Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: O novo coronavírus pode sobreviver na pele durante 9 horas

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Spoky says:

    A OMS diz que o virus não circula pelo ar, depois diz que circula e depois diz que não circula e agora confirma que circula.

    Estão a ver? Estudos cientificos (para os que teimam em usar-los em tudo o que é sitio) não são garantia de nada a 100%.

    Este vírus, pela forma como atua, como se espalha, a sua resistência, a sua maneira de infectar e se atacar foi criado em laboratório, alias até a própria OMS disse numa conferencia a dias passou pela RTP.

    Ainda bem que não sou aquela pessoa em que acredita que vive num mundo das maravilhas, o dinheiro é o ponto de interesse de muitos paises. Não ter saúde da dinheiro, e é a verdade.

    Não são os médicos os culpados, alguns sim outros não. A Industria farmaceutica só quer é lucrar e lucrar, se estão bem ou mal ninguem quer saber.

    Cada vez só demonstram que este vírus foi feito em laboratório e alterado, não percam tempo em procurar estudos, percam antes tempo de abrir os olhos.

    Mas claro, existe aquelas pessoas que só sabem ver para a frente, não sabem ver o passado, presente e futuro. Tudo o que aconteceu na história, armas químicas, bioterrorismo na Síria entre outros paises.

    Envenenamentos por ai fora, são coisas do outro mundo. Alias nem existe! Acham que existe espiões e terrorismo? Nunca!

    • AD9 says:

      Sinceramente duvido que a OMS tenha dito claramente isso. Mas se fosse um virus criado em laboratório da forma que o pessoal está a tentar prolongar o mais possível e sem forma de tratamento padrão ou qq tipo de vacina finalizada, nem daqui a anos tinhamos a situação controlada

      • Jorge says:

        ou seja, criamos computadores quanticos, procuramos o rabo do universo, testamos e procuramos replicar o big bang, etc, etc etc, e não conseguimos chegar a uma conclusão sobre o covid? há aqui qualquer coisa que não bate certo

        • Gabriel Santos says:

          É a ignorância que é cada vez maior e leva as pessoas a associar coisas absurdas.
          Conheço muita gente com doenças que nunca tiveram cura e até a gripe ainda hoje não tem, por isso é normal que as conclusões levem tempo.

          • Jorge says:

            Ou seja, se a gripe não tem cura, e só aparece de tempos a tempos há aqui qualquer coisa estranha não? É tudo uma questão de redireccionar atenções e fundos.

      • Tugahunter says:

        “Fosse”? Quem nos garante que não foi? Just asking… :mrgreen:

    • Gabriel Santos says:

      És como os os velhostes que juram que ouviram e viram na TV, mas na verdade entenderam tudo ao contrário.
      Pára lá de espalhar falsidades e acorda para a vida.

      • Spoky says:

        Mas quais falsidades? Procura pela RTP e procura uma senhora na OMS a falar sobre isso, já tentei procurar no site da RTP mas pelos vistos nem noticias dessas publicam online.

        Vi no telejornal, a mesma referiu que não sabiam ainda as origens do Coronavirus.

        É para rir, chamas falsidades. Vai la averiguar se é mentira ou não, porque se tivesse gravado na hora, tu irias perder MUITO certamente.

        E depois ias ver se era “velhotes” ou não, falas muito da garganta para fora. 😉

    • ES says:

      Só querem amedrontar o pessoal. Agora, o vírus resiste 9 horas na pele?!…
      Vão dar banho ao cão. O vírus é real, não sou negacionista nem acredito em teorias da conspiração, mas a bem da verdade, a indústria farmacêutica é a maior organização mafiosa do planeta!

