Quantcast
PplWare Mobile

Rússia volta a mudar a data de retirada da Estação Espacial Internacional

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Jane Doe says:

    Putin é só bluff…

    • Sabe-se lá says:

      Eu acho que não é bluff, é mais falta de coragem (em relação a armas nucleares).
      Porque ele sabe perfeitamente que carregando no botão, não há como voltar atrás….

      • Moreno says:

        Bom… Vamos ver as coisas com olhos de ver… Se fossem os americanos no lugar dos russos, há muito tempo que já tinham terminado a “cooperação”… Eu só não entendo é porque os russos não fazem o mesmo…

  2. john says:

    Mas que desespero? A Rússia definitivamente assumiu publicamente que a guerra é contra a NATO (leia-se EUA) e não contra o regime de Kiev. Só o assumiu agora pelas razões que já são conhecidas e após reunir com o Presidente Chinês. Quem conhecer a doutrina russa sabe bem que os russos estão a falar a sério ao ponto dos ministros de negócios estrangeiros europeus se terem reunidos hoje de emergência em NY e o Macron vir apelar à necessidade de se chegar a um acordo de paz pois sabe muito bem que a Europa é a primeira desaparecer do mapa. Mas sosseguem, todas as partes envolvidas já estão a trabalhar de forma a acabar com o conflito e a saírem todos de cabeça erguida.

    O problema não é a Rússia nem esta guerra. Após um período de aparente acalmia é que virá a verdadeira guerra que limpará grande parte da população mundial.

    Posto isto, deixem-se de alimentar a narrativa ocidental pois já morreram demasiados ucranianos por causa dos EUA e suas ambições. É ver aviões lotados de feridos a voarem diariamente da Ucrânia para a Europa cheios de feridos. Esta guerra não vai chegar ao ponto extremo da guerra que surgirá com a invasão de Taiwan pela China.

    A Europa sem líderes é que se lixou. Os EUA arrumaram com a economia europeia e com o euro que tanto os incomodava. Este inverno vai ser terrível para a Europa a todos os níveis e preparem-se para a grande recessão que se aproxima.

    • kodiakshadows says:

      Recessão, e essa é que vai ser a grande guerra. O povo enquanto distraído anda a ser enganado, se eram 75% de pobres nos próximos 3 anos vão ser 90% e não é exclusividade de Portugal é praticamente em países onde menos se esperava. Como exemplo vejam o Daily Record Scotland de hoje , que não esconde nada, como em Portugal que os jornais são amordaçados pela ditadura socialista.

    • joaomatos says:

      Eu percebo o que estás a dizer, mas como queres que a EU se endireite quando só tem “agentes Americanos” espalhados pelo puder central…que nem sequer é uma democracia?

      Eles agora até já querem tirar o direito de veto aos Estados Membros..Dá uma vista de olhos na ditadura que se aproxima..
      Temos uma classe política com níveis de corrupção abismais, espalhada pela EU, e a maioria está nas mãos dos EUA, classe política essa sem maturidade, responsabilidade, honra nem valores, dispostos a todo o tipo de truques baixos para servir os EUA.

      Classe essa que lhes é permitido cometer a loucura de destruir o Futuro da EU, com uma crise energética sem precedentes.. o dólar já vale mais que o euro, e o euro está a afundar a pique, o povo tem que se unir contra, mas depressa, que por este rumo, vamos em direção ao precipício..

      Já começa a haver umas manifestações, mas ainda só juntam uns milhares de pessoas.

      A primeira coisa que tem que surgir, é acabar com o regime nazi que está instaurado na EU.. torna-la num organismo democrático votado pelos países, sim pelo próprio povo.

      • Castro says:

        acho que não fazes ideia como é que a Europa funciona!
        Este tipo de decisões são tomadas ao nível governamental de cada país no conselho Europeu, não é o executivo da EU que decide. É o povo que elege directamente esses governos.
        O teu desespero pela Russia é assinalável, já chamas Nazi a qualquer um… o cómico é que é o governo Russo que segue ideais políticos inspirados no nacional socialismo alemão (nazismo).

  3. john says:

    Por que a guerra começou na Ucrânia?! Porque todo o dinheiro impresso durante a pandemia, todos esses trilhões de dólares não têm onde ser investidos! A única saída é começar uma guerra em algum lugar da Europa e então começar um novo Plano Marshall!
    Os EUA e Europa enviarão primeiro armas e é esse o plano americano!
    Há mais dinheiro na Europa do que o necessário. E o dinheiro precisa da guerra. O dinheiro é revoltante. O dinheiro não pode ficar nos bancos. É preciso investir dinheiro na economia! E que tipo de economia?! Nas armas! E depois tudo o que foi destruído na guerra será reconstruído com dinheiro. É por isso que eles estão a bombardear o Donbas. Para destruir tudo, incluindo toda a Ucrânia e todo o sul da Europa. E a Alemanha restaurará tudo isso depois. O Plano Marshall.

    • jota says:

      Este tipo de discurso (de ódio a EU e EUA) faz-me acreditar que foram espiões americanos, que no dia 24 de fevereiro de 2022, conduziram uns tanques russos na direcção de Kiev, e depois os russos, “amiguinhos” dos americanos, deram continuidade só para os EUA ganharem muito dinheiro…

      • john says:

        Os EUA, através da CIA, estiveram por trás da dita revolução Maidan. Eles são especialistas a provocar o caos noutros países e a derrubar governos.

        Além disso, quem conduz todas as operações ucranianas na guerra é a CIA. Se pensas que são os ucranianos que estão a controlar as operações ucranianas andas muito distraído.

        • jota says:

          Não foi isso que eu disse!(foi exactamente o contrártio) eu qei que os EUA estão a ajudar os Ucranianos, caso contrário o Putin quase que tinha razão, o Ucranianos não resistiam 3 semanas(não seria bem3 dias, mas era u pouco mais)
          Mas o Putin é tão estupido que se deixa levar na conversa dos americamos e continua com esta guerra só para os americanos enriquecerem.
          Saudações ☭

          • jaquim says:

            Aqui o Jonh Putinazedo, chegou à terra, vindo da conquista de marte, dos anos 60. Só pode com esse discurso do outro mundo. Cresce, estuda e aparece

  4. joaomatos says:

    Quando a ISS foi criada fazia algum sentido ser operada por vários Países, mas nas condições de extremismo e fanatismo, não é muito saudável.

    Cooperar, só é possível quando todos estão dispostos a cooperar e todos respeitam os outros, em caso contrario mais vale abandonar o barco, e construir um novo só para esse país..

  5. Keyboardcat says:

    Ainda não tem peças suficientes, precisa de mais máquinas de lavar roupa.

  6. Secadegas says:

    Tanto texto e nada… Ainda não perceberam que as viagens da Soyus são extremamente lucrativas e que a space x não tem metade da capacidade de carga? E com os módulos russos em órbita a vida da ISS aumenta um pouco mais.

    • Eddy says:

      SpaceX não tem metade da capacidade de carga? Eu não sabia que 6000Kg era menos de metade de 7000Kg.
      E também achava que 4 lugares era mais que 3 lugares.
      Também achava que a NASA tinha feito o pedido de uma nova versão da Dragon para fazer o trabalho de reboost da ISS. Talvez sejam coisas da minha cabeça.

      E lucrativas? Custam quase o mesmo. Usam o mesmo combustível, mistura de oxigénio líquido e RP-1 (combustível de avião).

      Mas… Mas… A Soyuz é que é, tudo o resto são “broomsticks” não é?

      • TheMiner says:

        +10000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.