Quantcast
PplWare Mobile

Vídeolog Pplware – 4 anos de evolução nos smartphones de topo

                                    
                                

Autor: Hugo Cura


  1. Audigy says:

    Caro Nuno, apesar da edição apelativa existe no conteúdo um aspecto que vale a pena mencionar.

    Tendo em conta o actual panorama no que toca a arquitecturas/implementações de SoC(system on a chip) com mira equipamentos móveis, não é de todo correcto comparar velocidades de relógico, tendo em conta que estamos a analisar implementações com alterações na sua arquitectura comum, pipelines de comprimentos diferentes, RAM LP DDR2 ou DDR3, larguras de endereçamento diferentes, (lista continua).

    Com isto quis dizer que talvez fosse melhor elemento de análise/estatístico, as respectivas pontuações obtidas através de uma aplicação de benchmark multiplataforma. Um dos exemplos é o GeekBench. Pode aceder a resultados públicos através deste link: http://browser.primatelabs.com/

    • Nunes says:

      sem dúvida, totalmente de acordo!
      As comparações que são feitas são totalmente incompreensíveis para quem tenha conhecimentos na área! Pega nuns poucos de números isoladamente que pouco ou nada dizem sobre a evolução dos equipamentos! Nada diz sobre a melhoria na performance, qualidade das fotos tiradas, duração da bateria, ou qualidade dos ecrãs!

      • Nuno Agonia says:

        Olá Nunes!

        Eu tenho a mesma opinião que tens no teu “post”, mas o objectivo deste vídeo foi apenas mostrar os números e depois ouvir as vossas opiniões pois é um assunto interessante de se discutir… 🙂

        • Nunes says:

          desculpa, mas essa deve ser para rir!
          ninguém que queira ter uma discussão séria e com algum significado, faz o que fazes. É o mesmo que mostrar numa aula de química analítica, as somas que os miúdos fazem para aprender a tabuada!

          • Nuno Agonia says:

            Estás no teu direito de te exprimires dessa forma em relação ao vídeo e estou cá para aceitar todas as críticas, mas esses “números” são a verdade e agora vai de cada um tirar o juízo que quiser…

          • Nunes says:

            fantástico… a verdade… exceptuando um ou outro erro, obviamente…

            Se o João tiver 4 Galaxy e der 2 Galaxy à Joana, fica com 2 Galaxy! Verdade, acredita!
            Será que esta verdade é mais interessante e informativa que a tua!?
            Talvez não tenha a faculdade de enganar os menos informados, mas se calhar não fica atrás em termos de qualidade real de informação!

          • Nelson says:

            Os números são a verdade, mas tu pões os números que te apetece.

            É a mesma coisa que dizeres que um T5 num prédio velho, na zona problemática da cidade é melhor que um T3 novo na melhor zona da cidade. A custar o mesmo.

            Um tem 5 quarto, o outro tem 3… Só precisas de 2 quartos, no máximo 3 daqui a uns anos, vais dizer que é melhor ir para o T5…

    • kaka says:

      Acho muito bem devia haver mais videos como este porque muita gente compra um iphone sem saber que esta comprar uma maquina inferir a todos os níveis. o iphone hoje em dia passou a ser parolice em vez de qualidade qualquer android de topo da 20 a zero ao iphone 5s lol

    • kaka says:

      Acho muito bem devia haver mais videos como este porque muita gente compra um iphone sem saber que esta comprar uma maquina inferir a todos os níveis. o iphone hoje em dia passou a ser parolice em vez de qualidade qualquer android de topo da 20 a zero ao iphone 5s lol
      Esses benchmark multiplataforma tirando 3Dmark que é unico fiavel sao uma anedota …

    • ACS says:

      Concordo. A unica coisa que se pode comparar é o tamanho do ecra porque o resto não é comparável com aqueles números.
      Por exemplo: Se eu aumentar o desempenho por cor de um processador mas baixar a velocidade do relogio para que consuma menos bateria e aqueça menos a % iria ser negativa. Iria dar a sensação que o processador com o passar do tempo piorou quando não é verdade.

      A mesma coisa para a camera. Apenas referir a quantidade de megapixeis não mostra nem 1/20 da evolução do sensor fotográfico.

