Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Variante pode chegar a 60% dos testes positivos em 2 semanas

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Spoky says:

    Sabem porque pode chegar? Porque no Natal e Fim de Ano, o Estado foi muito bonzinho!

    No Fim de Ano e no Natal, todos sabemos que praticamente ninguem cumpre as regras (nem mesmo eu!), vão todos com familiares ou amigos próximos, julgando que não têm COVID! Só porque são da familia julgam-se que são IMUNES.

    O que é mentira, o dever do Primeiro Ministro era ter proibido a circulação entre Concelhos, para quem trabalha pediam uma justificação, excepto para Urgencias médicas etc.

    No Natal e no Fim de Ano, deviam ter feito uma quarentena logo após Janeiro de pelo menos 10 a 15 dias.
    Não fizeram, abriram escolas normalmente e toda a gente foi trabalhar do nada.

    As consequências pagam-se caras/os. Deviam ter feito a chamada PREVENÇÃO.
    Não quiseram, ignoraram e deu isto que esta a dar.

    Obviamente que iria ter casos, sem duvida. Mas não teriamos números tão altos como estamos agora.

    Portugal no seu melhor, e sim isto para mim é uma GRIPE. Só que mais infeciosa e ligeiramente mais letal.

    • José Carlos da Silva says:

      Ligeiramente mais letal? Em 2019 morreram mais de 3000 pessoas devido a gripe. Por covid já passam das 9000.

      Ainda assim, o problema não reside apenas no quão infecciosa ou letal é a doença, mas sim a capacidade de resposta à crescente necessidade de internamentos, sem esquecer que continuam a existir outras doenças que requerem cuidados.

      “O Zé lançou-se a 190km/h, com a sua Maria; despistou-se e a Maria morreu. A culpa é do fabricante do carro, que o deixou andar àquela velocidade, e do Estado que ainda não acabou com aquela curva.”

      A culpa é das pessoas. Não é do Estado. Não é do PM. Não é de absolutamente mais ninguém, a não ser de cada um que se julga mais esperto que os outros e que se rege pelo seu egoísmo e falta de respeito e que continua a achar que isto é tudo uma brincadeira e uma gripe.

      • nmcs says:

        3000 de gripe em 2019…quantos meses de gripe??? há quantos temos de viver com a covid???.
        Os dados oficiais do Instituto Nacional de Estatística publicados recentemente mostram um aumento de mortalidade de cerca de 8%, mais oito mil óbitos do que a média dos anos anteriores. A mortalidade atribuída à covid explica 27% dessas mortes, ou seja, quase 5.740 óbitos não têm explicação.
        Em Portugal, o INE demonstra que a mortalidade hospitalar aumentou 6% este ano comparativamente com os últimos cinco anos a quase toda esta mortalidade é explicada pelos óbitos Covid, mas a mortalidade fora do hospital, no domicílio, aumentou 23%.

    • jorgeg says:

      vais pagar e muitos portugueses,… isto e so o comeco,… a economia de rastes e o dinheiro a crescer em arbores sem duvidas!

      • Spoky says:

        Vou pagar? Cuidado com as palavras, vê-la se não atrais isso para a tua vida. «Lei da Atração»

        Vai ler um livro Jorge, talvez de Cultura, Saúde e bem estar, psicologia fazia-te bem.

        Se for para pagar, pago eu, pagas tu, pagam todos.

    • Pegulho says:

      “Portugal no seu melhor, e sim isto para mim é uma GRIPE. Só que mais infeciosa e ligeiramente mais letal.”

      Boa Ventura…

    • Mastermind says:

      Qualquer cidadão bem informado e com dois dedos de testa já devia ter percebido o que deve fazer para evitar o contágio, sem precisar que os políticos lhe digam ou imponham o que deve fazer. Infelizmente, neste país, a ignorância e o chico-espertismo sempre prevaleceram sobre o bom senso e o auto-dominio. Só tenho pena das famílias que ficaram infectadas através dos filhos que frequentam as escolas que nunca deviam ter reaberto após o Natal. Tudo o resto é pura e simplesmente falta de cuidado e facilitismo individual.

