PplWare Mobile

G4 EA H1N1: Novo vírus com “potencial pandémico” detetado na China…


Fonte: bbc

Autor: Pedro Pinto


  1. Spoky says:

    Ainda dizem que é natural? Meus amigos, isto é terrorismo. Não me venham com tretas e abram a porra dos olhos.

    Andam algum laboratório a disseminar vírus de forma a poder ganhar milhões com Vacinas e causar o pânico. O problema é que isto é um CRIME SEM CULPADOS, é muito fácil quando se tem virus em laboratórios e alterar-lo geneticamente para fazer com que seja mais dificil de conseguir curar em pouco tempo.

    Já cansa de ver iluminados “Oh… isto é natural não é nada disso, deixa de ver filmes” abram os olhos, venha quem vier, venha o profeta que vier. Eu continuo na minha e na mesma. Estes vírus tem mão humana.

    De quem? Não sei, mas isso tem.

    • Zé Duarte says:

      Também podem ser aqueles malucos que dizem que o planeta precisa de uma catástrofe ou duas para resolver o problema da sobrepopulação.
      Parece que estão a conseguir…

      • Samuel MG says:

        Não é preciso um vírus basta colocar cerca de 300 quilos de explosivo sobre a caldeira do vulcão de yellow stone o problema é que vais com os americanos para a quinta da tableta 😛

    • ervilhoid says:

      por continuares na tua não quer dizer que tenhas razão assim como eu que vou discordar..

      o consumo e movimentação de animais nunca foi tão grande e a tendência é crescer e pode muito bem ser a causa

      • Spoky says:

        É isso mesmo Ervilho, estas num bom caminho.
        https://i.imgur.com/AHwHoFG.png

        Tens que ler muitos livros acerca de Manipulação Social, Engenharia Social por ai fora.
        Até te aperceberes o impacto que isso causa na sociedade e derivam opiniões como a tua.

        Acorda, desde quando é que os Chineses comem porcaria? É desde 2020 apenas!!? Não terá começado já a alguns anos!?

        É natural é…

        • ervilhoid says:

          Por acaso nem notícias leio ou vejo tv, certo ou errado tento pensar por mim…
          Acho que outra pandemia não beneficia ninguém, mesmos os chineses, precisam do resto do mundo com condições para poderem comprar os seus produtos

          Zé Duarte, estão a conseguir? Por este andamento iam longe..

        • ervilhoid says:

          Outra coisa, só os chineses que comem porcaria?
          Se visses o percurso do que tens no teu prato ias pensar diferente..
          Agora la por comerem porcaria há muitos anos não quer dizer que tenha que aparecer um vírus todos os dias.
          E eu disse que o consumo e movimentação está no auge e a crescer, o que pode potenciar este tipo de coisas ou então é feito em laboratório, também não me espantava..

          • Spoky says:

            O problema não são só os chineses, há gente que quer lucrar com a saúde dos outros, não ter Saúde da dinheiro.

            Então se pensas por ti, tu achas que se todo o mundo tivesse Saúde iria existir tantos laboratórios? Tantos Médicos? Hospitais? Centros de Saúde?

            Se pensas por ti, então começa a pensar melhor. Os laboratórios têm de ganhar com alguma coisa, se não ganham nos medicamentos. Ganham por outras vias, uma delas é a disseminação de vírus alterados geneticamente para parecer “novo” e ser difícil de parar.

            Eu quando digo que comem porcaria digo Ratos, Cobras, Morcegos, Gatos e Cães entre uma infinidade de alimentos… Desde quando comem isso, é só agora desde 2020? É?

            Por amor a Santa, já comem isso aos anos e só agora aparece este vírus!? Vão enganar quem? Mentes iluminadas só se for “é só nos filmes pessoal, tenham calma.. isto é natural. Nenhuma organização, empresa ou laboratório quer ganhar algo com isto!”

