Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Já foram administradas 30 mil doses adicionais da vacina

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Luís Martins says:

    Enquanto uns já vão na terceira, outros ainda nem a primeira tomaram.
    Que m€rd@ de mundo este.

    • Realmouro says:

      Ja mim parece que não me querem dar a segunda lol

      Tenho data prevista para tomar dia 22, mas ate agora nao me mandaram nada a confirmar a data, hora , nem o sitio para tomar a vacina pois decidiram fechar o pavilhao onde me vacinei. Enfim. É o quanto se ”preocupam” em vacinar as pessoas.

    • eu2 says:

      Infelizmente, os obesos passarem a comer menos não vai automaticamente matar a fome a ninguém de outro continente.

  2. Pro Guy says:

    Enfim só é partilhado aquilo que não interessa porque não partilham esta noticia:

    “Portugal é o país da Europa Ocidental com o mais baixo rendimento líquido de salários”

    ou esta

    “Mais de 1,6 milhões de portugueses são pobres e vivem com menos de 540 euros por mês”

  3. xyr says:

    Agora ou vai ou racha…estou muito curioso para saber o que vai acontecer a longo prazo com os idosos da terceira dose….porque uma certa pessoa , muito contestatária destas vacinas fez uma previsão sobre o resultado da terceira dose que ou o torna a maior autoridade do mundo em vacinas , ou então desgraça-se..agora é que a coisa ficou interessante . Acho que o “homem” entrou por caminhos perigosos . Mas admiro-lhe a coragem, não se esconde atrás de ninguém e enfrenta as balas de peito aberto …Até porque novamente entramos no mundo do desconhecido .Mais uma experiência nunca feita com humanos , desta vez com idosos…a ver o que dá…Mas cá para mim ele tem alguma coisa escondida , ou então é mesmo corajoso e adora o perigo.

    • ToFerreira says:

      Mal levassem a primeira vacina, iam morrer metade… Não morreram. Depois era com a segunda dose, metade morria e a outra metade ficava incapacitada… Não aconteceu. Agora é com a terceira… À terceira é de vez! 😀

      • Rui says:

        E se não for, será na quarta… quinta… sexta…
        🙂

      • Tonheco says:

        É como o enorme número de mortes a mais por covid, afinal foi mais tipo uma substituição pelas da Gripe e Pneumonia comum.
        O caos nos hospitais continua o mesmo, as notícias é que mudaram.

      • Indignado says:

        Isso acredita nisso … a minha avó faleceu de segunda para terça, estava para as curvas assim que tomou a primeira dose ficou de muletas na segunda saiu do hospital acamada e a oxigénio … ela não tinha problemas nenhuns dois dias depois da cada uma das doses foi parar ao hospital certinho como um relógio … hoje vai para baixo da terra … os médicos dizem que era alguma coisa que ela lá tinha … eu também acredito no coelho da pascoa e no pai natal …

      • xyr says:

        Nunca se tratou disso . Para criticar é preciso saber do que se fala . Até agora confirmou-se tudo . Neste caso concreto trata-se da previsão de curvas de casos covid em Israel . Nunca se tinha entrado em tal pormenor . Há uma critica direta à previsão da maior virologista de Israel.

    • Imf says:

      O que é certo é que a taxa de mortalidade esta igual ao ano passado sem vacinas…
      Lado positivo: estamos a desconfiar
      Tudo o resto é teorias

      • Tonheco says:

        Deixa estar que já inventam uma desculpa para justificar isso, tipo a das máscaras terem reduzido quase 100% as mortes de fripe e penumonia.

        • Hugo says:

          As máscaras não reduzem mortes directamente mas sim propagação.

          • Tonheco says:

            E que grande eficácia, quase 100% de redução nas mortes de gripe e pneumonia.
            Nem o maior dos covideiros acredita em tal coisa! Lol
            Ser um negacionista é estúpido, mas ser papalvo não é melhor, ainda por cima em Portugal, coisa integra.

          • Hugo says:

            Não acredito que sejam tão eficazes obviamente mas acreditar que o sejam é efectivamente melhor que ser negacionista, pelo menos, segundo as estatísticas, está mais próximo da realidade.

  4. Sardinha Enlatada says:

    As mascaras sao apenas uma extensao do medo na mente das pessoas. Ao mesmo tempo da-lhes uma sensacao de seguranca que de seguranca nao tem nada, e tambem salienta no pensamento das pessoas que ha um virus a solta. Nao vao deixar passar o comentario de novo pplware ?