  2. Hopelandic says:

    Tu próprio afirmas que não cumpres as regras. Se não as cumpres que raio tem o governo que ver com isso? O Costa até podia ter metido um polícia à porta de cada casa que os tugas iam arranjar maneira de se pirar para festas.
    Está visto que a culpa é dos portugueses, mas como é preferível fazer de uma questão sanitária algo político continua-se a bater no Costa. Se ele tivesse imposto confinamento geral no natal e ano novo ninguém teria gostado e agora estariamos ainda assim com muitos casos e tu e outros estariam aqui a dizer que ele não te deixou sair de casa e é um mau pm. As opções políticas não são tomadas aleatoriamente. Estes tipos reunem com médicos e cientistas que os aconselham. E basta ver a quantidade de opções menos corretas (a jusante é fácil avaliar) que foram tomadas por esse mundo fora. E de governos de esquerda e de direita.
    Portanto, sejam homens e admitam que os portugueses é que não cumprem regras e estão-se nas tintas para quem morre ou fica infetado ou para a malta da saúde.
    “ai que o Costa é muito mau e deixou-me sair à vontade no natal e ano novo e dps infetei este e aquele.”
    Cresçam.

    • Spoky says:

      Eu disse que não cumpro as regras? O que eu disse é que “NO FIM DE ANO E NO NATAL…. praticamente ninguem cumpre as regras” percebes a diferença?

      Tu estas a falar numa generalidade, quem disse que não cumpro as regras? Eu não fui a festas, não fui com a familia, nem com amigos. Fui com a minha namorada jantar e ver o fim de ano EM CASA.

      Não sei se sabes, mas era permitido ires ter com a Familia(ia quem quisesse) com restrições.
      Como é obvio, no entanto os portugueses estão se a marimbar para as restrições (já expliquei a cima, não vale a pena tocar no mesmo assunto.)

      «Se ele tivesse imposto confinamento geral no natal e ano novo ninguém teria gostado e agora estariamos ainda assim com muitos casos e tu e outros estariam aqui a dizer que ele não te deixou sair de casa e é um mau pm»

      Era o que ele deveria ter feito, não fez. Culpa de quem? Minha? Era permitido circular, as pessoas vão POR ESCOLHA e DECISÃO própria.

      Vais culpar o quê a quem? Se não estavam a desobedecer e se permitiram? É obvio que o Costa devia ter imposto logo depois do Fim do Ano, uma quarentena de 10 a 15 dias!

      E talvez, TALVEZ os números não tenham estado como estão. O Costa foi ingénuo, permitir com que as Escolas abrissem, sabendo que a maioria dos jovens estão se a borrifar para o COVID.

      Sabendo que os Jovens (e não só) mas grande parte dos Jovens, não cumprem as regras e mesmo assim decidiram abrir (as escolas são seguras) sim sim.. depois é sem mascaras fora da Escola, todos contagiados. Booooooooommmm!

      Eu não sou contra o Costa, eu apenas disse que a PREVENÇÃO. Foi muito mas muito MAL FEITA.
      É a realidade, e os números estão como estão por causa disso.

      Se tivessem:

      Impedido a circulação entre Concelhos (com exceções, não as irei repetir, e não não precisas da policia a porta a porta) vias rápidas todas controladas, saídas de concelhos também.

      Confinamento Geral logo no primeiro dia de Janeiro de 10 a 15 dias. Trabalho permitido, escolas fechadas (todas), take-away permitido por Uber, Glovo e outras empresas de entrega.

      Pratica de desporto permitidas durante a noite (apenas e só em Concelho)

      Proibição de andar na Rua a partir das 23:00 (Com exceções, não há caminhadas, nem cães a passear)

      Policiamento nos Concelhos, utilizando caso fosse preciso Militares (estes até agora nem ver-los).

      «Estes tipos reunem com médicos e cientistas que os aconselham.»

      Sim sim, dai medicamentos como Paracetamol que é o mais utilizado em Portugal, patétice meu caro. Paracetamol resolve tudo! Tudo, é incrível.

      O mais incrível é a falta de esclarecimento por parte da Ordem dos Médicos em relação a não utilização dos seguintes medicamentos:

      Cloroquina
      hidroxicloroquina
      Ivermectin
      amlodipine
      losartan
      famotidine

      (Que já comprovaram ter uma eficácia maior na recuperação), vai-se a muitos sites de Clinicas Privadas e o tratamento que se fala é, PARACETAMOL.

      Fico a aguardar a resposta, de porque esses fármacos não são utilizados em Portugal ou dificilmente os aprovam! (agora faz o teu trabalho de casa, e pesquisa por Estudos, não te vou fazer a papinha toda, apesar de saber).

      Antes que venhas com a conversa dos efeitos colaterais, pensa primeiro nos do Paracetamol.

      Ah e a prevenção? Vitamina C, Zinco, Vitamina D? Ninguem fala nem recomenda a população a tomar em doses baixas ou pelo menos comer alimentos que contenham Vitamina C.

      Disso ninguem fala, alias são poucos os médicos que recomendam uma prevenção, com suplementos.