            Acredita no que quiseres, mas quando vêm com aquela treta de que é natural, faz-se o habitual toca a andar e a assobiar para o lado. Fico as vezes perplexo porque muitos ficam com raiva e ódio… Deve ser porque nem eles próprios se convem a si mesmos do que dizem.

            É andar e assobiar mais nada. Eu fico na minha, venha quem vier.
            Tu ficas na tua, com a tua opinião. Já és homemzinho para saber no que acreditas, se queres acreditar num mundo da Alice no País das Maravilhas estas a vontade.

            Eu acredito naquilo que disse. E motivos não faltam.
            Fico-me por aqui.

          • Joao says:

            @Spoky e as pandemias anteriores? Também são obra da conspiração das farmaceuticas ou essas sim são naturais?

          • ervilhoid says:

            “Então se pensas por ti, tu achas que se todo o mundo tivesse Saúde iria existir tantos laboratórios? Tantos Médicos? Hospitais? Centros de Saúde?”

            o que uma coisa tem a ver com a outra? há necessidade de haver hospitais e médicos, sempre houve, muito mais agora que daqui a nada somos 8 mil milhões..

            sem medicina, a maioria morria precoce

            eu não vivo no país das maravilhas, tu é que olhas para os outros e fazes daquilo o fim do mundo mas se fores ver bem vives num mundo semelhante

          • JJ_ says:

            Ao longo da historia humana, dezenas de civilizações desapareceram com uma velocidade incrível, que deixa os próprios historiadores perplexos, sem uma explicação clara, ficando sempre a possibilidade de uma epidemia.

            Na época dos Descobrimentos, por exemplo, a maior parte da civilização Maia morreu devido as doenças levadas pelos Espanhóis.

            Nos últimos 10 anos, sim 10 anos, o numero de passageiros das companhias areias duplico. Com cada vez mais pessoas a viajarem a probabilidade de espalhar doenças aumenta em grande escala.

            Antes, como se viajava menos, os vírus que surgiam numa determinada localidade tinha menos probabilidade de se espalhar para outra, pois havia menos movimento de pessoas, animais e bens.

            Alem disso, a humanidade esta cada vez a ficar mais fragilizada a nível de saúde, devido ao facto que o ar que respiramos e o alimento que comemos, está cada vez mais poluído. Essa má qualidade, deixa o nossos sistema imunitário mais debilitado, tornando-se mais sensível para novos vírus e afins.

            Por isso, até é fácil explicar o porque de surgir este tipo de problemas. Alias, já previsto por muito especialistas a probabilidade de isto acontecer.

        • Toni da Adega says:

          Porque é que a Gripe espanhola só apareceu no Século XX? Foi porque ainda não tinham a tecnologia para criar o virus?
          E quem é que criou o vírus da Sida? Em pleno seculo XIV como foi possivel existir tecnologia para criar a peste negra.
          Os Humanos existem há vários milênios não deviam as doenças aparecer logo todas quando os humanos surgiram?
          Os humanos apareceram num sábado, nao era suposto no Domingo na Segunda-Feira estarem doentes?

      • oeuropeu says:

        Talvez precisamos mesmo buscar outras formas de alimentação, mas também é estranho que nos últimos 20 anos os vírus que apareceram em animais e passaram para humanos vieram todos da China. Não digam que eles fabricaram, mas será devido as baixas questão sanitárias, regras alimentares…

        • Jorge Carvalho says:

          Não , a gripe espanhol veio dos USA. ….
          Também foi uma conspiraçao ?

          abc

        • RPG says:

          Pior que estes vírus é mesmo a ignorância.. o nível de contágio parece incrivelmente alto nos dias que correm. Tens por exemplo o virus H1N1 em 2009 que apareceu nos EUA. Basta uma pesquisa de 5 minutos, para perceber que viroses aparecem pelos quatros cantos do mundo. Agora claro, quando tens um país com 20% da população mundial, parece-me normal que aprox 1 em cada 5 vírus apareça por lá. Claro que as condições higiénicas e regras alimentares que são praticadas na China em nada ajudam em abrandar o aparecimento de novos vírus que contagiem o ser humano, mas dizer que veio tudo de lá nos últimos 20 anos, simplesmente não é de todo verdade.