      Apresentação está toda pipi e tal mas acho que ganharíamos muito mais se falassem nas tecnologias introduzidas como os processadores evolouiram quer em desempenho, numero de cores, etc. A ram por exemplo passou de ddr2 para ddr3? Etc…

      Acho que fazer analise separada de cada produto e indo mais ao pormenor ficaríamos com um video bem superior.

      Pelo menos quando fui ver o video pensei que iria ver tipo a historia de cada produto, o que lhes aconteceu que ganharam com o tempo, etc. E não comparações me gráfico que 90% não servem de grande coisa.

      De qualquer forma é um começo espero que não leve as minhas criticas a mal.

  2. Ricardo Gaio says:

    O que menos gostei foi o crescimento dos ecrãs. Para mim, estão demasiado grandes.

    • ACS says:

      Tb concordo. eu sou da geração em que quanto mais pequeno e mais fino o telemovel melhor. claro que hoje em dia o cera tem de ter um tannho mínimo para que se consiga no mínimo escrever bem no ecra. Mas também não quero andar com telefoneis gigantes ao ouvido, coisa mais feia de se ver. Um smartphone que dê para se usar com uma só mão e caiba em qualquer bolsa para mim é o ideal mas ao que parece quando maior melhor . Mais vale pegar no tablet e meter-lhe telefone lá dentro :S

    • Antonio says:

      ao contrario de mim foi o que mais gostei.

  3. Rui Martins says:

    Para mim o ecrã do S3 é perfeito, maior do que isso já é exagero e eu até tenho uma mão grande.

  4. José Rocha says:

    Eu também não gosto do tamanho enorme dos ecrãs dos telemóveis de hoje em dia, são jeitosos para navegar na net mas são muito desconfortáveis durante um telefonema e alguns são escorregadios.
    Actualmente tenho um iPhone 4 que comprei em final de vida, e o próximo será um iPhone 5 ou outro modelo de tamanho similar. A construção mais “premium” dos iPhones face à maioria dos Android também é algo que aprecio.

  5. Miguel Coelho says:

    “Neste vídeo vamos falar das diferenças que houveram nas famílias…”
    E agora já não hão?

  6. Sergio J says:

    Quando apareceram os ecran de 4.0” achavamos demasiados grandes.
    Quando apareceram os de 4.3 diziamos que o ideal seria 3.8, talvez 4.0
    Quando apareceram os de 4.7 admitiamos que 4.3 era aceitavel.
    Agora admite-se que os de 4.7 possam ser aceitaveis. Eu ainda não estou totalmente convencido.

    Não me vou pronunciar demasiado sobre tamanhos maiores, pelas razões acima apontadas

    Tenho achado piada é a um factor. Para muitas pessoas a evolução significa uma estética diferente. Muito criticam o iphone ou o Galaxy S4 por isso.

    Depois há aquela febre por números, quanto mais melhor. quadcores, octacores,hexadecaores,myridcores,… 512 MB ram, 1024,2048,4096,2^googleplex,…
    Números, Números, números,… Isto é o que toda a gente quer

    • Sergio J says:

      ontem estive na fnac com o Lumia 925 na mão. Não me desagradou o tamanho na mão. Mas acho que preferia algo mais pequno um bocado. Mas se calhar é uma questão de hábito

      • raz0r24 says:

        comprei na semana passada um Lumia 620. Está muito bom pelo preço x’P

        off topic: alguém sabe se dá para atualizar sem ser pela operadora? pelo andar da carruagem da optimus, nunca mais xD

  7. Pedro Macedo says:

    Só vejo um erro neste video as nomenclaturas do tamanho da memória.

    Mb significas megabits e não megabytes (MB).

  8. Rúben M. says:

    Um cpu pode ser mais rápido, mas como todos sabemos se tiver um cache maior, mesmo tendo um pouco menos de clock speed, na prática pode ser mais rápido, penso que na apple o clock não é um extra mas sim a nova arquitectura de todos o telemovel.

    mexi num à dias e o sistema é rápido.

    ps: sou um utilizador de android :), mas temos de saber apreciar a concorrência 😀

    • ACS says:

      yap, a apple prefere velocidade de relógios baixos para poupar bateria e diminuir o calor criado. entre o ipad e iphone só muda o relogio porque a bateria á bem maior de resto usam o mesmo.
      Isso do sistema parecer rápido é claramente a vantagem do iOS que não corre me maquinas virtuais. Por isso é que pessoal custam dizer que o iphone e o iOs não se mede com os numero mas pela a experiência que tens ao mexer num.