    • Memória says:

      Há alguém no pplware que não quer que se saiba quantas “vacinas” eu já tomei, e quantas vacinas Israel e a Turquia estão a planear dar aos seus cidadãos. Não percebo porquê

      • Vítor M. says:

        Sempre a repetir o mesmo. Estás a falar para ti.

        Tomem a vacina, é a única forma de voltarmos à normalidade.

        É para segurança de cada um é para quem nos rodeia.

        • A.F. says:

          “Tomem a vacina, é a única forma de voltarmos à normalidade.” – Uma meia verdade.
          Para ser verdadeira tinha que ser:
          “Tomem a vacina, é a única forma de voltarmos à normalidade ou morrer com ela (vacina) ficando infectado.”

          “Colin Powell estava completamente vacinado e morreu devido a complicações causadas pela Covid-19.”
          Colin Powell depois de morrer voltou a normalidade, como nunca tivesse nascido.
          http://www.noticiasaominuto.com/mundo/1854010/morreu-colin-powell-1-secretario-de-estado-negro-dos-estados-unidos

          • Vítor M. says:

            Agora imagina que não tinha tomado a vacina. Além de morrer tinha infetado toda a família e outros ao seu redor. Imagina também os milhar de milhões de pessoas salvas pela vacina. Nem é discussão. A vacina é uma forma de nos ajudar a lidar com a doença noutro nível de infeção, assim como é uma forma de diminuir a carga viral e, com isso, quebrar a transmissão. A vacina não nos impede de apanhar a COVID, impede de a termos num estágio grave.

            Há medicamentos que provocam complicações que levam à morte, como pílula anticoncecional. E nem por isso deixam de estar no mercado. Os casos são raros. Mas há outros medicamentos, que estão há décadas no mercado, que alguém já teve complicações e morreu.

            As vacinas, para já, são a única forma de levarmos uma vida mais normal, mesmo ainda andar por aí o vírus.

          • rui says:

            Sempre a mesma conversa.
            Ele estava vacinado e morreu com a doença.

            Sabes que existe pessoas vacinadas de outras doenças (tipo gripe) e podem apanhar e falecer com a doença?

            Existe uma tara contra esta vacina que é por demais. E nem sequer fazem diferença entre mRna ou as de vector. São todas más e ponto final.
            Não protege a 100%? infelizmente não. Mas nenhuma vacina o faz.

            O Colin Powel tinha 85 anos, e sabe se lá que mais tinha e com isto não estou a dizer que tinha, pois não sei, mas com essa idade não devia estar sem problemas de certeza.
            Infelizmente faleceu. E de certeza que como ele da mesma idade irão falecer mais.

          • A.F. says:

            O Srº Vitor M., até podia-me contar historias da carochinha e eu acreditava, se o homem ao estar vacinado não ficava infectado e não morresse. Quantos pessoas infectou sem saber, por se sentir seguro com a toma da vacina?
            “Além de morrer infectou toda a família e outros ao seu redor”, sem saber.
            Por Amor de Deus, deixe-se dessa retórica.
            Não vale a pena continuar com argumentos do seu lado nem eu do meu, cada um tem a sua razão. Vamos esperar pelo futuro, para saber a conclusão.

          • Vítor M. says:

            Meu caro, acredite no que entender, tem toda a razão, não vale a pena. Eu tenho a certeza que o caminho é a ciência, a vacinação, os dados mostram que tenho razão, por isso, cada um sabe de si. Infelizmente, os que não tomam não estão só a não olhar por eles, porque continuam a ser um perigo para a sociedade. O estar vacinado é uma forma de se proteger e de proteger os outros ao seu redor.

            Quanto aos esperar pelo futuro, bom, há um ano o futuro era hoje, e hoje vemos que a vacina libertou-nos um pouco da pandemia. E porque a vacinação não é um processo a uma só velocidade no mundo, o planeta tem assimetrias que levarão muito tempo a erradicar a doença. Não é pela ineficácia da vacina, é mesmo porque países como a Rússia, por exemplo, têm taxas de vacinação muito baixas e estão a passar o pico da pandemia entre os não vacinados, que são a maioria da população. Infelizmente lá as coisas estão muito complicadas, assim como noutros países por esse mundo forma onde as vacinas quase não chegam para as encomendas.

    • Hugo says:

      A tua ignorância começa logo por achares que há uma pessoa ou algoritmo a monitorizar os teus comentários em particular. Se acreditas nisso é normal acreditares que as máscaras não servem de nada. Não há nada que possamos fazer para iluminar esse fosso.

      • Memória says:

        Não, não há.
        E as máscaras protegeram-me da gripe

      • Sardinha Enlatada says:

        Hugo se pertences ao grupo de admins voces sabem o que andam a fazer. Nao te armes em santinho.