    • Jota o maior amigo says:

      +3

    • Miguel says:

      Discordo com o que dizes, a meu ver não existe nenhumas provas concretas nem argumentos suficientes para suportar o que referiste (pelo menos que eu tenha conhecimento), basta olharmos para a historia e vemos que existiram bastantes virus/doenças deste tipo ou piores de origem natural, peste negra e gripe espanhola, são talvez dos melhores exemplos uma vez que nessa altura não havia tecnologia para modificação genetica.
      Portanto atualmente, a meu ver a melhor explicação com todo este historial, até que alguem comprove o contrario é que a origem deste virus seja natural. E como alguem referiu antes, este pode ter sido potencializado por o derradeiro aumento de consumo animal e movimentação.

    • Jakuti says:

      Outra vez arroz…

    • Bruh says:

      Terrorismo, são as asneiras que saem da tua boca. Vai lá tomar um calmante que isso passa.

    • Hugo says:

      A questão é muito simples:
      Tens provas do que dizes?
      Se não tens não podes afirmar coisa nenhuma. Sê humilde e inteligente em vez de alarmista e faccioso.

      • PeterOak says:

        E tu tens provas que não veio de um laboratório? Então veio de onde? Tentas descredibilizar o rapaz apenas para ficarmos na mesma, pois não sabes nada, zero!!

        • RPG says:

          Já foi provado que o vírus tem origem natural, como centenas de oturos vírus conhecidos. Para além disso, quem afirma que veio de um laboratório é que tem de provar que efetivamente veio de um laboratório LOL.. mas claro, não passa de desinformação e conspiração, que apenas acreditam os crentes, tal como os que acreditam em Deus.. é uma questão de fé. Se agora começarem a dizer que foste tu que criaste o vírus, tu tens de provar que é mentira? Que eu saiba és inocente até prova em contrário lol..

          • PeterOak says:

            O que me leva a crer que o vírus foi fabricado são dois aspectos:
            – o timing é muito suspeito. Surgiu logo após a China perder uma guerra comercial;
            – o facto de não infectar crianças e jovens. Parece que foi desenvolvido de forma a poupar os mais novos e a atingir fortemente os mais idosos. Isto é supeito.

        • Hugo says:

          Quer dizer…ele faz uma afirmação sem fundamento, eu questiono…e agora eu é que tenho de argumentar contra….NADA? LOOOL
          Eu só disse que ele não sabe nada. Ponto.
          Se quiseres avançar com essa conversa da treta prova-me tu que eu não sei nada 😀

  2. whatever says:

    Isto parece cada vez mais Resident Evil… Só faltam os zombies…

  3. cross says:

    Não é preciso ser iluminado para perceber o que causa tudo isto.
    Indústria da carne, animais torturados, em condições decadentes, e a levarem medicamentos e hormonas em quantidades gigantes.
    Desviem o olhar da origem, é mais fácil e não têm que mudar os hábitos.

    • Spoky says:

      +1 Nem mais… Mas ainda quem duvide que os agro-tóxicos não fazem mal.

      Tintura de iodo e toca a mergulhar a comida, alimentos la para dentro para tirar essa porcaria para a rua e mesmo assim não tira a 100%

    • Bruno Santos says:

      +1 pode não ser preciso iluminado mas é necessário termos, como sociedade, acesso à melhor informação.

