Quantcast
PplWare Mobile

ButanVac: A primeira vacina brasileira contra a COVID-19

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ADALBERTO RIBEIRO LIMA says:

    Finalmente uma boa notícia para nós brasileiros

    • José Fonseca Amadeu says:

      Boa notícia um fármaco produzido no Brasil? Mais depressa ia para o chinês.

      • KodiakShadows says:

        Nos últimos 2 parágrafos diz tudo, esperar para ver.

      • 8bits says:

        Ciência não tem nacionalidade.
        Ciência é apartidária, sem nacionalidade, sem raça, sem fobias de qualquer tipo.
        Portugal até devia utilizar as suas boas relações com o Brasil, e fazer acordos de cooperação científica, e acredite que iríamos todos beneficiar disto.
        E se a vacina passar nos testes, mais uma vez, Portugal deveria tbm fazer acordos de compra da vacina.
        Podemos torcer por este, ou aquele país, que tenha sucesso, mas de resto, esse comentário é totalmente descabido.

        • José Fonseca Amadeu says:

          Claramente não conhece a comunidade científica BR, teria mais sucesso com calceteiros tugas

          • Paulo says:

            Não digas coisas que não sabe, você não tem moral nenhuma pra falar do meu país, que embora tenha 210 milhões de habitantes, está muito mais avançado na vacina em relação ao seu Portugal.

          • José Fonseca Amadeu says:

            Paulo, 1,92% no Brasil, vai ver como está Portugal.
            Nem deves saber o país em que vives, desses 1,92% que percentagem foi injectada com ar?

      • luis Santos says:

        Não diga asneiras .O Brasil tem excelentes investigadores ,ao nivel dos melhores do mundo .E uma das vacinas chinesas foi feita em parceria com o Instituto Butantan,o mesmo que produziu esta nova vacina ..Mais depressa tomava esta do que a da astra zeneca .

        • Raven says:

          Tomem a que vos derem o deixem-se de pensamentos bacocos… Levei a da AstraZeneca há 9 dias e não tive problemas de maior, apenas as reações normais (dores musculares, alguma sonolência e dor nomlocal da picada) no dia seguinte a ter sido vacinado. Falam tão mal da AstraZeneca e a da Pfizer tem (supostamente) um número superior de tromboembolismos registados… Mas enfim… Preconceitos…

        • José Fonseca Amadeu says:

          Isso é o que vos vendem nas novelas da globo, a verdade é muito diferente.
          SP centro, RJ sul e Brasilia são 1º mundo e têm “bons” hospitais privados, o restante do país é paisagem, por isso os Brasileiros com dinheiro vão ou para EUA ou para Europa viver.

      • Just Me says:

        Incrível… alguém perdeu o cérebro algures em 1793 num certo dia 15 de abril, a máquina de viagem no tempo está avariada, daí termos que levar contigo em pleno século 21. Incrível.

    • int21h says:

      com sorte cura o pessimo habito de ouvir funk no meio da rua, de falar alto, da necessidade de estarem sempre no meio das atenções e que percam a vontade de vir para Portugal 😀 😀 😀

  2. DFS says:

    A notícia é boa, mas parece que ainda está no início, a iniciar fase 1 e 2, e falta ainda a fase 3 que custuma demorar uns meses. Ou seja, para além de ainda faltar muito, pode ainda falhar.
    Penso que a vacina porquguesa está mais desenvolvida, e tem a particularidade de ser administrada por via nasal, sem picas.

  3. Agripino says:

    A tecnologia apresentada nesta sexta-feira, 26, pelo Instituto Butantan como sendo 100% nacional foi desenvolvida no ano passado por pesquisadores do Instituto Mount Sinai, de Nova York. Ao menos três trabalhos foram publicados em revistas científicas por cientistas…

  4. Agripino says:

    Para dar confiança às pessoas, eles chamam de “vacina”, que na verdade é apenas uma terapia experimental.

    • Vítor M. says:

      Sabes qual é o problema? Hoje quando falas em informação do Brasil (COVID), é complicado saberes a verdade pela quantidade incrível de fake news e contra informação. Quando o próprio presidente diz que a vacina é 100% made in Brasil e depois afinal não!!!! É complicado para qualquer pessoa acertar na verdade.

      O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que a ButanVac, a 1ª vacina totalmente brasileira contra a Covid-19, é uma versão 2.0, portanto mais atualizada…

  5. PT says:

    Pelo nome, devem levá-la no Butt…
    O nome quase parece Buttman… 😀 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.