consecutivamente com o impacto financeiro que isso tem. Grande Intel, só grande em nanometros, de resto. Que dell e hp comecem a lançar servidores com AMD e vamos ver até onde irá este gozo irónico

    • João Baião says:

      “…só grande em nanometros…” o que me ri XD muito bom +1

    • Pedro Nunes says:

      O melhor comentário. A rir até 2040

    • João Carvalho says:

      Os negócios servem para fazer dinheiro e não amigos… porque é que deveriam ter pena de quem lhes concorrencia??? …até acho que este tipo de publicidade comparativa, que é proíbida na Europa e vá-se lá saber porquê, torna mais claro a diferênca entre produtos, favorecendo a escolha do consumidor.

      • Miguel A. says:

        É uma publicidade comparativa claramente tendenciosa, como a maior parte da publicidade comparativa. A Apple não escondeu a falta de suporte de algumas coisas que o M1 tem limitações, mas quem não se lembra da transição do PowerPC para Intel é que vai achar que a Apple vai decair com a saída da Intel. As limitações são típicas das transições, assim como aconteceu no passado. As próprias fabricantes de componentes vão trabalhar em suportes de novos dispositivos que trabalhem com processadores ARM. Este tipo de publicidade não favorece o consumidor e só gera contrainformação.

      • Doge_to_the_moon says:

        Estou triste por causa do assassinato que assisti aqui… E não é da Intel…

    • Nuno T. says:

      Isso é a Intel a demonstrar o seu suor…

    • Manto D'Agua says:

      a intel anda perdida, comparar um soc que vai ate 27w e atinge picos de 40w com o m1 de 5watts é para rir. O m1 edita 4k a brincar e tem 20horas de bateria sempre a funcionar sem hibernar, quando a intel chegar ao pé disso que goze. Por enquanto gozar com a Apple com 5nm, AMD 7nm enquanto eles ainda estao nos 14nm++++ ninguem os leva a serio.

      • Cicrano says:

        Tens razão mas esse processador não roda Crysis.

        • Manto D'Agua says:

          Quando cresceres e usares software para trabalhar o m1 corre tudo, agora para joguinhos de putos mimados como tu intel tb n serve, amd é melhor.

          • barta says:

            Então deves trabalhar pouco, ou trabalhas com o word e excel, passa para a modelação 3D e depois diz

          • Manto D'Agua says:

            Web design, Music, video sao muito superiores no mac que no resto. Modelacao 3D o mac faz tb e melhor que intel, mais valia teres ficado caladinho.

          • Nuno T. says:

            barta, não fazia ideia que trabalhar com computadores se resume a Word, Excel e modelação 3D… Não me vais dizer que modelação 3D é o único trabalho que requer um bom computador, pois não?

          • JCFB says:

            Para de te armar em boomer. O mundo não se resume à tua bolha.
            Só porque achas que jogos são para crianças, não quer dizer que outras pessoas achem o mesmo.
            E isso do software para trabalhar depende muito,não posso falar mas certamente há varios tipos de software que não estão disponiveis para mac e que são necessarios para o trabalho de muitas pessoas.
            Sem ofensa, não sei o que fazes para trabalho mas pelo que vejo que deves ser um tipico soydev programador de linguagens de alto nível ou web e se acha superior a outros só por usar um mac para trabalho lol.

          • J says:

            Sim, experimenta correr um docker. Tenho 1 macbook pro M1 de 16GB de RAM para venda. Vou voltar para o PC + linux.

        • Nuno T. says:

          Depende do Crysis. Há pessoas a correr Crysis 3 em emulação.

      • Joao Pequeno says:

        touchscreen not available! lol

  4. Paulo says:

    O desespero é tramado…

  5. Nuno T. says:

    Engraçado que já vi pessoas a jogar Rocket League num Mac M1…

  6. Nuno T. says:

    Algo me diz que a Apple vai abandonar os processadores Intel mais cedo em muitos modelos…

  7. Luís Silva says:

    Gozar com a apple é bater em mortos.

  8. Tiago M says:

    a Intel, como não consegue dar resposta como deve ser, usa este mind game….
    lol
    os benchmarks estão a vista de todos!!!

    M1 veio destronar os intel

  9. Estefâneo Empregos says:

    Publicidade gratuita Apple.