      Infezlimente num android based para ter a mesma experiência temos de lhe enfiar um hardware de top. Esperemos que a google mude isso na próxima versão android ou que o novo SO ubunto venha mudar este paradigma.

      Podiamos ter telemóveis bem mais baratos se o android não tivesse sido desenhado em cima do joelho =(

  9. Nunes says:

    Tenho que dizer que se esperava muito mais de alguém com experiência na área! Faz várias comparações que são totalmente descabidas…
    Desde quando é que a diferença de velocidade de relógio entre gerações de equipamentos, diz alguma coisa? E como essa há outras…
    No iPhone a densidade de pixeis nem sequer se alterou, ao contrário do que é dito! Mas isso tb nada diz sobre como evolui tecnologicamente o ecrã!

    • Alexandre Leonardo says:

      Ó Nunes, quando se atinge um valor de PPP´s onde a nossa retina não consegue distinguir os píxeis, achas que faz sentido continuar a aumentar esse valor como algumas marcas têm feito???

      Sinceramente acho que não!

      • Nunes says:

        O meu comentário não tocava nesse aspecto, apenas apontava um erro nos valores dados!
        Mas o que dizes concordo, não faz sentido, as pessoas não vão notar diferenças por aumentar a definição a partir desse ponto! Só fará sentido se houver alguma necessidade no software por via de alterar o tamanho do ecrã!

    • Nuno Agonia says:

      Se reparares com atenção no vídeo refiro que em relação ao iPhone 4 e o 5S os PPP passaram de 330 para 326. As comparações que faço no que toca aos “números” são as verdadeiras! Agora é como tudo…não podemos comparar por vezes um BMW com um Mercedes, apesar de essas comparações serem sempre feitas!

      • Nunes says:

        A densidade foi sempre 326 PPI desde o iPhone 4 até agora, basta ir à Apple confirmar!
        Quanto a números, bem… é muito simples pegar em qualquer número, não quer dizer que o que depois se diz tenha conteúdo!

      • Mario says:

        Se eu mostrasse esse nível de competência numa análise no trabalho, teria no mínimo uma forte reprimenda por demonstrar incapaz de compreender o tema e os parâmetros envolvidos! Seria como produzir ruído!

  10. NR says:

    A imagem que apresentam no vídeo é de um iPhone 5 e não do 5s…

  11. Nelson says:

    Números… Que não se traduzem muito.

    Por exemplo, o CPU do iPhone, apesar desses números de frequência de relógio, na prática são bem visíveis, e o 5S é 8 vezes mais rápido que o iPhone 4, apesar da frequência ser só 30% maior.

    Basta fazer um teste de JavaScript no browser, basta correr um benchmark, ou fazer uma tarefa que puxe muito pelo CPU e demore algum tempo (por exemplo, zipar um ficheiro grande).

    Ou a câmera, megapixels, não dizem nada, o 5S tem uma câmera muito mais rápida, muito melhor em baixa luz, com lente final de safira para não riscar, capacidade de filmar a 120fps e, é claro, falsa dual tone.

    A concorrência é que é sempre o mesmo, se não aumentarem os números, sabem que não vendem, mas continua sempre a mesma base, sempre a mesma tecnologia, só com as luzinhas a piscar mais rápido, por isso é que hoje em dia, vai-se a uma loja, e tem-se um Samsung e tem-se um Wiko ou TCL ou lá o que for, e é tudo igual, só muda a ideia mental, e o esforço em publicidade das marcas…

    • Nelson says:

      *flash dual tone

    • Euclides says:

      Já faltava o teu belo comentário… Números… Como se fossem desprezíveis.
      A verdade é que na prática, ou seja, no que realmente importa, um iPhone 4 tem dificuldades na fluidez com o iOS 7 e um Galaxy S2 trata o KitKat por tu…

      • Nelson says:

        Números, mas nos números que vocês querem ver!

        Vê o número de transístores, o numero de ciclos por instrução, o número de operações de virgula flutuante por segundo (FLOPS), o número de registers, a quantidade de cache, etc. etc. etc…

        Frequêia de relógio, só é comparável quando se comparam CPU’s em que todo o resto é igual.

