Quantcast
PplWare Mobile

Investigadores fazem descoberta “alucinante” sobre Planeta Terra

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


    • KodiakShadows says:

      Procura no google por ” Earth has lost 28 trillion tonnes of ice since 1994″ tens a mesma noticia em varios jornais em Ingles . Abaixo estão alguns, vê se te ajuda.
      The Guardian
      The Observer
      TAIPEI TIMES

    • Vítor M. says:

      Lê o texto, diz lá: The Guardian…

      • Bob says:

        Mas um link directo para a fonte, só ficava bem ao PPLWARE 🙂

        • Vítor M. says:

          São várias as fontes, além de outras informações recolhidas nos press releases que nos chegam. Portanto, não é de uma fonte, são várias, como tal, estamos sempre bem, alinhados com os melhores principios 😉

          • Tadeu says:

            É assim tão complicado colocar referências a essas “várias” fontes?

          • Vítor M. says:

            Dado que não podem todas elas ter o link, ficam todas no mesmo patamar. Estão referidas as principais e as outras foram recolhas nossas do material que temos recebido. Portanto, neste artigo foi assim decidido.

          • Bob says:

            Sim, não tem nada de mal no artigo 🙂
            Está mencionada a fonte na cotação, por isso é possivel dar com a fonte, se alguém estiver interessado.
            Se o resto veio de outras fontes, também não é preciso parecer uma página da wikipedia a citar todos os artigos cientificos e links de noticias 🙂

            Mas algumas pessoas só estão bem, é em apontar “defeitos” ou procurar por eles.

            Continuação de um bom trabalho!

  1. jaugusto says:

    Perdeu aonde!? Tudo se transforma …

    • RM says:

      Perdeu na forma de gelo. Agora é água.

      • Kaoqi says:

        Ou seja não se perdeu. O gelo derrete, a agua do mar arrefece, o planeta fica mais frio e forma mais gelo.

        • Antoninho Pitágoras says:

          Só que esse proceso não está acontecer.
          Por outras palavras a quantidade de gelo no planeta terra tem diminuído.

        • rand says:

          Só que não.
          Quando colocas cubos de gelo num copo com água não vês formação de gelo.
          Um outro factor muito mais importante do que qualquer arrefecimento que gelo derretido provoque são as correntes oceânicas que levam água cada vez mais quente para o Ártico.

        • Louro says:

          Ou seja sim perdeu…

          Vais ao supermercado, compras uma daquelas sacas de gelo e voltas para casa, se demorares muito tempo, quando chegares a casa tens agua em vez de gelo, o que significa que perdeste o gelo, deixas-te de o ter.

          O planeta nao fica mais frio, o planeta fica mais quente, por isso mesmo é que o gelo derreteu, pois se ficasse mais frio, o gelo nao teria derretido.

        • Nuno V says:

          Excepto que não. Na realidade é o oposto. O gelo é uma superfície com alto albedo, reflectindo a grande maioria da radiação que recebe. Pior ainda, os oceanos absorvem bem mais radiação do que a reflectem. Quando a área de gelo diminui e a área dos oceanos aumentam, a quantidade de radiação reflectida pelo planeta diminui, e aumenta a quantidade da radiação que absorve, contribuindo para o aquecimento do planeta. Pior ainda, os oceanos ao aquecer evaporam mais água, e o vapor de água é o gás que mais contribui para o efeito de estufa.

        • Manuel Sil33 says:

          Perdoa-lhes, Pai, porque eles escrevem baboseiras sem saber do que escrevem…

  2. BlackFerdyPT says:

    Os gráficos relativos à extensão (1) do Árctico, (2) do Antárctico e (3) por exemplo, do Monte Kilimanjaro, mostram que não tem havido (praticamente) alterações: https://www.youtube.com/watch?v=bSAgCFLgaVI#t=2m36.5s

    Mas, no entanto, diz o “The Guardian” que o Planeta está a derreter…

    Sim. Realmente há aqui alguém que deverá estar a “alucinar”.

