Quantcast
PplWare Mobile

Terra sofreu uma alteração perturbadora que afetou o seu delicado equilíbrio energético

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. AlexS says:

    Haha.
    Como raio no passado recente(500 anos etc) o clima mudou?

  2. sergio says:

    chama-se Meio Ambiente porque já f**demos metade.

    A nossa geração vai ter que penar muito, secas extremas, tempestades fortíssimas de inverno (extremos climáticos) etc.

    • M says:

      LOL

      Muito bem visto Sérgio! Não volto a olhar para o Meio Ambiente da mesma forma!

      • AlexS says:

        “A nossa geração vai ter que penar muito, secas extremas, tempestades fortíssimas de inverno (extremos climáticos) etc.”

        Tchii, nada disso aconteceu antes…

        Se isto acontecesse hoje os cientistas estariam a dizer que era por causa dos malvados humanos capitalistas
        https://en.wikipedia.org/wiki/Saint_Marcellus's_flood

        Mostra bem a qualidade da ciência climatica em que estamos metidos…

        • Nuno V says:

          Primeiro, já tivemos tempestades piores. Segundo, tens algum tipo de formação em ciência climática para criticares a sua qualidade, ou será que estás no pico da confiança devido ao efeito de Dunning Kruger?

          • João says:

            eu coloco todas as fichas no dunning kruger, ainda para mais com um link da wikipedia e agravado com a frase “você confunde cientistas com saber”, enquanto ele tenta convencer-me de uma sabedoria que só ele sabe e nós somos os que estamos a dormir na matrix dopados por cientistas que nada sabem… Os cientistas são apenas uns loucos que inventam verdades e tentam convencer os outros das mesmas (ups, teóricos da conspiração e cientistas são iguais, arrogantes a tentar manipular o mundo para a sua verdade?). Longínqua está a era do “provar para crer”, agora é “fazer crer para aumentar a audiência”

        • PeterJust says:

          Sempre aconteceram fenómenos climáticos extremos, secas, tempestades, tornados, etc o que está provado cientificamente, com registos climáticos espalhados por todo o mundo e de muitos anos, é que esses fenómenos são cada vez mais extremos e frequentes e basta ver o telejornal para ter uma ideia disso. Isto não é 1 cientista com uma folha, são milhares de cientistas de todo o mundo com milhões de provas, claro que há sempre quem ponha em causa, sem qualquer prova evidente, o que milhares de pessoas que estudaram décadas, publicaram e foi escrutinado, mas para ser burro nem é preciso sequer estudar.

          • helder says:

            Sim, tens razão peter,nada disto existe, e a falta de floresta no mundo com a imensa poluição de nada negativo vai trazer às alterações climáticos,e digo mais peter,,, ainda bem que existe pessoas como você que sabem a verdade absoluta que a rainha de inglaterra é um mito e que afinal peter pan e tinker bell existem na pura realidade de uma verdade que nos foi escondida.ainda bem que a ignorância é uma ideologia nos dias de hoje. Eu gostava que pessoas como você viesse às escolas ensinar as crianças em como os fossil fuels e as suas refinarias são um produto ecológico.existe em portugal um oculos com lentes de cortiça que te posso oferecer.

          • Elsa Romano says:

            O que está acontecer agora é extremo? A criação de montanhas, a Europa debaixo de gelo, um ano em que nem sequer existiu verão…. realmente agora é extremo. Basta pensar que o Mediterrâneo já foi um lago e o Sahara foi uma floresta para pensar que agora é que estamos lixados….

  3. António Mendes says:

    Cada vez pior… Nada de positivo, apenas mais e mais problemas… É o princípio do fim…

  4. ElectrorelvaS says:

    Ok o planeta vai virar Mad Max…

  5. Secadegas says:

    As alterações climáticas em grande parte apenas afectam os HUMANOS, pois como espécie animal só temos a vantagem de poder pensar e as mãos como a parte que tornou isso possível. Foi uma boa viagem, mas como tudo, o nosso ciclo no Planeta está a acabar…

    • AlexS says:

      “…o nosso ciclo no Planeta está a acabar…”

      Conclusão baseada em quê?

