PplWare Mobile

Câmara de calor num evento de atração turística revela cancro da mama numa mulher


Imagem: CNN

Fonte: CNN

Autor: Vítor M.


  1. Carlos Santos says:

    Esta notícia ilustra como a industria farmacêutica procura ganhar milhões, não tendo qualquer preocupação com as pessoas ou o seu bem estar.

    O método que deveria ser utilizado para a detecção do cancro da mama é a termografia.

    No entanto, é preferida a utilização da mamografia, que é um método que para além de ser mais dispendioso, pode mesmo provocar cancro, expondo as pessoas a radiação.

    É muito triste o estado a que chegou a medicina, completamente sequestrada pelos interesses financeiros.

    • Radamel says:

      Concordo que a medicina deveria tentar apoiar mais este tipo de exames. Quem tem força? Os hospitais publicos, pois se forem privados vão sempre para o lucro imediato e maior.

    • Amilcar says:

      “mas os especialistas têm avisado que Gill teve sorte e câmaras de imagem térmica não são eficazes na triagem da doença.”

      • Carlos Santos says:

        Os “especialistas” são bem pagos para tecer essas considerações! Da mesma forma que os médicos recebem prendas e viagens para vender o medicamento x da farmacêutica y.

        • Amilcar says:

          Se fosse apenas uma questão de preço as associações que promovem rastreios gratuitos, caso da Liga Portuguesa, provavelmente já teriam optado por essa tecnologia. Já agora, de onde provem essa “especialidade” para afirmar que A melhor que B?

          • Jorge says:

            Caro Amílcar, lamento desiludir, mas a Liga Portuguesa tem protocolos estabelecidos com a ARS (Administração Regional de Saúde) para a realização dos referidos rastreios, na qual é ressarcida pelos exames e logística envolvida.

          • Amilcar says:

            Caro Jorge, mais me ajuda, se fosse uma questão de dinheiro seria sempre o “baratinho” a andar à frente, mais não seja para criar maior margem de manobra para possíveis “derrapagens”.

          • Jorge says:

            Amilcar, não estou a pôr em questão o seu ponto de vista no que respeita a €€€ 🙂
            Aliás, qualquer pessoa da área conhece a diferença abismal entre ambas as tecnologias no que respeita à resolução das imagens finais.
            Apenas quis alertar que nem na Liga há “pequenos-almoços” grátis…
            Bom fim de semana.

    • Marco says:

      Eu sou um “desses especialistas” e não tenho qualquer abono ou patrocínio de qualquer industria farmacêutica ou outra. E posso-lhe garantir, com estudos robustos já realizados, suportam a minha opinião, que a termografia por muito sedutora que seja a ideia, não é um método fiável para a deteção de cancro da mamã ou outros tipos de neoplasias. Existem exames inócuos como a ressonância magnética que é empregue em diversas circunstâncias com indicação muito precisa. Pois estes resultados são reprodutiveis e com bons valores de sensibilidade e especificidade.

    • José says:

      Caríssimo Carlos Santos, aconselho a informar-se em condições e, de preferência, com quem percebe antes de afirmar algumas “inverdades”.
      A utilização da mamografia tem muitas vantagens e algumas desvantagens, é verdade. No entanto, o risco de existir um carcinoma provocado pela mamografia em si (e num doente específico que fez um exame por rotina) é demasiado baixo e, mesmo assim, o risco supera o benefício da informação clínica que a mamografia dá. Deixo um conceito para procurar: “Princípio ALARA”…
      Além disso, a realização de mamografias de rasteio tem indicação clínica bem estabelecida por guidelines da OMS sobre a partir de quando, com que frequência, em que situações clínicas e com que técnicas de aquisição se devem executar o exame.
      No limite, poderia indicar a Ressonância Magnética para substituir a mamografia mas, mesmo assim, dir-lhe-ia que existem indicações sobre a realização da RM mamária pois há situações onde não vale a pena fazer o exame (como o Carlos disse (e bem) gastando dinheiro desnecessariamente) pois não traz informação nova à dúvida clínica.
      Quanto à Termografia, tem várias aplicações na medicina mas ainda é uma tecnologia em fase de desenvolvimento pois apresenta muitos falsos positivos/negativos, principalmente neste tipo de patologias (tumores mamários) e dada a seriedade do tema, uma técnica tem de estar bem validada para se poder ser considerada no diagnóstico por imagem.
      Por último, esclareço que não são as farmacêuticas que estão envolvidas no diagnóstico por imagem… Outras empresas…
      Cumprimentos

    • leiteiro GNU Shell says:

      entao os tecidos cancerígenos que não irradiam calor como podem detectados? pelo sniff da pele?

    • Rafael says:

      Quem vai comprar mais lâmpadas se fabricarem aquelas que duram mais de 100 anos?