    E, já agora, sobre o mencionado “aquecimento do clima”, talvez queiram ouvir o que andam cientistas de renome a dizer em pleno Senado brasileiro: https://www.youtube.com/embed/MP3Rp6iQq6A?start=5219&end=5419

    • Antoninho Pitágoras says:

      Bolsonaristas de renome!

    • Antoninho Pitágoras says:

      Vídeo animado da NASA nao corrobora a tua teoria.
      https://youtu.be/uygsyVcPKq0

      • BlackFerdyPT says:

        E, depois temos as anedóticas ocorrências de navios que partem para fazer pesquisa sobre o suposto degelo e que não conseguem fazer a sua viagem porque ficam presos… no gelo: https://www.prisonplanet.com/global-warming-researchers-cancel-trip-due-to-severe-ice.html

        Alguém aqui está a mentir. Restando então saber quem e porquê.

        Quem tiver neurónios suficientes (menos de 5% da população mundial) que faça as suas próprias pesquisas e o seu próprio julgamento.

        • Joca says:

          Ahahah… para quem representa esses 5% da população humana que tem neurónios suficientes tens pouco de original o “faz as tuas próprias pesquisas e julgamento” é das frases mais repetidas por esses “centros” de investigação extremamente credíveis que nunca fizeram investigação nenhuma e se limitam a ocupar o tempo a fazer posts no YouTube e redes sociais com teorias do achismo! Rapaz para quem acusa os outros de ovelhas neste momento vocês são as ovelhas

        • Nuno V says:

          Lá por o degelo ocorrer não significa que já não haja gelo capaz de prender um navio. O teu argumento não passa de um non sequitur.

          Eu concordo com que as pessoas façam as suas próprias pesquisas, o problema é que a tua pesquisa centra-se apenas em conspirações. Tudo o que é afirmado pela comunidade cientifica tu descartas logo por defeito como sendo uma mentira.

    • Paulo says:

      “cientistas de renome”…. muahahahahahahahahaha. Por favor, não pares =)

    • Nuno V says:

      Monckton têm algum tipo de formação em climatologia, ou meteorologia? Claro que não!

      No que toca ao vídeo do senado brasileiro, a opinião de um meteorologista e de um climatologista é suficiente para sobrepor as de 90% de climatologistas e meteorologistas? Depois, tu muito convenientemente não mencionaste o facto que ouve uma segunda sessão dois dias após a esta em que falaram cientistas que tinham uma opinião oposta. Presumo que querias passar a ideia que os cientistas brasileiros negavam a mudança climática antropogénica. O problema é que, tal como no resto do mundo, a grande maioria dos climatologistas e meteorologistas brasileiros são a favor da mudança climática ser de origem antropogénica.

      https://www.youtube.com/embed/5vsfx7OmmIg

  3. BlackFerdyPT says:

    Curioso como, o Planeta está a derreter – mas, no entanto, na minha cidade costeira o mar não está a subir.

    Ah, esperem. Dever ser para o ano. Não, no ano seguinte. Não, talvez seja no ano depois desse…

    • Tomé Barrios says:

      O mar sobe milimetros, não metros, ao longo das décadas vai ser uma grande diferença. Isso não se nota como uma subida e descida de maré

      • José Carlos da Silva says:

        Ele deve achar que é de repente. Que os blocos de gelo derretem instantaneamente no Ártico e que depois, em poucos minutos, o nível do mar sobe 5 metros, na cidade costeira dele.

    • Tadeu says:

      mesmo?
      Olha, aqui em Portugal conheço muitos sítios em que o mar já galgou os muros das frentes de praia e tiveram que erguer paredões de rocha a um nível superior para evitar que isso ocorra outra vez.

