Quantcast
PplWare Mobile

Google apresentou o novo Chromebook Pixel por 999 dólares

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Euzinho says:

    Nada parecido com um MacBook Pro! XD

  2. Ruben says:

    Nao sei qual e mais ridículo, um portátil de 1000€ com 30Gb e um browser ou um portátil com um processador de 1Ghz… O meu telemóvel custou 200 e tem quad core 1Ghz…

    Queria arranjar um portátil mas não vejo nada bom

  3. Maria says:

    Macbook Pixel…

  4. Maria says:

    Todos copiam a apple, mais vale o macbook air que este chrome os que ninguem usa

  5. Maria says:

    Apple sempre na frente

  6. Ace says:

    Muito bom equipamento, mas o meu problema com ele acho que é o mesmo que será para o resto das pessoas, pagar 1000€+ por um portátil que corre ChromeOS.

  7. PPereira says:

    Apple Engineer Talks about the New 2015 Macbook – YouTube – https://www.youtube.com/watch?v=KHZ8ek-6ccc

  8. PPereira says:

    Vai ter de lutar muito para superar o EventBrite na gestão de eventos http://www.eventbrite.com/

  9. Marc says:

    Já agora o que tem este Chromebook tão de especial fora a resolução do ecrã que o torna tão caro? A versão de 2013 foi 300$ mais cara… 😮

    Muito caro para este conceito…

    • Maria says:

      alem de pelintra es estupido

    • Sérgio says:

      O mesmo que faz outros equipamentos custarem tão caros – só aqueles logos na tampa (quer seja Google, Apple, MS ou outra marca grande) valem metade do preço do equipamento. Há fanboys cegos em todos quadrantes do mercado que pagam o que for preciso só para terem um. E o facto de serem muito caros fá-los equipamentos de elites, não são os pobretanas que podem comprar equipamentos de mais de mil euros.

    • daiquiri says:

      ahah bem observado

    • Rasputin says:

      é a “religiao”… uns sao mac outros android/google.
      Mas tenho reparado que quem gosta de uma, nunca experimentou a outra marca. Ambos tem pontos fortes e fracos, mas aqui neste caso, acho que isto é tipo um “e-peen”, tipo antigamente quando os executivos sacavam do telemovel tijolao e diziam que tinham que atender, ou mesmo ter telefone no carro…

      TL;DR isto nao é nada de especial para o preço, deve servir para os ricos se pavonearem, ou é a google a usar a mesma tectica da apple.

  10. Sérgio says:

    Boas,

    No Macbook (2015), logo a Apple já não será iluminado? :/

  11. Adalberto Sousa says:

    Que software isto corre ?

  12. JJ says:

    1000$ por um browser!?…

  13. Jonathan Fitzgerald says:

    Para quem faz TUDO com Google…(email, drive, docs/sheets/slides, calendário e mapas google, photos, etc), serve e a máquina em si é interessante (embora o rácio 3:2 me pareça estranho)…mas qualquer coisinha fora da Google e puff :/

  14. Marco B. says:

    Entre isto e um o novo Macbook mais vale este pc, ao menos da para meter ubuntu, e tem processador de pc, nao de telemovel como o macbook e custa menos.

  15. Rui C says:

    Este macbook pro é interessante, não sabia que a Apple tinha lançado 2 modelos … mais do mesmo! LOL

    • Alucard says:

      Sim, mas mas vale este Macbook com Intel i5 ou i7 que aquele que anunciaram há dias com Core M a 1.1 GHz.

      • Rui C says:

        Olha que não. Lá estou vocês com a conversa das specs. Depois é o que se vê.

      • Sérgio says:

        A questão é como funcionará o Core M no OSx, e não se é bom ao mau. Pois aposto que funcionará melhor do que um i5 com windows.

        As pessoas só olham para as especificações e deixam de lado o que realmente conta, o seu funcionamento e o efeito para o qual se destinam.

        Felizmente a Apple fabrica vários modelos, cada um para o seu tipo de exigência.

        • Alucard says:

          O Mac OS X é um sistema com melhor optimização que o Windows. Aí até concordo.

          Agora o grau de optimização que precisarias de ter para por um Core M a correr melhor que um i5, sinceramente é virtualmente impossível. Então porquê um Core M? Um Atom bem optimizado fazia o trabalho. Ou um Centrino! E claro, pela primeira vez na história da informática, o Macbook anterior é em quase tudo superior ao novo modelo. Sorte de quem o comprou o ano passado, azar de quem esperou por este.

          Lamento, o software é de facto muito importante. Mas não compares uma carroça puxada cavalo, com um automóvel com motor de combustão.
          Eu sei que vocês preferem continuar a acreditar no Pai Natal em vez de admitir que a Apple está a gozar com a vossa cara.

    • lmx says:

      Rui,

      A google ja tem este modelo ha muitos anos…a diferença é que se tratava de um conceito com um numero reduzido de copias para a google apenas, possivelmente chegará ao publico agora…possivelmente…

    • jccp says:

      Esse macbook novo é uma maquina de facebook cara xD

  16. Bruno Coimbra says:

    E agora a pergunta para queijinho…..isto da pa correr Windows ???(obviamente trocando o ssd por um com mais espaço)?

  17. mike says:

    enquanto a google não apostar num so no mínimo de jeito, por exemplo como o ubuntu, acho que nunca irá vender muitos PCs. já dá para ter a experiência do Chrome os no W8.

  18. LP says:

    Vão vender muitos! 😐

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.