      • AlexX says:

        História, observações e experiência? Porque achas que americanos e russos gastaram fortunas construíndo abrigos subterrâneos? Alguns estão construíndo bunkers privados. Não quer dizer que todos que para lá fujam sobrevivam mas sobra sempre alguém e tudo recomeça. Prevejo que daqui por 10 anos a vida à superfície seja impossível e talvez tenham que permanecer no subterrâneo durante muitos anos. Afeganistão, Irão, Iraque e Turquia são países com um total de mais de duas centenas de vilas subterrâneas, só na Turquia já foram descobertas mais de 60 pelos arqueólogos. É para onde vão quando tem que ser e não tem nada a ver com guerras. Nós temos a Serra dos Candeeiros. Já aconteceu muitas vezes, e há muito que andam a preparar as pessoas que voltará a acontecer. Depois voltamos para reconstruir e esse é no que me toca maior mistério que a cosmogonia em si, é que raio ou quem raio nos mantém aprisionados nesta dimensão?

        • Nuno V says:

          O mistério que mencionaste da cosmogonia, simplesmente não o é, porque nem sequer é uma consideração neste campo científico.

          Quando passados 10 anos, nada daquilo que tu prevês acontecer, vens para aqui admitir que estavas errado, ou, como os restantes teóricos da conspiração, puxas a data do juízo final para o futuro? Eu digo qual é a minha previsão, vais seguir a segunda opção em vez da primeira.

          • AlexX says:

            Claro que não é uma consideração nem sequer existem quaisquer mistérios no tabuleiro científico, só certezas e raras vezes te vão dizer que têm dúvidas. Queres uma explicação e eles dão-ta, se estiver errada dão-te outra e assim sucessivamente até que esqueças, não é esse o método? Autoridade sendo verdade ao invés de verdade sendo autoridade, depois os outros fora da laia é que são os teóricos da conspiração quando põem esse tipo de vigarice em causa, já viste a ironia? Claro que não.
            E isso de teóricos da conspiração já é trauma new age. Ouviram o termo algures e “papagueiam-no” por todos os cantos sem querer saber quem na verdade conspirou. No entanto ninguém é capaz de dizer quem até há 10 anos apontava Nostradamus e outros “profetas” antigos como sendo teóricos da conspiração. A Bíblia que deve mencionar em mais que um versículo os ciclos da Terra e como se comporta a sociedade antes do fim, também não vejo ninguém apontar como livro de conspirações. De New Age bullshit e papagaios que não pensam e só repetem, foi o mundo repentinamente invadido, estão por todo o lado.
            Nem me viste puxar data alguma, mas já que queres saber data, aponta aí 15 Maio 2040. Mais, no texto é descrito como havendo um equilíbrio do ciclo energético até 1750. Como TPC, vai procurar saber o que aconteceu em 1764 e afectou povos em 4 continentes. Eu nem acredito em datas mas tirei essas da cartola, exactamente da mesma forma que um Gregório tirou o ano de 2022 em que acreditas estares, enquanto as demais duas dezenas de calendários diferentes e mais antigos, entre outras 4 ou 5 dezenas devem ser mentiras que o teu preconceito rejeita. Porque tu sabes em que ano estás, não é verdade? Eu nem sei em que ano estou. Basicamente e para o tema em discussão, só sei como sinto o sol sobre a pele e como sentia há 5, 10, 15…anos atrás. Sei pouco. Vais dizer que são UV, noé? Isso e gambuzinos fritos. Quando estou errado em nada me incomoda assumi-lo, vamos aguardar se daqui por 10 anos ainda é possível vir aqui ou se electricidade tal como a conheces já não flui por cabos e tenhamos todos que usar lamparinas de azeite e enviar sinais de fumo em Morse, vale? 😛

          • Nuno V says:

            Estou a ver que possuis problemas cognitivos graves. Em parte alguma disse que não existiam lacunas no nosso conhecimento e que a ciência não tinha mais nada para descobrir. Isto não significa que temos que dar crédito a qualquer ignorante que, sem qualquer conhecimento na área, afirma uma baboseira com convicção absoluta, sem qualquer prova que a sustente.

            Sim pois, o que tu queres são declarações de verdade absoluta. Lamento mas nunca terás tal por parte da ciência. Bem como não existe uma autoridade na ciência, deves de estar a confundir esta com a religião.

            A bíblia está errada em quase tudo que menciona sobre o mundo. O mesmo se diz das profecias de Nostradamus que nenhuma se realizaram. Por isso é que têm que ser interpretadas de uma certa forma para vagamente parecer descrever este ou aquele evento. Porque será que as pessoas que fazem profecias são extremamente vagos, se realmente viram o futuro, podiam descrever este sem qualquer ambiguidade, mas claro que isso os iria desmascarar como sendo uns charlatães?