  2. José Antunes says:

    Lol, é com cada comentário. Deixem de ser negacionistas, ou anti ciência. Se esse método fosse eficaz já seria usado como rotina. Seria mais barato e evitava o problema das radiações (apesar de estarmos sempre expostos a radiações, aqui, tal como em qualquer medicamento, o que importa é a dose).
    Se não é usado é porque não funciona. Na noticia têm a opinião de 3 pessoas diferentes, todas elas com conhecimentos de causa, todas elas dizem que não está comprovado que este método seja eficaz, mas mesmo assim duvidam pois lerem no google que é tudo uma conspiração 😀 😀

    • Carlos Santos says:

      É por pessoas como você que os políticos e as diversas industrias fazem toda a merda que querem e ganham biliões à conta da nossa saúde.

      Deve ser daquelas pessoas que acha que a coca-cola é boa para a saúde e as pessoas que discordam são tolinhos. Segundo os estudos de nutrição patrocinados e pagos pela própria coca-cola, o problema da generalidade de pessoas obesas não é a quantidade de açúcar e químicos que ingerem mas sim a falta de exercício físico. err 😐

      • TIago says:

        A imagem térmica até pode detectar algumas anomalias, mas não é nenhum equipamento de diagnóstico, nem de rastreio. Imagine que passa por um rastreio com este tipo de equipamentos e dizem que está tudo bem. O Senhor vai encantado da vida e depois descobre que algo está mal. De quem é a culpa? Do equipamento que não preparado para este tipo de exames?

      • José Antunes says:

        Experimente ler sobre piramide de evidência e vai perceber que é preciso saber separar o trigo do joio. Há estudos para todos os gostos, mas nem todos valem o mesmo. E como diz temos sempre de ser cépticos em estudos “patrocinados”. Mas o tipo de evidência usada em Medicina geral e neste caso particular em técnicas/aparelhos de diagnóstico é a mais robusta que existe. E pelos vistos segundo essa evidência, que vem de centenas de estudos de qualidade, e não feitos por zés da esquina ou “patrocinados”.
        Existe lobys e jogos de interesse em todo o lado, e temos de ter um espirito cético, mas não podemos ser negacionistas, os médicos não nos querem doentes.
        Já agora tudo são químicos, a água é H2O, é um químico e em doses excessivas também mata (doses quase impossíveis de ingerir), por isso mais uma vez é preciso saber separar as coisas, é preciso entender que a dose é que faz o veneno ou o medicamento. E sim a maioria de nós faz pouco exercicio, que com a ingestão de muita comida calórica leva à obesidade.
        Não se deixem cair nas tretas do pessoal do alternativo, é que são mesmo tretas, desinformações mascaradas com termos cientificos para nos enganar. Gosto muito então daquela afirmação chapa 5, algo como isto:

        “ah e tal a industria farmaceutica não quer curar ninguém só quer ganhar dinheiro”, mas depois cobram quantias exorbitantes por falsos medicamentos, ou por consultas energéticas…

        Sejam céticos mas para os 2 lados ;D 😉

      • Amilcar says:

        E não deixam de ter razão. Até posso ingerir 10.000 calorias por dia, se gastar 10.001 onde é que está a obesidade?

  3. Alex says:

    Resumindo nunca vamos conseguir mudar nada, temos que nos sujeitar com o que há.
    Triste realidade deste mundo que é o nosso .

  4. falcaobranco says:

    Sempre ouvi o mesmo…mal de quem está doente…enfim…

  5. Ivan Dias says:

    o exame *termografia mamária* ja esta a ser utilizado há algum tempo como meio de diagnostico. Problema é como tudo na ciência a velocidade é de caracol e a divulgação ….

  6. Adérito Vieira says:

    Existe sempre a teoria das conspiraçoes sobre o evidente. A revolta por algo que nao se explica concretamente e apenas se exprime de forma ambigua…a noticia refere q por feliz coincidência e curiosidade da paciente, chegou-se á conclusao que era cancro mamário. Ponto acente e encerrado. E ja agora falando de coca-cola…Corro entre 10 a 15km por dia, bebo cerca de um litro de coca-cola por dia…Tenho o peso ideal para a minha altura, densidade ossea nos parametros corretos, sendo dador de sangue, tenho os niveis excelentes…nao sou obeso nem sofro nada que a dita coca-cola pode provocar…acreditando sim, que se fosse sedentario, aí teria os riscos acrescidos da ingestao excessiva de açucares, tanto da coca-cola como dos restantes alimentos que ingiro durante o dia.

  7. leiteiro GNU Shell says:

    Somente Médicos neste post, WOW. Vocês são da LALM – liga azeiteira leiteira mamária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.