Quantcast
PplWare Mobile

Empresa quer cultivar embriões humanos para garantir órgãos para transplantes

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. ItsMeMickey says:

    Tudo o que eu li foi, empresa quer recriar o file a ilha!

    • p_t says:

      não chega a tanto

    • Luis M says:

      lembrei-me logo disso. Mesmo que não chegue a tanto, a ganância das empresas nunca para de surpreender

    • AlexX says:

      Quando o livro foi publicado já se fazia isso há décadas mas não eram ainda usados pelos órgãos, apenas ceder sangue ou aparições em público para proteger o original caso sofressem um atentado. E continua a ser feito.

      • José S. says:

        Explica lá melhor isso.

        • AlexX says:

          Se um órgão for transplantado dum clone as possibilidades dele ser rejeitado devem ser mínimas ou o mais próximo disso. Eram os alemães nos anos 20 e 30 quem mais avanço tinham nessa e outras áreas, metade dos cientistas foram para os EU e outra metade espalhou-se pelo mundo (Israel incluído) antes e ao longo do início da 2a guerra.
          Quanto a personalidades terem clones por motivos de segurança, já se fala nisso antes da Internet chegar ao público, por exemplo haverem 6 Hitler, tão iguais que nem Goebbels distinguia entre 2 deles, 6 Saddam Hussein (não foi o original quem saiu dum buraco cheio de medo e foi enforcado), entre tantas outras personalidades que foram e seguem sendo trocadas de cena mas poucos dão por isso e só dão por isso quando existe alguma diferença pequena que seja. Mas por vezes é tão grande a diferença que só entendo que poucos o consigam perceber porque o programa é bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.