  10. gr33nbits says:

    Intel butt hurted, esta política da Intel que tenta a todo o custo mostrar o quão boa é em “marketing”, mas depois falhar na realidade como acontece com a AMD que a Intel tanto “marketing” fez, mas depois ficou para trás e ainda bem que no caso dos CPU’s a AMD veio com os chiplets e cores/threads porque se não ainda estávamos com 4/4 e 4/8 em mainstream e quem precisasse mais cores/threads tinha que gastar milhares de euros.

    Pessoalmente acredito que isto só fica mal á Intel e acho muito bem a Apple não responder, a melhor resposta é mesmo ignorar o “marketing” que a Intel faz para mostrar o que por vezes nem é verdade.
    Eu nunca gostei de Apple pessoalmente e nunca tive telefone ou PC, mas brinquei com hackintosh e hoje em dia já acredito mais que um iPhone é muito superior, por exemplo, em termos de privacidade que qualquer Android nos PC’s para quem trabalha com som também Mac é superior até mesmo na imagem hoje nem tanto, ter um ecossistema, Apple é sem dúvida “top” o problema é o preço por isso não é para o meu bolso, qualquer dia perco a cabeça e começo pelo iPhone, o que mais custa é começar.

  11. adbu says:

    No meu caso a escolha do M1 está por enquanto excluída pela falta de suporte para o VMware fusion, e ainda por haver um número considerável de aplicações que correm em emulação.

    • Nuno T. says:

      Para boa parte das aplicações emulação no M1 não é um problema.
      Se calhar mesmo com o suporte do VMware fusion continuarás a ter problemas, pois não irá “rodar” sistemas X64.

  12. É o burro sou eu says:

    Estes são demais xD Dor de cotovelo e doença mesmo!

    Isto só mostra como o mundo anda. Em vez de se focarem em si mesmo, andam a gozar com os outros, outros estes que estão acima deles.

    Dizem que o i7 e melhor que M1, mas vamos esperar até o Mac 16’ sair a ver que Intel e melhor…

    Ai ai…

  13. Z says:

    A Apple já não precisa de cpu’s Intel nas maquinas deles então a Intel amua? ainda bem que não respondem a este tipo de publicidade, mantêm o nível.

  14. Pedro Liz says:

    Apple deixou a intel de rastos a primeira geracao, e ainda so vimos o low cost m1. Quando o m1x for apresentado em Março a intel vai dedicar se apenas a fazer piadas ja que socs deixou de saber fazer ha muito.

  15. AJ says:

    A Intel ainda está arrependida de ter recusado fazer os processador  para o iphone, “o iphone nunca vai dar em dada”

    • Manto D'Agua says:

      A intel neste momento nem de borla, AMD é muito superior em Desktops e em laptops nada bate a Apple. Até tenho pena de quem la trabalha, tem excelentes engenheiros alguns conheco pessoalmente mas simplesmente adormeceram a sombra do sucesso e agora foram arrasados. A reter algo que Apple disse ” se acham o m1 bom, esperem que ainda não viram nada”. O m1x vai simplesmente deixar tudo de boca aberta!!! Esperem e verão!

  16. Crow- says:

    Na minha empresa cancelamos a compra de vários MBP 16″ com Intel i9 e estamos a aguardar os novos modelos com Apple Silicon. Seria uma estupidez comprar Macs com processador Intel neste momento.
    Entretanto compramos vários MBP e MBA com Apple M1 e o feedback do pessoal tem sido excelente. A diferença de performance, essencialmente em apps que já correm nativamente no M1 é brutal.

  17. P*LaGrd says:

    Calma Fan Boys, parece que estão a defender um clube ou uma religião. Respirem…foi uma piada!
    Parece que ficam nervosos, se vocês respeitassem e defendessem tanto a vossa mulher como defendem marcas de tecnologias…não haveria armações na cabeça de ninguém!
    Abraço

  18. raul leal says:

    É claro que os MACs com M1 terão sempre uma performance muito melhor! são feitos medida deles!
    Aposto que devem ter montes de instruções predefinidas para so tipo que aplicações mais populares como ediçao de imagem /som/video! ja eram assim desde o Power Pc e antes etc…
    Mas so chegamos novamente aqui (CPU inhouse) porque a Apple começou a usar a Intel há anos e sem os custo de desenvolvimento fez montes de dinheiro com produtos overpriced (sim porque se agora ate o podem justificar o elevado preço devido a vantagem da otimizaçao, antes um setup Intel/Windows equivalente tinha a mesma (ou quase) performance mas por um preço muito mais simpático), e claro agora como e “rica” ja se pode dar ao luxo de desenvolver um CPU próprio extremamente otimizado! É obvio que os novos MACs vao ser muito melhores que os modelos equivalente dos mesmos MAC com Intel!