  2. SSD says:

    “Não, a COVID-19 não é como a gripe”
    “Assim, este é mais um forte indício que é importantíssimo lavar as mãos ou usar os desinfetantes que se tornaram de uso corrente, como o álcool gel”

    Damn quase que sinto que este post é uma resposta a alguns users sabichões aqui da página.
    O primeiro ponto nem vale a pena a discussão ja há tantas provas que isto é mais forte e resistente que quem o nega não vai admitir nem que apanhe o vírus em si. Quanto ao segundo a quantidade de pessoas que eu ja vi a irem á casa de banho e nem passar as mãos por água ou que conseguem comer com as mãos completamente sujas não é muito difícil de perceber o porquê desta necessidade

    • woot! says:

      Todos os dias uns estudos invalidam os outros. Eu pessoalmente acho que muitas das medidas são uma fantochada autêntica. Máscaras na rua como vieram dizer hoje? Estúpido.
      Divisórias nas mesas das creches? Estúpido.
      Não vender álcool a partir das 20? Estúpido.
      Centros comerciais fecharem às 20? Estúpido.
      Eu acho que a algumas pessoas custa a perceber que quando alguem compara o COVID à gripe não é só pela mortalidade mas por todos os outros dados. Mas como a maioria acredita tanto nos media e em tudo o que ouvem sem fazerem uma avaliação pessoal e compararem com dados anteriores ficam assim tipo papagaios a repetir o que ouvem. Não estou a dizer que é o teu caso, é um comentário genérico.

      • SSD says:

        Rapaz nem é a mortalidade que me assusta, é o número de contágio que não diminui. A continuar assim tu vais ter medidas até se encontrar uma vacina e mesmo assim não sei, o pessoal não consegue ser minimamente responsável. Eu já disse, nem é por mim mas tenho vários familiares que iam passar muito mal se apanhasem este virus.
        Quanto aos álcool, essa restrição nunca se aplicou por completo e a quantidade de vezes que vou passear o cão e vejo as mesmas pessoas a emborcar as mesmas cervejas, se calhar até fazia vem á carteira de algumas pessoas essa restrição

      • Gabriel Santos says:

        “Máscaras na rua como vieram dizer hoje? Estúpido.”
        Não é estúpido, todos os dias se vê gente aos beijos e abraços. É só imbecis na rua.

        “Centros comerciais fecharem às 20? Estúpido.”
        Se não fecharem o pessoal vai para lá passear como sempre fizeram.

        “Divisórias nas mesas das creches? Estúpido.
        Não vender álcool a partir das 20? Estúpido.”
        Estamos a chegar talvez ao ridículo, mas é normal já que estamos quase com 2/3 da lotação de internamentos.

        Mas o mais estúpido é quem não cumpre vem chorar para estes sites que as medidas são estúpidas e estão fartos delas. Quando os casos só aumentam por causa dessas pessoas.
        Ridículo.

  3. C.S. says:

    Repetir muitas vezes uma mentira não a torna verdadeira.
    Ainda não foi ultrapassado o número de mortos da gripe do ano passado.
    Apesar de ter aumentado o número dos pseudo infectados para 1600 o número de mortos diminuiu para 5. E quantos é que morreram sem ser de covid?
    Parem com o alarme social, já chega, já cheira mal.

    • Hugo says:

      Lá vem ele falar…e não dizer nada. Mais do mesmo.

    • SSD says:

      Repetir uma mentira? Quanto estudos mais são precisos para admitires que essa comparação com a gripe sazonal é treta?
      Já te deram 50 milhões de razões para isso e tu a bater no mesmo realmente não vale a pena discutir com quem não. O facto de estares com uma especial atenção com os mais velhos e de muitos terem apanhado este vírus antes da gripe é só alguns dos factores.
      O previsível era que ultrapassasemos os 2 mil casos diários no pico do inverno, ainda nem chegamos a meio de outubro e já estamos perto desse número. Alarmismo social? Ainda me vais dizer onde pq fora os incomodados aqui do sitio ninguém está minimamente preocupado com este virus se não tinhas estes numeros. E repito como alguém que conhece o responsável da câmara por atualizar os números diários estes números estão muito abaixo da realidade

      • Spoky says:

        Outra vez arroz? Estudos Cientificos não servem de grande coisa, pois invalidam uns aos outros. E é isto. Podes usar isso como “base” mas nunca como desculpa.

        Por exemplo há estudos ridiculos em que dizem que X suplementação é placebo, quando não é. Depende do corpo, da quantidade e da dose! 😉

        • Gabriel Santos says:

          A marioria das vezes não se invalidam, complementam a informação.
          Chamam a atenção para situações especifícias não questionadas anteriormente.
          Basta pensar.