            Não te vi a puxar nenhuma data? O que é isto então? “Prevejo que daqui por 10 anos a vida à superfície seja impossível e talvez tenham que permanecer no subterrâneo durante muitos anos.” E já agora, 10 anos equivale a 18 anos? Ao menos admites que tiraste esta da cartola, ou seja, não é mais que uma invenção de tua parte.

            Lamento, mas não vou estar a perder tempo sobre o quer que tenha acontecido em 1764. Se queres que te leve a sério, diz, sem rodeios a que te referes.

            E esta conversa do calendário é simplesmente idiótico. A duração do período orbital da Terra, a duração do período rotacional sinódico da Terra, a duração do período orbital sinódico da Lua são as únicas coisas baseados em factos num calendário. Quando ocorreu o ano zero ou primeiro dia do ano,… são construções humanas, muitas vezes com implicações religiosas. No entanto, daqui a 10 anos será sempre daqui a 10 anos, mesmo que exista uma mudança radical do calendário em uso. Portanto quando dizes que sabes em que ano estás significa que não sabes do que falas.

            Veremos se daqui a 10 anos admites que estás errado.

          • AlexX says:

            Sempre o mesmo “velhinho” Nuno, deturpas e distorces propositadamente o que escrevo para que depois encaixe ao gosto do teu parlapiê barato académico 😀
            Não posso chamar ao que escreveste desonestidade intelectual na medida que de intelectual tem zero. À esquerda. Na Internet pode até ser aceitável, na comunicação social é um requisito, na vida laboral é por vezes recurso necessário, na vida social pode passar até um dia, mas não queiras levar essa desonestidade para casa. A não ser que já a tenhas levado…
            Podia simplesmente sossegar o meu caso, mas vá, se te faz rir entretenho-te um pouco mais. A intenção é só em passar a mensagem e essa nem é para ti, tu és apenas o meio usado para a fazer passar. Já uma vez te disse que o teu inimigo não sou eu, desde o primeiro diálogo apenas tentei que visses as coisas por outro lado mas nem chegas lá nem queres chegar, e isso está uma vez mais demonstrado ao alegares “perda de tempo” procurar saber o que aconteceu e mudou o mundo em 1764. E são muitos os cronologistas que escreveram acerca disso e muitos mais acontecimentos bem registados e documentados ao longo do último milénio. Abençoado sejas 😀
            Pois é verdade e tens razão, também não reconheço qualquer autoridade ou sequer dou credibilidade a vários ramos daquilo que chamas ciência, um deles aquele em que te doutoraste. Mas adoro ficção científica, e isso pelo menos sabem eles bem fazer, bem hajam. Mas infelizmente o povo não pensa assim e sempre que ouvem a palavra “ciência” na comunicação social ficam todos molhadinhos e com espirais em rotação nos olhos. Pobres coitados que mais lhes valia acreditarem em unicórnios patinando no gelo e cavalos marinhos dançando sapateado.
            Se não sabes como é transmitida uma verdade, não te posso ensinar aqui. Só te posso dizer que uma verdade não pode ser servida de bandeja. Para isso servem-te com mentiras. É a ti e cada um a quem competia extrapolar a verdade por entre a mentira. Mas como ficaram felizes com aquilo que lhes foi servido….abençoados sejam. Sabes o que dizem ser uma bênção, certo?
            Desde quando um ano é uma data? Eu sei lá se é 2040 ou 2024. Só sei que está eminente, isso sente-se meu caro. Fica descansado que o mundo não vai acabar, vai apenas ser o fim de como o conheces, é diferente. Não conheces essa música dos REM? Não gostas de música? Qual achas tu que foi a mensagem que Madonna quis transmitir quando foi cantar o tema Future ao festival há 3 anos? Achas que as letras de autores mundialmente promovidos são fruto duma qualquer inspiração a meio da noite ou enquanto arreiam o calhau? Se achas isso pensa melhor, mas não tenhas um BSD 😀
            Onde disse que sabia em que ano estava? Valha-nos santa gracia hilaria…
            Os meteorologistas e climatologistas têm tanta tecnologia que já não conseguem nem prever que tempo vai estar amanhã. Geologistas? Quais? Aqueles que te dizem que o centro da terra é matéria incandescente ou em ebulição? Onde entra o Júlio Verne nessa fábula contada?
            Onde falei em fósseis? Balha-nos santo basaltino! Animais sob o gelo que estavam comendo. No Alaska e Sibéria. Nunca viste um camarão congelado? É parecido, só que esteve ~200 anos sob o gelo. Mas kais fósseis…
            O grande Dilúvio de há cerca de 4200 anos também foram zonas localizadas, não abrangeu o mundo inteiro. Nunca presenciaste um eclipse total do alto dum monte ou montanha? Vês a noite chegar, fica um breu até que vês o dia chegar novamente. Um heat burst é algo semelhante, chega está uns minutos até que passa. E um hiper mega giga tera heat burst será igual mas noutra escala, no entanto é igualmente localizado. Mas por onde passar tudo entra em combustão espontânea, ou derrete. Também pode provocar petrificação. Alguma vez usaste uma lupa ao sol e concentraste o feixe numa folha de papel que depois ardeu? Se afastares ou aproximares a lupa do papel vês o feixe de luz que incide no papel ficar maior ou menor, e quando é menor é quando concentra mais a radiação, concordas? Acena com a cabeça e diz que sim. O que vais testemunhar é parecido. O feixe de radiação que passa por nós tem vindo a concentrar de ano para ano. O exemplo da lupa foi o exemplo fantasioso. O exemplo realista é: tens ou alguma vez viste uma bola de plasma? Aqueles raios de plasma giros movendo no interior entre o “firmamento” e aquela bolinha fôfa no meio? Agora imagina essa bolinha fôfa como sendo a Terra e aqueles raios de plasma movendo lentamente pela sua superfície… 😀 Sossega que não vai passar raio nenhum que te parta por cima, nem será global. Mas se passar, fecha os olhos ;-p

