Quantcast
PplWare Mobile

Vacinas reduzem risco de hospitalização ou morte, revela Estudo

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. David Guerreiro says:

    Pois, se não evitassem, nem faria muito sentido administrar

  2. Miguel says:

    Poderiam meter um link para a publicação do estudo original? Porque não consigo encontrar em lado algum.

    • John says:

      Existe um relacionado. E não ajuda…
      “Immunization with SARS coronavirus vaccines leads to pulmonary immunopathology on challenge with the SARS virus “

  3. A.F. says:

    Não vale a pena estar a bater no ceguinho, ele nunca vai ver.
    “Ilhas Seychelles: o que pode ter causado o aumento de casos de Covid-19 no país mais vacinado do mundo.”
    https://www.youtube.com/watch?v=FaUEHExL47U (minuto3:00)

    • Cláudio Andrade says:

      Porque não dás o exemplo de Israel? É vais buscar uma ilha que usou vacinas com ape as 50% de eficácia?

      As vacinas previnem o pior.. Se tiveres vacinado apanhares covid e ficares constipado sempre é melhor que ir ficar ligado a um ventilador

    • Há Cada Gajo says:

      A sério que queres dar o exemplo das Seychelles com um video de noticias do Brasil …???

    • Ola says:

      Devias estudar um pouco mais o assunto.

    • A.F. says:

      O que eu gostava mesmo é que todos os portugueses pensassem da seguinte maneira:
      -Ver vídeo a partir do minuto 2:55 até 4:05.

      Eu não sou contra nem a favor da vacina, sou contra a ignorância do ser Humano.

      • scp says:

        Se for como no Brasil, a enfermeira apenas simula que injeta o líquido após espetar a agulha no braço.
        E mesmo que isso não aconteça nas Seychelles, as vacinas deles não são as mesmas que as usadas na EU e EUA. Lá eles usam a vacina da China Sinopharm e uma versão da AstraZeneca (Covishield) produzida na Índia.

        Lendo as notícias sobre o assunto, podemos ver os dados:
        “Of all the positive cases, the health ministry said 63% had either not been vaccinated or had only received one dose of SinoPharm or Covishield, but 37% of the new infections were in people who had received both doses.”

        Traduzindo, os novos casos positivos são de 63% que não tomaram a vacina ou apenas uma dose e 37% dos que tomaram as duas doses de entre aqueles tipos de vacinas.

        De modo geral, estas vacinas (não estou a falar da pfizer e modena que usam tecnologia diferente das outras todas), não garantem que não apanhes o coronavírus, apenas ajudam a que não tenhas sintomas ou tendo sintomas não vás parar ao hospital. O que já em si é uma boa ajuda para os mais velhos.

  4. Zé Fonseca A. says:

    Venham as vacinas que é para o covid se espalhar a toda a população mundial e passarmos a ter um vírus endémico como o da gripe. Depois logo se vê o que novas estirpes disseminadas em todo o mundo nos trazem.

  5. André silva says:

    Eu acho que as doenças são mito. Não é mais que um conluio do gestor do sistema e de pieguice do ser humano.

  6. João says:

    Vale apena verificar… os dados oficiais que ficam por dizer…

    – EMA, Na caracteristicas das vacinas temos.. Exemplo AstraZeneca: Tal como acontece com todas as vacinas, vacinação com Vaxzevria pode não proteger todos os destinatários da vacina.
    – EudraVigilance – Mais de 10570 mortes e 405259 reações adversas, após vacinação
    – YellowCard – Documento de Reações adversas da AZ é de 99 páginas, Pfizer 78. Ter em conta que cegueira, perda de audição entre outros encontra-se incluída. Considerar o sofrimento que qualquer pessoa que possa ter .
    – VAERS – Apesar do número de relatos ser muito baixo, em pouco tempo já ultrapassou as 4000 mortes relacionadas com a vacina. Ver as descrições e sofrimentos dos utentes. OPENVAERS
    – Vírus derivado de vacina (cVD) – Exemplo: “notificou a OMS sobre a detecção de um poliovírus derivado de vacina tipo 2 circulante (cVDPV2) no país”. Só isto, mostra que transmite doença.
    – OMS – O algoritmo diz que para testar a COVID-19 deve ser efetuado em segundo lugar, sendo primeiro efetuado o teste ao Influenza.
    – OMS, valores pandêmicos de Influenza, desde 2018 até 2020, onde desapareceu com a chegada do C19. FluMart, report número 10
    – OMS + Pfizer + União Europeia – Global Vaccination Summit
    – OMS – Uma ameaça declarada em 2019, foi a hesitação das vacinas, que necessitava de ser combatida.

    Entre outras informações, que se pesquisarem, vão encontrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.