    • Vítor M. says:

      O mais cego é o que não quer ver. Portanto, se entendes que o melhor intelectualmente que consegues é comprar com a gripe… que se pode dizer? É como os da Terra plana… que raio se vai dizer a essa gente?

      • AD9 says:

        Para tentar chegar á ponta e quando chegar lá que apite

      • Rocky says:

        Realmente não dá para comparar. A gripe é muito mais mortal apesar de haver “vacina” que pelos vistos de nada serve.

        • Vítor M. says:

          Bem pelo contrário, a gripe não leva ao isolamento, a gripe tem vacina, mas alguns inteligentes dizem que vacinas não tomam. A gripe não leva a tantos internamentos nem a confinamentos. A gripe não deixa mazelas como temos vista na COVID-19 😉

          Não precisas de distanciamento social, nem máscara e não tens tantos casos de infetados em tão pouco tempo, a gripe é sazonal, a COVID-19 não. Portanto, os que querem continuar a tapar o sol com a peneira e dar o exemplo da gripe, só estão a fazer um péssimo serviço de cidadania.

          • C.S. says:

            Um péssimo serviço de cidadania é fazer eco do alarmismo social e levar à desvalorização das inúmeras mortes que estão a acontecer em doentes não covid.

          • Vítor M. says:

            Estás a dizer que os mortos por COVID-19 não existiram? Estão vivas as pessoas? :O sério?

          • C.S. says:

            Não, estou a dizer que os mortos não covid são dez vezes mais que os mortos covid, e que merecem mais atenção do que a que estão a dar.

    • ToFerreira says:

      E que medidas foram tomadas para conter a gripe no ano passado? Quantas vezes a gripe esgotou os recursos do SNS, nomeadamente as camas de UCI?
      Parem com o alarme social, certo, mas parem também com a desvalorização negligente e criminosa.

  4. Miguel says:

    Para a semana sai outro estudo a dizer que afinal é 5 minutos…

  5. Daniel says:

    Ninguém fala da boa notícia da extinção da gripe?

  6. Daniel says:

    É normal não haver gripe? Essa é nova. Mas felizmente já ninguém fica doente ou morre por gripe.
    É só veres períodos homólogos. E a tua teoria cai por terra

    • Tugahunter says:

      Juntas a gripe ao Covid e vais vê-los cair todos que nem tordos…

      Vai haver cá uma razia que até vai assustar

    • Santos says:

      Oh Carlos, diz me onde é que estás a ver esses números? É que se estás realmente preocupado podes verificar que o número de mortes por gripe baixou sim (que surpresa o pessoal mais suscetível em casa e mais vigiados de facto é chocante esse facto) mas continua a existir e a haver casualidades. Agora bate nessa tecla o quanto quiseres, pode ser que alguém acredite um dia

  7. Jota says:

    Mentira, mentira, é mentira!!!

  8. CS says:

    Mais um artigo para assustar o rebanho.

  9. Samuel MG says:

    Para os que não perceberam o problema não é a mortalidade do vírus mas os problemas com que as pessoas ficam quando sobrevivem. Parem de viver num mundo de fantasia!! O covid é real e mata!!

    • C.S. says:

      O não covid mata mais, e também é real.

    • AD9 says:

      Quais problemas? Para este pessoal o governo vai ao random.org poe para escolher um numero de 1 a 100 e adiciona aos infectados do dia anterior. Para estas pessoas é mais credível uma conspiração a novel Mundial com parceria de paises que nem se podem ver e que vão ter a economia afetada durante possivelmente quase uma dezena de anos do que uma pandemia. Para este pessoal nós devemos estar todos no Truman show ou algo do gênero. Mas os restantes é que são ovelhas e não sabem usar o cérebro. Eu já nem comento mais sobre este assunto fds eu pensava que os americanos eram apanhados mas fico surpreendido cada vez que cá venho e vejo as novas teorias que conseguem inventar

      • C.S. says:

        Grande problema 1600 infectados, ena pá que desgraça, e quantos mortos? 5.
        É mesmo terrível este vírus.