      Podemos ser 100% saudável sem comer derivados de animais, no entanto há ainda muitos mitos acerca disso. Este tipo de alimentação tem benefícios para:

      Saúde
      – mental dos trabalhadores dos matadouros onde é comum sofrerem doenças derivadas do que fazem – https://metro.co.uk/2017/12/31/how-killing-animals-everyday-leaves-slaughterhouse-workers-traumatised-7175087/
      – Foram feitos vários estudos onde as conclusões apontam que existe uma redução em certos tipos de cancro e doenças cardiovasculares
      – Redução da probabilidade de ter outras estirpes de vírus, sejam corona, mers, influenza ou outro saltarem para o ser humano e potencialmente causarem vítimas adicionais
      – Super bactérias que podem aparecer com resistência aos antibióticos actuais. Uma parte significativa de antibióticos é dada aos 70 mil milhões de animais que se matam todos os anos

      Ecológico
      – Abate de florestas para criação de monoculturas para alimentar mais de 70 mil milhões de animais
      – Produz-se plantas suficientes para alimentar todo o mundo e ainda sobrava, no entanto somos menos de 8 mil milhões e uma parte significativa morre à fome
      – criam-se zonas mortas no oceano fruto dos excessos da criação em massa de animais
      – esses mesmos animais que contribuem para os gases que contribuem para o efeito de estufa (metano especificamente que é muito mais potente que o dióxido de carbono)
      – Gasta-se mais água potável para produzir 100 calorias de carne do que 100 calorias de qualquer planta

      Ético
      – A indústria dos ovos tritura a maior parte dos pintainhos macho dado que não produzem ovos (https://en.wikipedia.org/wiki/Chick_culling)
      – Ao mesmo tempo que tiram os bicos às galinhas para n andarem à bicada umas às outras por causa do stress de estarem em espaços confinados
      – A indústria dos lactícios, n é mt diferente, os machos tb são retirados muito cedo da mãe (n vá o bebé beber o leite que a vaca feliz produz para nós) , e muitos são mortos passados poucos dias
      – Essa mesma indústria enfia um braço inteiro no cu da vaca para a inseminar artificialmente. A vaca feliz está sempre a produzir leite e grávida. E quando deixar de ser capaz de produzir leite… é morta.
      – Aos porcos são arrancados dentes e cortada a causa sem qualquer anestesia logo nos primeiros dias de vida
      – N se criam seres sencientes, escravos (sem liberdade), cujo o intuito final é mata-los para nosso deleite

      Desengane-se quem diz que os governos tem responsabilidade, cada indivíduo tem a sua responsabilidade, basta conhecer a verdade e entender que isto não é escalável.

      • Américo Mendes says:

        É exactamente isto que descreves. Parabéns pela lucidez e objectividade.
        No final, tudo serve para alimentar a industria farmacêutica. Vender remédios para manter o “cliente” doente, sem o matar. Vejam quantos familiares vossos, com mais de 60 anos, tomam 3 a 5 remédios diariamente. Nada curam, mantém sintomas controlados.
        Boa sorte a todos, leiam, esclarecem-se…fujam (como conseguirem) de tudo que seja industrial (alimentação), o que incluiu carne, por exemplo (mas tb já inclui vegetais).

  4. Hopelandic says:

    Nunca vi um virus proveniente de uma beterraba ou de feijão verde. Enquanto continuarmos a alimentar as indústrias animais, vamos viver para sempre confrontados com pandemias.

    • Spoky says:

      Só? Hormonas, pesticidas, herbicidas, produtos Agrotóxico estão a espera do quê?

    • Toni da Adega says:

      Bunyaviridae, Rhabdoviridae and Reoviridae contain viruses known to infect plant, animal and human

    • Carlos says:

      O problema é que carne é BOM e dá Dinheiro a muita gente!

      Mas também acho que a lógica é essa.. é claro que haverá sempre novos virus provenientes de variadíssimas fontes, mas parece inegável que a criação massiva de gado para consumo é um dos principais problemas.

      Não quer dizer que tenhamos que parar de comer animais, mas temos certamente que diminuir nas quantidades. Em vários aspectos, a quantidade de carne actualmente consumida e a forma como os animais são criados de forma amontoada, parece-me incompatível com a sobrevivência da raça humana a medio prazo.

