PplWare Mobile

Caixa de esterilização UV pode matar o novo coronavírus


Autor: Pedro Pinto


  1. Tugatesla says:

    Ao fim deste tempo todo ainda não têm a certeza absoluta se a iluminação UVC-LED mata ou não o vírus do partido comunista chinês?

  2. Ze says:

    Atenção à banha da cobra.
    1) São precisos pelo menos 14 leds UVC para criar intensidade necessária para esterilizar.
    2) A maior parte dos produtos chineses que andam no mercado a dizer que são esterilizadores, usam leds UV comuns na zona do UVA que não fazem absolutamente do que é anunciado, mas são bons para curar “nails”.
    3) A página do produto em questão, não tem qualquer especificação técnica sobre o comprimento de onda dos Led’s utilizados

    • Ingreme says:

      Pois o que me saltou à vista foi precisamente a ausência de especificações para além das dimensões que nem referem se são úteis ou externas.
      Infelizmente à conta da pandemia e do estado de ansiedade generalizado que se criou, surgiu uma série de oportunistas sempre prontos a lucrar com a situação. Não digo que esta loja seja um deles, mas penso que para ter mais alguma credibilidade devia ser mais cuidadosa no que toca a informação essencial passada ao público.

    • Joao costa says:

      no site do fabricante tem a informação completa:
      https://hocotech.com/product/home-office/health-instruments/uv-disinfection-box-s1-pro/

      portanto, segundo o que o ze diz, o aparelho não faz nada certo? Diz ali que tem apenas 4 leds uvc

      • miguel says:

        Dá luz… o pessoal ainda acredita no pai Natal.
        Informem-se para saber a potencia de radiação de uv por cm2 que é preciso para matar a bicharada!

      • Jorge Carvalho says:

        Dosages for a 90% kill of most bacteria and viruses range from 2,000 to 8,000 μW·s/cm2. Larger parasites such as cryptosporidium require a lower dose for inactivation. As a result, the U.S. Environmental Protection Agency has accepted UV disinfection as a method for drinking water plants to obtain cryptosporidium, giardia or virus inactivation credits. For example, for a 90% reduction of cryptosporidium, a minimum dose of 2,500 μW·s/cm2 is required based on the U.S. EPA UV Guidance Manual published in 2006.[15]:1–7

  3. HB says:

    É melhor desinfectar pelo princípio da paranóia.
    Não há evidências científicas que haja contágio através de superfícies mas vamos desinfectar tudo.

    • AP says:

      O que percebi até agora é que a probabilidade de sermos infectados por alguém que ande a lamber as tampas das sanitas nos WC’s públicos é muitíssimo baixa, mas que metermos as mãos num carrinho de supermercado que centenas de pessoas já agarraram já apresenta uma probabilidade maior. Mas que mesmo assim é muito inferior à probabilidade de sermos infectados por via aérea na rua por um negacionista sem máscara e que só espera poder infectar os avós para receber ainda este ano a herança.

      Assim, por via das dúvidas: sim, lavar e ter cuidado com as mãos.

  4. João says:

    Como é que uma caixa de lixívia pode matar o virus?

  5. Ruy Acquaviva says:

    Vírus não pode ser morto porque não é um ser vivo. Ele tem suas proteínas denaturadas (i.e. tem sua estrutura espacial alterada ou desagregada, o que leva a alterações em suas propriedades e características) o que faz com que percam sua capacidade de infecção das células hospedeiras.
    Um termo mais adequado do que “matar” seria “inativar”.
    É um detalhe, mas é válido tomar cuidado para não passar conceitos biológicos incorretos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.