PplWare Mobile

Super asfalto com grafeno dura 3 vezes mais que o atual


Autor: Vítor M.


  1. Blackbit says:

    Mas já conseguem criar grafeno em quantidades industriais?
    Pensei que esse era o principal problema do grafeno: cria-lo e produzi-loem ambiente industriais.

    • Luís Martins says:

      Não conseguem produzir grafeno nem em quantidades industriais nem de forma economica. Estamos a falar de hipóteses na aplicação do grafeno que não sustentáveis economicamente , são pura fantasia.

  2. Antonio Garcia says:

    Isso é tudo muito bonito, quase poético, mas e quanto a custos de produção? Pois uma empresa não se gere com poesia mas sim com encaixe financeiro positivo e isso provém do ‘ratio’ entre custo de produção (preco seco)/ preço de venda (com respectiva margem de lucro e outros considerandos)… E logo então em empresas de pavimentação cujos custos directos e indirectos são elevadissimos!
    Lembro-me de à uns 20 e tal anos atrás ter aparecido também o betão betuminoso alveolar, com uma velocidade de escoamento incrivel e altamente seguro em caso de elevada pluviosidade; no entanto não logrou vencer devido ao seu enorme custo de produção (era 5 vezes mais elevado que o dum betão betuminoso convencional)! E os concursos publicos são ganhos com preços concorrenciais baixos com as melhores garantias!

    • Diogo says:

      ” os concursos publicos são ganhos com preços concorrenciais baixos com as melhores garantias!”

      …nos países desenvolvidos e civilizados é assim, aqui na tuga os concursos são ganhos pelos boys e familiares dos corruptos que (des)governam este país…

  3. José Rodrigues says:

    Com as novas mentalidades de hoje já não precisamos de estradas. Vem aí os carros voadores da Tesla.

  4. Pedro says:

    As estradas do distrito de Aveiro bem precisam… pois estão uma miséria. As estradas do concelho de Vagos são piores que aqueles caminhos de terra batida…. Só quem cá vive é que sabe o que os nossos carros sofrem e a nossa carteira.

  5. João Cantolini says:

    De qualquer maneira, estamos em plena evolucao tecnológica e vale constatar a eficiência dos testes, que poderão revolucionar um sistema de altíssimo custo e de grande necessidade em países de extensão territorial como as do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.