Quantcast
PplWare Mobile

Operação inovadora pode curar o cancro da próstata em apenas uma hora

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Topgum says:

    Recomendo a análise periodica à PSA. É uma pimeira linha de despiste, e é efetuada com uma simples análise ao sangue

    • JC says:

      A análise à PSA é melhor do que nada, mas tanto dá falsos positivos, como falsos negativos.
      Nalguns países já nem sequer a recomendam como análise de rotina.

      Nada melhor do que consultar regularmente um urologista depois dos 50 anos, ou dos 45 se houver um historial familiar de cancro na próstata. É chato, mas é o mais seguro.

  2. R says:

    Excelente artigo, mas parece-me que deve ter um erro. Não tive tempo para procurar e verificar, mas o procedimento não deve ser guiado por ressonância magnética.

  3. David Guerreiro says:

    É pena que esse tipo de tratamentos demorem décadas até chegar a Portugal, e quando chegam é ao privado com custos altíssimos. É como aquele tratamento da hiperplasia prostática benigna que atinge quase todos os homens a partir dos 50 anos, que só existe no privado a custos muito elevados. No público continuam a prescrever medicação, com todos os seus efeitos.

    • Elio Pestana says:

      não fale sem investigar…. o procedimento existe em Portugal pelo menos desde JANEIRO DE 2020 … só no privado é verdade … se calhar o equipamento custa tanto quanto a deslocação do presidente, primeiro ministro e ministro dos negocios estrangeiros com todas as equipas deles ao Qatar.

      PRIORIDADES…

      “Imagine um procedimento capaz de destruir as células cancerígenas sem danificar os tecidos circundantes e mesmo assim preservar as funções da glândula. Parece ficção, mas é uma realidade para pacientes com cancro na próstata, intervencionados no Hospital Santa Maria, no Porto, com o Sistema NanoKnife.”

      “Pelas mãos de José Sanches de Magalhães, especialista em urologia oncológica, os pacientes ganham uma esperança acrescida para uma vida mais aprazível, após a intervenção. O tratamento focal – guiado por tecnologia de fusão de imagens de ressonância magnética (RMN) – apresenta taxas de sucesso e um pós-operatório menos sofrível do que o método tradicional.”

      • SouHumanoNaoOcidental says:

        Mas não é uma descarga elétrica nos tintins? Basta pegar num fio elétrico ligar uma ponta na tomada e outra nos tintins. Feito. Pode cheirar um pouco a carne de porco queimada, alguns pelos chamuscados mas penso que seja exequível.

  4. z-life says:

    Há mas de 20 anos que “podem”, “poderá”, “será”, “promete”….cura para o cancro.

  5. Fernando Sousa says:

    Por que nunca falam da braquiterapia?
    Fui intervencionado em 2014 a um cancro na próstata indentificado, e na última análise do PSA era 0,05 ng(mL.

  6. Fernando Sousa says:

    Por que nunca falam da braquiterapia?
    Fui intervencionado em 2014 a um cancro na próstata indentificado, e na última análise do PSA era 0,05 ng(mL.

  7. Joseph Goebbels says:

    a mim ninguem me mete o dedo o restante nao quero saber para morrer basta estar vivo

  8. Grunho says:

    Quando a esmola é grande o pobre desconfia. Melhor que ganhar a batalha contra essa doença é não ter de a travar.

  9. Manekas says:

    Há um exame fundamental que um urologista pede – fluxometria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.