        Senão, haviam aí CPU’s Intel topo de gama, que eram mais lentos que os feitos há 10 anos atrás…

      • Tito says:

        Sem querer entrar em guerras, acho que devias fazer a comparação de forma justa. O iPhone 4 é realmente um pouco limitado para o iOS 7, tendo algumas dificuldades com animações como dizes. Contudo, o Samsung Galaxy S2, deve ser comparado com o iPhone 4S e não com o 4.
        Ainda assim é de louvar o iPhone 4 ter update oficial para o iOS 7, e a Samsung não mandar o Android 4.4 nem para o Samsung S2, quanto mais para o Galaxy S.

      • Antonio says:

        talvez a razão é por o iOS7 ser 64 bits. Estará melhor optimizado para esses processadores.

    • Antonio says:

      nunca vi a tecnologia andar para traz, qualquer tecnologia que não evolua morre. Isto para dizer que vai sempre surgir equipamentos com mais e melhor capacidade de processamento, etc. consegues imaginar como será um smartphone daqui a 10 anos? eu não, mas seguramente serão muito melhor que os actuais.

      • Nelson says:

        Pois não.

        Mas por exemplo, tens hoje CPU’s, como o mais barato do MBA, dual core, 1.3Ghz, ULV, que papa quad-cores com o dobro da frequênia e de desktop de há us anos atrás…

        Eu digo-te já como vai ser um smartphone daqui a 10 anos.

        Vai ser 1024 vezes mais rápido que um samrtphone atual em CPU, e terá 32GB de RAM.

        • ACS says:

          Se seguirem a curva da intel (lei de moore) que dobra o nº de transistors todos os anos daqui a 10 anos serão 2^10 melhores na teoria, é verdade. Mas não sei se a apple e a concorrência vai seguir essa curva. é que num desktop o que se quer é potência mas num telemovel não podemos só lhe dar potência há que olhar a consumos e calor criado. Por isso não sei se vão seguir essa regra.

          • Nelson says:

            Vão, estão a usar sempre processos de fabrico melhores.

            Isso da potência computacional e consumo tem muito que se lhe diga…

            Se aumentares a capacidade de processamento ao ritmo que melhoras o processo de fabrico, ganhas em termos de bateria, porque l, para a mesma tarefa, demora menos tempo a processar, daí, gastar menos… Porém, o normal é começarem-se a usar tarefas mais complicadas e acrescentar outras funcionalidades e outros periféricos…

        • Antonio says:

          sendo assim não percebo tanto espanto por os smartphones estarem a sair com 3GB de ram como por exemplo os samsung.

    • Nuno Peixoto says:

      “o 5S é 8 vezes mais rápido que o iPhone 4, apesar da frequência ser só 30% maior.”

      Não esquecer o facto do 4 ser single core e o 5s dual core.

    • alterego says:

      Ele é com cada uma… a Apple mete mais uma “luzinha a piscar” para o flash e isso é que é uma grande evolução? Continua com o aluminio quando outros utilizam materiais autoregeneraveis, com telemóveis que se podem dobrar e “é sempre o mesmo”?! Em que planeta é que tu vives? No planeta das maçãs? Queres comparar a câmara fo iPhone com a do lumia 1020? Pelo facto de terem o mesmo SO, os Androids sao todos iguais?! Podias ter falado em tanta coisa e falaste em coisas que… definitivamente devias era ter estado calado!

  12. blass says:

    pplware o blog do android e ios

  13. Alexandre Leonardo says:

    Todos estes números valem o que valem, no entanto acho que houve uma melhoria do S para o S4 muito grande (comparativamente aos iPhones) porque o S original não era assim grande coisa comparado com o iPhone 4.
    Queiram ou não, o iPhone 4 foi talvez o modelo mais importante neste mundo dos smarphones.

    Daí para cá as evoluções de cada marca têm vindo a ficar mais equilibrados.

    No entanto acho que continua a ser uma QUESTÃO DE GOSTO!!!!!

  14. Alex says:

    Pois eu gostei do video e, a faltar qualquer coisa acrescentaria apenas a evolução dos Nºs de vendas a nível global de cada modelo. Só mesmo pela curiosidade naquele que foi e segue sendo (mais) um dos grandes negócios do século.

  15. Luis says:

    Nuno bom video ajuda a quem nao percebe nada disto a poder ver um pouco como tudo evoluiu mais ou menos!!

