Quantcast
PplWare Mobile

Análise à Garmin Dash Cam 20 – O seu outro olho na estrada

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. brunobola says:

    Já faziam era um GPS com câmara por trás para ter estas features, mas também, só na Rússia é que existem burlas destas… 🙂

  2. Blasterjack says:

    1080p Upscaled? (ou baixo bitrate? ou então sensor 420 blaze it?)

    Sem duvida, boa escolha do host de vídeos para verificação da qualidade da gravação.

    • Vítor M. says:

      A ideia não era para veres a qualidade da gravação, mas sim os dados colocados no vídeo. A qualidade está descrita.

      • Blasterjack says:

        Deixa me dizer-te Vitor M isso não tem sentido nenhum, quando põem um sample é para ver a qualidade da gravação, se era para ver isso bastava um frame do vídeo e ja se via a velocidade e coordenadas…podes muito bem estar a denegrir a imagem da marca pondo vídeos assim por pôr. O que vai contra:

        “O preço, bom, o preço, segundo a Garmin, para a Garmin Dash Cam 20 custará cerca de 229 euros. Não é barato, mas a qualidade e a marca, que oferece um nível de garantias… também se paga!”

        Quem trabalha ou trabalhou com maquinas de filmar sabe muito bem que vai uma diferença enorme desde do que está escrito na caixa ao que ela realmente faz.

        O vídeo parecia 480p upscaled to 720p deve ter um sensor dos bons.

        • Vítor M. says:

          Como te disse, o exemplo foi para mostrar os dados inclusos no vídeo e não a qualidade da imagem. Daí tu fazes o juízo que quiseres e entenderes, é contigo 🙂 mas o que eu entendi ao fazer a análise está lá. Os dados sobre a qualidade da imagem estão lá. E mais, nenhum player mostra na Internet o que realmente uma “máquina de filmar” faz, até porque a reprodução em cada computador é diferente e obténs informações diferentes, deverias saber isso 😉

  3. Jorge Conceição says:

    O que me saltou à vista no clip de vídeo foi um ciclista na autoestrada.
    O Ricardo era o DDT… agora são os ciclistas.

  4. Alex says:

    Por 229€ até acho bem acessível tendo em conta a função de gravar a posição geográfica, mas será isso a prova essencial para que já possa ser admitido como prova num tribunal português? É que nós continuamos com uma lei de protecção de privacidade muito estranha e se o advogado da outra parte não aceitar o video e o juiz for na conversa, lá se vai a prova, com ou sem coordenadas de gps… Conhecedores da actual lei em vigor ajudem nesta em ‘pro bono’ por favor 🙂

  5. Miguel says:

    Isso em Portugal não é valido, nenhum tribunal aceita essas imagens.

    Nem sei se tem que notificar a CNPD (Comissão Nacional de Protecção de Dados) para poderem usar ist, senão ainda podem é ser lixados!

    http://www.cnpd.pt/bin/Duvidas/vv_outras.aspx

    • Joana Belo says:

      Bom dia.
      Também me parece ser assim! Ou seja, julgo que não são aceites imagens como prova, salvo se previamente autorizadas.
      Alguém que tenha conhecimentos sobre esta matéria poderia esclarecer?

    • alkapone says:

      Eu uso e nunca sequer tinha pensado que algo que não pusesse em causa a integridade de alguém mas salvaguarda-se os meus interesses e até de terceiros pudesse estar ferido de legalidade. Welcome to Tugalandia, realmente o país de xuxas.
      Quanto ao preço, super exagerado pelo que oferece, vejam o Transcend prodrive 200, metade do preço, com melhor qualidade (1080p)e transmissão wireless em tempo real para smartphones. Por esse preço a minha preferência iria para o BlackVue car camera Wi-Fi DR500GW-HD‎ por ser mais discreto. No meu caso uso uma soluçao bem mais barata e que faz tudo o que esse faz e por 1/3 do preço para alem de ser bem discreto e de facil desmontagem pois pudera dar jeito sair com a camera e gravar os danos ou outra coisa qualquer (Mini 0801 Car DVR Full HD1080P Ambarella A2S60)cuidado no ebay existe muitas replicas desta cam de má qualidade. my 2 cents

      • Vítor M. says:

        E as que referes têm os sensores que a Dash oferece? Não as conheço, mas tem em atenção as funcionalidades, que não as encontras em qualquer câmara, principalmente as que se referem ao sensor de gravidade. Cuidado quando compararem alhos com bugalhos.