  5. Filipe says:

    Amigos, calma. Com a atenção neste tipo de vírus a investigação centrou-se no estudo de vírus em animais que possam contaminar humanos. É lógico que vão encontrar alguns….

    Também há outro problema. A ciência está a publicar artigos sem a chamada revisão pelos pares. Isto é, as revistas científicas, para acelerar a investigação de uma vacina, estao a publicar artigos sem passarem por uma análise profunda e que depois são contrariados por outros cientistas. Sempre foi assim, o contraditório, mas agora os jornalistas têm acesso e publicam coisas que antes nunca saíam dos laboratórios por serem investigações que a longo prazo não se mostravam válidas.

    • Bob says:

      Só tenho pena da quantidade de comentários com este conhecimento e bom senso, representa a minoria das pessoas a comentar….

      Como disse, falta a revisão dos pares (comunidade cientifica, estudos, etc), e apenas alertam para um novo tipo de vírus da gripe.

      • GM says:

        Certíssimo. Mas para isso é preciso paciência, e mais ainda, tempo, para que os estudos se desenrolem e apareçam os resultados. Não é apenas “apertar um botão” e está.

  6. Sardinha Enlatada says:

    A receita e sempre a mesma ja viram ? Um virus que passa dos animais para os humanos. Mas explicar como e que isso acontece nao explicam. Preferem enfiar goela abaixo essa teoria. Eu tambem falo vou continuar na minha. Ja nao acredito na comunicacao social. Se algum de nos quizer a verdade vai ter de investigar. Ninguem vai a divulgar por nos. Entao daqui por algum tempo vai haver outro circo montado. Ca para mim isto dos virus ate podem existir mas dai a se considerar pandemia tenho duvidas. Entao nao acredito em nada, e venha de la essa explicacao de como e que esse virus contagia as pessoas ? Sem engasgos por favor

    • JJ_ says:

      Regra geral, os vírus de animais não passam para humanos e vice versa.
      Mas os vírus vão sofrendo mutações conforme vão mudando de hospedeiro, por exemplo por se misturarem com outros vírus que o hospedeiro já tem. O problema surge quando um determinado vírus ganha uma mutação capaz de passar do animal para o humano.

  7. miguel says:

    “Festival da Carne de Cão!
    Durante dez dias, mais de dez mil cães são comidos neste festival gastronómico…”

    Onde anda a OMS que nada faz?
    Os chineses tem que ser responsáveis pelos seus actos e estas práticas não tem nada de higiénico ou normal, não admira que os virus passem para o ser humano.

    Artigo:
    https://www.dn.pt/edicao-do-dia/24-jun-2020/festival-da-carne-de-cao-avanca-apesar-dos-protestos-62-milhoes-sao-animais-de-estimacao-12342682.html

    • Bruno Santos says:

      Em que é que um cão é diferente de um porco? Também fazemos festivais de enchidos em Portugal, n somos melhores que eles, somos é uns valentes hipócritas.

    • OnlyAppleHaveTecnology says:

      Qual é o problema?

      Festival da carnde de cão não pode, mas depois fazem fila para comer um leitão…

      Cambada de hipocritas

      • Victor says:

        Tem tudo a ver não haja dúvidas, realmente vês pelas ruas os leitões todos esfolado, sem pernas a deitar sangue por todo o lado não é? Moscas à volta e pessoas a comprar peça ao kilo com o animal vivo. Eles que comam o que quiserem mas as condições com que o fazem é de um atrocidade e de um nojo em que não há em nenhum outro país.

        • ervilhoid says:

          Se verificares de onde vem tudo o que comes ias verificar que muita da carne não vem de sítios melhores

        • JJ_ says:

          Mas isso não é problema do animal que serve de alimento, é a falta de higiene dos locais.

          Esse cenário que relatas, nesses locais é exactamente o mesmo para qualquer tipo de animal.

  8. Gonçalo Correia says:

    Alguem anda a brincar ao plague inc lá naqueles lados..

