Quantcast
PplWare Mobile

Starman da SpaceX e Tesla de Elon Musk acabaram de fazer seu primeiro voo a Marte

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. André R. says:

    Ainda conseguem obter imagens do carro a essa distância?

  2. A. L C. says:

    Lixo espacial…

  3. El dizzy says:

    A partir de hoje, passam a ser a marca e o automóvel mais fiável do mundo. Qual Mercedes… 2,1 mil milhões de km… e sem avarias “visíveis”. ..

  4. King Baniram says:

    Adorava perceber o beneficio de mandar um carro para o espaço… Nao passa de marketing barato para vender “carros” a pilhas.

    • IonFan says:

      Mandar coisas para o espaço e, como toda a gente sabe, “barato”…

      A SpaceX podia fazer o que todos fazem, que é usar um bloco de betão como simulador de massa para testar um foguete novo. Em vez disso fez algo que vai de encontro a um dos objectivos da fundação da empresa: voltar a despertar a curiosidade das pessoas acerca do espaço. A julgar pelo facto de este artigo existir, está a ser um sucesso.

      E tens razão quando metes as aspas no “carros”. Os Tesla não são carros. Os Tesla são o que vem a seguir 😉

    • Nuno says:

      o principal objetivo foi testar o foguetao como nao vais testar um foguetao como uma carga valiosa normalmente testasse com um bloco de cimento ou assim estes decidiram meter um carro.
      Sinceramente as pessoas é que fizeram disto uma coisa enorme eles estavam so a testar um foguetao ahah

    • Nuno says:

      nao estou a ver é o objetivo disto como marketing para um carro eletricos que ja nem se vende e mesmo que se vendesse as pessoas iam comprar so porque ele foi para o espaço ? muito pouco provavel

      • King Baniram says:

        Ion, se achas que os carros a combustão vao acabar, estas muito, mas muito enganado… No paradigma atual, o que irá acontecer daqui a uns 20 anos, é os electricos serem mais baratos que um a combustao, mas no entanto, a tecnologia nunca vai terminar. Enquanto se mover a petroleo, nunca vao terminar.

        Quanto ao golpe de marketing… sim, foi para testar o seu foguetão, mas graças a isso, os “carros” Tesla ficaram conhecidos. Golpe de marketing que não é barato(monetariamente, pois é um truque demasiado barato), mas que nao deixou de ser isso… Bem ou mal, o que interessa é falarem de da marca, e de facto, conseguiram! 😀

        • IonFan says:

          Mas é preciso os carros a combustão acabarem para os eléctricos serem o futuro!? Achas que em 1910 não se podia dizer que o carro a combustão ia ser o futuro só porque iam continuar a existir cavalos?

          Então afinal sempre há benefício em enviar um carro para o espaço…

        • Toni da Adega says:

          o que irá acontecer daqui a uns 20 anos, é já não se vendem carros a combustão (novos), e os que tiverem em circulação vão estar proibidos de circular em muitas cidades.

          • King Baniram says:

            Sim, ja vemos os diesel serem proibidos em algumas.

            Nao vejo a coisa assim. Uma Ferrari nao vai deixar de fazer motores a combustao, no maximo adaptam e fazem um hibrido, mas muita coisa pode mudar daqui a 20 anos… Eu acho o eletrico o futuro, mas até poderá ser uma tecnologia com os dias contados daqui a uns anitos.

        • Nuno says:

          nao é preciso desaparecerem, ainda existem carroças e cavalos e nao é por isso que os carros a combustao nao foram o futuro nessa altura

    • Toni da Adega says:

      90 milhões embora não seja um fortuna também não é assim tão barato.

  5. Atento says:

    Para valer, tinha que voltar e trazer «lama» de Marte nos pneus …

  6. AlexX says:

    Se tivessem incluído uma starwoman já haviam starbabies, nem que fosse viajando na bagageira.

  7. Domingos says:

    Os Ferrari e afins se continuarem a combustão vão ser ultrapassados em pista por todo e qualquer outro desportivo eléctrico daqui a 20 anos, e que nem vai dar replica, seram voltas de atraso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.