      E antes que digas e efeitos colaterais? São menores que as dos farmacos. E (não não te vou fazer a papinha toda, mas tens aqui um bom exemplo)

      “The use of high dose of intravenous vitamin C for management of COVID-19 in China and the United Stated has shown promising results.”

      Fonte: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33113146/

      Pesquisa por Estudos, não te vou fazer a papinha toda, apesar de saber (+ uma vez)
      E estamos nisto.

      • SSD says:

        htthttps:// exame.com/ciencia/medico-frances-que-defendeu-hidroxicloroquina-contra-covid-19-admite-estar-errado/

        https:// observador.pt/factchecks/fact-check-azitromicina-e-ivermectina-matam-o-sars-cov2/

        O losartan é um medicamento para a hipertensão, vai fazer maravilhas de facto. Aliás se misturar-mos isso tudo, bem o problema dos hospitais fica resolvido, não sei é onde é que vamos enterrar tanta gente…

        Retirado do mesmo “artigo”, se sequer podemos chamar isso a um parágrafo a atirar hipóteses para o ar: “it is sensible to add it to COVID-19 management protocol particularly if the current ongoing clinical trials testing the effect of vitamin C in management of COVID-19 show positive results.”

        Incrível como para os especialistas de bancada e seguidores do Bolsonaro pelos vistos, esses medicamentos são fantásticos e fazem maravilhas para o pessoal que realmente andou meia duzia de anos a estudar e que tens mais uns de experiência, pode sair “pior o arranjo que o soneto”, mas de certeza que são vocês que têm razão.
        Ah e claro que não te esqueças de acrescentar que as vacinas é que são perigosas, com medicamentos alternativos está tudo bem..

      • Toma lá says:

        A tua frase:
        “No Fim de Ano e no Natal, todos sabemos que praticamente ninguem cumpre as regras (nem mesmo eu!)…”
        N é preciso dizer mais nada….
        Ah e toma a cloroquina que fazes um favor à humanidade

        • Spoky says:

          “No Fim de Ano e no Natal, todos sabemos que praticamente ninguem cumpre as regras (nem mesmo eu!)…”

          Exactamente só vieste confirmar o que eu disse, eu disse NO NATAL e no FIM DE ANO, quem disse que não cumpro as regras fora do Natal e do Fim de ano? E estou a falar dos dias especiais, não de todo o Natal.

          O que tu deves ter percebido é “Eu não cumpro as regras durante todos os meses do ano”. É completamente diferente, aprende a interpretar.

          «Ah e toma a cloroquina que fazes um favor à humanidade»

          Alguem disse que eu tomava? Alguem disse para tomarem?

          Deves pensar que essas ofensas atingem-me lol, estamos na Internet, só um atrasado é que se sente ofendido por tais palavras.

          Boa sorte.

    • Pegulho says:

      Basicamente, é isso mesmo! Mas o Costa é que é mau por ser monhé!

  3. Duarte Antonio says:

    Estamos a entrar em imunidade de grupo, como devia ter sido em Março de 2020. Não é nenhuma tragédia.
    Em 25 de Janeiro atingimos o picos dos casos e podemos respirar de alivio

    • ... says:

      Só tens essa ladainha porque ou não tens ninguém próximo que tenha falecido ou no hospital a lutar pela vida ou então tens problemas psicológicos graves.
      Tenho pena de pessoas como tu.

      • José Carlos da Silva says:

        Isto.

      • Sujeito says:

        Esse apelo emocional e escárnio do comentário do Duarte é uma falácia e irrelevante.

        Devias ter pena é de não compreenderes sequer o que ele disse.

        • José Carlos da Silva says:

          ” Não é nenhuma tragédia.”

          Pega nesta citação e explica-a a quem perdeu entes queridos e próximos. A quem está para lá do ponto de ruptura física e mental. A quem está no hospital a lutar pela vida, e que, se por infelicidade vier a falecer, não terá sequer a oportunidade de uma despedida.

          • Spoky says:

            Uma morte seja por COVID ou não, é sempre uma tragédia. Qual é a diferença? Todas as mortes QUE EU SAIBA, é uma tragédia.

            Por tanto, não sei qual é a diferença com o COVID…

      • ... says:

        Tantas cópias do nick que uso…
        -chamar ladainha ao que o @duarte escreveu,no entanto,apresentou outra ladainha,coerente!Será do seus “problemas psicológicos graves”?

