Quantcast
PplWare Mobile

Dispositivos com impressões digitais desbloqueados com 80% de sucesso

                                    
                                

Fonte: Gizchina

Autor: Marisa Pinto


  1. Filipe F. says:

    Ao ler o artigo o que eles dizem é o contrário. que foi um trabalho muito complicado e complexo para replicar uma fingerprint, dado que os moldes precisam de ser obtidos,. a partir dai é preciso ser construido com o tamanho exato nem maior nem menor e só nestas condições todas conseguem entao os 80%. Ou seja o que o estudo fez foi, tentar criar moldes da fingerprint que está autorizada no dispositivo, e com moldes, tentar desbloquear.
    Não se engane o leitor que pensa que criaram fingerprints ao acaso, meteram nos dispositivos e 80% deu. Essa ideia que este artigo transporta nao é a realidade. O teste foi replicar a fingerprint original e testar quanto um molde da fingerprint original pode ser ”aceite” no sensor de impressão digital.

    Para isto tudo acontecer, é preciso que alguem consiga obter a nossa impressão digital que já por si não é facil tal como eles relatam, depois construir o molde no tamanho certo que também não é nada facil como eles relatam, e so depois disso se consegue entao desbloquear o dispositivo com a replica da fingerprint original.

    Isto ja é algo mais que sabido e batido. É como criar um molde 3D para os FaceID. quanto mais realista ele estiver da ”cara original”, mais facil será enganar o sensor.

  2. Joao Ptt says:

    Há muito que escrevo por cá, que além da impressão digital deveria pedir um PIN/ password, para ser mais complicado alguém aceder de forma não autorizada.

  3. Paulo says:

    2000 dólar nem nos sonhos da 2800 €

  4. p correia says:

    Nunca bloqueio o telemóvel.
    wual o interesse???
    coisas de valor devem estar em papel , escondidas.
    aprendam com os mafiosos que fazem isdo mesmo.
    quem congfa no telemóvel para tudo é totó

    • Eu says:

      E se o papel ficar ilegível com o passar do tempo ou simplesmente arder?! 🙂
      Será mais fácil guardar na cloud, replicado em vários locais, e encriptado, certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.