    Agora para alguém dizer que sao melhores de todos… so se lançassem uma versão para usar como a Intel e AMD atualmente no mercado de PCs, e nao era pra usar com Boards apenas deles.

    Agora ainda assim, continuam a ser péssimos produtos a nível da relação custo/beneficio. e isto inclui desde a compra à manutenção de SW e HW.

    • Nuno T. says:

      lol! a Apple ao usar os seus próprios processadores nos Mac poupa dinheiro… A Apple já tem há muitos anos uma grande equipa a desenvolver processadores ARM, de modo que já tem mais do que escala para criar processadores para Mac com menores custos do que a comprar processadores à Intel.
      Quanto às ditas optimizações, existem, mas também existe performance sem as optimizações, como já se pode constatar em máquinas virtuais a correr Windows ARM, ou na performance a correr aplicações x86 em emulação.
      Não são os melhores de todos porque nem sequer estamos a falar das máquinas topo de gama da Apple…

  19. andre says:

    cuidado com as comparações entre x86 vs arm, sao arquiteturas bem diferentes…
    A arm esta a demonstrar um desempenho muito superior em alguns testes… testes escolhidos que já tiveram otimizações, a arm nao trabalha com aleatoriedade de dados, mas a plataforma x86 faz isso, e por isso que x86-64 consegue emular arm e ao contrario nao acontece… foi uma das razoes que nos anos 90 se escolheu a X86 como plataforma de futuro.
    E normal que agora estejam aparecer marcas próprias de processadores como apple e por ai fora, pois preferem não depender das patentes da intel, amd ou ibm, estas que nao cedem e só aceitam encomendas de componentes.
    A x86 será sempre o futuro, versátil, programável, e universal, enquanto a ARM depende sempre de instruções de rotina de processamento, temos sempre que dizer ao processador o que ele tem que fazer e em que ordem, x86 ele adapta-se e processa da maneira que sabe fazendo sempre o trabalho, demorando mais ou menos, ARM nao faz simplesmente.

    • Nuno T. says:

      deve ser por isso (ironia!) que os núcleos ARM da Apple têm neste momento, de longe, o melhor Out-of-Order execution, com um enorme buffer para reordenar as instruções que foram executadas fora da ordem… Tens toda a razão só é mesmo capaz de fazer o que é dito e na ordem em que foi dito…
      Melhor nem olhar para o número de instruções que é capaz de de executar no mesmo ciclo de relógio…

  20. SANDOKAN 1513 says:

    Força Intel,mainada !! 🙂

    • Miguel A. says:

      Realmente vão precisar de força, é que antes estavam atrás só da AMD, agora já estão a ficar atrás da Apple, daqui a bocado é a Qualcomm a passares-lhe a perna. Já perderam na batalha dos Super computadores para a ARM e IBM. Está a correr bem… “força” ou “forca”?

  21. Gonçalo says:

    Noa vejo mentiras nenhumas.. A Intel esteve muito bem, tudo verdades pcs apple são limitados comprando com pcs Windows.
    Ah e tal as em vez de ecrã tatiltem a uma barra tatil.. Lolol tem uma barra tatil porque são incompetentes e ainda não tinham conseguido fazer um macos compatível com toque. O Bigsur é que deve vir alterar isso.. Possivelmente os próximos m2 já vem com ecrã tatil.. Ou se calhar não.. Vem só sem carregador e com uma barra tatil inútil.
    Relativamente às limitações são óbvias. Upgrades iimpssiveis tudonuma placa não dá para pôr mais RAM mais armazenamento.. . Ou seja compras um Mac ao fim de 3 anos está arrumado…
    Sem falar na péssima gestão de janelas, queres maximizar não maximiza, tens de andar a clicar nos cantos ou esticar aqui e ali. Maximiza como lhe apetece as vezes vai para full screen…e do minimizar e do fechar que não fecha que tens de andar a fazer command q.. Para quê? Para quê? Produtividade zero.

    • PTO says:

      Obviamente não sabes trabalhar num Mac, as tuas observações sobre as janelas e sobre a “produtividade zero” demonstram isso na perfeição.

      E como diz a expressão popular, “quem não sabe f***r até os t*****s e******m!”

      • Gonçalo says:

        Oh iluminado? Então já que és tão inteligente e produtivo, explica lá como é que se é mais produtivo não Mac do que no Windows no que se refere a gerenciar janelas, a minimizar e a fechar aplicações? Explica lá..