        • Vítor M. says:

          😀 Quando não estás a dizer disparates sobre as vacinas, estás a dizer disparates sobre outra cena qualquer. Deve ser um tipo de desporto não? Os admins estão devidamente identificados. O Hugo é um visitante como qualquer outro.

          • Sardinha Enlatada says:

            Por isso perguntei. No entanto ainda fica por esclarecer porque nao publicaram o meu comentario uma vez que nao ofendi ninguem. Ja sei alguns admins tem uma veia mais sensivel. Vai acabar por acontecer que as pessoas vao-se cansar de comentar. Cada um tem sua opiniao, devias respeitar isso Vitor, se sao disparates ou questoes mais pertinentes. Nao cabe a ti aprovar ou nao esse tipo de comentarios, uma vez que ninguem faltou ao respeito a ninguem. Simplesmente ja deu para perceber que voces nao gostam de alguns conteudos escritos.

          • Vítor M. says:

            Não gostamos de pessoas que inventam, que mentem deliberadamente, que não têm um discurso correto com o intuito de enganar terceiros, que possam estar mais desatentos. Tu tens por vezes essas características, principalmente no que toca a opiniões contrárias à tua sobre a vacina, por exemplo. Crias muitas vezes cenários irreais, para desvalorizar a realidade da doença e da forma de a combater. Além disso, de forma consertada, em outros temas, deixas opiniões a desvalorizar o trabalho que se faz. Isso é faltar ao respeito. A desonestidade intelectual é um desrespeito, principalmente quando é consertada, pensada para tal.

            Essa do “eu não faltei ao respeito a ninguém” não pega, quando sabes que por outras formas estás a diminuir alguém na sua própria opinião.

            Comenta, mas lembra-te que a tua liberdade acaba quando começa a de outra pessoa. E muitas vezes, muitas mesmo, não tens esse cuidado. Aliás, eu já por várias vezes te disse isto.

          • Sardinha Enlatada says:

            Vitor tu perdes a nocao quando levas os comentarios a peito. Se muitas pessoas nao me ligam porque nao fazes o mesmo ? Alem disso desinformar ? Ha aqui pessoas muito piores que eu e nao se passa nada. Mas ja que estou a dizer barbaridades, consegues provar-me que a mascara protege do virus covid ? Ja agora gostava de saber. Se sou eu o maluco ou os outros.

          • Vítor M. says:

            Novamente estás a distorcer a realidade. Tu não escreves para as pessoas não te levarem a sério, não sejamos ingénuos. Tu escreves com um sentido bem apontado. E eu estou sempre atento. Quando comentas de forma equilibrada e ponderada, até vejo utilidade nos mais variados temas, o problema é devaneio quando o assunto é de outra cor que não a tua. E eu não tenho por hábito “não ligar” aos comentários, dou a devida importância à pessoa que o escreve. Isso não é perder a noção, isso é ter perfeita noção do que se está a tratar, da capacidade da pessoa que comenta, o seu grau de conhecimentos, o seu conhecimento de causa e a sua perceção dos factos. 😉

            Sobre o assunto COVID-19, máscaras e vacinas, falar contigo é perda de tempo, porque os factos falam por si, os resultados estão à vista, e o mundo segue pelo caminho da ciência. Para que vamos nós andar à volta da mesa? Mais vale agarrar nesse tempo e produzir informação interessante.

          • Sardinha Enlatada says:

            Vitor so para terminar, era obvio que ias responder assim, preferem perder tempo a matar o mensageiro do que a mensagem. Ficamos por aqui. Obrigado pelo esclarecimento. So lembra-te que ficaste exposto com os teus comentarios perante os outros. E ja se viu que es mais do mesmo quando se fazem perguntas para esclarecer a verdade. Rebates com “nos seguimos o caminho da ciencia” ou “nao vale a pena responder a isso ja foi muito falado” o facto e que se estou errado porque nao se armam em galos e me espetam com um relatorio aprovado pela ciencia de que o uso de mascara protege de covid-19. Mas deixa para la tu es dono da tua sabedoria e eu da minha. Ficamos por aqui.

          • Vítor M. says:

            Eu não poderia responder de outra forma. Seria completamente despropositado andar a dizer que a Terra é plana. Há quem o diga, isso há, mas não é isso que a ciência nos diz. Se eu disser que a ciência diz que a Terra não é plana, eu apenas sigo o caminho mais óbvio, porque não sou eu que sei mais que a ciência. Tu podes dizer que sabes mais, tudo bem, mas serve para ti. Eu exponho o meu comentário sem qualquer problema, eu sigo o que a ciência disponibilizou.

