Quantcast
PplWare Mobile

Universidade de Aveiro abre Licenciatura em Engenharia Aeroespacial

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Pedro Silva says:

    Se vão abrir uma licenciatura também deviam abrir um mestrado, né? Só a licenciatura nisso serve para quê?

    • Darkny says:

      Abrirão o mestrado quando esta primeira vaga de alunos estiver pronta para o cursar….

    • João C. says:

      Até parece que o mestrado traz muito valor, pelo menos nas duas engenharias que melhor tenho conhecimento Electrotécnica e Informática não existe qualquer vantagem em ter mestrado.
      Na área de software então nem vale a pena falar.

      • Darkny says:

        Tenho que discordar em engenharia electrónica, temos cadeiras muito importantes é um primeiro contacto com empresas extremamente importantes. Também é quando começamos a aplicar a grande maioria dos conhecimentos que obtivemos previamente.

      • Luís says:

        Resumindo sim, eu já trabalhei com muito pessoal que sai do mestrado e licenciatura e é praticamente a mesma coisa, existe pessoal que nem uma linha de código sabe fazer, fico a pensar que raio andam eles a fazer nos mestrados

        • Zé Fonseca A. says:

          Alguns andam a estudar e aprendem a teoria, chegam ao mercado de trabalho e são uns nabos.
          O meu curso fiz enquanto trabalhava na area, não meti os pés em aula nenhuma, limitava-me a fazer os exames.

        • ToFerreira says:

          Num curso técnico aprendes a fazer linhas de código sem saber bem o que está por trás, na universidade, aprendes a teoria que te vai permitir ganhar prática quando começares a trabalhar. É mais importante saber escrever linhas de código quando começas a trabalhar e mais tarde mudares para uma linguagem nova, ou outra situação nova qualquer e já não saberes o que fazer, precisares que te ensinem a escrever de novo linhas de código, ou saberes a teoria toda por trás que te permitirá escrever código em qualquer linguagem e em qualquer situação?
          A teoria é no curso, a prática é com a experiência.

          • Zé Fonseca A. says:

            O problema é que a teoria que aprendem é chapa 5, não aprendem a pensar, não vale de nada teres teoria se não a sabes aplicar, esse é o grande problema.
            Os bons cursos técnicos colmatam essa falha (não sei onde foste tirar que um curso técnico não ensina teoria), e um bom curso universitário também colmata a falha do hands-on e de aprender a funcionar, pena é que isso não exista em Portugal.

      • Anónimo says:

        Bom, se só quiseres ir trabalhar sabendo matemáticas e físicas, e uma gota de Electrónica, Automação, Telecomunicações e Instalações Eléctricas, faz favor de assim o fazer. Mais um troll à solta.

    • Zé Fonseca A. says:

      A não ser para consideração académica os mestrados não servem para nada, mais 1 ou 2 anos de propinas só isso.

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Ui,só a média para entrar neste curso vai ser pra aí de 19 valores.Não me admirava muito. 😐

  3. Luisão says:

    Licenciar alunos com o dinheiro do Estado português, para irem depois trabalhar para o estrangeiro. Engenharia Aeroespacial em Portugal aonde? Na cortiça ou no turismo?

    • Zé Fonseca A. says:

      Tens de te informar, tens muitas empresas que produzem peças para construtores de aviação, também a TAP e SATA têm equipas altamente especializadas e que muitas vezes têm de ir buscar a cursos de engenharia mecanica, também tens outras empresas que fazem manutenções de pequenas aeronaves e helicopteros.

    • just_saying says:

      Sim! Não vamos formar mais enfermeiros,nem médicos, senão vão para o estrageiros. Nem mais engenheiros civil, nem engenheiros de software… Olhao melhor mesmo fechar as universidades e não formar mais ninguém com dinheiro do Estado Português”. Porque muitos deles vão para o estrangeiro. O bom mesmo é sermos dos países europeus com mais gente sem o ensino secundário, com maior iliteracia digital, com menor produtividade e dos salários minimos mais baixo. Isso sim, é que é bom!

    • Oiiiii says:

      Pagam o mesmo por cá para cá ficarem e não irem embora?

    • darksantacruz says:

      É uma grande verdade mesmo noutras áreas tais como medicina, enfermagem, engenharias, etc.. Portugal hoje em dia forma para exportar. Novamente a culpa é do estado por não criar as condições ideais a empresas para fomentar o trabalho.

  4. Estefâneo Empregos says:

    Top!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.