Quantcast
PplWare Mobile

Clive Sinclair, pai do computador ZX Spectrum morreu aos 81 anos

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. David Cordeiro says:

    Grande maquina que o homem criou… Foi o meu começo!

  2. Técnico Meo says:

    Horas depois horas de felicidade e ansiedade para que não desse ” loading tape error”. A programação em basic e nas revistas da altura também era uma aventura. Tempos fantásticos . Tudo o que era uma novidade fazia horas e horas de conversação na rua onde se juntavam quase sempre dezenas de putos a brincar na rua aqui na minha zona. E para não esquecer o famigerado “target renegade”

    • José Bacalhau says:

      “R – tape loading error”

    • Manuel Costa says:

      6 horas a passar um programa de um livro para o computador, abrir uma cassete virgem, meter no gravador e Save trabalho. 5 segundos e tá gravado. Rebobinar Verify trabalho. 5 segundos OK.
      Desligar o computador. Dia seguinte continuar. 3 dias depois, havia uma bola a saltitar pelo teclado e a fazer barulhos estranhos. 😀

  3. JP says:

    os Poke e Peek .. para quem programava (comecei com o 48k) .. saudades de correr um aplicação nossa o impacto que causava (na altura uma “BD” para arquivo de filmes 🙂 e os jogos …… fantástico

  4. R says:

    Grandes memórias, mas nem todas boas, com por vezes 40 ou mais minutos de espera para ver um jogo bloquear!!! Mas adorava os da Ocean!

  5. lopes says:

    Parece que foi ontem o meu primeiro contacto com um pc , em 1983 com um Timex Sinclair 2068, o gravador de cassetes para carregar e gravar os programas e jogos, escrever os programas em linguagem basic, bem ainda ao fim de 38 anos, ainda tenho o dito ali guardado religiosamente como no dia em que o comprei, mais tarde ainda me deram um 2048 ZX que também ainda tenho ali guardado.

    Bons tempos se passou com estas belas máquinas, é sempre bom recordar.

    • Há cada gajo says:

      O meu 2068 está a funcionar, e está guardado na caixa original.

    • Manuel Costa says:

      Já tive o 48k.
      Melhor era usar o gravador para fazer o loading do jogo, abria e parar a cassete, trocar por uma cassete de música e play. 😀

      • César Oliveira says:

        De tanto uso eu partia os botões do leitor de cassetes. O dono da loja onde comprei o ZX Spectrum arranjava-me isso e dizia-me que os botões do leitor de cassetes tinham que se tratar muito bem como se deve tratar a uma mulher. hehehehe Grande figura.

  6. Some_IT_Guy says:

    RIP Sir Clive Sinclair

    Ahh memórias do O P Q A SPACE….

    LOAD ASPAS, ASPAS ENTER (teclas J = LOAD e Symbol Shift + P = Aspas

    D BREAK – CONT repeats, 0:1

    Deixo aqui um site de jogos spectrum para jogar diretamente no browser
    http://torinak.com/qaop/games

  7. RM says:

    RIP Sir Clive Sinclair e obrigado por ter dado tanto a tantos.
    Que boas memórias e algumas saudades desses tempos.

  8. ruben says:

    LOAD “” [ENTER]
    [PLAY] (do leitor de cassetes)

  9. Paulo says:

    https://loadzx.com/
    A visitar, Museu “Load ZX Spectrum” em Cantanhede

    • JP says:

      O lugar com uma das melhores adegas cooperativas do país, com um grande museu.
      Será que tem direito ao Marquês de Marialva – edição ZX Spectrum? 🙂

  10. José Bacalhau says:

    Andei a chatear os meus pais para pagaram já não sei quantos contos pelo ZX Spectrum 48K. A jogatana era tanta (Manic Miner, Jet Set Willy, Penetrator, Knight Lore, Football Manager) que eu, os meus irmãos e os nossos amigos demos cabo do teclado num verão. Depois foi a arranjar e durou até ir para a universidade. Ainda o tenho lá em casa, completamente funcional.