        • AD9 says:

          Então mas não é o excelentíssimo que está sempre a dizer que houve não sei quantos milhares de mortos para além do covid. Não é essa mais razão para controlarmos este virus que se propaga tão facilmente como a gripe mas para o qual não temos forma de combater ou prevenir?? Eu não sei mas se fosse algum dos meus esse 5 ia me parecer muito maior maa pronto pelo vosso pensamento mais 5 menos 5 é vida neh? Para quê a preocupação de facto

          • C.S. says:

            Foca-te só no covid, não olhes o que se passa à tua volta, e quando deres por ti estás com uma ditadura nos queixos.

          • AD9 says:

            Sim alias eu aliás fiquei chocado com a última proposta do governo. Pensar em aumentar o salário mínimo, bolas nunca me senti mais indignado…
            Mas falando a sério repito isto só está a acontecer no nosso país? É que pelo que vejo nós até estamos com medidas bem suaves em comparação com certos países

    • IDroid says:

      Agora é que disseste tudo.

  10. Jorge says:

    Pplware, obrigado pelo artigo que no fundo informa que o virus vive na pele durante 9 horas, como diz logo no título. E curiosamente, etm o objectivo de dizer que, basicamente, se lavarmos a pele, o virus fica inativo.

    Ou seja, tantos comentários da treta sobre o covid, e não sobre o artigo. Pessoal, se é para se queixarem a toda a hora de tudo o que aparece à frente, juntem-se às capazes ou algo assim.

    Um forte abraço e cuidem dessa raiva.

  11. ZéBoss says:

    covid é um virus perigoso, em que lavar as maos com sabao e usar umas mascara de pano o impede de se propagar (aquilo que já devia ser feito há anos nas épocas altas de gripe ) sim .. são hábitos que já devíamos ter há anos e não tínhamos..

  12. António Silva says:

    Sempre assim foi a ciência. Novos estudos confirmam ou não confirmam estudos anteriores. E assim ela evolui. Já os teóricos da conspiração confirmam a ignorância deles próprios, visto que não estudam nada. Apenas “acham que”. É a nova disciplina do “Achismo” que prolifera nas universidades do Facebook, sem “book” algum publicado e escrutinado.

  13. Sardinha Enlatada says:

    Voces falam falam mas nunca respondem as perguntas pertinentes. Entao voces estao com medo de que ? Dos infectados das mortes do que que ainda nao consegui entender ? De que serve ter 1 milhao de infectados quando as mortes sao 0,01% ? Isso nao e histerismo ? E o que concretamente ? Terror medo panico, cuecas molhadas ? Se fosse a voces nao saia mais de casa e nao atravessava a estrada. Vai que um carro vos atropela e a culpa e do covid. Fica novamente a pergunta no ar que nao vai ter resposta. Como e que existem milhares de infetctados no mundo e as mortes se reflectem em 0,01% ?? Alguma explicacao credivel ? Nao imaginaria. Disso e o que se tem visto mais.

    • AD9 says:

      O problema é que ninguém está preocupado. Ao contrário do que 2 ou 3 users aqui querem fazer parecer não há alarmismo social nenhum ou não estávamos neste estado. Omde está o alarmismo social quando os parques estão na mesma cheios com os velhotes no jogo, com os cafés cheios e a servir álcool até fechar (e não, ninguém me disse, é algo que assisto diariamente), confeitarias com as habituais reuniões sociais. Não me interessa se mata 1 ou mata 100, mas mata e eu tenho (felizmente) 3 avós que já passaram os 90, tenho um primo que tem bronquite crônica desde que nasceu e está há meio ano em casa por ORDEM do médico para se ficar por casa o mais que conseguir e se proteger o mais possivel (se quiser ir á próxima consulta discutir com o médico dele a gravidade ou não da situação dê me a morada e eu apanho o a meio). E se algum destes apanhasse não é uma questão de se, a probabilidade de sobreviverem é quase nula. E neste momento não há sequer uma vacina. Para a gripe já foi tudo vacinado provavelmente nem temos tão cedo ou seja nos resta enquanto familiares preocupados tomar todos os cuidados possíveis. E é isso que me chateia quando aparecem com números, isto mata ponto. E eu quero acreditar que se algum dos vossos familiares estivessem também neste risco o vosso discurso seria diferença. Pq neste momento tudo o que eu ouço é como eu sou novo e não me lixo nem quero ouvir argumentos dos outros

