Quantcast
PplWare Mobile

Foram usadas 700.000 placas gráficas na mineração de criptomoedas no 1º trimestre

                                    
                                

Fonte: JPR

Autor: Marisa Pinto


  1. jota says:

    Eu já não digo que os bancos centrais já deviam ter acabado com esta palhaçada, mas como é possível os governos deixarem isto acontecer?

    • RPG says:

      jota jota… que idiota.

    • Rrrr says:

      Se o jota quiser explicar porquê…

    • ze says:

      Concordo Jota, estas criptomoedas são uma aberração, e mais andamos a poluir o planeta com tanto gasto de energia para mineração (carga maxima 24/24hr) e recursos para fabricar estas placas só para encriptar a porcaria destas moedas. Isso é burrice ambiental, essas criptomoedas são um crime ambiental. Já temos o dinheiro virtual no banco ou em papel ,pra que esta treta?

      • João says:

        Concordo. É um absurdo. É como imprimir dinheiro em casa. Não entendo como os governos deixam isto acontecer. E gera um gasto de energia e recursos minerais (e lembremos-nos que os semicondutores não são nem completamente, nem facilmente reciclados. O preço mínimo da energia será imposto pela mineração se assim continuar, pois é um buraco negro, um poço sem fundo.

      • iMF says:

        Espera lá o sistema bancário, com todo o custo ambiental dos milhares de milhões de escritórios, mais o data centers, e tudo o resto inerentes ao serviço, como carros, etc.
        Também não poluem???
        Nada é de borla

        O exemplo de imprimir dinheiro em casa é só ridículo.
        Quem anda a minar criptomoedas não está a imprimir dinheiro, está a pretar um serviço remunerado.

        É o mesmo que tu estivesses a usar o teu PC para ajudar a caixa geral de depósitos nas transações. Tens de ser pago

      • JR says:

        Espera até descobrires os valores gastos a nivel ambiental que só a impressão de qualquer moeda provoca…
        Não estamos, de certeza, com os problemas ambientais que temos devido a isto. Especialmente que neste momento já existem mais lugares de mineração a utilizar energia renovavel que não renovavel
        Não sejam hipocritas nem tentem usar essa da “poluição” quando não se preocupam de todo com a mesma quando é para imprimir toneladas de notas diariamente para encher buracos! Porque reclamam das cryptomoedas não terem valor algum, mas neste momento já 40% do dinheiro do mundo não possui devido à divida mundial!

      • O pirata says:

        Parti-me a rir com o “(carga maxima 24/24hr)”

        Bora Zé só com essa afirmação dá para ver que percebes da coisa

        • ze says:

          Quem é o idiota das criptomoedas que iria comprar 20 GPU Nvidia/Radeon custando 700 euros cada pra deixa-las ligadas 24 hr por dia e limitar o processamento em 10% ? , é obvio que metem isto na carga máxima 100%, por isto é se vê por ai gráficas todas queimadas e derretidas. Vc deve se achar o máximo e acha que os outros não sabem nada, ou anda pra só disparando postas de pescada

    • Miguel says:

      Não tem dinheiro, não tem vicios.

    • oiiiii says:

      estás mais preocupado com coisas que na realidade nem afetam a tua vida do que com o desgoverno que temos

  2. Samuel MG says:

    700 mil gráficas!! Quantas destas foram compradas com dinheiro sujo?

  3. SANDOKAN 1513 says:

    Ou as autoridades a nível mundial têm mão nisto ou não sei onde é que isto vai parar… 😐

  4. ervilhoid says:

    mas 700 mil gráficas é assim tanto?

    e quantas há só neste momento para malta a jogar?nem digo aquelas que estão desligadas neste momento.. é chamar o governo porque eu não quero saber de jogos para nada

  5. João Silva says:

    Acho que muita gente ainda não percebeu o potencial do bitcoin e o porquê de ser benéfico para a sociedade. Vejo alguns comentários a pedirem que os governos e bancos centrais ponham mão nisto, o que a meu ver é surpreendente (pelo lado estúpido, sem ofensa)
    Bancos centrais com aval dos governos têm imprimido rios de dinheiro o que levanta imensos problemas. Os euros que têm em carteira perdem valor e a diferença de ricos para pobres aumenta, isto porque os ricos detêm activos que por norma acompanham a inflação. Já o pobres que nada detêm ficam ainda mais pobres. E nem falemos no efeito Cantillon! Os primeiros sinais de inflação começam aparecer e o futuro não agoira nada de bom para quem tem menos recursos. Com bitcoin a oferta monetária é limitada e o poder de compra aumenta ao longo do tempo.
    Em relação ao meio ambiente julgo haver alguma hipocrisia. Nem quero imaginar a quantidade de energia que é usada todos os dias a nível global para jogar videogames. E o que trazem de útil os videogames para a sociedade?! Já o bitcoin traz a possibilidade de um novo sistema monetário mais justo que não depende das autoridades, mas sim nas leis da matemática.
    A mineração consome montes de energia “suja”, é verdade, mas com o tempo o uso de energia “limpa” vai aumentar. É uma tendência que se tem vindo a verificar nos últimos tempos e assim continuará, tendo acelerado imenso no último ano.

    • Miguel says:

      Bitcoins é bom para para não pagar impostos.
      Sem impostos não há estado social.
      E depois quem trabalha se vamos todos minerar? Os fabricantes de hardware?

      • João Silva says:

        Euros e dólares também são óptimos para não pagar impostos. Acontece todos os dias aos milhares de milhões. Com bitcoin os estados seriam mais honestos. Não haveria impressão de dinheiro para financiar programas deficitários e nem desvalorização do dinheiro dos contribuintes. Seriam incentivados a fazer a melhor gestão possível do dinheiro. E não, não vamos todos minerar. A vida continua e oferta de todos os tipos de bens e serviços continuarão a existir.

  6. wtvlol says:

    Mal empregadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.