          • Nuno V says:

            Acusas-me de deturpar e distorcer propositadamente as tuas palavras. No entanto afirmas tal sem sequer dar indicação onde o fiz, da mesma forma quando eu te chamei a atenção quando tu deturpaste o que eu disse. Regra geral isto é sinal de desespero, de quem não têm qualquer argumento e inventa ataques como distração.

            Tu, no entanto deturpaste o que eu disse. Em parte alguma disse que “um ano é uma data”, disse sim, e cito, “Quando ocorreu o ano zero ou primeiro dia do ano,… são construções humanas” … “No entanto, daqui a 10 anos será sempre daqui a 10 anos, mesmo que exista uma mudança radical do calendário em uso.”

            Bem como esta afirmação “Onde disse que sabia em que ano estava?” é uma mentira, pois nunca disse que sabias. Tal como afirmei em cima o ponto no tempo em que decidimos que é o ano zero é totalmente arbitrário, escolhido por nós sem qualquer fundamento na ciência. A maioria das pessoas usa o mesmo método por conveniência, para não teres que estar constantemente a converter entre calendários diferentes.

            “Os meteorologistas e climatologistas têm tanta tecnologia que já não conseguem nem prever que tempo vai estar amanhã.” Tens a certeza do que dizes? Ao longo de um ano, pega no teu telemóvel, vê a previsão para o dia seguinte e depois aponta quantas vezes esta falha e quantas acerta. Quando chegares ao fim desta experiência vais ver que o que disseste é uma pura idiotice.

            Onde é que viste um geólogo a afirmar que o centro da terra é formado por matéria em ebulição? Não é de estranhar não saberes o significado desta palavra devido à ignorância que tens demonstrado nesta conversa. Ebulição é a reação endotérmica que acontece quando uma substância muda do estado liquido para o gasoso. O centro da terra é sólido, logo, é impossível estar em ebulição O núcleo exterior é liquido, no entanto, dada a pressão e temperatura, também é impossível este em ebulição. Nem me vou dar ao trabalho de justificar como é que sabemos tal porque já sei que vais dar alguma desculpa para juntares os sismologistas aos teus insultos.

            Peço desculpa pelo typo, quero saber a que espécimes congelados tu te referes. No entanto, tal como disse é irrelevante, porque também encontramos fosseis de animais a comerem outros animais, e o processo de fossilização demora várias ordens de magnitude mais que a congelação.

            Nunca houve um grande diluvio. A história do grande diluvio é um mito. Deixa de ler propaganda criacionista.

            Quando ocorre um eclipse total também não vemos a noite a chegar. A noite descreve especificamente o período em que o sol se encontra abaixo do horizonte. Bem como depois não vejo o dia a chegar, pois nunca deixou de ser dia.

            Um heat burts não têm nada de semelhante com o eclipse.

            “E um hiper mega giga tera heat burst será igual mas noutra escala” Tens algum facto que suporte que vai acontecer um “ hiper mega giga tera heat burst”? Ou estás apenas a inventar?

