Toneladas de fezes de alpinistas do Evereste vão gerar biogás


Destaques PPLWARE

13 Respostas

  1. Jose Vasquez says:

    I’ m sorry what hav done whith yor people, asck help for UN António Guterres or Green Peace.

  2. pedro says:

    cambada de cagões …..

  3. Hugo Gomes says:

    Entao e o resto do lixo que ta la vai la ficar?

  4. George Orwell says:

    O topo do monte Evereste não é o ponto mais alto do mundo.
    Tal qualidade pertence ao Chimborazo que se ergue no Equador, país sul americano

    É que sendo a Terra esférica, e uma esfera não perfeita, naturalmente que os pontos ao unidos pela latitude equatorial, 0º, estão em regra mais elevados que os pontos unidos pelos paralelos a norte ou a sul do Equador.

    Ora, a montanha do Chimborazo próxima da linha equatorial tem a altitude suficiente para o seu cume ser o ponto mais elevado do planeta, dizendo por outras palavras, o ponto onde um humano à superfície da Terra pode estar mais próximo de outro qualquer planeta, batendo pois o Evereste.
    Mais detalhe em:

    http://www.independent.co.uk/news/science/mount-everest-isn-t-actually-the-tallest-mountain-ecuador-s-chimborazo-beats-it-a7034656.html

    Quanto às fezes e biogás, sem dúvida que é uma localização muito bem escolhida. Só de enxergar o hercúleo desafio e perigos necessários para chegar ao topo faz borrar e soltar gazes a qualquer um, ainda que fique só pela “base one”.

    • Vítor M. says:

      But Everest still wins on the traditional metrics: it’s nearly 9,000m above sea level, thousands more than any of its closest rivals.

    • Nuno says:

      O Chimborazo é o ponto do nosso planeta que se encontra mais afastado do centro do nosso planeta, no entanto não é o mais alto. A altura de algo é medido em relação ao nível do mar. Da mesma maneira que a fossa das Marianas é o ponto mais profundo do nosso planeta e não o Litke Deep, embora o último se encontre mais próximo do centro.

  5. Lou says:

    Casas de banho no Eevrest, já!

  6. Joel Carneiro says:

    Acabei de perder toda a consideração pelos alpinistas. então vão escalar e deixam as latas e o lixo todo pelo caminho? Custava assim tanto não poluir uma vez na vida???? Ainda dizem que as pessoas têm mais consciência ecológica…

    • António Fagundes says:

      O problema é de quem organiza as expedições e de quem vai lá sem ser sequer em expedição.
      Aquilo há mais de 15 anos que se tornou uma peregrinação, são tantos “alpinistas de fim-de-semana” a fazer alpinismo com botija, que só podia dar nisto.
      Largam tudo o que faz peso pelo caminho, faz parte, senão morreriam muitos mais pois não têm forma física suficiente, os sherpas (carregadores) também são uns grandes porcos, sem qualquer cuidado pelo seu próprio país.
      Acho muito bem feito, e só tenho pena do pessoal com botija morrer tão pouco face a quem sobe sem botija.
      Controlem o numero de expedições e certifiquem os guias e fiscalizem e acabem com os grupos que fazem expedições a 30k, quando os bons levam 100k..

      • Joaquim says:

        Não é muito por aí.
        Quem vai ao Evereste por 30k é pessoal duro que está habituado e respeita a montanha. Esses estão habituados a poucos recursos na montanha e não têm o impacto que os turistas têm.
        Não é o pessoal que vai para lá de férias e tem todos os luxos: tendas luxuosas que mais parecem hotéis, spas, cozinhas industriais, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.