Quantcast
PplWare Mobile

Samsung revela que a Apple só deverá entrar no mercado dos smartphones dobráveis em 2024

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Mmmm… Espero que não seja para o iPhone.Iria destruir um símbolo da maior marca do mundo.

    • SANDOKAN 1513 says:

      “É esperado com muito interesse a chegada da Apple a esta nova área do mercado dos smartphones. Com um controlo quase total da Samsung, será importante para o seu crescimento que a gigante de Cupertino assuma o seu papel e aumente ainda mais a presença dos smartphones dobráveis.” Mas esta é a sua opinião,Pedro Simões ?? Não concordo com o que afirmou,mas de todo.

  2. Akiruim says:

    Os “dobráveis” da Samsung são uma aberração… neste momento são extremamente caros e sem dar qualquer funcionalidade extra, já vi protótipos de outras marcas que, menos espessura conseguem a mesma ou mais dimensão de visualização. A Samsung deu um tiro no pé e agora tenta levar os outro a cometer o mesmo erro. PATETICO

    • Naodouonome says:

      Foi um tiro tão grande que estão a vender muito bem mundialmente

    • Luis says:

      assim que baixem o preço, e se fechado der para fazer o essencial, estou a contar ter um, já que não gosto de telemoveis grandes coo parece ser a moda

    • V.T. says:

      Mais uma vez a Apple atrás da Samsung! Já vai sendo normal!

      • Vítor M. says:

        Não me parece. Se assim fosse a Samsung não vinha “picar” a Apple para esta também lançar. Sabemos que a Samsung precisa do hype da Apple e das encomendas. Neste caso, quem vai à frente é a Apple e enquanto os dobráveis não tiverem resistência, qualidade e, acima de tudo, usabilidade… podes ter a certeza que a Apple não avança.

        2024? Duvido, isso é a Samsung a querer forçar a Apple, pois a área de dobráveis da Samsung deve dar imenso prejuízo atualmente. E a Samsung sabe que, ou a Apple vai adiante com esta nova tendência, ou ela acaba por desaparecer, levando a Samsung a incríveis prejuízos. E pelo que parece, a Apple tão cedo não terá interesse nos dobráveis. Já viu o assunto arrefecer nas outras marcas, mantendo-se só a Samsung ativa porque tem interesses maiores, o da venda de ecrãs à Apple.

        A Apple não quer ter tecnologias que dão problemas, que não dão garantias ao utilizador de longevidade. Esquece. Um ecrã com um vinco ao meio é uma aberração. Depois, a Apple vai continuar a mudar lentamente o modelo iPhone atual. A seguir irão aparecer as portas USB-C, com alteração também nos botões de volume, tecnologia já em teste nos AirPods Pro 2, depois iremos ter um incremento no carregamento rápido da bateria. Posteriormente mais interação com as comunicações por satélite, novos sensores 5G Apple Silicon (acaba o acordo com a Qualcomm)… e se calhar, digo eu, nem vamos ver um iPhone dobrável topo de gama. Mas… tudo depende da evolução da tecnologia.

  3. z-life says:

    Então vai ser em 2024 que uma coisa agora sem interesse se vai tornar a última bolacha do pacote.

  4. V.T. says:

    Não resta outra opção à Apple entrar neste nicho de mercado, a Samsung está a ficar com o mercado todo para si, pois as marcas chinesas não têm capacidade para fazerem frente à marca Sul Coreana!

    • Vítor M. says:

      Mesmo com o mercado todos, a Samsung não deverá ter grande lucro, porque arrefeceu largamente depois dos chineses terem começado a desistir. Por isso é que a Samsung se anda a virar para a Apple. Sabe que sem a Apple entrar, este mercado dos dobráveis pode morrer. E muito provavelmente (a não ser que a tecnologia evolua muito e o vinco desapareça) vai morrer.

  5. zvert says:

    Ainda não percebi qual a vantagem de ter um telemóvel dobrável…
    Se ainda ficasse mais fino no bolso, mas não, em vez de ter a espessura de 1 tem de 2, vou agora andar a abrir e fechar telemóveis sempre que tiro do bolso… enfim, vale tudo, até voltar ao passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.