  11. Vítor M. says:

    Justiça seja feita, corria o ano de 1987 ou 88, não consigo precisar, e foi quando tive contacto pela primeira vez com um computador. Sim foi um ZX Spectrum.

    Não era meu, era do meu vizinho, na altura o meu melhor amigo e passávamos tardes entre os jogos de computador, que depois de meter a cassete, dava tempo para ir lanchar 😀 , e o jogar à bola no campo da escola.

    Mais tarde, e esse foi o meu o primeiro computador, que ainda o tenho, recebi este https://bit.ly/39cNHug o meu Commodore 64. Tinha poucos jogos, em Portugal pouco havia e tinha uns cartuchos. Mas foi de facto o ZX Spectrum que me trouxe a paixão pelos computadores. 😉

  12. Louro says:

    Fuirich ann an sìth.
    Tha mi gu math cinnteach nach dìochuimhnich thu gu bràth.

  13. joão says:

    Bem… foi onde comecei a programar…

    Bons velhos tempos.
    isto marca o fim de uma era…

    Curiosidade:
    O Sinclair QL foi o primeiro computador com uma GUI baseada em janelas. “Bateu” a Apple (e a M$) em cerca de 1 mês.

    • César Oliveira says:

      Eu também. adorava-o de toda a minha alma. cheguei a fazer duas aplicações para uma empresa e múltiplas versões diferentes do mesmo jogo. Os meus primos quando iam lá a casa tinham sempre um jogo novo para jogar feito por mim. hehehe

      Eles perguntavam-me como eu fazia isso. Eu respondia-lhes: curiosidade para entender como as coisas são feitas e fazer. Eles só queriam era jogar. heheheh
      Mas eu não.

      Eu sabia aqueles comandos todos, de cor. Era incrível.

  14. Petrus says:

    Inventou também o veículo Sinclair C5, um triciclo a pedais eletricamente assistido, que não teve qualquer sucesso comercial!

  15. Antonio Santos says:

    O ZX Spectrum 48K de teclas de borracha foi o me primeiro “computador” por assim dizer, boas memorias e bons tempos!
    Foi onde aprendi alguma coisa de programação, BASIC e até Assembler.

  16. Reporter says:

    Ainda tenho o meu 128k e muitos jogos como o Pang, Outrun, Paperboy dos mais conhecidos. Havia uma editora que lançava jogos muito bons, a Ocean. Consigo reconhecer em qualquer lado onde for aqueles sons iniciais do loading do jogo! Acho que os FX sonoros do filmes do Matrix inspiraram-se nele. Afinal de contas também é um loading de um programa. Que descanse em paz e gratidão pelo seu contributo na evolução do mundo.

  17. A.F. says:

    Sir Clive Sinclair, Paz a Sua Alma.

    Já deu para perceber que poucos ou nenhuns começou por onde comecei.
    1º ZX81
    2º ZX81 + 16KB RAM Block
    3º ZX Spectrum 16K
    4º ZX Spectrum 48K
    5º Zx Spectrum 128k
    6º Etc…

    Só tenho pena de ter desfeito deles, sempre com intuído de comprar algo melhor.
    Gostava no mínimo, de ter o meu velho e saudoso ZX81, que quando o tive no primeiros meses, parecia um burro a olhar para um palácio.

    Obrigado Sir Clive Sinclair, por teres participado na minha Vida.

  18. Petrus says:

    Eu tenho o meu 48K ainda com a embalagem 🙂 Já não tenho é o leitor de cassetes em que afinava o som usando uma chave de fendas no parafuso da cabeça de leitura.

  19. César Oliveira says:

    Sir Clive Sinclair, muito obrigado, fez de mim um jovem mais feliz. Boa viagem.

  20. Alfonso Casali says:

    Great post! I loved playing games on the Sinclair ZX Spectrum!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.