PplWare Mobile

Inteligência Artificial aprendeu a resolver o Cubo de Rubik em apenas 1,2 segundos


Fonte: Universidade da California

Autor: Pedro Simões

Destaques PPLWARE

  1. Sílvio Pinto says:

    0.38 Second Rubik’s Cube Solve, algo de errado não está certo

  2. Anton says:

    Pois, mas apenas os módulos laterais são movíveis…. os módulos do meio estão fixos. Bastante mais fácil!!!

    • Joca Silva says:

      No cubo de Rubik os cubos do centro de cada face são fixos, estás a falar de outro tipo de cubo?

    • Paulo Pereira says:

      Os centros não sao fixos , mas para a resolução de cubos com arestas impares nao se rodam os centros para a sua resolução, Nos cubos de arestas pares, só se meche nas peças do meio para se poder “Fixar” o centro.
      É a partir das peças onde o mecanismo agarra que se trabalha para a resolução do mesmo, manualmente é igual.

  3. mc says:

    Há cubos com 4 5 6 7 8 e já vi de 9 ×9….

  4. Joao says:

    Skynet is here!!!
    Run for your lifes!!!

    • Paulinho O Loko says:

      O pior é que para isso só faltam uns anos e nós não conseguiremos voltar para o passado. Cumprimentos. Paulo Antóino da Paiva Pires.

  5. LSousa says:

    Dou mais valor ao humano pois no caso que ele resolveu tevve que pegar no cubo e fazer movimentos com os musculos que obviamente não conseguem por mais que se tente vencer um motor elétrico agora o que conta é o resolver mental!

    • AJ says:

      Concordo. As nossas mãos, por mais ágeis que sejam, dependem sempre da nossa motricidade que é uma estrutura complexa (ossos, tendões, músculos, funções nervosas, etc.) e não se podem comparar a um motor elétrico que (obviamente) é muito mais veloz. Gostava de ver o resultado de outro teste em que a IA estaria ligada a um robot, com “mãos” robóticas, a desafiar um humano.

  6. Afonso says:

    Vale lembrar que IA’s já bateram alguns dos melhores jogadores de poker, xadrez e outros jogos complexos.
    IA é o futuro, não tem que haver receio que possam vir a ser o próximo “ser” dominante no mundo, certamente IA’s serão moralmente bem melhores do que nós disso não tenho dúvidas, então o mundo será um lugar bem melhor!

    • JMonte says:

      Afonso, essa ingenuidade é perigosa.
      A Inteligência Artificial é uma arma letal nas mãos humanas, que já provaram não ter nenhuma moral.
      É apenas – mais uma ferramenta – para tornar os poderosos ainda mais fortes.

  7. Nokas says:

    É claro que IA consegue fazer mais simulações e com mais velocidade que um cerebro humano! Agora gostava de ver documentado… Como deram a ordem á IA, olha IA tens aqui este cubo quero que coloques as faces todas da mesma cor. Pois isso é que uma grande dificuldade pelo menos para já… Agora usar algoritmos… Aí há a 40 anos programei na minha cacio 850p o jogo das cores usando números em vez de cores e jogava contra a calculadora, isto já era IA! Fácil

    • Luís Martins says:

      O conceito de IA é muito abstrato e anda muito distorcido por essa lógica então o abaco é um instrumento que já tem muita IA. A verdadeira IA ainda não nasceu e por enquanto é bom que esteja morta pois os humanos ainda têm pouca IA nos seus cérebros e se tiverem o azar de inventar um robô com IA então os humanos serão escravizados pelos robôs.

  8. Luís Martins says:

    A minha máquina de calcular consegue fazer as contas muitissimo mais rápida do que eu mas não significa que tenha alguma inteligência, o mesmo se passa com os computadores são muito bons a fazer determinadas tarefas , mas de inteligência têm zero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.