    • Hugo says:

      Se para ti está tudo bem em morrer uma pequena percentagem de pessoas com uma doença para a qual não há cura, ainda pouco se sabe e que se propagou a todo o mundo em poucos meses pronto…quem sou eu para contrariar.
      E não, não tenho medo. Ainda hoje saí, jantei com amigos e estive ao pé de desconhecidos. Mas há que ser consciente, respeitar e cumprir as normas mesmo que estas não sejam 100% eficazes.
      Dito isto, posso estar errado, mas acho que, claramente, tu estás mais e nem estou a falar da taxa de 1% ser falsa segundo dados “mais oficiais que os teus”.

  14. ToFerreira says:

    Acredito que sim, mas… quantas dessas horas está suficientemente infeccioso? Mais, qual a quantidade viral necessária para infetar? Sendo um “vírus respiratório”, qual a real importância de virus na pele? Quem vai snifar virus da pele em carga viral suficiente para infetar?

    • scp says:

      Levas as mãos à boca/cara, mais vezes do que te dás conta. Se tomares atenção quantas vezes durante o dia tens tendência a tocar na cara percebes a razão. No entanto basta uma vez fazer isso, num ambiente público e já corres no risco de te infectares se o vírus estiver no teu braço ou mão. Por isso usar a máscara em público para evitar contacto contigo próprio e respirar se for propagado pelo ar por outra pessoa. Usar o gel desinfectante ou lavar as mãos de vez em quando reduz o risco.

  15. falcaobranco says:

    Cada vez mais me convenço que este virus nao pode ter origem animal… um virus que passa, nao digo de pessoas em pessoas porque todos somos diferentes uns dos outros, mas que passa em varias superficies, pele, tecidos e afins… e comporta-se desta maneira? Mutações, duração do mesmo, o mesmo em algumas superficies nao acaba por morrer…

    Tudo isto é real, sim, infelizmente morre muita gente, mas tudo isto nao pode ser “real” pk o antigo Coronavirus, o ser humano é imune a ele… e este não somos porque? É tudo muito estranho… mas lá está…a verdade pura e dura só se vai saber daqui a uns anos como foi com a vacina da Gripe A… em que muitos ganharam €€€…

  16. Paulo Gonçalves says:

    Enquanto o tuga for passear com a familia todapara o shoping como se já não houvesse qualquer doença, muito dificilmente iremos baixar os números de 2000 casos novos por dia no entretanto.

    • Almaister says:

      Por aí já vez o quanto o alarmismo funciona neste país…

      • Hugo says:

        Funciona? Mas vocês andam drogados?
        Não funciona de todo. Esse alarmismo que vocês proclamam não existe. Anda tudo na rua e ao molho. Olhem para o caso de Espanha. Nós vamos no mesmo caminho, isso é certinho.

        • C.S. says:

          Não lhe chames alarmismo, chama-lhe histeria para o caso é igual.
          Não olhes para Espanha, olha para Portugal e vê lá quantos estão a morrer de outras doenças só porque está tudo virado para a covid.

          • Hugo says:

            Não olho para nada…olho só para as asneiras que tu dizes?
            Vi alguma histeria logo no início, agora sinceramente vejo muito desleixo, o que me leva a crer que são vocês os histéricos.
            Nada do que dizes invalida o facto de esta pandemia ser preocupante. Se há coisas também muito graves a acontecer paralelamente? Infelizmente há.

  17. Sardinha Enlatada says:

    Bom chego a conclusao que ha aqui pessoal que trabalha para o governo ou entao sao autenticos vampiros, continuando insistentemente em manter viva esta mentira e continuar a quererem confundir a mente das pessoas. Quanto e que vos pagam para divulgar mentiras e alimentar a histeria ? Eu pago mais para fazerem o contrario aceitam ?

    • Hugo says:

      Claro que chegas a essa conclusão. Com essas cabeças só o facto de conseguirem concluir algo já é uma vitória.
      Tudo o que é estudos científicos não valem nada…. mas as tuas conclusões…essas ui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.