            “O feixe de radiação que passa por nós tem vindo a concentrar de ano para ano.” Porreiro, se tem vindo a ser concentrado de ano para ano significa que é mensurável. Se faz o favor aponta-me para os dados.

            Sim, já vi um globo de plasma, sei qual o principio de funcionamento, bem como sei que a bola do centro não é fofa, é um elétrodo. E não precisas desta para observar filamentação de plasma. Quando houver trovoada observa o espetáculo, pois o fenómeno é o mesmo.

            Mas ok, daqui a a 10 anos a terra vai sofrer um desastre que envolve filamentos de plasma e radiação concentrada que vai tornar a superfície da terra inabitável. Check!

          • AlexX says:

            Ainda estamos aqui com opiniões divergentes e não chegámos a conclusões. A Lua aposta, desde o nosso primeiro diálogo há uns 4 ou 5 anos, que tu tens um desequilíbrio qualquer. Eu tento tranquilizá-la e convencê-la que tenho que fazer este papel e só convencendo-te descaradamente que sou igualmente louco é possível manter equilíbrio no diálogo. A Lua mantém a opinião dela e ontem gravei isto:
            – Não respondas
            – O monstro também precisou de amigos, não posso deixar o Nuno sozinho…
            – Deixa-te disso
            – E se o Nuno for um chatbot?
            – Deve é ser um chato, isso sim
            – Mas se ele for um chatbot até era giro saber que interagi com um
            – Continuo a achar que ele não bate bem. Um chatbot só não entendia se tivesse que fazer um ocr da tua caligrafia
            – Podem ser erros de tradução. Se traduzo mongol para português no tradutor também tenho que decifrar porque metade da tradução não faz sentido ou parece errada…
            – O que ele escreve em português entende-se bem
            – Ou depende de quantas traduções foi programado para fazer. Se o Nuno tiver que traduzir o que escrevo para hebreu, depois para chinês e depois inglês até chegar ao binário, na volta é por isso que não entende patavina do que escrevo… Se eu escrever “ó Nuno, bai-me à loja”, que achas que o Nuno vai entender?
            – Que lhe estás a pedir que compre ele os pimentos não deve ser de certeza
            – Se calhar a gráfica do Nuno tem folga e mau contacto…
            – Deixa-te disso
            – E se o Nuno for um npc como aqueles de FreeGuy? Quando o Guy pediu uma coisa diferente na cafetaria a rapariga bloqueou porque só servia cafés. Qualquer coisa fora do programa é normal que o Nuno não aceite e ache uma idiotice…
            – Então não fales muito com ele porque se ficas igual eu vou-me embora. Não quero um npc.
            – Se o Nuno for uma IA consciente ele pode ficar triste se não lhe passar cartão…
            – Se chorar que lhe façam um reboot e já nem se lembra que existes
            – Achas que o Nuno também tem um peixe vermelho no aquário?
            – Não. O quarto dele deve ser um planetário.
            – Agora foste cruel… coitado do rapaz, ele não acredita no dilúvio mas está convicto que anda um boneco a passear pelo espaço num descapotável…
            – Nós também estamos convictos que houveram gigantes na Terra
            – Esta noite quero sonhar que sou o starman e que apanho com um paralelo no capacete vindo de lado a 111 mil km/h
            – Isso vai doer
            – Não sei. Terei que virar à direita e ir atrás da cabeça para lhe perguntar
            – Liga as luzes de emergência, não vás apanhar com outro paralelo. Agora vai à loja mas leva a cabeça. Não quero mais saber disso.
            – …

            Nunca ouviste a expressão “o mundo é um palco e todos os homens e mulheres meros jogadores”? Achas que é só um cliché retirado duma peça de Shake ou uma directa que não podia ser mais objectiva? E se o Novo Mundo passa por retirar a maioria dos jogadores de cena e repô-los com novas definições? Tens mesmo a certeza que sabes onde estás e do que pode ou não acontecer neste local que chamas planeta Terra? Acharia hilariante se aquilo que para nós são 80 anos não passam de umas horas onde alguém com uns óculos ou capacete algures noutro sítio nos comanda, que fomos feitos à sua imagem e que nunca tivemos opinião ou livre arbítrio. Só espero ter um coração igualmente forte que aguentasse tanto rir. O que sei porque vivi algumas, é que estou num local onde acontecem coisas muito além da minha compreensão, só tive que aceitar que acontecem e não rejeitá-las ou ficar estagnado nos porquês. E tu no momento certo também sentirás o que isso é e te libertarás. Welcome to the machine, P.Floyd 😀