        • Nuno T. says:

          Lol! o teu problema é achares que para se ser produtivo tem que se gerir janelas de determinada maneira e andares preocupado com se as aplicações estão fechadas ou não. Acorda para a vida e deixa de viver frustrado quando o mundo não se comporta como pensavas que deveria ser… Estás tão preso ao teu pequeno mundo que nem te apercebes do que dizes, nem imaginas como há tanta coisa que não conheces, e tantas alternativas.
          Mas pronto, quando escreveres o currículo não digas que não consegues produzir nada quando não tens a tua almofada favorita.

          • Gonçalo says:

            Iluminado que não sabe responder, que só ingonha é não conclui nada. Quando escreveres um curriculum não engonhes, sintetiza e vai direto aos factos. Não soubeste responder porque nao é melhor que Windows ou linux nisso. Simples. Amigo eu uso tudo no meu dia dia sou informático e desenvolvo apps para ios 60% do meu trabalho, uso Apple e tenho o rectangle instalado porque é impossível trabalhar sem isso para comprar código dividodindo o ecrã.
            Uso Linux fedora, Windows e Android e devo ter mais experiência em macos que tu de certeza, porque só deves ir ao Facebook e ver abola no teu Mac se é que tens.. Porque para isso realmente é nice e podes mostrar aos amigos que tens Mac.. Mas produtivo usabilidade… O meu Deus.. Tem de se andar a instalar apps de terceiros e mesmo assim…

          • Nuno T. says:

            Gonçalo, não são eu que tenho que responder porque não sou o PTO. Tudo o que escrevi é reflexo da falta de paciência para aturar pessoas que não fazem ideia do que dizem!
            Desde quando é que não haver determinada forma de fazer coisas significa produtividade zero!!!! é ridículo. Aprende a viver em vez de ser frustrado.
            Quanto a experiência, tenho 30 anos de experiência em todos os sistemas macOS, conheço-o muito bem, muito obrigado. Tão bem que conheço, que a maioria do que faço a navegar entre janelas, pastas e documentos nem sequer requer tirar as minhas mãos do teclado. Por isso, como vês há muitas formas de trabalhar.
            Com a tua experiência já deverias ter aprendido estes pequenos factos da vida… Ou será que achas que antes de existir o split screen no Windows não se comparava código lado a lado? Ei, até te posso dizer que já fazia comparação de código e texto lado a lado com highlight automático antes disso. Mas pronto, crianças…

          • Gonçalo says:

            Precisamente, as coisas evoluírem para simplificar a vida das pessoas… Obviamente que os editores de texto também têm opção de dividir o ecrã.. A Apple tb tem opções (uma porcaria na minha opinião) , não são práticas como no Windows e Linux. Tens outras coisas melhor mas, janelas fechar e minimizar.. Não é nada funcional.. Estamos em 2021 e usam o. Mesmo dos anos 2003.. Praticamente o Windows evoluiu… É essa a diferença…

          • Nuno T. says:

            A diferença é que se queres comparar código não venhas com histórias do split screen… isso não é produtividade! Primeiro é burrice, porque há ferramentas bem melhores para comparar código que não requerem perder a minha paciência a procurar as diferenças; segundo é estupidez porque continuas sem perceber que há muitas maneiras de gerir e navegar janelas, algumas bem mais rápidas do que passar o dia a fazer split-screen e fechar janelas com o rato.
            Preocupaste tanto com o macOS não ser como o Windows que nem percebes que o problema é teu… O interface do macOS usa princípios diferentes, se não te dás ao trabalho de aprender, o problema é teu!

          • Gonçalo says:

            eu percebo os conceitos do macos e a logica implementada..
            Mas vivemos num pais democrático, E PARA MIM É UMA BOSTA A APPLE NAS COISAS QUE REFERI. Tu tens a tua opiniao eu tenho a minha, a minha é fundamentada com 10 anos de utilização, se não acho pratico, se posso usar atalhos posso, e uso muitos, mas isso nao significa que goste… é muito mais simples como no Windows que é so arrastar a a janela… por isso instalei o rectangle que simula isso e consigo ser mais produtivo.. TENHO DIREITO A TER A MINHA OPINIAO E TUA A TUA..POR ISSO…SE GOSTAS USAS, EU SOUOBRIGADO A USAR E NÃO GOSTO…SIMPLES.

