PplWare Mobile

Categoria: Motores

Tesla prepara-se para a escassez de metais para fabricar as baterias

A Tesla espera escassez global de níquel, cobre e outros materiais necessários para o fabrico das baterias dos carros elétricos. Segundo informações veiculadas por um executivo da Tesla, o problema resulta da falta de investimento no setor da exploração mineira. Estas declarações foram recolhidas na passada quinta-feira num conferência do setor.

A mesma fonte referiu posteriormente que a preocupação não era imediata, mas sim uma expectativa de longo prazo. No entanto, a falta de alguns dos metais utilizados em carros elétricos não está fora de questão.

Imagem motor e baterias de um veículo elétrico Tesla. Muito metal à mostra


Será o fim do Triângulo de pré-sinalização? Conheça o Help Flash

Os triângulos de pré-sinalização têm a finalidade de proteger o condutor, os passageiros ou o trânsito em geral de modo a evitar ou a reduzir as causas e consequências de acidentes.

Ter um triângulo homologado no carro é obrigatório, mas este equipamento pode em breve ser substituído por um Help Flash.

Será o fim do Triângulo de pré-sinalização? Conheça o Help Flash


Ducati também terá uma moto elétrica, mas antes lançará uma scooter

Sendo atualmente uma das maiores marcas do mundo do motociclismo, espera-se que a Ducati siga o que a indústria tem procurado e que as suas ofertas se foquem nos clientes.

Por isso, era já esperado uma proposta elétrica desta marca italiana. A resposta surgiu agora, mas longe do que os puristas da marca esperava. A Ducati tem em preparação uma proposta elétrica, mas por agora será apenas uma scooter.

Ducati scooter mota elétrica Vmoto


Estudo revela o lugar mais perigoso para se sentar num carro

Os acidentes de viação fazem todos os anos milhares de vítimas mortais nas estradas por este mundo fora. Chegamos ao ponto das entidades responsáveis equacionarem medidas mais duras de controlo, como, por exemplo, a inclusão de uma “caixa negra” no automóvel que já está prevista para 2022.

Os dados recolhidos, para além dos feridos e da perda de vidas, podem informar quais os lugares nas viaturas onde são mais frequentes os casos mortais. Há efetivamente lugares dentro dos carros mais perigosos que outros.

Imagem de crash test dummies nos lugares de um carro


Toyota comercializa carro de célula de combustível de hidrogénio por cerca de 50 mil

Se por um lado os veículos elétricos ganham mais adeptos, por outro a indústria automóvel ainda aposta no hidrogénio. Um exemplo claro desta realidade chega-nos do Japão. A Toyota está a adotar uma abordagem não convencional para reduzir as emissões automóveis. A empresa está a vender um carro de célula de combustível de hidrogénio por 50 mil dólares.

Além da causa ambiental, a empresa nipónica tem outro grande trunfo. Segundo eles, “nós vamos ao mesmo posto de gasolina e abastecemos nos mesmos poucos minutos.”

Imagem Toyota Mirai a abastecer hidrogénio no Japão