Quantcast
PplWare Mobile

Macs mais antigos não vão conseguir exibir conteúdos Netflix a 4K

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Fonte: The Verge

Autor: Marisa Pinto


  1. Bafora says:

    2 anos…

    Eu ia comprar um destes…

    Pronto pensei em comprar um destes…

    Bem… tinha desejo de comprar um destes…

    Sonhei comprar um destes…

    Passados 2 anos “um destes” não corre o 4k que o meu vizinho tem no desktop dele !?!?!?

    Só digo isto …. #$:;::;%$:;%#;%#:

  2. Toni da Adega says:

    Não se poderá considerar como sendo uma máquina antiga um iMac de 2019.
    Ter um ecrã de 27″ a 5k e não poder ver filmes em 4k…

  3. Ams says:

    Eu utilizei Mac durante mais de 15 anos. Depois desisti e mudei para os PCs Windows e não estou arrependido. Um Mac ao fim de 2 anos já é considerado obsoleto. Além de ser mais caro…ainda dura menos…

    • Pedro Mota says:

      O meu percurso é exatamente o oposto.
      Ao final de 6 anos ainda tem o último software e corre todo os programas sem soluços. O contrário da minha experiência com Windows… ao final de 2 anos ficavam lentos e cheios de problemas.

      • Joao Magalhaes says:

        Não podes querer que um Acer de 300€ ao fim de 2 não esteja lento e cheio de problemas, 1300€ por um Asus Rog à quase 5 anos e posso te dizer que ainda continua uma máquina. Com metade do dinheiro de um Mac tens uma máquina que te dura uns bons anos.

    • Aj says:

      O meu ja tem 8 anos, vejo videos 4k, em hd claro, mas sem pausas ou paragens, quero ver um pc com 8 anos fazer isso.

      • Toni da Adega says:

        Se ves videos em HD. então não vês em 4k.
        E um PC com 8 anos tem mais que capacidade para ver vídeos 4K( dependendo do modelo. Um Atom não deve conseguir)

      • Bob says:

        Quantos queres? Se pagares portes e seguro, até te envio…..
        LOOOOL
        Um MAC é um PC… e um Mac com 8 anos, é praticamente tudo hardware normal por lá….

  4. Pedro Mota says:

    Um chip relacionado com a segurança relaciona-se com a possibilidade de exibição de filmes e séries em 4K através de uma plataforma streaming?

    • Tadeu says:

      O chip T2 não é só um chip de segurança, também “tem” encoders/decoders HEVC mais eficientes.

      • Toni da Adega says:

        A não ser que seja um modelo mesmo muito antigo, Os Macs não precisam desse chip para fazer o decode do video 4K.

        • Tadeu says:

          diferença entre ser possível e ser eficiente com o codec HEVC, afinal de contas estamos a falar do suporte no browser.

          • Toni da Adega says:

            um Macbook ou um iMac não são eficientes nisso?
            Ainda mais existindo versões com gráficas dedicadas e ecrãs 5K.

          • Tadeu says:

            Toni da Adega, os decoders para HEVC são muito intensivos. Tanto assim é que mesmo no Windows o suporte dado pela Microsoft requer uma máquina com um processador Core posterior a 2016. A Apple implementou a sua solução recorrendo a este chip e o facto é que é foi constatado ser mais rápido e eficiente.

          • Toni da Adega says:

            Se acham normal máquinas com 1 ou 2 anos que custaram uns bons milhares de €€€€ não possuírem capacidade para fazer decoder de um video (no browser) . É porque é normal.
            Andava o pessoal a comprar MAC às vezes supostamente com bom HW, e depois nem capacidade possuem para reproduzir um vídeo.

          • Tadeu says:

            Não é uma questão de ser ou não normal, é uma questão das tecnologias usadas para o propósito em causa.

          • Filipe says:

            Não tem nada ahver com o decode mas sim com drm. Os macs já reproduzem youtube em 4k há muito tempo e os gpu têm suporte hevc

          • Tadeu says:

            Filipe, os mac (safari) nunca reproduziram o youtube em 4k porque o safari nunca teve suporte para o codec usado pelo youtube a 4k. Só usando o Chrome é que se obtinha isso porque implementava o seu codec, sendo que é um codec diferente do usado pela Netflix.
            Se fosse uma questão de DRM haveria o mesmo problema noutras resoluções, o que não acontece!

        • Daniel says:

          Mas o decode nesse caso é feito por software. Os windows fazem-no mas à custa de desempenho e bateria.

          Pessoalmente preferia um aviso a dizer “4k stream will impact the performance of your Mac. Consider watching it in 1080p”. Mas percebo a razão pela qual a Apple fez isto.

      • Bob says:

        E é este o pormenor que praticamente todos não se lembram…
        Fazer decode via CPU, ou por chip dedicado, é completamente diferente.

  5. AMS says:

    Conforme já referi, eu comecei a utilizar MACs desde os primeiros que apareceram. O último que comprei foi em 2008. Neste momento tenho um museu de macs. Da minha experiência, não nego que um MAC era mais prático que o PC. Porém a APPLE tinha por hábito estar sempre a introduzir novos sistemas operacionais. O último que uilizei foi o Leopard. E em nome dessa brincadeira surgiam programas novos que só corriam nos novos sistemas. Daí eu ter cansado e considerar que ao fim de 2 anos os MACs já estava obsoletos… Decidi mudar para os PCs e desde então +/- 2012, não voltei a ter esses problemas. Neste momento tenho um pc de 2018 e funciona perfeitamente com tudo o que aparece no mercado. Também devo dizer que eu não sou o único a pensar dessa forma. Trata-se de uma artimanha de negócios da Apple que funciona para alguns mas já não funciona mais para mim. Além disso um Apple custa sempre para cima de 1.500 euros…

    • Ricardo says:

      O meu custou-me novo 1200 Euros, em 2011… Hoje está com 16GB Ram e SDD….
      Está mais que pago… e nem falo nas dores de cabeça que deixei de ter…
      Continuo com PC’s, mas agora pergunto, e o que é que o 4K tem a ver com a máquina? a mim não me faz falta o 4K… nem a TV é 4K… nem curva, nem tecnologia 3D…
      Ignorem, e sigam em frente.

      • Bob says:

        Porque é bastante mau uma box android de 50€ dar 4K, e um MAC não.
        Mas não é por o material ser mau… é mera decisão de ser obrigatório o decode ser feito pelo chip T2 da Apple.

        Tirando isso, o Mac dava perfeitamente os 4K.
        Se o meu Mac mini de 2013 dá 4K (videos normais), só fica sem dar, se a App da Netflix forçar a ter o T2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.