    • Nightingale says:

      Quem é que disse que é sequer possível atingir a imunidade de grupo para esta doença em específico? Sabe que existem diferentes estirpes e que ainda mais aparecerão… Em que estudo se baseou mesmo? (obviamente um estudo válido, porque o que não falta aí são estudos que são uma porcaria no que toca ao rigor científico e aquilo mais parece ter sido escrito por um estagiário da CMTV) Vamos deixar que morram um número absurdo de pessoas direta ou indiretamente todos os dias? – Quando existem soluções que diminuem substancialmente estes números… Agora dizer que isto não é nenhuma tragédia, no mínimo é ser mimado e querer atenção, ou só lê porcaria que de ciência não tem nada, ou simplesmente, é um quadro clássico de sociopatia. Agora imagine que é um dos seus familiares próximos, se continuar inabalável no mesmo raciocínio, já sabemos qual de qual das opções se trata.

      E nem venha com aquela de que todos os anos nesta altura morreram muitos idosos com gripe, porque esse argumento ainda é mais falho e parvo. A gripe é conhecida há muito tempo e bem estudada, já o coronavírus mal o conhecemos. Não vamos abusar a ver quais são os limites. Vamos evitar que isto se torne pior do que a gripe espanhola.

      • SSD says:

        Os suecos tentaram e falharam mas nós somos especiais de corrida…
        Pena é que sempre que aparecer uma variante nova deite toda essa “ambientação” fora mas pronto

  4. Ups! says:

    Nunca discutas com um idiota… Deixa o próprio provar do seu veneno.

  5. C.S. says:

    Não consigo perceber porque é que continuam a insistir neste alarme social.
    https:// arquivos.rtp.pt/conteudos/urgencias-hospitalares-lotadas

    https:// arquivos.rtp.pt/conteudos/caos-nas-urgencias-hospitalares

    https:// jn.pt/local/noticias/setubal/setubal/caos-na-urgencia-de-setubal-esgotou-oxigenio-para-idosos-10394727.html

    • SSD says:

      Ai Carlos só tu para me fazeres rir com esta situação. Ou seja a tua teoria é que como já tivemos casos graves antes, isto não é preocupante, faz sentido…

    • Sardinha Enlatada says:

      Porque descobriram a formula de como arrastar com eles este alarme social e usam a velha maxima: juntos somos mais fortes nesta mentira, ate os medicos que queiram dizer o contrario sao facilmente desacreditados. A comunicacao social e que esta certa sempre estara e ninguem a pode contrariar. Ninguem consegue olhar para os numeros e ver o que esta la escondido ? A histeria pura e simples. Para alem de se esquecerem tambem das outras doencas. O covid veio dizer as pessoas que ninguem pode morrer em Portugal, a taxa de natalidade e mortalidade que existiam nos anos anteriores e que era normal de acontecer agora nao e tao normal porque o covid transformou a taxa de mortalidade num demonio de 9 cabecas.

      • SSD says:

        O problema é que se calhar em 10 médicos, tens 1 que diz que discorda que seja preciso tanto alarme mas para vocês os outros 9 é que estão errados…
        Não se trata de comunicação social trata-se de pessoal médico especialista (não é como os médicos pela verdade que mais rápido encontras um dermatologista do que epidemiologista ou um virulogista, ou melhor não encontras nenhum desses, só por acaso) a dizer o quão preocupante é a situação, diretores de urgências, enfermeiros, pessoal que está a lidar diretamente com isto. Mas pronto tal como também já li por aqui, só estão a fazer isto para ter tempo de antena, os especialistas de sofá é que têm razão

  6. Sardinha Enlatada says:

    Isso que falaste por acaso explica o facto desta taxa de mortalidade existir e ser criada panico em geral ? Que eu saiba nao. Voces gostam muito de confundir as coisas, quando nao ha argumentos toca de inventar o que quer que seja menos focar-se no teor do comentario. Tambem nao esperava outra coisa de ti e de muitos que andam por aqui.

    • SSD says:

      O quê?? Onde é que é a taxa de mortalidade foi aqui referida até agora? E essa taxa de mortalidade muda o facto de teres os hospitais cheios? Muda o facto de haver pessoas que nem chegam a entrar no hospital tal é o tempo de espera em alguns sitios?
      Lá porque tu tens uma obsessão mórbida com os números de mortos não quer dizer que o resto não saiba olhar para os outros números e os outros factores em discussão.
      Ah e a taxa de mortalidade atual é só mais de 20 superior á da gripe por exemplo e bastante mais contagiosa.
      Mas tem piada dizeres isso, vindo de alguém que enquanto os números andavam “baixos” andava aqui a publica-los diariamente e agora já mudou a conversa para a taxa de mortalidade, está bem melga…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.