Quantcast
PplWare Mobile

Marte não está morto, registaram-se dois ‘terramotos consideráveis’

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Luis Henrique Silva says:

    Acho piada, só porque Marte é desértico, acham que tudo lá está morto…..
    Ainda há muitas concepções que a os cientistas e investigadores vão ter de descobrir……..

    Qualquer dia acham lá um inseto qualquer e dizem……oh!! Como é possível haver vida lá……
    Eles têm de achar de tretas e abrir a mente……..

    • Vítor M. says:

      A ideia que não está morto é que incentiva o investimento. Ou melhor, imagina que se está a investir milhões e milhões de dólares numa plano para levar humanos ao solo de Marte e aí tentar uma “civilização”. Depois descobre-se que afinal não tem água como se pensava ou outros recursos como certamente estarão por trás desta vontade de lá chegar. Claramente que seria deitar dinheiro fora e é nessa perspetiva que existem outros cientistas que preferiam investir em Vénus (cidades nas nuvens). Claro, as condições ao nível do solo em Vénus não são como em Marte, mas nenhum destes planetas tem as condições “ideias mínimas” para albergar vida humana. Haverá outros interesses.

      • João Santos says:

        “Haverá outros interesses”.
        Claro. A vida em Marte será sempre um pesadelo horrível, pelo menos nos próximos 200 anos. E Vénus não será melhor.
        Mesmo que tivessemos uma guerra nuclear na Terra… mesmo assim seria mais fácil criar um habitat de sobrevivência mínimo por aqui do que fazê-lo em Marte ou em Vénus. Na verdade, já existem habitats de sobrevivência (e não, não estou a falar dos bunkers dos maluquinhos da sobrevivência… e já agora, até aí, em alguns, seria melhor do que viver em Marte), que garantirão a sobrevivência de vários milhares no subsolo.
        O projecto de Marte é um projecto de poder. Poder económico, poder militar, poder tecnológico, poder político, poder pessoal, etc.
        Eu seria extremamente infeliz se tivesse de estar em Marte mais de uma semana. Uma vida verdadeiramente difícil e horrível.

        • Vítor M. says:

          Exato, mas não será só de poder militar (mas é sem dúvida a “rainha” no tabuleiro), isto tem de trazer algo mais, exploração de minerais, ou algo mais.

          A questão de sobrevivência… terraformar o planeta é algo que não estará no radar para os próximos séculos.

    • wq says:

      “Eles têm de achar de tretas e abrir a mente……..”??
      Todas as sondas que são enviadas procuram por vestígios que possam indicar vida e muitas levam instrumentos especificamente para isso… Menta aberta é coisa que não lhes falta!

  2. Sardinha Enlatada says:

    Nenhum desses planetas servem para habitar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.