            A máscara protege-nos do COVID-19 assim como de outras doenças transmitidas pela respiração, aliás, os casos de gripe praticamente desapareceram em 2020 porque as pessoas tinham um etiqueta respiratória e mais higiene, isso foi fundamental nessa e noutras doenças. Está mais que provado.

            A minha sabedoria está assente na ciência, nos factos e na experiência. A vida tal como ela é. Respeito todos os outros, respeito a tua opinião, contudo, tenho outra opinião.

        • Hugo says:

          Ahahah admins. A tua paranóia não tem mesmo limites. Incrível.

        • Memória says:

          Cientificismo do mais puro, com todas as suas qualidades e defeitos
          https://pt.wikipedia.org/wiki/Cientificismo

          O pior disto tudo é que quando se chegar à conclusão que para se alcançar uma pequena e temporária vantagem (como aconteceu em Israel) o futuro acabou por ser trágicamente posto em risco (e por companhias de estirpe super criminosa) estas se vão defender com a ficção que “que apenas seguiram a Ciência”, e os contratos e os termos de responsabilidade não são
          renogociáveis

          —- Basta procurar *mesmo no Google* biggest fine in us history

          e a partir daí fazer umas pequenas pesquisas (que vou publicar mais tarde)

  5. A.F. says:

    Temos que vacinar mais, Europa têm que levar dose dupla por habitante todos meses.

    “Europa é a única região do mundo com aumento de novos casos”

    https ://rr.sapo.pt/noticia/mundo/2021/10/20/europa-e-a-unica-regiao-do-mundo-com-aumento-de-novos-casos/257563/

    • A.F. says:

      No mesmo artigo diz o seguinte:

      “A maior queda nos casos foi observada em África e no Pacífico Ocidental, onde as infecções caíram 18% e 16%, respectivamente.”

      “O número de mortes em África também diminuiu cerca de um quarto, apesar da escassez de vacinas no continente.”

      Tirem as vossas conclusões.

      • Memória says:

        A conclusão é fácil de tirar:

        A Ciência tem de ir imediatamente, em marcha forçada, “on the double” vacinar o Pacífico Ocidental e a África

        • A.F. says:

          “Memória” deduzo que referes-te a este tipo de frase.
          “Eu tenho a certeza que o caminho é a ciência, a vacinação, os dados mostram que tenho razão.”

          Argumentum secundum rationem meam.

        • Memória says:

          A dedução está correcta.

          Uma das pessoas que sigo no YT é Sabine Hossenfelder (Science without the gobbledygook)
          cientista especializada em Física e que (exasperada) explica em
          https://www.youtube.com/watch?v=nGVIJSW0Y3k “Follow the Science? Nonsense, I say” a enorme asneira que é confundir Ciência com política

          Eu adiciono: Asneira geralmente usada por “Scam artists” contemporâneos com a intenção de advogar uma nova forma de ditadura de sabor tecnocrático, um retrocesso ao IIuminismo com os seus “Déspotas Iluminados” da segunda metade do século XVIII
          Portugal já teve um Marquês de Pombal, e não precisamos de mais outros

          Também interessante dela:
          https://www.youtube.com/watch?v=oZ7jwevZbb4 “”Physics is still in crisis””

          Volto a aconselhar a consulta de https://pt.wikipedia.org/wiki/Cientificismo (não vale a pena fazer copy/paste do artigo inteiro) mas uma das definições usadas é:

          . . .
          “crença dogmática na autoridade do método científico e nos seus resultados.
          O termo também implica a atitude de atribuir valor altamente positivo ao papel da ciência no desenvolvimento da cultura em particular, e da sociedade em geral.”
          . . .

          Muitas das críticas que podem ser feitas a este fenómeno (o Cientificismo) podem ser baseadas na ignorância (não só evidentemente das regras e limitações da Ciência, ou até mesmo da própria Ciência) mas também p. ex. do valor essencial da criatividade, intuição, instinto, espiritualidade, humanidade e até mesmo do mais simples bom-senso.

  6. Memória says:

    O novo normal, a minha mulher pôs-me na rua:

    Andrew Lawrence (comics) em “Exclusive interview with one of the UK’s leading Corona virus experts”
    https://youtu.be/2QLLUwF7L3o

  7. Algo says:

    Várias pessoas a dizer que os os ante queridos que faleceram nos hospitais foram reportados como morte Covid quando nem sequer foi o caso, em Portugal (e no resto da Europa), e as pessoas a falar em “voltar à normalidade”…

    E ninguém fala dos protestos contra as restrições e certificado digital Covid em Itália. Incrível.

