Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: AstraZeneca diz que a sua vacina poderá ser eficaz contra a nova estirpe

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Miguel says:

    “Poderá”
    Eu acho que ainda ninguém está a dizer a verdade sobre a nova variante.

    • Artur Peralta says:

      Sobre a nova variante?!?? Sobre tudo à mais de 1 ano…

      • Reis says:

        Já disseram ontem, se a vacina dura só 3 meses no corpo humano. Para quê? Vamos andar a tomar isto toda a vida? Que palhaçada. Façam uma de uma vez nem que dure 5 Anos em desenvolver. O que eu sei é que a UE e os países onde criaram a vacina querem é os milhões que lhes faltam completar, para depois mais tarde andarem a brincar ao RISK novamente.

  2. Samuel MG says:

    Ainda não sequenciaram a composição da nova variante, como tal só podem mandar palpites.

  3. Nova says:

    Sim, andam muitos palpites e Disparates, a começar no Governo e Task force da Vacina, já sei todos foram promovidos como especialistas em Vírus, ainda não se sabe o tempo de imunidade exato desta ou de qualquer outra futura Vacina…
    Mas tal não signifique que quando todos estiveram vacinados o pesadelo não chegue ao fim, como foi o caso em todas as epidemias ao longo da Historia! (basta olhar paras as vacinas que já existem…)
    Já agora na maioria dos casos as novas variantes dos vírus procuram sempre a mesma coisa sobreviver! e como tal signifique que é benéfico para o Vírus infetar mais e produzir menos danos no hospedeiro pois sem hospedeiros não há vírus!
    Ah deixa-me adivinhar só interessa assustar e portanto dizer que muito provavelmente a actual Vacina da BioNTech, muito provavelmente vai conseguir alguma eficácia em controlar novas mutações, se é que realmente há esta mutação tão mais infeciosa como andam a dizer!

  4. JJexpress says:

    Vacina feita em 10 meses quando o normal é cerca de 10 anos pra ser feita. Afinal isso é o quê, um milagre?!? Com tanta doença que existe à seculos e nunca descobrimos uma cura (cancro melhor exemplo). E agora estão tão desesperados por se injetarem, que nem querem saber das consequencias. Um dos cobaias nos ensaos feitos no brasil faleceu mas a imprensa abafou tanto a noticia que nunca mais se falou. Outro ensaio que causou consequencias em 3 pessoas em inglaterra, pararam o ensaio que nem uma semana durou e continuaram logo de seguida. Agora existe uma nova variante quando à semanas atrás falaram em tantas mutações que depois desvalorizaram pelo virus da gripe ter muitas mais mutações, enfim…

    • eu2 says:

      Não é milagre nenhum, é o furto do esforço de muitos cientistas, a motivação de muitas pessoas, o investimento de muitos países, a aplicação das tecnologias mais avançadas disponíveis.
      E estás muito preocupado com 1 cobaia a morrer, grande novidade, até parece que não morrem muitas pessoas todos os dias. Qual imprensa é que vai ficar a falar de 1 caso que morreu que pode muito bem não ter tido nada a ver com a vacina? Uma vacina não torna ninguém imortal. Continua a poder morrer por outras razões. 1 caso isolado não é nada e não tem nada que ser divulgado o tempo todo, porque não representa nada (teria que ser uma diferença maior; e tem-se que estudar caso a caso). Isso mostra apenas a ignorância e impaciência de certas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.