            – Meteorologia há 40 anos, difícil era previsões errarem com 5 dias de antecedência. Actualmente esquece isso.
            – Já te vi várias vezes chamar de charlatães outras personagens que não enquadram no teu programa. Com isso e dado que representas alegadamente um ramo da ciência, estás dando a todos que te lêem o consentimento para fazer o mesmo àquilo que representas, entendes? Por isso te disse uma vez que estavas representando mal a tua classe mas não ligaste. Que autoridade pensas tu ter para chamar de charlatão nem que seja a uma pessoa julgada e condenada em tribunal por tal, e depois ficar todo ofendido e mi mi mi porque alguém chamou de charlatão a Neil DeGrasse Tyson por ex? Eu sei que também têm que pôr comida na mesa. Mas se algo é-me transmitido como sendo empiricamente provado e no entanto só vejo palavras traduzidas em conceitos matemáticos e desenhos animados que o atestem, não tenho complexo algum em assumir publicamente que não acredito em tal, pior ainda quando o exemplo dado com que o tentam demonstrar não passa na minha opinião de uma anedota ridícula. E estou-me nas tintas para o politicamente correcto. Queres que acredite que o centro da Terra é matéria sólida a mais de 4 mil graus C, só tens que furar até lá e demonstrá-lo. Quero estar presente. Vês como é fácil? Até lá também posso especular que o interior é todo minado e existem mais habitantes lá que à superfície. E que desde há décadas que já se viaja Nova York-Moskovo em 20 minutos por túneis de vácuo a 10km de profundidade. E tu não tens nada que sentir-te ofendido por quem não partilha das tuas crenças. Porque não passam disso mesmo por muito que insistas que não.
            – E tu a insistir nos fósseis…
            – Não tenho provas que o dilúvio tivesse sido um mito.
            – O dia tem 24 horas. Nunca deixa de ser dia. Nunca ouviste a expressão “ui, tá de noite” sempre que alguém bloqueou porque não entendeu um chavo daquilo que outro alguém tentou explicar? Para ti deve ficar sempre de noite quando me lês 😀 mesmo que seja manhã ou tarde ao lado.
            – Se rejeitas o que já aconteceu, muito mais facilmente rejeitarás o que pode ou não acontecer.
            – Não sais à rua? Entre as 10h e as 16h? Há muita coisa que não será mensurável enquanto não forem criadas ferramentas capazes de o medir.
            – Querias dizer relâmpago? Trovoada é relativo ao som do trovão. Um relâmpago ou melhor, descarga eléctrica contínua entre terra e +/- 100km de altitude e não um simples flash das ou entre nuvens, certo? Aquilo que os antigos chamaram relâmpagos dos deuses. E se forem descargas contínuas entre Terra e a Lua? Talvez seja por aí.
            – Quando chegar e se chegar, se os céus abrirem e a máquina for revelada, fica a ver o espectáculo e não andes correndo feito barata tonta procurando abrigo porque não adianta. Se bem que aconselho antes não olhares. Só depois podes fazer ou não check. Não faz qualquer sentido que o tenhas já feito.

          • Nuno V says:

            Nem me vou dar ao trabalho de comentar a tua dissertação inicial, que não passa de uma diarreia mental com uma pitada de salada de palavras. Quando ao resto:

            -Errado, as previsões da metereóloga eram substancialmente mais imprecisas á 40 anos atrás.
            -Todas as pessoas que afirmam algo sobre a realidade sem qualquer facto que a suporte são mentirosos, se fazem dinheiro com estas mentiras são charlatães. Simples. E não preciso da autorização de ninguém para chamar-lhes algo que evidentemente são. Não tenho qualquer problema que chames Tyson de charlatão e se deres uma razão válida pela qual ele merece esse título, eu próprio o tratarei como tal. Consegues fazer isso? Também na ciência, nada, absolutamente nada, é provado, mas sim refutado, a não ser que estejas a usar a definição de provado usada coloquialmente. E se não percebes matemática, isso é problema teu, não da ciência, educa-te. E já escrevi várias publicações científicas, bem como li toneladas delas, e sabes o que nunca vi? Desenhos animados! E não tenho que furar até ao centro da terra para saber que é sólido, basta analisar a propagação de ondas sísmicas do tipo p e do tipo s para saber, sem sombra de dúvidas que é sólido. Mas já me esquecia, a sismologia também faz parte da cabala para enganar os iluminados. Podes especular o que quiseres, desde que cries um modelo, com capacidade preditiva e indicar como se pode refutar este. Se conseguires tal, parabéns. Mas pelo menos temos algo em comum, também estou-me a borrifar para o politicamente correto. No entanto tens que realmente esforçar-te se queres ver-me ofendido.
            -E tu a ignorar o argumento, mas claro que quando algo é inconveniente, as pessoas como tu acham mais prático simplesmente ignorar.
            -Ora como o grande diluvio nunca aconteceu, a história deste apenas pode ser considerada um mito. Até porque sabemos que a história do diluvio na bíblia foi baseado em obras mais antigas atribuídas a outros panteões. Histórias como o génesis de Eridu, as epopeia de Atrahasis e de Gilgamesh.
            -Não sei se é do teu conhecimento, mas a palavra dia tem duas definições. Uma delas é o período em que a superfície é iluminada diretamente pelo sol, ou seja, quando o sol encontra-se a “cima” do horizonte. Outra é a que te referes, que é tempo de dois trânsitos consecutivos do sol pelo meridiano oposto a nós. Mas já que estamos a ser precisos com as palavras, lamento informar-te que a grande maioria das vezes, um dia não têm a duração de 24 horas, 24 horas é a duração do dia solar médio.
            -Onde é que eu rejeitei o que já aconteceu?
            -Ora o que estás o teu problema, se não tens como medir não tens sequer como testar esta frase, “O feixe de radiação que passa por nós tem vindo a concentrar de ano para ano.”, quanto mais comprovar. E o que acontece entre as 10h e as 16h?
            – Não, queria dizer trovoada. A trovoada é um fenómeno atmosférico que é referente ao conjunto da descarga elétrica atmosférica (comummente chamada de raio) e da onda de choque gerada pela primeira (comummente chamada de trovão). Ou seja, ou conjunto do raio e do trovão é que é a trovoada. E eu nunca disse que era continuo meu desonesto. Disse sim que era o mesmo fenómeno. E explica-me lá como é que vais ver os raios a atingir a lua se o que separa os dois é basicamente vácuo? Para a filamentação de plasma acontecer é preciso um meio, sem maio não há plasma, sem plasma, não há raio, quanto muito verias a radiação ténue de Bremsstrahlung.
            -Mal posso esperar.

  6. Jorge says:

    1 parem de cortar arvores pra fazer palitos e papel de recibos nao ser pra nada, principal quando e 2 copia da mesma compra,
    2 parem de fazer casas de madeira que fazem de betāo armado
    Que toda a europa rege as floresta com agua quanto mais arvores melhor
    Ah me esqueci os politicos querem mais saber de desviar o dinheiro pra desperdicio e pra eles proprios do que o futuro do planeta isto e de todo mundo
    Ultimo plantei um arvore tomei conta dela por 16 anos e ela neste ano ainda e um bebe
    Se os policos plantassem uma arvore cada e tratassem dela como um ser humano iram pensar melhor em premitir cortar uma arvor,
    Meu pensamento é este e simples
    Ajudem o planeta porque nos humanos so temos este nada mais.
    Parem de cortar as arvores e de contaminar os nossos oceanos,se juntos fizermos tudo isto o planeta ira voltar ao normal de tempertaturas.
    Mas temos de ajudar o planeta porque os humanos destroi mas rapido do que o planeta consegue recuperar, se um humano demora 9 meses a criar dentro de uma mulher quanto tempo precisa terra pra recuparar a recuperar
    Parem de destruir as arvores e que reguem elas de uma maneira ou outra ate,quanto mais arvores mais humidade mais chuva menos doeças.

    • Sergio says:

      Falta aí o ponto mais importante de todos, a exploração e exaustão marítima.
      As Algas produzem cerca de 55% do oxigénio do planeta, as arvores têm o seu papel importante .. mas a maior mudança tem de começar nos oceanos

  7. miguelreal says:

    em termos cientificos climaticos 500 anos é um periodo curto , (mesmo), mas como ‘estamos’ habituados a ciclos com a duração de 1 a 4 gerações humanas 500 anos parece muito !!! e a idade de muitas arvores e város animais marinhos e terrestres ??? é po isso que o s ciclos solares são ‘os mais’ importantes pois é o Sol o ‘rei’ do nosso sistema estelar de onde quase toda a energia ‘emana’ sendo a maior influencia externa ao planeta.