  8. Lucas says:

    Máscara protege ZERO.
    Aliás vejam os gráficos atuais da Suécia e outros países nórdicos relativamente á doença e mortes.
    Quem acha que a máscara protegeu de gripes e constipação ou nao pensa ou é crente.
    A unica coisa que protege de vírus respiratórios é o distanciamento, ventilação e confinamentos duros.
    Atualmnete conheço n pessoas que andam sempre de máscara e tiveram este mês constipadas com dor garganta, tosse e coriza. Teste covid negativo.
    As máscaras faz pior. Além de não proteger Inda faz com que as pessoas se distanciem menos.

  9. Joao says:

    É bom ver uma página web de cariz tecnológico a fazer publicações sobre as vacinas. Como havia poucos jornais a fazê-lo, é sempre bom ter mais um.

    • Vítor M. says:

      Tecnologia, ciência e inovação. As vacinas, a doença, o combate, são temas que se enquadram na ciência.

      • Joao says:

        Certo! Ao que me parece, a maioria de vocês têm conhecimentos da área das tecnologias. Normal.
        Quantos de vocês têm conhecimentos na medicina, virologia e epidemiologia? É que de repente todos invocam a ciência e os seus vastos conhecimentos para suportar as suas opiniões. De repente, todos se acham do direito de apelidar os outros de “negacionistas” sempre que colocam em questão a “ciência” em volta da questão. A maioria das vezes a ciência de uns e de outros é zero.

        • Memória says:

          Não deixas de ter certa razão, mas “If you can’t explain it simply, you don’t understand it well enough.”. e “Everything should be made as simple as possible, but no simpler.”

          Em extremo: A Ciência está hoje tão especializada que um cirurgião do joelho esquerdo não percebe nada de cirurgia do joelho direito.

          Muito provávelmente não existe já ninguém com conhecimentos de “Medicina, virologia e epidemiologia”.

          Em outros comentários meus podes ler o que penso (e não só eu felizmente) sobre a confusão entre Ciência e Política, para que apontas no fim do teu comentário.

          • Joao says:

            Pois, também estamos de acordo em algo. A questão é mesmo essa: ninguém sabe bem o que anda a fazer (bem, alguns sabem). Nem os “especialistas” nem os terraplanistas, que também os há. E se há coisa que caiu por terra desde o início, foi a ciência.

          • Joao says:

            Quando não se sabe o que se faz, ao contrário do que foi feito, não se faz nada. No caso de confinamentos seria o estado a provar a sua eficácia antes de prender as pessoas em casa. O ónus da prova está sempre do lado que quem quer retirar direitos.
            Desde o início que muito do conhecimento existente foi deitado por terra. Por outro lado, todos os que não estavam de acordo com o clima de medo, foram colocados de fora da discussão e foram repescados “especialistas” que nada tinham a ver com epidemias.
            Alguns famosos são Carmo Gomes, doutorado em Biologia Vegetal, que não se importa que o chamem Epidemiologista e Carlos Antunes, um excelente geógrafo que faz previsões nas quais nunca acerta.
            Depois temos o pneumologista de serviço Filipe Froes, que tem vindo a aconselhar de forma rígida a vacina, e depois sabe-se que desde 2013 já recebeu 385 mil euros das farmacêuticas, em especial da Pfizer.
            Todos estes factos e MUITOS outros, seria o suficiente para soar a campainha da desconfiança. No entanto, tudo parece normal.
            Pior do que isso, e daí o meu comentário (caso contrário seria mais bolos), nem foi esta notícia, que nada tem de ciência nem combate, como disse o Vítor, pois não passa de propaganda, são afirmações totalmente desprovidas de ciência proferidos pelo Vítor: “Infelizmente, os que não tomam não estão só a não olhar por eles, porque continuam a ser um perigo para a sociedade.” Além desta afirmação ter ciência zero, é um incentivo à segregação sanitária. Não deixa de ser patético ver tanta gente falar mal do alemão de bigode, pelo seu discurso de ódio, e depois abraçar um discurso semelhante.

          • Vítor M. says:

            Só conversa fiada e uma mousse de disparates para tentar fazer sentido. No fim de contas… as pessoas vacinadas ficam mais protegidas. E pronto a vida continua.

