Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Há um novo Indicador de Avaliação da Pandemia (IAP)

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Manel says:

    Este gráfico é igual aos 4 quadrados inventados pela Karen que vai via Skype falar á TV.
    Enquanto derem importância ao número de infecções que nada tem a ver com a manifestação de doença estes gráficos são lixo , perda de tempo e dinheiro.

    Palhaços covideiros . Nem para o número de vacinados olham com mais peso…

  2. C.S. says:

    Será que os novos indicadores também indicam no número total de infectados aqueles que já têm a vacinação completa?

  3. Manel says:

    O número de mortes diárias covid em Portugal são claro dramas pessoais, mas a nível estatísticos é irrelevante.
    Pensava que percebias isso mas ok é pedir demais.

    • Miguel says:

      É comparar o ratio mortes/alarido com outras doenças e fatalidades.

    • Chalupa pela verdade says:

      Talvez.. seja… “irrelevante a nível estatístico”… por continuarmos… com restrições… e já… pessoas… vacinadas…?…? E… se…deixarmos…isto… subir… antes….de…termos… x% pessoas vacinadas…convém… não…brincar…?

    • Há cada gajo says:

      Será irrelevante quando tiveres a pandemia controlada, que claramente não está, apesar de melhor que em janeiro. É dificil entender isso ?

  4. Samuel MG says:

    Devia era arranjar maneira do efeitos secundários das vacinas serem suprimidos!! FDS!! Passado 24 horas após a toma lá veio a Janssen lixar-me!!

  5. Manel says:

    O gráfico deveria ter só os seguintes parâmetros : mortes, número de internados e UCI e dar MAIS PESO ao número de vacinados . Número de infeções e RT nada dizem como ficou provado .

  6. Manel says:

    O gráfico deveria ter só os seguintes parâmetros : mortes, número de internados e UCI e dar MAIS PESO ao número de vacinados . Número de infeções e RT nada dizem como ficou provado .

  7. Francisco Santos says:

    Eu também inseria a positividade, que está uma vergonha. Servia para “corrigir” a variação do nº de testes ao fim de semana.
    https://www.ecdc.europa.eu/sites/default/files/styles/is_full/public/images/2021w28_COVID19_EU_EEA_National_Positivity_Rate.png?itok=iin3thL3

  8. TóSousa says:

    Porra afinal temos montes de especialistas, além da Ordem dos Médios e dos cientistas que fazem estes quadros e os que vão às reuniões do Infarmed.

    Fico mais descansado com nato especialista, NOT.

  9. pj Correia says:

    com grafico ou sem ele é uma doença grave e mortal. um leigo como eu continua com todos os cuidados, espera pela avaliação correta da vacinação, não se sabe qual o seu potencial protetor (embora seja muito bom já haver vacinas).
    alguns pequenos sacrificios (como por exemplo almoçar com amigos) ficam para depois.
    enfim, é preciso saber lidar com a doença, sem se falar do que não se sabe.
    saúde e sorte para todos.

  10. ToFerreira says:

    Não sei se será pior a pandemia de COVID ou a de “especialistas de algibeira” que todos os dias manifestam a sua opinião baseada numa mão cheia de nada. Será que se houver uma doença a afetar oliveiras, esses especialistas se convertem em especialistas em lagares de azeite? Não sei para que andam médicos e cientistas a perder tanto tempo a estudar as coisas, se estes espcialistas de algibeira parece saber mais que eles.

  11. Sardinha Enlatada says:

    Voces sao e muito maricas em relacao ao covid, e o que sao. Chamar a este numero de mortes pandemia, e insultar a inteligencia de milhares de pessoas em todo o mundo.

    • ToFerreira says:

      “De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pandemia pode começar quando se reúnem estas três condições:

      O aparecimento de uma nova doença na população;
      O agente infecta humanos, causando uma doença séria;
      O agente espalha-se fácil e sustentavelmente entre humanos.
      Uma doença ou condição, não pode ser considerada uma pandemia somente por estar difundida ou matar um grande número de pessoas; deve também ser infecciosa. Por exemplo, câncer é responsável por um número grande de mortes, mas não é considerada uma pandemia porque a doença não é contagiosa (embora certas causas de alguns tipos de câncer possam ser).”