    Muito se fala do iPhone que só aumentou o processador em 30% e bla bla. eu penso que a apple pode ter aumentado pouco mas em contra partida optimizou o ios a correr perfeitamente nesses 30% a mais do 5S que no 4, penso que nao podemos olhar so a specs de harware mas ao trabalho que fazem no SO para que corra em specs baixos comparado aos samsungs e neste caso Nexus.

    Como o caso do WP8 não é preciso grandes specs para correr o SO sem grande dificuldade.

    De todos estes o ios consegue correr na perfeição no processador de 1.3GHz não estou a ver o android 4.4 a correr na perfeição com o mesmo clock de processador.

    Por aqui tenho um Nexus 5 o meu primeiro Android e sem qualquer razao de queixa devido ao processador 2.3 e 2GB RAM o sistema corre fluido e sem encrave algo que em alguns samsungs nao acontece.

    • Nunes says:

      Comparar a velocidade de relógio nada te diz sobre o ganho em performance dos processadores analisados! O erro está logo aí e é fácil de verificar ao comparar iPhones diferentes com a mesma versão do sistema!
      O processador do iPhone é melhor do que o Galaxy ou o Nexus, apesar dessa diferença na velocidade de relógio!

      • Luis says:

        Sim OK claro que ao comparar diferentes iPhones com o mesmo sistema logo aí notamos a diferença claro que IOS 7 correr melhor no 5S que no 4.

        Não quis comparar entre o do iPhone com os samsungs ou nexus ate porque o sistema não é o mesmo logo não há comparaçao, ate porque sistemas diferentes requisitos diferentes

        • Nunes says:

          Não é meramente o sistema correr melhor (que muitas vezes as pessoas associam ao comportamento do GUI), mas a mesma aplicação ter aumento considerável em performance variando o processador! E isso consegue-se ver muito bem do iPhone 5 para o 5S, mais ainda vindo do iPhone 4!
          quanto a comparar com Samsungs, levantaste essa questão ao dizer que os specs eram piores, quando tal não é verdade! A tua afirmação limitava-se a perpetuar o mito de números que pouco dizem sobre a performance real do processador!

          • Luis says:

            Sim mas não disse que eram “piores” disse que eram mais baixos do que podemos observar nos samsungs e nexus, é verdade mas não podemos comparar pk são sistemas distintos quanto a performances não posso falar muito pk nunca tive oportunidade de experimentar um iPhone 5S apenas um 3GS (lol) que na altura era muito bom e pra mim ainda é 🙂

          • Nunes says:

            @ Luis
            “não disse que eram “piores” disse que eram mais baixos”
            naquilo que é dito, mais baixo significa pior!
            a performance do processador avalia-se com testes comparativos, não com a velocidade de relógio! E o facto é que pegando no leque alargado de benchmarks que foram publicados, conseguiram-se melhores resultados no iPhone ao nível de processador!

      • Nuno Agonia says:

        É verdade que não podemos comparar de uma forma tão subjectiva a velocidade dos processadores, mas também tens que concordar comigo que este vídeo, mostra um pouco as diferenças entre as várias marcas para tentarem “conquistar” os consumidores com os seus avanços tecnológicos. Possuir o maior número de MHz não significa ser o melhor ou até o mais rápido, mas isso seria outra conversa… Pois ainda nos processadores poderíamos referenciar as arquitecturas, as threads, o gerenciamento de energia de cada um, etc…

        • Nunes says:

          os teus argumentos são totalmente incompreensíveis!
          Em primeiro lugar, apresentas números e variações desses números de forma objectiva, não há nada de subjectivo da forma que é apresentado! Chega ao ponto de ser indicada qual a marca que mais variou nesse números, como se isso implicasse um maior ganho na evolução!
          Ora, quem saiba minimamente da área, sabe que esses números não têm qualquer significado numa análise destas! Como tal o que é apresentado só confunde os que estão menos informados, perpetuando mitos que já há muito foram desconstruídos pelos sites da especialidade!
          Ninguém que tenha brio no que faz, apresenta coisas ao público sabendo que não tem qualquer conteúdo, desculpando-se que o que supostamente deveria ser o conteúdo ficaria para outra conversa! Muito menos sentido faz quando tal é feito num site que pretende dar informação de qualidade sobre tecnologia!
          Quanto às ditas diferenças, são tão significativas como a diferença no nome dos dispositivos!