        • Memória says:

          “Especialistas Famosos”

          As declarações de Graça Freitas Janeiro 2020

          https://tvi24.iol.pt/videos/sociedade/nao-ha-grande-probabilidade-de-chegar-um-virus-destes-a-portugal/5e1f27450cf2f02ca42d0155

          “NÃO HÁ GRANDE PROBABILIDADE DE CHEGAR UM VÍRUS DESTES A PORTUGAL”

          • Joao says:

            Eu não vou perder mais tempo com o Vítor. Ele, tal como os que negam a eficácia das vacinas no geral, não querem saber da ciência para nada. Ele limita-se a meter todos no mesmo saco de apelida-los de negacionistas. Um bom argumento para alguém que diz defender ciência…
            As vacinas foram uma grande conquista da humanidade, mas nunca se injectou uma vacina em larga escala sem ter passado em todas as fases de testes. Algumas como a da Pfizer, estarão em testes até 2023. Mas que grande teste.
            Eu não tenho nada contra que as pessoas que querem tomar a vacina. Se se sentam mais seguras, força. O que não aceito é que me tentem obrigar a tomar uma vacina, seja ela qual for, ainda por cima uma experimental.
            O Vitor está tão convencido da eficácia da vacina que, para se sentir seguro, quer obrigar os outros a tomar. A que tomou não chega. Portanto, ele sabe que ela pouco ou nada o protege, mas, cinicamente, quer manter o discurso. Em psicologia isso chama-se dissonância cognitiva.

          • Vítor M. says:

            Joao essa tua conversa já não tem interesse, a população já foi vacinada, está mais protegida o que dizes é perda de tempo. Já não vais convencer ninguém. O que dizem não vale d e nada, felizmente a população foi mais inteligente e não foi na vossa conversa fiada.

            Bla bla bla… sempre a mesma ladainha 😀

            Esquece lá isso, não queres tomar? Não tomes, tenta não prejudicar os outros à tua volta e siga com a vida.

      • Joao says:

        Exacto!
        Como gostas de invocar ciência, deixo algo para leres, ou simplesmente espreitar, sobre os vacinados.
        https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.09.28.21264262v1#disqus_thread
        Depois de veres este estudo vais continuar a dizer que EU sou um perigo para a sociedade?
        Se nunca tiveste a C19, e foste vacinado, já fizeste um teste serológico para medir os teus anticorpos? Os meus estão em alta. E os teus?
        Pois eu digo-te: o teu discurso é muito mais perigoso para a sociedade que a minha falta de vacina!

        • Vítor M. says:

          Não é nada. Esses estudos que usas truncando os factos não fazem sentido. Está mais que visto que foi a vacina que permitiu um desconfinar e uma maior liberdade das sociedades. Se andássemos ainda a reboque dos negacionistas e dos que não acreditam nas vacinas, estávamos tramados, ainda confinados e sem soluções. A ciência de facto atuou rápido e em Portugal, foram vacinados 85% dos cidadãos. Isso ajudou a minorar a mortalidade e a doença grave.

          Os factos são esses, não outros. E é claro que com a vacina as pessoas ficam mais protegidas. Nem tudo corre bem, é verdade que não, o mundo tem várias velocidades a vacinar e isso será ainda um problema.

          Com o passar do tempo, a ciência vai percebendo onde pode melhorar e desde que apareceu a pandemia, o caminho tem sido este, da vacinação. Se houvesse vários, ainda poderíamos equacionar, assim não, há apenas o que a ciência aponta. Não temos visto outros.

          O meu discurso é o mesmo dos 98% da população que ou está vacinada ou não está indicada para ser vacinada. Depois há 2% de pessoas que não podem ou não querem tomar a vacina. Estão no seu direito, mas…

          • Joao says:

            Agora já gostei mais do teu discurso: “Estão no seu direito, mas…”

          • Memória says:

            Joao:
            Tenho esperança que estejas a ser irónico.
            Não houve nada no discurso(?) do Vítor de que gostei, (fico por aqui) e absolutamente o pior é exactamente o que salientas.

            Vítor:
            Dizes que estás atento ao que se publica , em geral (penso eu)
            Como é então possível que faças afirmações do género:

            “…A ciência de facto atuou rápido…”
            “…a ciência vai percebendo onde pode melhorar…
            “…há apenas o que a ciência aponta…”

            Não viste, nem sequer passando rápidamente por cima, o video de uma autêntica e eminente cientista sobre o que é Ciência e o que é Política, os seus papéis, e o erro enorme e perigoso de confundir as duas.

            Sabine Hossenfelder -> cientista especializada em Física e que (exasperada) explica em
            https://www.youtube.com/watch?v=nGVIJSW0Y3k “Follow the Science? Nonsense, I say”

          • Vítor M. says:

            Contra factos não há argumentos, a ciência aguou rápido. Aliás, um dos argumentos vazios dis negacionistas era Que a ciência desenvolveu uma vacina rápido demais. Agora dizem que foi lenta… em que ficamos?