      Se pesquisasses um bocadinho, sabias que a pandemia não tem sequer a ver com o numero de mortes, portanto os únicos que chamam “a este numero de mortes pandemia” são os especialistas de algibeira que agora proliferam, julgando-se insultados na inteligência que lhes falta.

      • Sardinha Enlatada says:

        ToFerreira nao percebeste o contexto esta visto. Entao nao inventes. Sempre os mesmos argumentos de bosta.

        • TóSousa says:

          Sempre os mesmos especialistas da treta. Vão ver as conversas da treta de há una anos atrás…. Vocês estão lá bem retratados.

          Peça teatral criada por José Fanha e estreada no Auditório Carlos Paredes, Lisboa, em 1997. Foi encenada e interpretada por António Feio e José Pedro Gomes, com cenário e figurinos de António Jorge Gonçalves, música de Manuel Faria e desenho de luz de João Paulo Xavier. Zezé e Toni são dois amigos que encetam diálogos do quotidiano onde fazem as mais variadas considerações sobre temas como a política, o futebol, o casamento, o sexo, os seus sucessos e insucessos pessoais, ao mesmo tempo que vão reproduzindo com humor os tiques das personagens que criticam.
          Enorme sucesso de público, a peça passou depois para o Teatro Villaret e iniciou digressões pelo país, sempre com lotações esgotadas. Por esse facto, acabou por ser adaptada à televisão e à rádio, surgindo depois uma sequela – A Treta Continua – com textos de Eduardo Madeira, Filipe Homem Fonseca e Rui Cardoso Martins.

    • Hugo says:

      Não me canso de vos chamar burros e egoístas. Não é ofensa,é opinião pessoal e não tenho nada contra o animal em questão.
      Se achas que a tua estupidez também não ofende os milhares de técnicos de saúde pelo mundo fora, então ainda está pior do que referi inicialmente.

      “pan·de·mi·a
      (grego pandemía, -as, o povo inteiro)
      nome feminino

      Surto de uma doença com distribuição geográfica internacional muito alargada e simultânea.

      “pandemia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pandemia [consultado em 24-07-2021].”

      Seu burro…

  12. Sardinha Enlatada says:

    Bom quem deve chamar-te de burro sou eu. Ninguem quer saber da definicao de pandemia para nada. Alem disso deixaste escapar um pequeno pormenor. Segundo a definicao “Surto de uma doenca” ora isso nao significa que os infectados estejam doentes, mas pronto para ti e demais para essa tua cabecinha. Dai referir que estes numeros de mortes sao uma piada seu burro. Deves ser pago por alguem para andar aqui continuadamente a espalhar desinformacao so pode. Ja agora a titulo de curiosidade tambem acreditas que o bichinho e morto com o alcool gel ? Este virus e mais psicologico que outra coisa. As mascaras e a higiene das maos e so para dar uma sensacao de seguranca as pessoas, que na verdade nao existe, e tudo ilusao porque o virus nao esta fora do corpo , mas infelizmente muita gente acredita nisso.

    • Hugo says:

      Acabas de provar o que eu digo: és ignorante por opção.

      • Hugo says:

        E olha que conheço até enfermeiros que não querem levar a vacina por não confiarem e é perfeitamente legítimo. O teu discurso é outro nível. És mesmo grunho. Terias de voltar a nascer e ter uma nova educação e atenção que eu gostava mesmo de estar a ser irónico no que acabo de dizer.

  13. Sardinha Enlatada says:

    Hugo tu realmente es mesmo comico. Com o teu discurso ficas mais preocupado em insultar as pessoas do que propriamente responder a perguntas pertinentes. Entao assim tambem nao tens moral nenhuma para falar. Nesse caso sinto-me no direito de te chamar um autentico calhau com olhos, e a minha opiniao pessoal. E olha que estou a ser justo. Devias ficar 5 anos sem ter acesso a comunicacao social para ver se nao ficas com a mente envenenada. E ficamos por aqui.

    • Hugo says:

      Pertinentes? LOOOL “tambem acreditas que o bichinho e morto com o alcool gel ?”
      Não me faças rir, só podes ser troll. Que básico.

    • Hugo says:

      Tu nem responder aqui no sítio certo és capaz já reparaste? Em vez de questionares cientistas porque não começas por questionar coisas mais básicas primeiro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.