  9. Euéquesei says:

    Cerca sanitária à China, não?
    Ah pois, os turistas Chineses são muito necessários porque gastam bastante dinheiro e tal… Esqueça lá isso de lhes barrar a entrada.
    Mas assim por cada 10 euros que eles cá deixam vamos gastar 100. Não faz mal, isso depois logo se vê…
    Pessoal, alguém sabe porque um país como a China compra porcos a Portugal e aos EUA em quantidades enormes?
    Sim, temos cá muitos porcos, mas o problema é que os porcos Chineses andam todos a morrer de doenças.
    Se isto se confirmar, mais uma doença destas vinda destes país, é meter arame farpado ao longo de toda a fronteira chinesa. Não sai ninguém.
    Mas onde vamos buscar tanto arame farpado? Espera aí que aparece já um tipo do PS com uma fábrica de arame em 1, 2, 3… já está.

  10. Ci says:

    Quando aparecer um vírus que ameace matar 99.98% da população, aí sim acho que temos que nos preocupar bastante. Para este corona, basta educação civica e “saber estar” em sociedade.

  11. dajosova says:

    #vaificartudobem

  12. Pedro Santos says:

    Infelizmente a televisão nacional não tem tomates para andar a mostrar imagens e vídeos das péssimas condições em que os animais vivem nas quintas/espaços de criação e das atrocidades que sofrem nos matadouros.
    Os media não investem um segundo que seja a mostrar imagens dos mercados de animais vivos na China. Milhões de pessoas inventam teorias da conspiração porque os jornais não se dão ao trabalho de chocar as pessoas com a verdade. Doenças e vírus desenvolvem-se com facilidade porque os animais são tratados como lixo e caminham sobre excrementos e, muitas vezes, sobre outros animais mortos. Em nenhuma parte do mundo existe a mínima preocupação para tratar deste gigantesco problema com dignidade. Cabe a cada um de nós não contribuir mais para esta industria nem virar a cara para o outro lado e fazer de conta que está tudo bem. O mundo tem que mudar para uma dieta à base de plantas para resolver este tipo de problemas.
    Foi a altura perfeita para o mundo abrir os olhos mas ninguém o faz porque, apesar de ter sido muito difícil ficar em casa confinado, nada melhor do que aquela sandes de leitão, não é? Não tem mal, não estão sozinhos. A China está convosco, porque apesar de ter sido proibido a venda e compra de carne de cão, eles cagaram nisso e avançaram na mesma com um festival onde cães e gatos são roubados aos donos, espancados, esfolados vivos, cozinhados vivos e até queimados vivos com tochas. Mas, como dizia o outro, #vaificartudobem.

    • RPG says:

      Vê-se logo que nunca andou por nenhum país asiático. O que diz dos mercados na China é uma realidade sim, como também o é em praticamente todos os países asiáticos. Desde tailandia, India, indonesia, Malásia, Filipinas, Singapura, Taiwan, Vietnam.. E se julga que nestes locais a higiene não é tida em conta, experimente dar um salto até África LOl.. ou mesmo até a alguns países da América do Sul como na Colombia ou México etc.. Aqui pela Europa felizmente temos padrões altos no que toca a higiene alimentar, mas desenga-se quem acredita que é apenas na China que existe falta desses mesmos padrões, ou que sequer está nos piores exemplos, porque não está. Com isto só quero dizer, que bater sempre no mesmo não irá resolver coisa nenuhma lol

      • Pedro Santos says:

        Não preciso de andar por nenhum sítio da Ásia, ou do resto do mundo para saber que em qualquer parte onde se produzem animais para consumo, eles crescem em ambientes absolutamente atrozes. Existem milhares de vídeos e fotografias de milhares de sítios diferentes que comprovam que em todo o lado, os animais são produzidos com as mesmas condições. Tal como digo no meu comentário, isto acontece em todo o mundo, nomeadamente em Portugal. E sim, a China está dentro dos piores exemplos, tendo em conta que a China é considerada a segunda potência económica do mundo, é ridículo que, relativamente à produção de animais, estejam ao mesmo nível de países de terceiro mundo. Não entendo em que aspecto é que o teu argumento é válido, tendo em conta que estás simplesmente a comparar as más condições de vários países, e nem sequer apresentas um único argumento que contradiz o que eu digo. Correcção: Na Europa temos padrões mais altos no que toca a higiene alimentar relativamente ao cuidado que a carne tem depois de matarem o animal. Os locais onde os animais têm que viver até serem enviados para um matadouro, não deixam de ser horríveis e locais perfeitos para se desenvolverem doenças. Se quiseres continuar a ter um debate sobre o assunto, gostava que apresentasses argumentos mais bem estruturados.

    • PPlware é fixe says:

      One more Child of Thanos.
      Até parece que as plantas que compras no supermercado são totalmente naturais.
      A produção de plantas para alimentação não é muito diferente da produção de animais.

      • Pedro Santos says:

        Em nenhuma parte do meu argumento assumo que as plantas não têm químicos/pesticidas durante o seu crescimento. As plantas que compro no supermercado poderão ter tantos químicos como aqueles que dão aos animais para crescerem mais rápido, para darem mais leite, etc. Mas prefiro que o meu dinheiro vá directamente para produtores de plantas, do que para produtores de animais que são explorados, torturados e mortos sem qualquer razão, enquanto vivem em péssimas condições e contribuem para a criação de doenças que facilmente dão cabo de nós. Gostava de ver um estudo cientifico que demonstra que o consumo de plantas “não naturais” contribuem para o desenvolvimento de alguns dos vírus mais mortais da história.

        • Pedro Santos says:

          E sim, a produção de plantas é bastante diferente da produção de animais. As plantas não andam a viver enjauladas, a gritar de agonia, a viverem um pesadelo desde que nascem, para depois serem torturadas e mortas de 1001 maneiras diferentes. Argumento ridículo da tua parte.

  13. PPlware é fixe says:

    Transgénese de porcos aliada a uma pobre higiene.

  14. Diogo says:

    Eu cá para mim mais valia corrermos todos para o armamento e resolver isto o mais rápido possível vamos deixar os chineses matarmonos todos em todo mundo para restar apenas esse governo parasita

  15. Joaquim Sobreiro says:

    Claro que falar de dióxido de cloro vai ser sensurado, não dá lucro porque não poder ser patenteado. Qualquer estudo científico está condenado pela farmafia.
    Remdesivir a dois mil euros por paciente da farmacêutica Gilead por ter sido considerado com resultados positivos será vendido.

  16. Rafael says:

    Vou comprar stocks em empresas de papel de alumínio, que pelos comentários aqui vistos vão começar a vender mais.

  17. Stalin says:

    Para quando o vírus do “The Walking Dead”?

  18. BTNB says:

    Comam menos animais, simples!!

  19. wmkr says:

    aceitem que doí menos

  20. Jorge Tomaz says:

    As pessoas não sabem, mas existem milhões de vírus no mundo, o problema é quando os vírus passam dos animais para os homens, aí depois o vírus pode mutar , e ficar transmissível entre seres humanos, virar uma epidemia, ou até pandemia. Este vírus dos porcos, já foi detectado em 10 % dos trabalhadores que trabalham com os porcos. E calcula se que 4% da população chinesa , já esteja infectada, agora é só resta esperar que o vírus não mute. Infelizmente o homem vai no futuro a ser exposto a cada vez mais vírus, devido a desflorestação, ao contacto com animais selvagens, especialmente os morcegos, que carregam muitos vírus perigosos, mas que os morcegos já tem imunidade.

  21. quem procura sempre encontra says:

    https://m.youtube.com/watch?v=kFqsqDvR8-s
    Como primeiro aparece o Tamiflu e só depois a doença … falha grave mas que deu para aprender …

  22. antistupid says:

    onde anda o doctor house o gajo em 45 minutos resolvia isto tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.