            Não se pode procurar algum cena de comparação porque nunca passamos por uma pandemia no mundo moderno. E de facto aprendeu-se muito, mas conseguiu-se de alguma firma ter resposta em tempo recorde. Poderia-se ter feito mais? Depois do batizado feito, não faltam padrinhos.

            O que se notou, e muito, mas isso nunca foi novidade, foi e é a falta de preparação do poder político para gerir estes cenários. Parecem baratas tontas. Mas isso não é novidade, basta ver o que se passa agora com o país. Está completamente desgovernado, quando deveria estar a iniciar um período de organização e prosperidade. Mas não, tudo o que se discute não é produzir mais, nada disso, discute-se trabalhar menos, ganhar mais, mais subsídios e mais estado social, borlas para tudo. Estamos a chegar a um ponto que até será vergonhoso trabalhar, tantos são os incentivos a não mexer uma palha.

  10. Memória says:

    O fruto de uma árvore venenosa

    A Pfizer foi condenada por atividades criminosas várias vezes desde 2002 e já pagou um total de mais de US $ 3 bilhões em multas. Isso inclui a maior multa jamais aplicada a uma empresa farmaceutica por actividades criminosas, a saber, US $ 1,3 bilhão.

    Essas atividades criminosas consistiam principalmente em subornos a médicos, falsificação de resultados de pesquisas e práticas de marketing corruptas.
    https://www.justice.gov/opa/pr/justice-department-announces-largest-health-care-fraud-settlement-its-history

    Espera-se que essa empresa ganhe dezenas de bilhões de dólares nos próximos anos com o produto que vende como vacina.

    E quando se descobrir que milhões de pessoas morreram ou foram prejudicadas para o resto de suas vidas por esta “vacina”, a Pfizer não estará em casa, porque foi indenizadas pelos governos.

    Não apenas na Pfizer, mas em todas as empresas farmacêuticas que produzem as vacinas corona, vai encontrar dois velhos conhecidos como os maiores acionistas, a saber, Vanguard e Blackrock.

    Para onde quer que você olhe, tudo acaba levando de volta a duas grandes empresas de investimento que, na verdade, são proprietárias de todas as grandes empresas.
    São donos da Pepsi Cola, mas também da Coca-Cola. Essas empresas são chamadas Blackrock e Vanguard.

    Não importa se você pesquisar a a indústria de alimentos, farmacêuticas ou grandes empresas de tecnologia, acaba sempre com os mesmos dois.
    Através do maior dos dois (Vanguard) retorna às grandes famílias poderosas nesta Terra, como os Rockefellers e os Rothschilds.

    Além dessas duas grandes empresas de investimento, também existem algumas organizações, chamadas “sem fins lucrativos” que funcionam como uma ligação entre tudo o que é importante neste mundo. As duas mais importantes são a Fundação Bill e Melinda Gates e a Sociedade Aberta de George Soros.

    Tudo e absolutamente tudo neste mundo é de facto controlado pelas quatro entidades mencionadas acima.

    Não só vê Blackrock e Vanguard aparecendo repetidamente na indústria farmacêutica, mas também são os maiores acionistas do Google e do Facebook.
    Por meio desses dois também acaba no Youtube e no Instagram respectivamente e com isso você sabe imediatamente porque uma censura tão grande aparece imediatamente se ousar dizer algo negativo sobre uma vacina nessas plataformas.

    Só a Vanguard tem uma participação de US $ 65 bilhões no Facebook.
    Também no Twitter, outro canal que censura veementemente qualquer coisa antivacinas, você encontrará a Vanguard e a Blackrock como principais acionistas.
    Na Microsoft, os dois maiores acionistas são novamente os mesmos dois, com a Vanguard sòzinha com uma participação de US $ 173 bilhões na Microsoft.
    A mesma história com a Apple e a Amazon.

    Onde estaria a pandemia corona sem a grande mídia? É claro que você encontrará os mesmos dois nomes novamente nas principais organizações de notícias.
    Quer você assista à CNN ou à Newscorp, sempre há Vanguard e Blackrock.

    Então começa a ver o esquema criminoso, uma construção com a qual nosso país foi literalmente esmagado.

    Agora você sabe porque vê histórias e elogios sobre a distribuição de vacinas em todos os canais convencionais.
    Até a Fox News, o canal que costuma produzir um som um pouco diferente, pertence às mesmas empresas de investimento.

    Isso mais uma vez demonstra que eles criam sua própria “oposição controlada”.
    As leis não contam para uma empresa como a Pfizer. Se necessário, eles compram tudo e todos e realmente fazem um grande negócio com isso,

    Encaixar um bilhão de dólares de multa é-lhes tão facil quanto para você é comprar um sorvete.