    • Jorge Tomaz says:

      Você deve ser impaciente, já faz dezenas de anos que o nível dos oceanos está aumentar, nem que seja 2 cm por ano, já é muito a longo prazo. Já várias ilhas no Pacífico ficaram submergidas! Tens a Holanda, Bangladesh, Nova Iorque, Veneza, e outros mais países e cidades que correm o risco de desaparecer ou perder milhares de km2 de território. Não te esqueças que a maior parte da população vive junto ao mar, oceanos. A médio prazo serão centenas de milhões de pessoas que serão afetadas!! Não deves saber, mas o gelo reflete a luz solar, se o gelo desaparecer, vai fazer com que aumente a temperatura do planeta terra. O clima em Portugal pode ficar parecido com o norte de África, cada vez mais quente, ou até semi desértico. Enquanto países como a Inglaterra, Alemanha, mais a norte , fiquem com clima mais temperado. A Rússia e outros países já querem explorar as riquezas do Ártico, com um clima mais ameno, já permite.

      • Jose says:

        Já ouviu falar de maremometros? Talvez não. Há dois em Portugal graças aos trabalhos do Rei D. Carlos: um em Cascais e outro em Lagos: https://eportugal.gov.pt/servicos/obter-dados-da-rede-maregrafica-rm- só para lhe dar um dado, desde o século XIX contou-se uma média de subisa de 2 cm! É muito. Não é por ano, caso contrário metade do país já estaria submerso! Essas ilhas que refere têm cotas de zero a menos de um metro. Basta uma tempestade, que ficam afectadas. Não esqueça que hoje o Homem ocupa todos os espaços do planeta! Mesmo a Antártida. A maioria dos registos, são todos eles com menos de um século ou realizados por extrapolação. Ou seja, nada em termos geológicos e meteorológicos. Na verdade, ainda estamos todos a aprender, os “humores” da nossa casa comum. Também dava jeito, certos países paulatinamente diminuírem as suas populações gigantescas, que tudo consomem e tudo esgotam à sua volta. Ouviu alguma coisa sobre isso? O clima tem as costas largas.

  4. Rui says:

    Duvido que seja realmente isso.
    Mas sim a poluição não é boa para o se humano.
    Quanto ao fenómeno das alterações climáticas, os cientistas têm de ser objectivos, pois não é só a poluição que está alterar o clima. Quiçá o facto de o campo magnético estar enfraquecido por mudança de posição, seja algo a estudar inclusive.
    Mas fonte neste tipo de notícias é importante.

  5. Jorge says:

    É incrível como perante todas as evidências ainda existirem pessoas que não acreditem no aquecimento global, assim como alguns acreditarem que o nosso planeta é uma panqueca ou que o homem nunca foi à lua. Impressionante.

    • O "pilhador de lojas" says:

      O aquecimento global é uma coisa natural e ciclica.

      Vamos agora fazer uma grande luta para encher os bolsos da greta e dos estudos inuteis.

      A epoca glacial manda cumprimentos.

      • Jose says:

        Nem mais. Se não sabem quais as condições que deram origem à Pequena Idade do Gelo, como podem frontalmente aferir o quer que seja. Há locais na Terra, que sofrem a pressão humana mas Portugal apesar de certos erros não é um deles. Como nota: estudei e fiz História do Clima. Que, também expliquem,o facto de as estepes terem ficado tão estéreis que levaram às invasões bárbaras e à consequente queda o Império Romano no Ocidente, ou ainda, a Queda da Civilização Maia.

    • ze says:

      Não existe a questão de acreditar ou não, simplesmente o facto de ser uma realidade não significa que seja por interferencia humana muito menos significa que possamos fazer alguma coisa relativamente a isso, aquecimento global é algo ciclico e em vez de aquecer só vamos ver ficar mais frio, welcome to new ice age.

      • Nuno V says:

        O clima não é inerententemente cíclico. Mudanças significativas no clima são sempre causadas pelo desequilíbrio da energia do planeta que requer forças externas, seja pela mudança da intensidade solar, gases de efeito de estufa e albedo. É não estamos a caminho de uma idade do gelo, muito pelo contrário.