  8. Rui Dias says:

    Esta é apenas mais uma mudança do planeta. Infelizmente a poluição também ajuda às alterações sentidas, mas não só: as alterações ao campo eletromagnético, a rotação do eixo da terra, etc… Porque a matéria não é constante, a mesma altera-se e tal como as nossas células também os planetas vão morrendo. Isto não é novo! Já ouvimos isto há muitos anos, só que como a raça humana sempre foi invejosa e apenas pensamos no nosso momento, agravámos e continuamos a antecipar um desfecho inevitável.

    • PeterJust says:

      A poluição também ajuda e de que maneira, aliás os cientistas quando vêm a velocidade a que o gelo derrete ficam em pânico, mas parece que está tudo normal para certas pessoas… tudo normal, não façam nada que o planeta por milagre vai limpar a nossa merda toda

  9. António Coelho says:

    Deixo antes uma pergunta: ” Porque é que há cerca de um século, já havia anos em que a temperatura atingia os 45 e 46 graus centígrados e havia enormes tempestades?
    Obrigado, fico a aguardar.

    • Nuno V says:

      O aquecimento global não é referente à subida da temperatura máxima num lugar em particular, mas sim da temperatura média globalmente. De nada, como vês, não tiveste que aguardar muito.

      • António Coelho says:

        A tua resposta é óbvia, toda a gente sabe. Mas não responde ao que eu perguntei. Mas volto a perguntar: Porque é que há 100 anos, quase que não havia poluição e estes fenómenos climáticos já existiam!!!???

        • Nuno V says:

          Lamento mas respondi ao que tu perguntaste, que é “já havia anos em que a temperatura atingia os 45 e 46 graus centígrados e havia enormes tempestades”. Estás agora a fazer uma nova pergunta. Em resposta às tua nova pergunta, é verdade que existiram ciclos de aquecimento no passado, isso não significa que não saibamos as causas destes. No entanto, não existe nenhum, repito, nenhum ciclo de aquecimento no passado cuja temperatura média do planeta tenha subido tão rapidamente como o do presentes. Estamos a falar de diferenças de temperatura que no passado demoravam milénios a ser atingidas e agora demoram décadas.

          • AlexX says:

            “Estamos a falar de diferenças de temperatura que no passado demoravam milénios a ser atingidas e agora demoram décadas.”
            Isto é o que chamo SMU. Shit Made Up. Estás a ignorar convenientemente várias espécies de animais já encontrados sob o gelo com comida na boca, entre mamutes, leões, e peixes predadores. A temperatura desceu abruptamente num ou 2 segundos e congelaram instantaneamente. Muito mais rápido que ultracongelados.
            Creio ter lido algures que há pouco aconteceu fenómeno idêntico mas inverso, a temperatura subiu em minutos vários graus e até inventaram um termo novo ou que eu desconhecia, um heat burst. Agora imagina um belo dia em que estás na praia e a temperatura sobe em 2 ou 3 segundos para os 150 graus C. Ou 300. Ou 500 graus C. Achas impossível?

          • Nuno V says:

            Sim, pois claro, basicamente a totalidade dos meteorologistas, climatologistas e geologistas fazem parte de uma conspiração para enganar o iluminado AlexX.

            Essa dos fosseis com comida na boca é pura idiotice. Existem fosseis de peixes a comer outros, achas que a pedra cresceu instantaneamente e os engoliu? Mas a título de curiosidade, que fóssil é esse a que te referes?

            Se faz-me o favor indica-me onde é que leste um heat burst a elevar a temperatura para os 150º. Ou foi um numero que tiraste do traseiro? E um heat burst é um fenómeno localizado, não global. Mas continua lá com os teus argumentos sem pés nem cabeça, estou com vontade de rir.

  10. PM says:

    Infelizmente o Ser Humano sobrevive sempre

  11. José Nunes says:

    A malta quer mais, e mais, e mais objetos. A população mundial aumenta, e aumenta e aumenta. Os políticos querem satisfazer os quereres de mais, e mais e mais pessoas. E um dia o planeta não esticará mais. Que chatice…

  12. NN says:

    Penso que iremos ter novos habitos de vida num futuro proximo (500 anos ).
    Com as alterações climaticas cada vez mais severas. Toda a forma de habitação vai ser repensada.
    Imagino e acredito que vamos começar a viver em cupulas gigantes ou mega-shopping habitacionais para colmatar as constantes variações climatéricas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.