    Também sobre Pfizer, fraudes, subornos, corrupção, “verbal consent”, “children while conducting unapproved clinical trials in Nigeria” etc.
    https://www.northamerica-news.com/health/pfizer-the-criminal-organization-that-wants-to-vaccinate-you/

  11. Sardinha Enlatada says:

    So queria deixar aqui uma sugestao, se me permitirem obviamente. Ja se falou aqui muito sobre as vacinas, o virus, confinamentos, liberdades e falta delas. Ok isso e um lado da pandemia. Deixo aqui uma pergunta ao pplware. Sera que conseguem criar um artigo sobre o outro lado da pandemia ? Sim refiro-me obviamente a nada mais nada menos, que quem anda a financiar esta pandemia, quem sao os tubaroes por tras desta pandemia a ganhar com isto. Quem anda a ganhar na bolsa com esta pandemia, quem sao os famosos especialistas por tras desta pandemia, quem anda a mexer os cordelinhos e a manipular a comunicacao social sobre esta pandemia. No fuindo gostaria de saber o lado podre desta pandemia. Conseguem fazer um artigo sobre esse lado pandemico ? Apenas uma pergunta. Se nao conseguirem agradeco a atencao dispensada. Obrigado.

    • Memória says:

      Sardinha:
      Tens a certeza que querias, ou gostarias de ler um artigo na (ou da?) PPLWARE sobre
      ” o outro lado da pandemia ? ” etc. ou sobre o “lado podre desta pandemia” etc ?
      Eu não tenho

      Embora não queira ofender ou até subestimar as possibilidades e disponibilidades da
      Pplware em fazer alguma investigação jornalística, ou escolher alguma já feita duvido muito
      se estaria disposto a ler o que com grande probalidade seria apenas “mais do mesmo”.
      Aliás também não leem o que eu escrevo.

      Se quiseres ver um vídeo recente sobre a minha “vítima favorita”, – LOL 1,2, e 3 – o cartel criminoso da Pfeizer
      vi há pouco no YT : “Revealed: How Pfizer blackmails countries for shots” da Gravitas
      https://www.youtube.com/watch?v=nYIJxoh7gqw

      Seria interessante saber se Portugal é (e como) um dos países como o Brazil ou a Colômbia, que estão completamente enterrados e com o pescoço no laço da forca. Talvez mais tarde se chegue a saber, tarde demais como é costume….

      PS: Gostei bastante do artigo da Pplware sobre VPN’s em Portugal, para terminar com uma nota positiva

  12. Sardinha Enlatada says:

    Obrigado pelo video Memoria. Sim de certo que toda a gente sabe que muitos jornalistas tem de obedecer aos patroes. Nao criemos ilusoes nesse aspecto. Por essa razao e que eu acho que a maior parte da comunicacao social esta toda comprometida com a verdade da mentira. Entao nao lhes resta opcao senao transmitir o que o patrao permite. Obviamente que ninguem quer perder o emprego e ir cortar mato 😀

  13. Vítor M. says:

    Mas tu andas a fazer um frete a alguém? Hmm não tinha pensado nisso, que estavas a fazer um trabalho de desinformação. Sempre pensei que era apenas teimosia e falta de informação. Mas com esses medos que mostraste agora neste comentário… de facto tu tens empenhado muito tempo a tentar influenciar terceiros. Não sabia que existiam negacionistas de profissão!!! Quem estará por trás desta malta?

    • Memória says:

      LOL Vítor, quem será?

      Aqui na Holanda haveria logo quem pensásse em três suspeitos:
      O Império do Pé de Atleta? o Sindicato dos Calceteiros Marítimos? a Sociedade Protetora da Vespa Asiática?

      LOL
      Mais tarde vou apresentar uma explicação ainda mais simples 🙂

    • Memória says:

      É assim:
      (E é um clássico do Oriente, contou-me um antigo colega do Afeganistão)

      Mulla Nasrudin queria viajar de noite de Baghdad (“City of Peace”) para Fallujah.
      Toda a gente o desaconselhou por causa dos bandos de malfeitores e ladrões.

      Todavia pôs-se a caminho. Depressa viu ao longe as silhuetas de um grupo suspeito.de viajantes
      Fugindo logo tropeçou e caiu num buraco.

      Os (inocentes) viajantes vieram e perguntaram:
      “Nasruddin, que fazes aí nesse buraco?”

      Nasrudin respondeu:
      “É muito simples, eu estou aqui porque vocês estão aí, e vocês estão aí porque eu estou aqui”.

      ———–

      E esta é a razão para as infindáveis discussões sobre Coviid vacinas etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.