  16. Joel says:

    ” kaka
    20 de Fevereiro de 2014 às 1:42 pm
    Acho muito bem devia haver mais videos como este porque muita gente compra um iphone sem saber que esta comprar uma maquina inferir a todos os níveis. o iphone hoje em dia passou a ser parolice em vez de qualidade qualquer android de topo da 20 a zero ao iphone 5s lol
    Esses benchmark multiplataforma tirando 3Dmark que é unico fiavel sao uma anedota … ”

    Grizei com essa AHAH.
    vê se mesmo que nunca pudeste ter um iphone e és frustrado por isso, tens um telemoel rasca com sistema operativo rasca, e mais nao digo.

    • Rui says:

      Os números são números e esta diferença só mostra que não são os números maiores que tem mais qualidade. Para mim só mostra que a evolução do Android é brutalmente dependente de um super hardware. Coitados dos low/middle end smarthphones que ao final de 6 meses já não conseguem aguentar com os updates todos do android. Enquando por muito que doa, os updates de IOS continuam a funcionar pelos menos 2~3 anos.

      • Nuno Agonia says:

        Olá Rui!

        Como sabes realizo bastantes vídeos sobre a plataforma Android, mas reconheço que na Apple tem equipamentos com um nível bastante acima do que “tenho” no Android. Poderíamos estar aqui dias e dias a falar dos aspectos positivos e negativos de ambos os sistemas, mas no fim estaríamos na mesma…lol
        Não quero com isto dizer que tenho preferência pelo Android, mas a razão com que me leva a “mostrar” mais o sistema operativo de Mountain View é mesmo a quantidade de utilizadores…

        Cá em casa os dois sistemas dão-se bastante bem! 🙂

      • helcap06 says:

        não é bem assim eu tenho um Huawei ideos X5
        ja tem mais de 2 anos e funfa quase tudo

        veio com o android 2.1 e levou com todos ate ao 4.4
        voltei ao 4.0.4 porque a bateria dura mais uma horas

        posso fazer overclock de 800 ate 1800 e o tele não desmaia nem frita

        gostava de vos ver a fazer isso nos vossos Iphones

        comprei agora um wiko cink five por ser dual sim posso usar no trabalho olha estou tão contenete que vendei o S3 e fiquei com o Huawei e com o velhinho S2 que ja tem o 4.4 a muito tempo.

        com telemoveis com valores a baixo dos 200€ eu garanto que dou bem mais uso que alguns senhores com telemoveis de 700€

        o meu unico conselho antes de comprar um android é escolher um com uma grande comunidade de resto pagar mais caro para fazer o mesmo. Se eu tivesse dinheiro para um S4 ou um 5S ia usar na mesma como uso o wiko ou o S2 ou ate mesmo o Huawei

        cumps

  17. sagres says:

    offtopic:
    qual eh a ferramenta para a edição do vídeo e para fazer aqueles gráficos??
    obrigado cumps

  18. John says:

    Deixando a minha opinião, um pouco fora do teu pedido e um pouco dentro do teu trabalho.
    Acho que deves aproveitar esta como uma crítica construtiva, como tal penso que terias muito a ganhar em gravar o audio primeiro. Depois, paras, ouves e analisas o que disseste.
    Acho que podias ter um discurso mais estruturado e correcto.

    Quanto á review/análise, números serão sempre números. Neste caso até arrisco a dizer que bastante subjectivos porque apenas demonstram os incrementos dentro da respectiva família e não entre famílias. Acho que a segunda hipótese seria um pouco mais interessante, todavia seria sempre injusto comparar tão friamente Android e iOS. De qualquer forma foi um prazer ouvir/ler.

    Cumprimentos

    • Nuno Agonia says:

      O ideal para o produto final ficar “perfeito”, seria gravar o áudio tal como tu referes numa primeira fase. Elaborar um vídeo deste género requer algum trabalho e a componente do áudio poderá ser a parte em que tenho mais descuido, apesar de ainda o levar para o Audition para lhe retirar alguns ruídos.

      Em relação ao teu ponto de vista respeitante aos números que refiro, assumo que por vezes determinados assuntos não se possam “misturar”, mas neste campo das tecnologias é impossível não colocar tudo ao “barulho”… 😉

      Obrigado pelo teu comentário e criticas são sempre aceites de bom grado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.