        • alkapone says:

          Boas Vitor, tem tudo o que esta tem e mais, a transcend tem wireless para ligares um smartphone e podes ver live steam do que ela está a gravar ou clips anteriores, a blackvue tem tudo o que as duas anteriores têm e mais um sensor de movimento que serve para parking, quando alguém passa á frente do carro ela começa a gravar, esta funcionalidade requer uma bateria comprada como extra para manter a camera a funcionar com o carro desligado, o downside para algumas pessoas nesta camera poderá ser o facto de não ter ecrã, para ver live tem de ser usado um smartphone ou tablet. Já a que uso também tem sensor G e GPS,um ecra pequeno, para além disso grava em 1080p e é bem pequena e discreta com fácil desencache do suporte no carro para gravar fora do veículo.

        • alkapone says:

          Porque não passou o comentário que fiz em resposta ao seu?

    • Rui says:

      Em tribunal poderá não ser válido, no entanto julgo que algumas companhias de seguro já utilizam estes meios para apurar responsabilidades. Muitos utilizadores de motas já utilizam métodos idênticos e em grande parte dos acidentes são submetidos os vídeos.

      • Lourenço Medeiros says:

        Fiz uma reportagem sobre um câmara desse tipo há uns anos. Lembro-me que além do ficheiro de vídeo mostrava o trajeto e os dados de uma forma mais explicita. Fico com uma dúvida, quando o fiz quase chamei à câmara uma “máquina do tempo”, ou seja em caso de acidente a câmara gravava (se não me engano nos números) 15 segundos antes do movimento que provocava o seu disparo. O truque é simples, a câmara está sempre em gravação, em loop, e normalmente apaga esses dados, perante um qualquer movimento brusco guarda os últimos 15 segundos e mais alguns posteriores no cartão. Isto permite verificar mais tarde tudo o que aconteceu no 15 segundos ANTERIORES ao incidente. Fiquei sem perceber se esta câmara tem essa função… não atualizei a informação mas naquele tempo os tribunais portugueses não aceitavam estas gravações como prova. Não é que fosse ilegal, era apenas inútil em caso de litigio. O que gostava de saber é se esta câmara tem a tal função de “máquina do tempo”… Obrigado

  6. Miguel says:

    Vitor sempre acima da velocidade legal pelos lados de Santo Tirso 😀

    Quando sais do troço que liga a autoestrada se vira-ses a esquerda em direção ao centro de santo tirso tem ali uma roloute com umas bifanas boas 😀

  7. chicosoft says:

    Como é que se liga? está sempre ligada? Grava apenas quando o sensor activar?

    Existem umas que ligam quando o carro liga.

  8. Tomás S. says:

    Se fosse legal em Portugal, e pudesse usar as imagens como prova num acidente, eu seria com certeza um utilizador diário desta camera Garmin.

  9. GothicX says:

    E os testes noturnos e nas variações de luminosidade (passar por debaixo de árvores, entrar em túneis, etc.)?
    A maioria destas cameras tem problemas nestas situações.
    Teria sido interessante testarem-na nessas condições.
    Existem cameras bem mais baratas, mais discretas e com mais opções pela net.
    Parece-me que a Garmin apenas está a tentar aproveitar de um nicho de mercado, sem no entanto inovar.
    Quanto às Leis, penso que se aplicam as mesmas da captação de imagens – Lei n.º 67/98 -, onde é referido no Artigo 4º que “2 – A presente lei não se aplica ao tratamento de dados pessoais efectuado por pessoa singular no exercício de actividades exclusivamente pessoais ou domésticas.” ou seja…qualquer pessoa pode fotografar/filmar o que quiser, desde que para uso pessoal.

  10. na icollision seguimos o desenvolvimento destas câmaras há uns anos.
    Como investigadores de acidentes rodoviários sabemos a grande mais valia que estes equipamentos podem representar.

    Das muitas marcas que conhecemos, gostamos particularmente das Blackvue e das Finevu, marcas sul-coreanas.

    A tendência destes equipamentos são atualmente os sistemas duplos (frente e trás) com transmissão dos vídeos (1,2 ou 3 min) por BT para os smartphones.

    Na icollision temos uma Blackvue DR400G-HD II com sistema preventivo de esgotamento da bateria do veículo. Só temos que dar à chave e conduzir, caso não haja movimento `frente da câmara esta desliga-se voltando a ligar e gravar caso o sensor detete algum movimento e/ou o acelerómetro detecte algum impacto.
    Recomendamos este sistema aos nossos clientes que se viram envolvidos em processos judiciais relacionados com acidentes rodoviários.

    Estas câmaras não têm a tal função “máquina do tempo” pois gravam tudo. apenas quando o cartão fica cheio começam a apagar os ficheiros de acordo com a configuração da câmara, por antiguidade ou por importância dos vídeos (Normal/parque ou evento).

  11. Marcos says:

    Trabalho com a OTOSAVER que faz compressão de arquivos e são salvos em .Bin.
    Alguém conhece outra dashcam que faz o mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.