    • carlos ferreira says:

      O problema não é acreditar ou não em aquecimento global, o problema é contar meias verdades e o uso de títulos sensionalistas para a obtenção de cliques. Há coisas que sabemos e podemos melhorar mais há muito mais que não sabemos e pode nem estar ao nosso alcance resolver neste momento. Mas por norma a natureza custuma ter soluções para situações erradas que não conseguimos controlar.

  6. VARJÃO says:

    Quanta discussão.
    Deus criou a terra o mar as florestas para os homens e animais usufrui.
    Só que mantendo o equilíbrio das coisas e não dizimando.
    A cada século quando o homem está mais corrompido surge uma doença nova um desastre onde nunca houve nada.
    A discussão de vcs nunca acabará porque não é intelectual e sim somente pelo ego.

  7. VARJÃO says:

    Quanta discussão.
    Deus criou a terra o mar as florestas para os homens e animais usufrui.
    Só que mantendo o equilíbrio das coisas e não dizimando.
    A cada século quando o homem está mais corrompido surge uma doença nova um desastre onde nunca houve nada.
    A discussão de vcs nunca acabará porque não é intelectual e sim somente pelo ego.

  8. Say Wha.....???? says:

    Biliões de Portugal ou biliões do Brasil?
    em Pt 1 bilião = 1 000 000 000 000
    em Br 1 bilião = 1 000 000 000
    ainda é uma grande diferença

    • ze says:

      Se é a fonte é o The Guardian terá sido usada a escala curta, e já se deixavam disso, ninguém quer saber da escala longa, só tem aplicabilidade matemática, no mundo real não serve para nada, mais vale assumirmos o erro e facilitarmos chamando 1 bilião a 1 000 000 000 em vez de andarem sempre espertos a tentarem corrigir o que toda a gente sabe.
      Era o mesmo que eu andar em todos os posts com referências de armazenamento a comparar GB com GiB, quando já se assumiu o GB como referência global independentemente de estar incorrecta.

      • Say Wha.....???? says:

        Em inglês é 1 billion, mas em pt-pt é mil milhões. Não vamos alterar a língua portuguesa só por porque me apetece. Se tu erras, deves te esforçar em melhorar. Agora, errar, saber que o certo é de uma maneira, e ignorar… Não é ser inteligente.
        Às vezes quando se vai buscar fontes, é normal haverem algumas falhas ou confusões. Eu sei o que é 1 bilião em pt, e visto que é um site pra deduzi que era um valor realmente absurdo… Agora se o teu estudo de português são telenovelas, estás a estudar o português errado. Há diferenças na língua daí sermos dois países com culturas diferentes. Em causa está a matemática e a língua portuguesa.

  9. Jose Oliveira says:

    Podemos sempre confiar em Deus Nosso Senhor que tudo se resolverá. . .

  10. Paula says:

    O interior está a perder população, não tarda nada (os que vivem no litoral terão que mudar de residência. Há quem diga que não há provas científicas. Os obstinado é que não querem encarar a realidade a avestruz quando está assustada esconde a cabeça debaixo da areia.

  11. Su B. says:

    Tudo o que começa com “consequências positivas da Covid” é pura m*rda, como a dos golfinhos em Veneza ou o ar limpo na casa do c*ralho. NÃO HÁ NADA DE POSITIVO NUMA MANOBRA PORCA DITATORIAL COMO ESSA. Com a diminuição da natalidade, tecnologias limpas e diminuição da corrupção capitalista conseguia se o mesmo, gradualmente, sem causar sofrimento como o causado por este autoritarismo nojento . Esses investigadores deviam ficar desempregados e sem subsídio e depois vir falar de “consequências positivas”!!!!!

  12. Ze says:

    Mesmo sendo ateu confio mais em Deus que nas boas intenções do homem.
    Tudo é cíclico, nada de alarmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.