          • Nuno T. says:

            Toda a gente tem direito à uma opinião, mas a partir do momento que dizes produtividade zero e vens com histórias de fechar aplicações, etc isso demonstra ignorância.
            E não, não percebes a lógica implementada, porque se percebesses não te punhas a falar de fechar janelas para fechar aplicações, ou do minimizar, etc! Se não queres viver frustrado a primeira coisa que tens que admitir para ti próprio é que estás preso a outros hábitos.

    • Miguel A. says:

      Gonçalo, o facto de não saberes trabalhar com Mac não significa que ele não faça o que tu dizes que ele não faz. “Compras um Mac ao fim de 3 anos está arrumado”, por acaso no meu trabalho estão lá 15 Mac’s de 2009 que ainda editam em Premiere atualmente. Dizes que não dá para fazer mais upgrade, escolhe um ultrabook ou um all-in-one windows e vais ver as possibilidades de upgrade (tens que comparar o que é comparavel), se comprares um Mac Pro, podes fazer upgrades. A produtividade não se mede apenas em minimizar e maximizar janelas, se não sabes, ou aprendes ou deixa para quem sabe. A verdade é que o M1 é mais rápido na mesma gama de preço, renderiza mais depressa, processa mais depressa, finaliza trabalho mais rápido, se isso para ti não é produtividade, então não sabes produzir.

  22. PTO says:

    O que a Intel ainda não percebeu é que são mercados distintos e com expectativas diferentes. Quem compra um Macbook já sabe perfeitamente ao que vai e porque fez essa escolha.

    Parece mais é que a Apple acertou em cheio com o seu M1, ao ponto de incomodar a Intel.

  23. Bruno says:

    Não tenho nenhum produto apple, mas este marketing da Intel a falar de tudo menos dos processadores parece areia para os olhos.

  24. Rafa says:

    Eu tenho um i-mac com processador intel e windows 10 🙂

  25. Daniel says:

    E a Intel esqueceu de colocar no anuncio a principal coisa que nao acontece em um Mac e num intel/ windows é muito comum. TRAVAR E DAR PAU!

    • Miguel A. says:

      Discordo totalmente e uso ambas plataformas. A meu ver o Windows 10 está muito estável (não mais que o Mac OS, mas o suficiente para confiar), depende mais das aplicações do que o sistema, já tive dissabores em Mac’s, com perda de horas de trabalho, com uso de software profissional e erros bastantes comuns e documentados à empresa criadora do software, por isso. É uma frase completamente imprecisa.

    • IKAROS says:

      Depende muito de que sistema estamos a falar.
      Tive um MacBook Pro de 2011 com High Sierra que crashava 1 x por semana..
      Troquei para um MacBook Pro de 2012 com Catalina e está super-estável há quase 1 ano.
      A instabilidade as vezes é um questão de azar, de má combinação de hardware/software.
      E sim, estes azares também acontecem em portáteis Windows o tempo todo.

  26. IKAROS says:

    Isso dos jogos (Rocket League) não percebo bem:
    Não tenho um M1, mas o M1 não corre praticamente todos os jogos de iPad dentro do Mac?
    Por essas contas, o M1 é o PC Desktop que tem mais jogos no mundo!
    😀

  27. CarlosVGonzalez says:

    O problema da Intel é grave, não só perdeu um grande cliente, a Apple, como outro grande cliente seu/parceiro, a Microsoft, está com sérios problemas a tentar fazer frente à Google. Por sua vez a Google tem maior interesse em processadores ARM, devido ao negócio Android, o sistema operativo Windows é tecnicamente mau, e é uma dor de cabeça para os engenheiros da Microsoft tentar fazer com que o ecosistem de aplicações que sustentam a Microsoft, corra em processadores ARM ao contrário do Linux, software de empresas como a AutoDesk, Adobe, Graphisoft etc. os ARM têm rácio performance /consumo energético imbatíveis em comparação aos Intel x86.. Com a Apple com processadores baseados em ARM, assim como a Google, as empresas de software irão virar_se para software para cpu baseados em ARM/RISC, já se tem notado isto mesmo num segmento impensável há uns anos atrás, nos servidores, pois o custo de electricidade tem um peso financeiro considerável. A juntar a isto a guerra comercial EUA/China/Rússia etc o processador RISC V (open source) será o fim da Intel e talvez da Microsoft. O Rei está morto, viva o Rei!

  28. Amadeu Campos says:

    CPU Mark M1 – 14947 I7 – 11338

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.